Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

El compromiso y entrega en el aprendizaje, la competencia motriz percibida y la ansiedad ante el error y situaciones de estrés: factores de motivación de logro durante las clases de educación física en adolescentes / Learning Delivery and Commitment, Perceived Motor Competence, and Anxiety When Making Mistakes or Under Stress: Motivating Factors in Adolescents for Achievement During Physical Education Classes / Comprometimento e entrega na aprendizagem, percepção de competência e ansiedade de condução frente aos erros e situações de estresse: fatores motivacionais nos adolescentes durante as aulas de educação física

MHSalud; 16(1): 40-53, ene.-jun. 2019. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS-Express | ID: biblio-984703

RESUMO OBJETIVO:

determinar os fatores motivacionais de realização nos alunos do III ciclo (sétimo, oitavo e nono ano) da Educação Básica Geral durante as aulas de Educação Física.

METODOLOGIA:

foi aplicado o questionário AMPET ( Achievement Motivation in Physical Education Test) ) a um total de 396 estudantes (178 mulheres e 218 homens) do ensino médio de cinco centros educacionais públicos localizados na região Central da Província de Heredia, Costa Rica. Foi realizada análise descritiva das médias e desvios-padrão, ANOVA fatorial 2x3 para grupos independentes.

RESULTADOS:

se observam diferenças (p = 0,000) no fator de comprometimento e entrega na aprendizagem de acordo com o nível acadêmico. Ao fazer um Tukey post-hoc , verificou-se que quanto menor o nível acadêmico, maior o comprometimento e a entrega na aprendizagem; ou seja, os alunos da sétima série refletem mais pontos no fator de comprometimento e entrega na aprendizagem (4,03 ± 0,06) em comparação aos alunos da oitavo serie (3,60 ± 0,05) e da nona serie (3,62 ± 0,06). Com relação ao fator de competência motora percebido, foram obtidas diferenças (p = 0,000) de acordo com o sexo. Esse resultado indica que os homens possuem maior competência motora percebida (3,03 ± 0,06) em relação às mulheres (2,62 ± 0,07). No fator ansiedade diante do erro e as situações de estresse, foram encontradas diferenças estatisticamente significantes (p = 0,000) de acordo com o sexo, as mulheres obtiveram mais pontos nas situações de ansiedade antes do erro e de estresse 2,51 ± 0,06) em comparação aos homens (2,16 ± 0,05).

CONCLUSÃO:

a pesquisa revelou que as mulheres respondem diferentemente que os homens aos fatores motivacionais de realização e deve-se notar que a EF é uma fonte de estresse para elas. Um fator importante para analisar é a causa e se é devido à existência de uma lacuna na competência motora que tem consequências sobre o comportamento, e comparar se esse comportamento se repete nas escolas de diferentes regiões do país.
Biblioteca responsável: CR1.1