Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Consumo de frutas e hortaliças por idosos de baixa renda na cidade de São Paulo / Consumo de frutas y hortalizas por ancianos de baja renta en la ciudad de São Paulo (Sureste de Brasil) / Fruit and vegetable intake among low income elderly in the city of São Paulo, Southeastern Brazil

Rev. saúde pública; 43(5): 806-813, out. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-529055

OBJETIVO:

Estimar os fatores socioeconômicos e sociodemográficos associados ao consumo diário de cinco porções de frutas e hortaliças por idosos residentes em áreas de baixa renda, identificando as principais frutas e hortaliças que compõem a dieta desta população.

MÉTODOS:

Estudo transversal de base populacional com 2.066 idosos (>60 anos) de baixa renda residentes na cidade de São Paulo, SP, em 2003-2005. Para a avaliação do consumo de frutas e hortaliças foi aplicado questionário de freqüência alimentar. As respostas foram transformadas em consumo diário e comparadas às recomendações da Organização Mundial da Saúde (consumo de cinco ou mais porções diárias). A relação entre consumo recomendado de frutas e hortaliças e variáveis socioeconômicas foi avaliada mediante modelos de regressão logística.

RESULTADOS:

Dos participantes, 60,5 por cento eram mulheres e 39,5 por cento homens. Cerca de um terço dos idosos (n=723; 35,0 por cento) não consumia diariamente nenhum tipo de fruta ou hortaliça e 19,8 por cento relataram consumo diário de cinco ou mais porções de frutas e hortaliças. Este consumo esteve positivamente associado à renda e à escolaridade.

CONCLUSÕES:

O consumo de frutas e hortaliças de idosos de baixa renda do município de São Paulo mostrou-se insuficiente em relação às recomendações da Organização Mundial da Saúde e está associado a condições socioeconômicas desfavoráveis.
Biblioteca responsável: BR1.1