Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Vivência do paciente com tuberculose em co-infecção HIV/Aids / Experience of the patient with tuberculosis hiv/aids co-infection

Ribeiro, Ana Claudia Pinheiro; Miranda, Karla Corrêa Lima.
J. bras. aids; 7(3): 144-149, maio-jun. 2006.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-432637
A co-infecção tuberculose-HIV é um importante problema de saúde pública em todos os continente, em especial na America Latina, Africa e Asia. A infecção pelo vírus da imunodeficiencia humana aumenta significativamente o risco de desenvolvimento de tuberculose ativa, sendo em média dez vezes maior nos co-infectados do que nos não infectados. No Brasil, em 2002, a taxa de prevalencia da co-infecção TB/HIV foi de 8,5 porcento; e no Estado do Ceará, no mesmo período, 20 porcento dos 4.327 casos de AIDS tinham associação com tuberculose. Refletindo sobre esta realidade, surgiu o interesse em desenvolver este estudo, que teve como objetivo compreender a vivência do paciente em co-infecção TB/HIV. A pesquisa, do tipo descritiva, de natureza qualitativa, teve como técnicas de coletas de dados a entrevista semi-estruturada aliada a observação participante e diario de campo. Foram sujeitos da pesquisa dez pacientes que compareceram ao serviço de ambulatorio de TB/HIV de uma unidade terciaria de referencia para doenças infecto-contagiosas do Estado do Ceará, no período de julho a novembro de 2005. Os depoimentos foram analisados a luz da tecnica bardiniana. Na categoria intitulada vivencia do adoecer TB/HIV, constatou-se que o portador convive com uma multiplicidade de sentimentos, alem de lidar com o corpo fragilizado e ressentido pelos sinais do adoecer; pelas reações colaterais da medicação e pelas dificuldades que permeiam o seu percurso de vida. Nesse sentido, os profissionais de saúde assumem papel significativo, possibilitando ao cliente, por meio do dialogo problematizador, uma auto-reflexão na tentativa de se constituirem protagonistas da sua historia
Biblioteca responsável: BR1310.1