Your browser doesn't support javascript.

Repositório BVS

Documentos sobre a Biblioteca Virtual em Saúde

> Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Descritores em Ciências da Saúde na área específica da Fonoaudiologia Brasileira / Health Sciences Descriptors in the Brazilian Speech-Language and Hearing Science

Campanatti-Ostiz, Heliane; Andrade, Claudia Regina Furquim de.
Pró-fono; 22(4): 397-402, out.-dez. 2010. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-572502
TEMA: terminologia na Fonoaudiologia.

OBJETIVO:

proposição de tesauro específico sobre a Fonoaudiologia, nas Línguas Inglesa, Portuguesa e Espanhola, a partir dos descritores existentes nos Descritores em Ciências da Saúde (DeCS).

MÉTODO:

baseado no estudo piloto de Campanatti-Ostiz e Andrade²; que teve por objetivo a verificação da viabilidade metodológica para a criação da categoria específica da Fonoaudiologia brasileira no DeCS. As revistas científicas selecionadas para análise dos títulos, resumos e palavras-chave foram as de Fonoaudiologia indexadas na SciELO. 1. Recuperação dos Descritores em Língua Inglesa (Medical Subject Headings - MeSH); 2. Recuperação e hierarquização dos descritores em Língua Portuguesa (DeCS). Foram realizadas a análise descritiva dos dados e a análise de relevância relativa das áreas do DeCS. A partir da primeira análise, decidiu-se pela participação de todos os 761 descritores levantados, com todos os seus números hierárquicos, independente de seus números de ocorrência (NO) e, a partir da segunda, optou-se pela exclusão das áreas menos relevantes e exclusivas do DeCS.

RESULTADOS:

na proposição de tesauro da Fonoaudiologia, foram encontradas 1676 ocorrências de descritores DeCS, distribuídos nas áreas Anatomia; Doenças; Técnicas Analíticas, Diagnósticas e Terapêuticas e Equipamentos; Psiquiatria e Psicologia; Fenômenos e Processos; Assistência à Saúde.

CONCLUSÃO:

a proposição de tesauro apresentada contém os termos de domínio da Fonoaudiologia brasileira e refletem os descritores da produção científica das publicações pesquisadas. Sendo o DeCS um vocabulário trilingue (Português, Inglês e Espanhol), esta proposição de organização dos descritores poderá ser apresentada nestas três Línguas, propiciando maior intercâmbio cultural entre as diferentes nações.
Biblioteca responsável: BR1.1