Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Epidemiological aspects of tuberculosis in the Integration Regions of Pará State, Brazil, from 2005 to 2014/Aspectos epidemiológicos da tuberculose nas Regiões de Integração do estado do Pará, Brasil, no período entre 2005 e 2014

Rev Pan-Amaz Saude; 9(3): 21-29, 2018.
Artigo em Português | IEC | ID: iec-17559

OBJETIVO:

Descrever aspectos epidemiológicos da tuberculose (TB) em pacientes a partir de 20 anos de idade, residentes nas Regiões de Integração do estado do Pará, no período de 2005 a 2014.

MATERIAIS E MÉTODOS:

Estudo ecológico com base em dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação da Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará.As variáveis analisadas foram: sexo, raça/cor, idade, escolaridade, formas de TB, vulnerabilidade, uso de álcool, comorbidades, coinfecção pelo HIV e Região de Integração de residência.

RESULTADOS:

Foram estudados 35.926 casos na faixa etária a partir de 20 anos. A média de idade foi de 41,3 (±0,9) anos, com maior ocorrência em pessoas do sexo masculino (63,1%) e cor parda (71,5%). Houve predomínio do ensino fundamental, exceto na Região Metropolitana. Dentre as formas de TB, predominou a pulmonar (87,3%). Entre os institucionalizados, a maior incidência foi na população carcerária (47,4%). O uso de álcool (38,6%) foi superior à presença de diabetes (28,0%), coinfecção pelo HIV (27,0%) e doença mental (6,4%), com maior registro na Região Xingu (79,9%). Observa-se uma convergência da incidência de TB e da proporção da coinfecção TB/HIV.

CONCLUSÃO:

Embora o Ministério da Saúde disponibilize esquemas terapêuticos eficazes para o tratamento da TB, os aspectos epidemiológicos analisados evidenciam que fatores, como os hábitos de vida, as comorbidades, a coinfecção pelo HIV, a baixa escolaridade e outros, contribuem para a manutenção da elevada incidência dessa doença no estado do Pará.

OBJECTIVE:

To describe the epidemiological aspects of tuberculosis (TB) in patients ? 20 years old living in the Integration Regions of Pará State, Brazil, from 2005 to 2014.

MATERIALS AND METHODS:

Ecological study based on data from the Information System on Diseases of Compulsory Declaration (Sinan) of the Secretariat of Public Health of Pará State (SESPA). The following variables were analyzed: gender, race/colour, age, schooling, forms of TB, vulnerability, alcohol consumption, comorbidities, HIV coinfection, and the Region of Integration of residence.

RESULTS:

A total of 35,926 cases were studied in the age group ? 20 years old. The mean age was 41.3 (± 0.9) years old, with the highest occurrence in males (63.1%) and brown skin (71.5%). There was a predominance of elementary education, except in the Metropolitan Region. Pulmonary form was the most predominant (87.3%). Among institutionalized, the highest incidence was in the incarcerated population (47.4%). Alcohol consumption (38.6%) was more prevalent than diabetes (28.0%), HIV coinfection (27.0%), and mental illness (6.4%), with highest occurrence in the Xingu Region (79.9%). A convergence of TB incidence and the proportion of TB/HIV coinfection was observed.

CONCLUSION:

Although the Brazilian Ministry of Health provides effective therapeutic regimens for TB treatment, the epidemiological aspects analyzed showed that lifestyle, comorbidities, HIV coinfection, low schooling, and others factors contribute to the maintenance of high incidence of this disease in Pará State.

Assuntos

Tuberculose
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: BR275.1