Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ortodontia como fator de risco para disfunções temporomandibulares: uma revisão sistemática / Orthodontics as risk factor for temporomandibular disorders: a systematic review

Dental Press J Orthod; 15(6): e1-e10, nov.-dez. 2010. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-578680

INTRODUÇÃO:

nos últimos anos, a inter-relação entre a Ortodontia e as disfunções temporomandibulares (DTMs) tem despertado interesse crescente na classe odontológica, sendo tema de discussões e controvérsias. Em um passado recente, a oclusão era considerada como principal fator etiológico das DTMs, sendo o tratamento ortodôntico uma medida terapêutica primária para um restabelecimento fisiológico do sistema estomatognático. Assim, passou-se a investigar o papel da Ortodontia na prevenção, desencadeamento e tratamento das DTMs. Com a realização de estudos científicos com metodologias mais rigorosas e precisas, a relação entre o tratamento ortodôntico e as DTMs pôde ser avaliada e questionada dentro de um contexto baseado em evidências científicas.

OBJETIVO:

o presente trabalho, através de uma revisão sistemática de literatura, teve como objetivo analisar a inter-relação entre a Ortodontia e as DTMs, verificando se o tratamento ortodôntico é fator contribuinte para o desenvolvimento de DTM.

MÉTODOS:

foi realizado um levantamento em bases de pesquisa (Medline, Cochrane, Embase, Pubmed, Lilacs e BBO) entre os anos de 1966 e 2009, com enfoque em estudos clínicos randomizados, estudos longitudinais prospectivos não randomizados, revisões sistemáticas e meta-análises.

RESULTADOS:

após a aplicação dos critérios de inclusão, chegou-se a 18 artigos, sendo que 12 eram estudos longitudinais prospectivos não randomizados, 4 revisões sistemáticas, 1 estudo clínico randomizado e uma meta-análise, os quais avaliaram a relação entre tratamento ortodôntico e DTM.

CONCLUSÕES:

pela análise da literatura, conclui-se que o tratamento ortodôntico não pode ser considerado fator contribuinte para o desenvolvimento de disfunções temporomandibulares.
Biblioteca responsável: BR22.1