Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Acurácia do Desempenho Funcional em Idosos Saudáveis, com Comprometimento Cognitivo Leve e Doença de Alzheimer / Precisión del Rendimiento Funcional en Personas Mayores Sanas, con Deterioro Cognitivo Leve y Enfermedad de Alzheimer / Accuracy of Functional Performance in Healthy Elderly Subjects, with Mild Cognitive Impairment and Alzheimer's Disease

Trends Psychol; 26(4): 1907-1919, out.-dez. 2018. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-986174
Resumo Estabelecer o continuum de declínio cognitivo e funcional no envelhecimento normal para o patológico é desafiador. Nesta transição está o Comprometimento Cognitivo Leve (CCL), definido por prejuízo sutil na cognição e funcionalidade. Quando o prejuízo funcional aumenta preenche critérios para demência. Assim, determinar a acurácia diagnóstica da avaliação funcional é imprescindível. Com isso o objetivo foi comparar o desempenho funcional através da avaliação direta versus indireta e avaliar a acurácia do desempenho destas avaliações entre controles, pacientes com CCL e com doença de Alzheimer (DA). Participaram 90 indivíduos (n=27 controles, n=35 pacientes com CCL e n=28 com DA). Foram utilizadas a Activities of Daily Living Questionnaire (ADL-Q) e a Direct Assessment of Functional Status (DAFS-R). Foram realizadas MANCOVA para comparar o desempenho funcional direto entre os participantes e curvas ROC para verificar a acurácia diagnóstica das escalas entre os grupos. O desempenho da avaliação direta demonstrou diferenciar controles de CCL e CCL de DA. Ambas as escalas mostraram diferenciar CCL e DA, e a DAFS-R controles de CCL. Assim, a DAFS-R evidenciou melhor acurácia do desempenho funcional nestes grupos.
Biblioteca responsável: BR1.1