Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A equipe de enfermagem e a comunicação com o paciente traqueostomizado / Nursing team and communication with tracheostomized patients

Rev. CEFAC; 17(3): 734-744, May-Jun/2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-751493

OBJETIVO:

identificar as percepções da equipe de enfermagem acerca da importância da comunicação no cuidado ao paciente traqueostomizado, de modo a auxiliá-lo na sua recuperação.

MÉTODOS:

estudo de abordagem quantitativa e qualitativa. A amostra do estudo foi constituída por 51 integrantes da equipe de enfermagem (auxiliares de enfermagem, técnicos e enfermeiros), das Clínicas Médica Feminina e Masculina, Centro de Terapia Semi-Intensiva e Intensiva Adulto, e Neurocirurgia, de um hospital de ensino em Curitiba/PR. As informações foram coletadas por meio de questionário com questões fechadas e abertas. Na associação entre variáveis quantitativas foram considerados o teste Qui-Quadrado, valores de p < 0,05 indicaram significância estatística, os dados qualitativos foram submetidos à proposta de análise de conteúdo.

RESULTADOS:

os dados mostram que os participantes têm vivências variadas em sua área de atuação e constatam na sua prática cotidiana a necessidade e a importância da interação com o paciente traqueostomizado para sua recuperação. Os resultados apontam que os Auxiliares e Técnicos, desenvolvem mais orientações do que o enfermeiro (p=0,028).

CONCLUSÃO:

evidenciou-se no estudo que na impossibilidade de comunicação verbal pelo paciente, os participantes do estudo se utilizam de estratégias diferenciadas de comunicação, como gestos, sinalização e comunicação escrita. .
Biblioteca responsável: BR1.1