Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Clinical and epidemiological characteristics of tuberculosis and HIV coinfection and the association with the Human Development Index in Mato Grosso do Sul State, Brazil/Características clínico-epidemiológicas da coinfecção por tuberculose e HIV e sua relação com o Índice de Desenvolvimento Humano no estado do Mato Grosso do Sul, Brasil

Rev Pan-Amaz Saude; 8(3): 59-67, 2017. map., tab.
Artigo em Português | IEC | ID: iec-16345

OBJETIVOS:

Verificar os aspectos epidemiológicos da coinfecção por tuberculose (TB) e HIV, no estado do Mato Grosso do Sul, Brasil, e sua associação com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

MATERIAIS E MÉTODOS:

Estudo descritivo, do tipo ecológico, baseado em casos de coinfecção por TB e HIV, notificados no período de 2004 a 2013, e no IDH dos municípios no ano de 2010. Foram utilizados indicadores sociodemográficos e clínicos dos casos de coinfecção. Para testar a associação entre o percentual de coinfecção TB/HIV e o IDH dos municípios, foi realizada a análise logística de Poisson, e, para identificar a existência de autocorrelação espacial, foi calculado o índice de Moran.

RESULTADOS:

No período de estudo, foram notificados 10.179 casos de TB, dos quais 988 (9,7%) apresentaram sorologia anti-HIV positiva. Em 2.985 (29,3%) casos, o teste sorológico não foi realizado. Os casos de coinfecção TB/HIV ocorreram predominantemente em indivíduos do sexo masculino (68,9%), com baixa escolaridade (64,0%), na forma clínica pulmonar (69,5%). A taxa de cura foi de 47,3%, a de abandono de tratamento foi de 10,5% e a de óbito por TB foi de 7,7%. A análise espacial por meio do índice de Moran global mostrou a existência de autocorrelação espacial (p < 0,05), concordando com o resultado da análise de regressão de Poisson.

CONCLUSÃO:

Observou-se a associação entre casos de coinfecção por TB/HIV e IDH em áreas com maior densidade populacional, indicando a necessidade de adoção de estratégias específicas de acordo com as características de cada localidade.

OBJECTIVES:

To verify the epidemiological aspects of tuberculosis (TB) and HIV coinfection in Mato Grosso do Sul State, Brazil, and the association with the Human Development Index (HDI).

MATERIALS AND METHODS:

This is a descriptive ecological study based on cases of TB and HIV coinfection reported between 2004 and 2013, and the municipalities HDI in 2010. Sociodemographic and clinical indicators of the cases of TB/HIV coinfection were used. Poisson logistic analysis was conducted in order to test the association between the percentage of TB/HIV coinfection and the municipalities HDI; Moran's index was calculated to identify the existence of spatial autocorrelation.

RESULTS:

In the study period, 10,179 TB cases were reported, of which 988 (9.7%) presented positive anti-HIV serology. For 2,985 (29.3%) of notified cases, the serological test was not performed. TB/HIV coinfection cases predominantly occurred in males (68.9%), with low educational level (64.0%), and in the pulmonary clinical form (69.5%). Cure rate was 47.3%, treatment dropout rate was 10.5%, and TB death rate was 7.7%. Spatial analysis using global Moran's index showed the existence of spatial autocorrelation (p < 0.05), agreeing with the result of Poisson regression analysis.

CONCLUSION:

The association between cases of TB/HIV coinfection and HDI in areas with higher population density indicates the need to adopt specific strategies according to the characteristics of each locality.
Biblioteca responsável: BR275.1