Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Reflexão sobre a classificação de risco como tendência para o pronto-socorro infantil / Reflection on risk classification as a trend for the infant emergency room / La reflexión sobre la calificación de riesgo como una tendencia para la emergencia del niño

J. Health NPEPS; 4(1): 330-340, jan.-jun. 2019.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-999713

OBJETIVO:

explanar acerca da classificação de risco como uma tendência para o serviço de pronto-socorro infantil.

MÉTODO:

trata-se de um ensaio teórico-reflexivo, realizado no período de maio de 2017 a outubro de 2018, fundamentando na literatura encontrada nas bases de dados: PubMed, CINAHL e LILACS.Os descritores utilizados foram: "Medição de Risco", "Serviços Médicos de Emergência", "Serviço Hospitalar de Emergência", "Pediatria", "Identificação da Emergência"; "Triagem" e "Superlotação". Foram utilizados como critérios de inclusão: publicações em português, inglês e espanhol, no período de 2000 a 2016, com textos completos disponíveis gratuitamente. Excluídas as publicações que não se relacionavam à temática do estudo e que apresentassem duplicidade.

RESULTADOS:

a classificação de risco mostra-se como tendência, com possibilidade de avançar, uma vez que a solução de muitos dos fatores que contribuem para a superlotação dos prontossocorros acarretaria maiores custos financeiros do que a implantação da classificação de risco infantil.Considerações Finais: a classificação de risco pode contribuir para a organização dos atendimentos ao cliente pediátrico que, procura por atendimento em prontos-socorros sem critérios clínicos.
Biblioteca responsável: BR1972.9