Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Risk factors for chronic kidney disease of non-traditional causes: a systematic review

Chapman, Evelina; Haby, Michelle M.; Illanes, Eduardo; Sanchez-Viamonte, Julian; Elias, Vanessa; Reveiz, Ludovic.
Rev Panam Salud Publica; 43, mar. 2019
Artigo em Inglês | PAHOIRIS | ID: phr-50508
[ABSTRACT]. Objectives. To evaluate the potential associations between chronic kidney disease of uncertain or nontraditional etiology (CKDnT) and agrochemicals, heat stress, heavy metals, and other factors identified in the literature in any region of the world and at any time. Methods. This was a systematic review of the most frequent exposures suspected to be possible causes of CKDnT. A search was conducted of PubMed, LILACS, World Wide Science electronic databases, among other sources. Only medium- and high-quality studies were included. The synthesis of evidence included a narrative synthesis, meta-analysis, and meta-regression. Results. Four systematic reviews and 61 primary studies were included. Results of the meta-analysis suggest that exposure to agrochemicals and working in agriculture increase the risk of CKDnT, but this only reached significance for working in agriculture. When cross-sectional studies were excluded, agrochemical exposure became significant. However, there is substantial heterogeneity in the effect sizes. Conclusions. Based on the existing evidence and the precautionary principle, it is important to implement preventive measures to mitigate the damage caused by CKDnT to both agricultural workers and their communities (i.e., improvement of working conditions, cautious management of agrochemicals, etc.). More high-quality research is needed to measure impact and to build the evidence base.
[RESUMEN]. Objetivos. Evaluar las posibles asociaciones de la enfermedad renal crónica de etiología incierta o no tradicional (ERCnT) con los agroquímicos, el estrés por calor, los metales pesados y otros factores señalados en la bibliografía de cualquier región del mundo y en cualquier período. Métodos. La presente es una revisión sistemática de las exposiciones más frecuentes que se sospecha podrían ser posibles causas de la ERCnT. Se realizó una búsqueda en las bases de datos electrónicas de PubMed, LILACS y World Wide Science, entre otras fuentes. Se incluyeron solamente estudios de calidad media y alta. La síntesis de la evidencias incluyó síntesis narrativa, metanálisis y metarregresión. Resultados. Se incluyeron cuatro revisiones sistemáticas y 61 estudios primarios. Los resultados del metaanálisis sugieren que la exposición a agroquímicos y el trabajo agrícola aumentan el riesgo de ERCnT, pero esto solo alcanzó un nivel significativo con respecto al trabajo agrícola. Al excluir los estudios transversales, la exposición a agroquímicos se tornó significativa. Sin embargo, existe una heterogeneidad sustancial en las magnitudes del efecto. Conclusiones. Con base en las pruebas científicas existentes y en el principio de precaución, es importante aplicar medidas preventivas para mitigar el daño ocasionado por la ERCnT tanto para los agricultores como para sus comunidades (es decir, mejoras en las condiciones de trabajo, uso prudente de agroquímicos, etc.). Es necesario aumentar la investigación de alta calidad para medir el impacto y ampliar la base de pruebas científicas.
[RESUMO]. Objetivos. Avaliar as associações em potencial entre doença renal crônica de etiologia incerta ou não tradicional e produtos agroquímicos, estresse térmico, metais pesados e outros fatores identificados na literatura em qualquer região do globo ou espaço de tempo. Métodos. Trata-se de uma revisão sistemática dos tipos mais comuns de exposição suspeitas de serem possíveis causas de doença renal crônica de etiologia incerta ou não tradicional. Foram pesquisadas as bases de dados eletrônicas PubMed, LILACS, World Wide Science, entre outras fontes. Somente foram incluídos estudos de qualidade intermediária e alta. Síntese narrativa, meta-análise e metarregressão foram usadas para sumarizar as evidências. Resultados. Este estudo compreendeu quatro estudos de revisão sistemática e 61 estudos primários. Os resultados da meta-análise indicaram que a exposição a produtos agroquímicos e o trabalho na agricultura aumentam o risco de doença renal crônica de etiologia incerta ou não tradicional, com risco significativo apenas para o trabalho na agricultura. Após a exclusão dos estudos transversais, a exposição a produtos agroquímicos também representou um risco significativo. Porém, observou-se considerável heterogeneidade nos tamanhos do efeito. Conclusões. Diante das evidências existentes e com base no princípio da precaução, é importante implementar medidas preventivas para atenuar os danos causados pela doença renal crônica de etiologia incerta ou não tradicional aos trabalhadores e às comunidades agrícolas, como melhoria das condições de trabalho e manipulação cautelosa dos produtos agroquímicos, entre outros. Faz-se necessário realizar outras pesquisas de alta qualidade para avaliar o impacto e aumentar a base de evidências.