Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Vestibular rehabilitation with visual stimuli in peripheral vestibular disorders / Reabilitação vestibular com estímulos visuais nas vestibulopatias periféricas

Braz J Otorhinolaryngol; 82(2): 232-241, Mar.-Apr. 2016. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-780976

Resumo

ABSTRACT INTRODUCTION: Visual stimuli can induce vestibular adaptation and recovery of body balance. OBJECTIVE: To verify the effect of visual stimuli by digital images on vestibular and body balance rehabilitation of peripheral vestibular disorders. METHODS: Clinical, randomized, prospective study. Forty patients aged between 23 and 63 years with chronic peripheral vestibular disorders underwent 12 sessions of rehabilitation with visual stimuli using digital video disk (DVD) (experimental group) or Cawthorne-Cooksey exercises (control group). The Dizziness Handicap Inventory (DHI), dizziness analog scale, and the sensitized Romberg static balance and one-leg stance tests were applied before and after the intervention. RESULTS: Before and after the intervention, there was no difference between the experimental and control groups (p > 0.005) regarding the findings of DHI, dizziness analog scale, and static balance tests. After the intervention, the experimental and control groups showed lower values (p < 0.05) in the DHI and the dizziness analog scale, and higher values (p < 0.05) in the static balance tests in some of the assessed conditions. CONCLUSION: The inclusion of visual stimuli by digital images on vestibular and body balance rehabilitation is effective in reducing dizziness and improving quality of life and postural control in individuals with peripheral vestibular disorders.
RESUMO INTRODUÇÃO: Estímulos visuais podem induzir a adaptação vestibular e recuperar o equilíbrio corporal. OBJETIVO: Verificar o efeito de estímulos visuais por imagens digitais na reabilitação do equilíbrio corporal de vestibulopatias periféricas. MÉTODO: Estudo clínico, randomizado, prospectivo. Quarenta pacientes com vestibulopatia periférica crônica e idade entre 23 e 63 anos foram submetidos à 12 sessões de reabilitação com estímulos visuais em DVD (grupo experimental) ou aos exercícios de Cawthorne-Cooksey (grupo controle). Dizziness Handicap Inventory (DHI), escala visual analógica de tontura e testes de equilíbrio estático de Romberg sensibilizado e de apoio unipodal foram aplicados antes e após a intervenção. RESULTADOS: Antes e após a intervenção, não houve diferença entre os grupos experimental e controle (p > 0,005) no DHI, escala visual analógica e testes de equilíbrio estático. Após a intervenção, o grupo experimental e o controle apresentaram valores menores (p < 0,05) do DHI e da escala visual analógica de tontura e valores maiores (p < 0,05) nos testes de equilíbrio estático em algumas condições avaliadas. CONCLUSÃO: A inclusão de estímulos visuais por imagens digitais na reabilitação do equilíbrio corporal é eficaz na redução da tontura, na melhora da qualidade de vida e do controle postural de vestibulopatias periféricas.
Biblioteca responsável: BR1.1