Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A automedicação e os acadêmicos da área de saúde / Self-medication and health academic staff

Aquino, Daniela Silva de; Barros, José Augusto Cabral de; Silva, Maria Dolores Paes da.
Ciênc. Saúde Colet; 15(5): 2533-2538, ago. 2010. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-555609
Tendo em vista que a automedicação é um problema de saúde pública mundial, este artigo teve como objetivo avaliar o comportamento dos futuros profissionais de saúde com relação à utilização de medicamentos, particularmente, à prática da automedicação. A amostra foi composta por 223 estudantes da área de saúde de uma universidade pública no município do Recife, selecionados por partilha proporcional a cada curso. Foram feitos questionamentos sobre o uso de medicamentos, nos últimos quinze dias que antecederam à coleta de dados. 65,5 por cento dos entrevistados confirmaram ter feito uso de medicamentos nos últimos quinze dias, 42,3 por cento por meio de uma prescrição médica e 57,7 por cento através da automedicação. Os medicamentos mais utilizados foram os analgésicos (24,0 por cento) e as vitaminas (18,9 por cento) e o motivo mais apontado foi a dor (30,5 por cento). O consumo de medicamentos entre os estudantes universitários no município do Recife é elevado, mas encontra-se dentro dos parâmetros observados por outros estudos. Todavia, por se tratar de profissionais da área de saúde, esperava-se que o consumo fosse menor e mais racionalizado.
Biblioteca responsável: BR1.1