Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Cost-effectiveness analysis of somatostatin analogues in the treatment of acromegaly in Brazil / Análise de custo-efetividade de análogos da somatostatina no tratamento de acromegalia no Brasil

Arq. bras. endocrinol. metab; 52(9): 1452-1460, Dec. 2008. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-504550
O objetivo deste estudo é comparar o impacto econômico e o impacto nos pacientes com acromegalia do tratamento com dois diferentes análogos de somatostatina (octreotida LAR e lanreotide SR) no Brasil. Um estudo de custoefetividade foi realizado a partir da perspectiva do Sistema Único de Saúde (SUS). Foi desenvolvido um modelo analítico de decisão baseado no Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas de Acromegalia do SUS. Uma coorte hipotética de 276 pacientes foi seguida por dois anos. Dados foram obtidos da literatura e bases de dados oficiais do SUS. Baseado no modelo analítico, o tratamento com octreotida LAR evitaria 12 e 17 casos com níveis elevados de GH e IGF-I, respectivamente. Octreotida LAR foi uma estratégia econômica, gerando economia de R$10.448.324 (US$4.465.096) para o SUS. A economia anual por paciente foi de R$18.928 (US$8.089). O tratamento de acromegalia com octreotida LAR é estratégia dominante quando comparado com o tratamento com lanreotida SR no Brasil. A análise de sensibilidade não alterou seu status de econômica.
Biblioteca responsável: BR1.1