Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Perfil nutricional de portadores de doenças cardiovasculares internados em um hospital: estudo prospectivo / Perfil nutricional de los pacientes con enfermedad cardiovascular en un hospital: estudio prospectivo / Nutritional profile of cardiovascular disease bearing patients under hospitalization: a prospective study

Silva, Patrick Leonardo Nogueira da; Nunes, Gracyele Fabrícia Cangussu; Martins, Letícia Caroline Gomes; Ricardo, Luciana Caldeira de Paula; Soares, Lucas Mendes; Alves, Carolina dos Reis.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online); 10(3): 626-631, jul.-set. 2018. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde | ID: biblio-906170

Resumo

Objetivo: Avaliar o estado nutricional de pacientes portadores de doenças cardiovasculares internados em um hospital. Método: Trata-se de um estudo analítico, prospectivo, transversal, com abordagem quantitativa, realizado em uma instituição hospitalar na qual a amostra foi composta por 54 pacientes de uma cardiologia. Foi utilizado um formulário semiestruturado, uma balança antropométrica e uma fita métrica. Resultados: Em relação ao índice de massa corpórea, prevaleceu a eutrofia e a pré-obesidade (40,7%). Observa-se ausência de risco cardiometabólico. Quanto aos hábitos de vida, 33,3% têm ou já tiveram hábitos tabagistas, 53,7% têm hábitos etilistas e 83,3% não praticam atividade física. A hipertensão arterial foi encontrada em 51,8% da população. O diagnóstico prevalente foi a insuficiência cardíaca (29,7%). Os exames laboratoriais não tiveram alterações significativas. Conclusão: O perfil nutricional de pacientes com doenças cardiovasculares não se caracteriza por alterações antropométricas e laboratoriais, mas sim pelo histórico clínico e hábitos de vida dos pacientes
Objetivo: Evaluar el estado nutricional de los pacientes con la enfermedad cardiovascular en un hospital. Método: Se trata de un estudio analítico, prospectivo, transversal, con un enfoque cuantitativo, realizado en un hospital donde la muestra consistió en 54 pacientes en una cardiología. Se utilizó una forma semiestructurada, una escala antropométrica y una cinta métrica. Resultados: En relación con el índice de masa corporal, se impuso eutróficos y pre-obesidad (40,7%). Se observa la ausencia de riesgo cardiometabólico. En cuanto a los hábitos de vida, el 33,3% tienen o han tenido hábitos de alcohol hábito de fumar, el 53,7% ha consumido y el 83,3% no hace ejercicio. La hipertensión se encuentra en 51,8% de la población. El diagnóstico fue insuficiencia cardiaca frecuente (29,7%). Las pruebas de laboratorio no mostraron cambios significativos. Conclusión: El estado nutricional de los pacientes con enfermedad cardiovascular no se caracteriza por alteraciones antropométricas y de laboratorio, sino por la historia clínica y estilo de vida de los pacientes
Objective: The study's main goal has been to evaluate the nutritional status of patients bearing cardiovascular diseases admitted to a hospital. Methods: It is an analytical, prospective, and cohort study with quantitative approach that was carried out in a hospital, where the sampling consisted of 54 patients from a cardiology sector. A semi-structured form, an anthropometric scale and a measure ment tape were used in order to obtain the data. Results: Regarding the body mass index, the eutrophic and pre-obesity stages prevailed (40.7%). There is no cardiometabolic risk. Concerning the patients living habits, 33.3% have or have had smoking habits, 53.7% have drinking habits and 83.3% do not practice physical activity. Hypertension was found in 51.8% of the population. The prevalent diagnosis was heart failure (29.7%). Laboratory tests did not show any significant changes. Conclusion: The nutritional profile of patients bearing cardiovascular diseases is not characterized by anthropometric and laboratory alterations, but by both the patients' clinical history and their life habits