biblioteca virtual en salud

BVS - Literatura Cientifica y Técnica

 

Historico de búsqueda  ()

Su selección  ()

Collapse All  Ocultar
Expand All  Mostrar
Tipo
Texto completo (10809)
Idioma
Año
Resultados  1-10 de 16.650
Enviar resultado
adicionar en sua lista
1.

Crescimento econômico e taxa de inflação: implicações na receita municipal e na despesa com saúde dos municípios de Pernambuco, Brasil/ Economic growth and inflation rate: implications for municipal revenue and health expenditure of the municipalities of Pernambuco, Brazil

Feliciano, Marciana; Bezerra, Adriana Falangola Benjamin; Santo, Antônio Carlos Gomes do Espírito
| Idioma(s): Portugués
Resumo O artigo analisa implicações do crescimento da receita orçamentária municipal e da política monetária de metas da inflação na disponibilidade de recursos públicos para a saúde do ente municipal. A pesquisa é descritiva, exploratória, de natureza quantitativa e de corte longitudinal retrospectivo, abrangendo os anos de 2002 a 2011. Analisaram-se variáveis de Financiamento e Gasto em Saúde dos municípios do estado de Pernambuco, descrevendo a evolução e a relação entre elas. Os dados demonstraram crescimento das variáveis e tendência à homogeneidade. A exceção foi a participação das Transferências Intergovernamentais na Despesa Total do Município com Saúde. Constatou-se correlação significativa entre Receita Orçamentária per capita e Despesa com Saúde per capita e correlação negativa significante forte entre Taxa de Inflação, Receita Orçamentária per capita e Despesa com Saúde per capita. Concluiu-se que o incremento da despesa com saúde deve-se mais ao crescimento da arrecadação municipal que ao das transferências. Estas, em termos relativos, não se elevaram. A forte relação inversa entre Taxa de Inflação e variáveis de Financiamento e Gasto comprovam que a política monetária de metas da inflação tem restringido o financiamento da saúde no ente municipal. Abstract This paper analyzes the implications of municipal budget revenue growth and the monetary policy’s inflation rates goals in the availability of public health resources of municipalities. This is a descriptive, exploratory, quantitative, retrospective and longitudinal cross-sectional study covering the period 2002-2011. We analyzed health financing and expenditure variables in the municipalities of the state of Pernambuco, Brazil, describing the trend and the relationship between them. Data showed the growth of the variables and trend towards homogeneity. The exception was for the participation of Intergovernmental Transfers in the Total Health Expenditure of the Municipality. We found a significant correlation between Budget Revenue per capita and Health Expenditure per capita and a strong significant negative correlation between Inflation Rate, Budget Revenue per capita and Health Expenditure per capita. We concluded that increased health expenditure is due more to higher municipal tax revenue than to increased transfers that, in relative terms, did not increase. The strong inverse relationship between inflation rate and the Financing and Expenditure variables show that the monetary policy’s inflation goals have restricted health financing to municipalities.
adicionar en sua lista
2.

Avaliação funcional de idosos atendidos em uma unidade de referência à saúde do idoso/ Functional evaluation of elderly people cared for in a unit of reference to the health of the elderly

Santos, Maria Izabel Penha de Oliveira; Neves, Eula Oliveira Santos das; Feitosa, Lorena dos Santos
| Idioma(s): Portugués
Objetivo: avaliar a funcionalidade de idosos atendidos em uma unidade de referência à saúde do idoso.Método: estudo descritivo, epidemiológico, de abordagem quantitativa, realizado com 98 idosos. A análisedos dados ocorreu pelo software SPSS (versão 18.0) e as variáveis foram submetidas ao teste do Qui-quadradode Pearson. Os dados foram apresentados em tabelas. Resultados: houve predomínio do público feminino(76,5%); a faixa etária prevalente foi de 71-80 anos e a maioria apresentava baixa escolaridade. A hipertensãoarterial foi a morbidade mais referida, acometendo 54,7% das mulheres. Quanto à avaliação funcional, todosos idosos eram independentes para as atividades cotidianas. Conclusão: as ferramentas de rastreio dafuncionalidade são fundamentais para a identificação e a avaliação precoce de riscos para a incapacidade dosidosos.(AU)
adicionar en sua lista
3.

Análise econômica do tratamento de tromboembolismo venoso com rivaroxabana em comparação com enoxaparina seguida de varfarina sob a perspectiva do Sistema de Saúde Suplementar brasileiro/ Economic analysis of the treatment of venous thromboembolism with rivaroxaban in comparison with enoxaparin plus warfarin under the perspective of the Brazilian Private Healthcare System

Piedade, Alexandra David; Paladini, Luciano; Kashiura, Diego; Lemmer, Teresa; Tobaruella, Flávia Sauer; Campos, Karisa Oliveira M
| Idioma(s): Portugués
Objetivo: O tromboembolismo venoso (TEV) está associado a um grande impacto em saúde. A rivaroxabana é uma das opções recomendadas para o tratamento de TEV, segundo diretrizes internacionais (American College of Chest Physicians ­ ACCP 2016) (Kearon et al., 2016). É um anticoagulante oral, inibidor direto do fator Xa, que possui a vantagem de não requerer monitoramento e ajuste de dose de acordo com parâmetros laboratoriais de coagulação. O objetivo deste estudo foi comparar os custos diretos da rivaroxabana com a combinação de enoxaparina/varfarina e estimar o impacto orçamentário de sua introdução no Sistema de Saúde Suplementar brasileiro. Métodos: Realizaram-se análises de custo-minimização e impacto orçamentário comparando os tratamentos com rivaroxabana e enoxaparina/varfarina, em um horizonte temporal de um ano, sob a perspectiva do Sistema de Saúde Suplementar brasileiro. Foram considerados custos médicos diretos durante o período de internação hospitalar (medicamentos, hospitalização, acompanhamento ambulatorial e eventos adversos). A população de pacientes elegíveis foi estimada a partir de uma abordagem epidemiológica, considerando o sistema de saúde privado como um todo e para diferentes portes de operadoras de saúde. Resultados: Estimou-se que o tratamento de TEV com rivaroxabana pode gerar R$ 1.996,99 de economia comparado ao tratamento com enoxaparina/varfarina, principalmente devido à redução do tempo de hospitalização. O impacto orçamentário da introdução da rivaroxabana no Sistema de Saúde Suplementar apresentou economia de recursos potencial em todos os cenários analisados. A robustez do modelo foi testada por análises de sensibilidade determinísticas e a economia de recursos promovida pela rivaroxabana foi mantida em todas as variações. Conclusão: A rivaroxabana é uma alternativa para o tratamento de TEV que possui o potencial de gerar economia de recursos ao Sistema de Saúde Suplementar brasileiro. Objective: Venous thromboembolism (VTE) is associated with a significant healthcare burden. Rivaroxaban is an oral anticoagulant, direct factor Xa inhibitor, that has the advantage of not requiring routine coagulation monitoring and dose adjustment according to laboratory parameters of coagulation. The objective of this study is to compare the direct costs of rivaroxaban with the combination of enoxaparin/warfarin and estimate the budget impact of the reimbursement by the Brazilian Private Healthcare System. Methods: A cost-minimization and a budget impact analysis were performed comparing rivaroxaban versus enoxaparin/warfarin, in one-year time horizon and under the perspective of the Brazilian Private Healthcare System. Medical direct costs were considered for the hospitalization period (drugs, hospitalization, outpatient care and adverse events). Eligible patients were estimated through an epidemiological approach for the healthcare system and stratified by health management organization profile. Results: Estimated total cost of VTE treatment with rivaroxaban may cause a R$ 1.996,99 economy comparing to enoxaparin/warfarin, mainly due to fewer hospitalization days. The budget impact of the reimbursement of rivaroxaban in the Brazilian Private Healthcare System presented potential resource in all scenarios evaluated. Robustness of the model was tested by deterministic sensitivity analysis in which the resource saving promoted by rivaroxaban was maintained in all variations. Conclusion: Rivaroxaban is an alternative for the treatment of VTE that has potential to promote resource for the Brazilian Private Healthcare System.
adicionar en sua lista
4.

Utilização de medicamentos isentos de prescrição e economias geradas para os sistemas de saúde: uma revisão/ The use of over-the-counter medicines and cost savings generated for health systems: a review

Rodrigues, Antonio Cesar
| Idioma(s): Portugués
Objetivo: Entender o impacto econômico que os medicamentos isentos de prescrição (MIPs) exercem nos sistemas de saúde e populações da Europa e Américas, em especial no Brasil. Métodos: Revisão bibliográfica cobrindo um período de 20 anos, com artigos identificados pelos serviços PubMed e Lilacs, contendo os termos "automedicação", "medicamentos isentos de prescrição" e "economias", e seus equivalentes na língua inglesa. Resultados: Existe carência na literatura de estudos sobre os impactos econômicos que os MIPs trazem aos países e à sociedade. Os estudos e estatísticas mais abrangentes estão compilados pelas três maiores associações de produtores de MIPs no mundo e demonstram uma aceleração das reclassificações e geração de economias relevantes. No Brasil, um estudo de 2015 utilizando hipóteses conservadoras estimou um impacto orçamentário positivo dos MIPs no Sistema Único de Saúde (SUS) de R$ 364 milhões, aproximadamente US$ 117 milhões. Esse é o único estudo identificado cujo objetivo foi fazer uma quantificação econômica no país. Conclusão: Neste momento em que a RDC nº 98/2016 dá a possibilidade para a reclassificação como MIP de um grande número de substâncias farmacêuticas, é imperativo que sejam feitos estudos robustos que estimem todos os impactos econômicos a serem esperados, que poderão servir como elementos para as análises técnicas a serem conduzidas e até mesmo para atribuir graus de prioridade a elas. Objective: To understand the economic impact of over-the-counter medicines (OTC) medications on healthcare systems and the population in Europe and the Americas, with special focus in Brazil. Methods: Bibliographic review covering a 20-year timeframe. The articles were identified through the PubMed and Lilacs services, containing the terms "self-medication", "over-the-counter" and "savings", and their equivalents in Portuguese. Results: There is lack of publications focused on the economic impact that medicines can bring to the countries and the society. The most complete studies and statistics have been compiled by the three most important OTC manufacturers associations in the world and show an acceleration in switches and significant savings generated. In Brazil, a 2015 paper using conservative assumptions estimated a positive economic impact of OTC to the Brazilian Healthcare System (SUS) of R$ 364 million, about US$ 117 million. This is the only study that had the goal of an economic impact quantification conducted in the country. Conclusion: The new regulation RDC nº 98/2016 gives the possibility for the switch of many substances from prescription to OTC and it is imperative that robust studies are conducted to uncover all the impacts that can be expected, providing inputs for technical evaluations and even to attribute priority levels to them.
adicionar en sua lista
5.

Saúde do trabalhador e economia solidária: estudo de uma cooperativa de construção civil/ Worker health and solidarity economy: study of a construction cooperative

Girelli, Scheila; Magro, Márcia Luíza Pit Dal
| Idioma(s): Portugués
Resumo Este trabalho propõe-se discutir o potencial da Economia Solidária para o campo da saúde do trabalhador. Trata-se de uma pesquisa qualitativa que teve como objetivo analisar as vivências de prazer e sofrimento no trabalho de operários da construção civil inseridos em um empreendimento de Economia Solidária. Foram utilizados como procedimentos e técnicas de pesquisa a observação, questionário e grupo focal. A análise das informações foi embasada na perspectiva teórica da Psicodinâmica do Trabalho. Os resultados apontam para a prevalência de vivências de prazer no contexto trabalho estudado, relacionadas à presença dos princípios da Economia Solidária e do cooperativismo. Contudo, emergem também vivências de sofrimento, especialmente relacionadas aos riscos do trabalho e aos danos físicos ocasionados por esse. Assim, antigos problemas do setor da construção civil se reproduzem nesse contexto, como a presença de acidentes de trabalho, recusa no uso de EPIs e estratégias defensivas para negar os riscos. Abstract This study proposes to discuss the potential of the Solidarity Economy to the occupational health field. This is a qualitative research that aimed to analyze the experiences of pleasure and pain at work of construction workers inserted in a venture of Solidarity Economy. Observation, questionnaire and focus group were used as research techniques and procedures. The analysis of information was based on the theoretical perspective of Work Psychodynamic. The results point to the prevalence of experiences of pleasure in the studied work context, related to the presence of the principles of solidarity economy and cooperativism. However, distress experiences also emerge, especially related to the risks of the job and the physical damage caused by that. Thus old problems of the construction industry are reproduced in this context, as the presence of accidents at work, refusals to wear the PPE (personal protective equipment) and defensive strategies to negate the risks.
adicionar en sua lista
6.

Impacto económico y sanitario del control prenatal en embarazadas afiliadas al régimen subsidiado en Colombia durante 2014/ Economic and health impact of prenatal care in pregnant women with public health insurance in Colombia during 2014

Gómez-De la Rosa, Fernando; Marrugo-Arnedo, Carlos Alberto; Florez-Tanus, Álvaro; López-Pájaro, Keity; Mazenett-Granados, Enrique; Orozco-Africano, Julio; Alvis-Guzmán, Nelson
| Idioma(s): Español
Resumen: Objetivo: Analizar el impacto sanitario y económico del control prenatal (CPN) en mujeres de hogares pobres. Material y métodos: Se tomó una muestra aleatoria de 9 244 mujeres embarazadas (población= 25 000). Se estimó la incidencia de mortalidad materna, los costos directos de atención y la diferencia de medias y proporciones. Los costos fueron estimados en dólares americanos (USD) de 2014, con perspectiva del tercer pagador. Resultados: El 75% de las mujeres viven en zonas urbanas. La media de edad fue de 23 años (IC95%: 23.5-23.8). El 87.5% asistió al menos a una cita de CPN. El costo medio de partos con CPN fue de USD$ 609.1 (IC95%: 581-632.7). Sin CPN fue de USD $857.8 (IC95%: 774.7-923.8). Los costos se incrementan 32% (IC95% 27.1-41) sin CPN. Conclusión: El CPN es una intervención eficiente y efectiva para la gestión del riesgo de la salud materna. Abstract: Objective: To estimate health care costs of live births and the impact of prenatal care visit (PCV) in women from poor households. Materials and methods: A randomized sample of 9 244 pregnant women (out of total= 25 000). Mean differences and proportions were calculated to compare results in both groups of women. The costs were estimated in American Dollars (USD) 2014, from the payer’s perspective. Results: 75% of women live in urban areas. The mean age was 23 years old (CI95% 23.5-23.8). The average cost with PCV was USD 609.1 (CI95%: 581-632.7) and without PCV was USD 857.8 (CI95%: 774.7-923.8) and 87% of women attended at least one PCV. The health care costs increased in 32% (CI95% 27.1-41) in women who did not attended PCV. Conclusion: The PCV is an efficient and effective intervention for managing the risk of maternal health.
adicionar en sua lista
7.

Alianza tríadica familiar y salud mental parental/ Triadic family alliance and parental mental health

Pérez C, Francisca; Santelices A, María Pía
| Idioma(s): Español
El Lausanne Trialogue Play (LTP), instrumento que permite la evaluación estandarizada de la alianza familiar, releva la importancia del padre en los estudios de procesos e interacciones familiares, así como la existencia de un efecto familiar tríadico desde etapas tempranas. El presente estudio pretende aportar al conocimiento de la alianza familiar en familias con hijos(as) en edad preescolar, analizando su relación con la salud mental de los padres. 50 parejas parentales y sus hijos(as) fueron evaluadas en sus hogares con una batería de instrumentos que incluían el LTP, BDI-I, PSI-SF y un Cuestionario Sociodemográfico. Los resultados muestran que la mayoría de las familias evaluadas presentan alianzas familiares disfuncionales, sin evidenciarse una relación estadísticamente significativa con las variables de salud mental estudiadas. Sin embargo, se observa una tendencia a que familias con alianzas conflictivas presenten mayores niveles de sintomatología depresiva y estrés parental, sobre todo en el rol paterno. The Lausanne Trialogue Play (LTP) is an instrument that allows the standardized assessment of the family alliance, highlighting the importance of the father in studies of family process and interactions, as also the existence of a triadic family effect since early stages. The present study pretends to contribute to extend the knowledge in family alliances in families with preschool aged children, analyzing it's relation with the parental mental health variables. 50 parental couples and their children were evaluated at their homes with the following instruments: LTP, BDI-I, PSI-SF and a sociodemographic questionnaire. Results show that most of the families have dysfunctional alliances, without proving a statistically significant relation with the parental studied variables. Nevertheless, families with conflictive alliances tend to show higher levels of depressive symptoms and parental stress, especially in fathers.
adicionar en sua lista
8.

Diretriz metodológica para estudos de avaliação econômica de tecnologias em saúde no Brasil/ Methodological guidelines for economic evaluation studies of health technologies in Brazil

Ribeiro, Rodrigo Antonini; Neyeloff, Jeruza Lavanholi; Itria, Alexander; Santos, Vania Cristina Canuto; Vianna, Cid Manso de Mello; da Silva, Everton Nunes; Elias, Flávia Tavares Silva; Wichmann, Roberta Moreira; Souza, Kathiaja Miranda; Cruz, Luciane Nascimento; Azeredo-da-Silva, André Luis Ferreira
| Idioma(s): Portugués
Objetivos: Resumir os principais pontos da Diretriz de Avaliação Econômica em Saúde (AES) do Ministério da Saúde. Métodos: As diretrizes para AES no Brasil foram desenvolvidas por intermédio de múltiplas rodadas de trabalho iterativas por grupo multidisciplinar de especialistas em economia da saúde e foram submetidas à consulta pública. Resultados: O problema deve ser definido por meio de uma questão de pesquisa estruturada. O estudo pode ser baseado em dados primários ou em modelagem, em que o primeiro aumenta a validade interna dos resultados e o segundo, a capacidade de generalização do estudo. Quando o trabalho for baseado em modelagem e focado em doença crônica, o modelo de Markov pode ser usualmente empregado, quando não houver necessidades que apontem para simulação de eventos discretos (como competição dos indivíduos por recursos escassos) ou modelos de transmissão dinâmica (em vacinação e/ou doenças infecciosas com alta transmissão entre indivíduos). O horizonte temporal preferencial é o de tempo de vida, e a taxa de desconto padrão é de 5% para custo e efetividade. Os custos devem representar a perspectiva do Sistema Único de Saúde (SUS), podendo ser estimados por macrocusteio ou microcusteio. Sempre que possível, os resultados devem ser apresentados no formato de custo por ano de vida salvo ajustado para qualidade, para facilitar comparações com outros estudos. Análises de sensibilidade devem ser extensamente empregadas, de forma a avaliar o impacto da incerteza nos resultados produzidos. Conclusões: Espera-se que, com a padronização da metodologia proposta na Diretriz, a produção de AES no país tenha incremento na sua qualidade e reprodutibilidade. Objectives: To summarize the main points from the Brazilian's Ministry of Health Economic Evaluations (HEE) guideline. Methods: The guideline was developed through multiple rounds of iterative work, conducted by a multidisciplinary team of specialists in health economics, and where submitted to public consultation. Results: The decision problem should be defined through a structured research question. The study can be either primary data or model-based; in the first case, there is greater internal validity, while the second generates a superior generalizability. When the study is model-based and focused on a chronic disease, a Markov model can be usually employed, except for situations that points towards the need of a discrete event simulation (such as competition of individuals for scarce resources) or a dynamic transition model (for example, vaccination models and infectious diseases with high transmission rates between individuals). The preferred time horizon is the lifetime one, and the default discount rate is 5% for both costs and effectiveness. Costs should represent the Unified Health System (SUS) perspective and can be estimated through either gross-costing or micro-costing. Results should be presented as costs per quality adjusted life years (QALYs) whenever possible, to facilitate comparison with other studies. Sensitivity analyses should be widely employed, in order to evaluate the impact of uncertainty in the results produced by the model. Conclusions: It is expected that, with the standardization proposed in this guideline, the HEE production in Brazil has gains in quality and reproducibility.
adicionar en sua lista
9.

Entendendo a Hospitalização em Pacientes com Insuficiência Cardíaca/ Understanding Hospitalization in Patients with Heart Failure

Mesquita, Cláudio Tinoco; Jorge, Antonio José Lagoeiro; Rabelo, Luciana Morais; Souza Junior, Celso Vale
| Idioma(s): Portugués
A insuficiência cardíaca é um dos mais importantes e desafiadores problemas de saúde pública do século 21 e está associada com desfechos duros, como morte e internação hospitalar. Novos tratamentos para a insuficiência cardíaca, apesar da diminuição da mortalidade, não têm contribuído para a redução da hospitalização. Pacientes internados por insuficiência cardíaca têm uma elevada taxa de eventos (superior a 50%), com taxa de mortalidade entre 10 e 15% e taxa de reospitalização em até 6 meses após a alta de 30 a 40%. Três grandes causas parecem afetar diretamente a reospitalização de pacientes com insuficiência cardíaca: comorbidades, congestão e lesões em órgãos alvo. A transição do paciente internado para o paciente ambulatorial é um período de vulnerabilidade, devido à complexidade da natureza progressiva da insuficiência cardíaca, com impacto no prognóstico e que pode se estender por até 6 meses após a alta hospitalar. O médico tem um importante papel nas ações que podem minimizar o risco de internações por insuficiência cardíaca, e a abordagem multidisciplinar, associada à implementação de boas práticas embasadas em evidências científicas, pode reduzir o risco de internação. A aplicação de rotinas, que comprovadamente reduzem a internação hospitalar, deveria ser utilizada nos hospitais brasileiros. O objetivo desta revisão foi discutir as principais causas de hospitalização, seu impacto na evolução da insuficiência cardíaca e as estratégias que podem ser adotadas para sua redução
adicionar en sua lista
10.

Resource tool on alcohol taxation and pricing policies

Sornpaisarn, Bundit; Shield, Kevin D.; Österberg, Esa; Rehm, Jürgen
| Idioma(s): Inglés
Resultados  1-10 de 16.650