Your browser doesn't support javascript.

Secretaria de Estado da Saúde - BVS

Rede de Informação e Conhecimento

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Multirresistência microbiana e opções terapêuticas disponíveis / Microbial multi-resistance and available therapeutic options

Queiroz, Geisiany Maria de; Silva, Lucélia Magalhães da; Pietro, Rosemeire Cristina Linhari Rodrigues; Salgado, Hérida Regina Nunes.
Rev. Soc. Bras. Clín. Méd; 10(2)mar.-abr. 2012.
Artigo Português | LILACS | ID: lil-621473

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS:

Devido ao uso irracional de antimicrobianos e a administração empírica, vários problemas de resistência microbiana surgiram como um novo desafio para a terapêutica, causando elevados índices de mortalidade. Dentre os grupos de micro-organismos relacionados a infecções resistentes destacam-se: Staphylococcus aureus resistente à meticilina e Staphylococcus aureus resistente à vancomicina, Enterococcus sp resistentes a diferentes classes de antimicrobianos, Streptococcus pneumoniae resistente à penicilina, Klebsiella pneumoniae carbapenemase, Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumanii resistentes aos carbapenêmicos e ainda as enterobactérias produtoras beta-lactamases de espectro ampliado (ESBL). O objetivo deste estudo foi rever na literatura científica a abordagem do surgimento de micro-organismos multirresistentes e as opções terapêuticas disponíveis no Brasil.CONTEÚDO: Novos antimicrobianos são lançados no mercado com o intuito de alcançar tratamento efetivo para infecções causadas por micro-organismos resistentes. Para abordar os mecanismos de resistência mais comuns, das novas opções terapêuticas disponíveis no Brasil e das novas diretrizes de uso desses fármacos.

CONCLUSÃO:

Enquanto o uso dos medicamentos antimicrobianos continuarem sendo de modo irresponsável e não for cumpridaa legislação para seu uso, os novos fármacos serão eficazes apenas temporariamente, fazendo constante o problema da multirresistência microbiana.
Biblioteca responsável: BR33.1
Selo DaSilva