Your browser doesn't support javascript.

Portal de Búsqueda de la BVS

Información y Conocimiento para la Salud

Home > Búsqueda > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportación:

Exportar

Email
Adicionar mas contactos
| |

Alucinose, hipérbole e a diferenciação neurose/psicose no pensamento de Bion e na teoria do campo analítico

Civitarese, Giuseppe.
Revista de Psicanálise, Porto Alegre; 27(1): 103-127, abril 2020.
Artículo en Portugués | Bivipsil | ID: psa-2041
O autor retoma a diferenciação efetuada por Bion entre personalidades
neuróticas e psicóticas, discutindo-a à luz dos desenvolvimentos
sucessivos do seu pensamento. A hipótese deste trabalho é que Bion
tenha mitigado cada vez mais a distinção entre neurose e psicose, uma
vez que esta distinção não funciona mais como escudo em relação à
busca do desconhecido na psicanálise, mas induz a adotar, de forma
apressada, teorias causais. Para demonstrar tal hipótese, o autor enfoca
os conceitos de transformação em alucinose como um dos meios assim
escreveu Bion das transformações em movimento rígido (neuróticas) e
das transformações projetivas (psicóticas). De modo especial, este trabalho
põe em destaque o plano metateórico de Transformações: desconstruir as
oposições clássicas é tanto uma maneira de tratar o paciente na sala de
análise quanto uma forma de tratar a doença da psicanálise

Asunto(s)

Psicoanálisis

Descriptores locales

Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre; SPPA; ALUCINOSE; TRANSFORMAÇÕES; NEUROSE; PSICOSE; BION, WILFRED.
Biblioteca responsable: UY113.1