Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Estratégia Saúde da Família no Município do Rio de Janeiro: avaliação da cobertura e internações por condições cardiovasculares / Estratégia Salud de la Família em el Municipio de Rio de Janeiro: evaluación de la cobertura y de hospitalizaciones por condiciones cardiovasculares / Family Health Strategy in the Municipality of Rio de Janeiro: cardiovascular conditions coverage and hospitalization evaluation

Pereira, Maria Helena Barcelos; Costa, Aline do Amaral Zils; Souza, Maria Helena do Nascimento; Leite, Franciéle Marabotti Costa; Sousa, Ana Ines.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online); 10(3): 605-611, jul.-set. 2018. graf, tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, BDENF - enfermagem (Brasil) | ID: biblio-906122
Objetivo: Avaliar a cobertura da Estratégia Saúde da Família no município do Rio de Janeiro no período de 2008 a 2013, e verificar sua correlação com as internações por doenças cardiovasculares sensíveis à Atenção Primária. Método: estudo epidemiológico do tipo transversal com dados secundários. A análise dos dados foi feita utilizando estatística descritiva e teste de correlação de Spearman. Resultados: no período de 2008, a cobertura populacional da Estratégia Saúde da Família era de 8,1%, passando para 39,41% em 2013. Não há associação linear entre as internações por hipertensão, angina e doenças cerebrovasculares e a cobertura da ESF (p > 0,05). As internações por insuficiência cardíaca apresentam correlação negativa com a cobertura da ESF (p < 0,001). Conclusão: ao final de 2013, cerca de 40% da população no Rio estava coberta pela ESF. Entretanto, esse resultado representa expansão menor do que o observado em âmbito nacional e regional