Your browser doesn't support javascript.

Repositório BVS

Documentos sobre a Biblioteca Virtual em Saúde

> Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A contribuição do linkage entre o SIM e SINASC para a melhoria das informações da mortalidade infantil em cinco cidades brasileiras / The contribution of the linkage between the SIM and SINASC to improving information on infant mortality in five Brazilian cities

Maia, Lívia Teixeira de Souza; Souza, Wayner Vieira de; Mendes, Antonio da Cruz Gouveia.
Rev. bras. saúde matern. infant; 15(1)Jan-Mar/2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: bam-1020

OBJETIVOS:

analisar a contribuição do linkage entre o Sistema de Informações sobre mortalidade (SIM) e o Sistema de informações sobre nascidos vivos (SINASC) para a melhoria da qualidade dos dados de mortalidade infantil (MI) em cinco cidades, sendo uma de cada macrorregião brasileira.

MÉTODOS:

analisaram­se os óbitos de menores de um ano registrados no SIM em 2005 e os nascidos vivos em 2004 e 2005 contidos no SINASC. As bases de dados foram relacionadas através do linkage. Verificou­se a associação estatística entre o relacionamento dos dados e as cidades e os componentes da MI, bem como o percentual de incompletude dasvariáveis antes e após o linkage.

RESULTADOS:

90 por cento dos óbitos foram relacionados à declaração de nascido vivo, sendo as cidades de Belém e Goiânia onde se obteve a menor proporção de registros pareados. Porto Alegre apresentou maior percentual de pares, seguida de Guarulhos e Recife. Verificou­se uma influência significativa entre a cidade da criança e o componente do óbito na qualidade da informação. Dos 2464 campos incompletos para as variáveis comuns aos sistemas, 92 por cento foram recuperados após o relacionamento das bases.

CONCLUSÕES:

a utilização dessa técnica possibilitou qualificar das estatísticas vitais e demonstrou o potencial de aplicação dessa estratégia na vigilância do óbito infantil nos serviços de saúde. .(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR663.1