Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

SPATIAL DISTRIBUTION OF LYMNAEIDAE (MOLLUSCA, BASOMMATOPHORA), INTERMEDIATE HOST OF Fasciola hepatica LINNAEUS, 1758 (TREMATODA, DIGENEA) IN BRAZIL / Distribuição espacial de Lymnaeidae (Mollusca, Basommatophora), hospedeiros intermediários de Fasciola hepatica Linnaeus, 1758 (Trematoda, Digenea) no Brasil

Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo; 56(3): 235-252, May-Jun/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-710405
Moluscos da família Lymnaeidae são hospedeiros intermediários no ciclo biológico de Fasciola hepatica, agente etiológico da fasciolose, doença parasitária de importância médica para humanos e animais. O presente trabalho teve como objetivo datar e mapear a distribuição espacial dos hospedeiros intermediários de F. hepatica no Brasil. Os dados de distribuição das espécies de limneídeos foram obtidos das Coleções de Malacologia Medica (Fiocruz-CMM, CPqRR) e de Malacologia do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZUSP), rede “SpeciesLink” (CRIA) e através de pesquisas sistemáticas na literatura. Os mapas de distribuição dos limneideos mostram que Pseudosuccinea columella é a espécie mais comum e distribuída nas regiões Sul e Sudeste com poucos registros nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Além disso, na região Sul os registros para G. viatrix são escassos e existe apenas um único relato de ocorrência para L. rupestris. Os dados obtidos resultaram no primeiro mapa de distribuição espacial das espécies de Lymnaeidae no Brasil, informação básica e relevante para estruturação de políticas de controle da fasciolose humana e animal.
Biblioteca responsável: BR1.1