Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Incidence of local complications and risk factors associated with peripheral intravenous catheter in neonates / Incidencia de complicaciones locales y factores de riesgo asociados con el catéter intravenoso periférico en neonatos / Incidência de complicações locais e fatores de risco associados ao cateter intravenoso periférico em neonatos

Rev Esc Enferm USP; 50(1): 22-28, Jan.-Feb. 2016. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-776518
Resumo OBJETIVO Avaliar a incidência de complicações relacionadas ao uso do cateter intravenoso periférico em neonatos e identificar fatores de risco associados. MÉTODO Coorte prospectiva, realizada em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Os participantes foram os neonatos internados submetidos à punção intravenosa periférica, no período de fevereiro a junho de 2013. RESULTADOS A incidência de complicações foi de 63,15%, sendo infiltração/extravasamento (69,89%), flebite (17,84%) e obstrução (12,27%). Os fatores de risco foram: presença de infecção (p=0,0192) e peso no dia da punção (p=0,0093), tipo de infusão intermitente associada à contínua (p<0,0001), intubação orotraqueal (p=0,0008), infusão de plano básico (p=0,0027), nutrição parenteral total (p=0,0002), hemotransfusão associada a outras infusões (p=0,0003) e outros medicamentos (p=0,0004). Maior risco de desenvolver complicação nas primeiras 48 horas pós-punção. CONCLUSÃO Uma taxa elevada de complicações relacionadas ao uso do cateter intravenoso periférico e fatores de risco associados à infecção, peso, drogas e soluções infundidas e tipo de infusão.
Biblioteca responsável: BR1.1