Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ortodontia como fator de risco para disfunções temporomandibulares: uma revisão sistemática / Orthodontics as risk factor for temporomandibular disorders: a systematic review

Dental Press J Orthod; 15(6): e1-e10, nov.-dez. 2010. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-578680

Resumo

INTRODUÇÃO: nos últimos anos, a inter-relação entre a Ortodontia e as disfunções temporomandibulares (DTMs) tem despertado interesse crescente na classe odontológica, sendo tema de discussões e controvérsias. Em um passado recente, a oclusão era considerada como principal fator etiológico das DTMs, sendo o tratamento ortodôntico uma medida terapêutica primária para um restabelecimento fisiológico do sistema estomatognático. Assim, passou-se a investigar o papel da Ortodontia na prevenção, desencadeamento e tratamento das DTMs. Com a realização de estudos científicos com metodologias mais rigorosas e precisas, a relação entre o tratamento ortodôntico e as DTMs pôde ser avaliada e questionada dentro de um contexto baseado em evidências científicas. OBJETIVO: o presente trabalho, através de uma revisão sistemática de literatura, teve como objetivo analisar a inter-relação entre a Ortodontia e as DTMs, verificando se o tratamento ortodôntico é fator contribuinte para o desenvolvimento de DTM. MÉTODOS: foi realizado um levantamento em bases de pesquisa (Medline, Cochrane, Embase, Pubmed, Lilacs e BBO) entre os anos de 1966 e 2009, com enfoque em estudos clínicos randomizados, estudos longitudinais prospectivos não randomizados, revisões sistemáticas e meta-análises. RESULTADOS: após a aplicação dos critérios de inclusão, chegou-se a 18 artigos, sendo que 12 eram estudos longitudinais prospectivos não randomizados, 4 revisões sistemáticas, 1 estudo clínico randomizado e uma meta-análise, os quais avaliaram a relação entre tratamento ortodôntico e DTM. CONCLUSÕES: pela análise da literatura, conclui-se que o tratamento ortodôntico não pode ser considerado fator contribuinte para o desenvolvimento de disfunções temporomandibulares.
INTRODUCTION: The interrelationship between Orthodontics and temporomandibular disorders (TMD) has attracted an increasing interest in Dentistry in the last years, becoming subject of discussion and controversy. In a recent past, occlusion was considered the main etiological factor of TMD and orthodontic treatment a primary therapeutical measure for a physiological reestablishment of the stomatognathic system. Thus, the role of Orthodontics in the prevention, development and treatment of TMD started to be investigated. With the accomplishment of scientific studies with more rigorous and precise methodology, the relationship between orthodontic treatment and TMD could be evaluated and questioned in a context based on scientific evidences. OBJECTIVES: This study, through a systematic literature review had the purpose of analyzing the interrelationship between Orthodontics and TMD, verifying if the orthodontic treatment is a contributing factor for TMD development. METHODS: It was conducted a survey in research bases (MED-LINE, Cochrane, EMBASE, Pubmed, Lilacs and BBO) between the years of 1966 and 2009, with focus in randomized clinical trials, longitudinal prospective non-randomized studies, systematic reviews and meta-analysis. RESULTS: After application of the inclusion criteria 18 articles were used, which were 12 longitudinal prospective non-randomized studies, 4 systematic reviews, 1 randomized clinical trial and 1 meta-analysis, which evaluated the relationship between orthodontic treatment and TMD. CONCLUSIONS: According to the literature, the data concludes that orthodontic treatment cannot be considered a contributing factor for the development of temporomandibular disorders.
Biblioteca responsável: BR1.1