Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

A relação entre o fumo e a idade da menopausa: uma revisão sistemática / Relation between smoking and age in menopause: a systematic review

Rio de Janeiro; s.n; 2007. 80 p. tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-442360
Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Instituto de Medicina Social para obtenção do grau de Mestre. Orientador: Faerstein, Eduardo.

Resumo

É cada vez maior a participação de mulheres pós-menopáusicas na constituição da população mundial, pelo aumento crescente da expectativa de vida. Este fato aumenta a importância do estudo de fatores que influenciam a idade da menopausa por sabermos que, quando atingida fora da faixa considerada normal, há um aumento do risco de doenças, como: osteoporose, doenças cardiovasculares, infertilidade, entre outras morbidades. A idade média da menopausa ocorre entre 50 a 52 anos nos países desenvolvidos e 1 a 2 anos antes nos países em desenvolvimento. Há grandes diferenças de metodologias entre os estudos para avaliar a idade média da menopausa. Vários fatores são associados com uma alteração da idade da menopausa; entre eles, o que parece ter papel mais claramente definido é o fumo, provocando uma antecipação desta idade. Supõe-se que tal efeito se deva a diversos mecanismos, sendo uma destruição de folículos uma das hipóteses mais aceitas. Embora o fumo esteja claramente associado com uma diminuição da idade da menopausa, não se conseguiu claramente definir até hoje se a duração, momento e quantidade de fumo está associada com a idade da menopausa. O objetivo deste estudo é, através de uma revisão sistemática, tentar conhecer melhor o papel do fumo na idade da menopausa para podermos dar embasamento maior para os profissionais de saúde e para políticas públicas de combate ao fumo. A estratégia de busca eletrônica foi desenvolvida de forma específica para as diferentes bases consideradas relevantes (MEDLINE [PubMed] e LILACS). Somente foram incluídos estudos observacionais pela natureza da questão, já que por motivos éticos seria inconcebível um estudo experimental. Após a identificação de 1325 artigos, restaram 159 artigos para apreciação do texto completo. No final, nossa revisão sistemática englobou 94 artigos com 109 estudos. Foi realizada uma análise de qualidade dos estudos, sendo considerados de maior qualidade aqueles que fizermn ajuste por variáveis...
Biblioteca responsável: BR433.1
Localização: BR433.1; T982