Your browser doesn't support javascript.

Portal de Búsqueda de la BVS

Información y Conocimiento para la Salud

Home > Búsqueda > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportación:

Exportar

Email
Adicionar mas contactos
| |

Clínica do traumático: o testemunho como uma confluência de línguas

Moura Oliveira, Marcos de; Souza, Soraya.
Cadernos de psicanálise; 42(43): 233-247, jul.-dez. 2020.
Artículo en Portugués | Bivipsil | ID: psa-139066
O presente trabalho traz uma formulação do conceito de confluência de línguas a partir da
Confusão de Línguas de Sándor Ferenczi, na qual a linguagem da ternura de caráter autoplástico,
e a linguagem da paixão, que trabalha através de forma aloplástica, ou seja, da modificação
do que é externo para o sujeito, se confundem. Na confusão de línguas, pela metapsicologia ferencziana,
o sujeito pode construir em busca de uma reorganização psíquica, pela perlaboração,
a confluência de línguas. Diante do exposto, a investigação propõe a oportunização à capacidade
aloplástica do testemunho em consonância com a evocação de um estado autoplástico no sujeito,
dando origem não mais a uma “confusão de línguas”, mas a uma “confluência de línguas”

Asunto(s)

Psicoanálisis

Descriptores locales

Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro; CPRJ; Sándor Ferenczi; Linguagem; Trauma; Inscrição; Confusão.
Biblioteca responsable: UY116.1