Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Notas sobre a transmissão da psicanálise: rastros e restos nos interessam

Cerruti, Marta.
Boletim Formação em Psicanálise; 27: 73-81, jan.-dez. 2019.
Artigo em Português | Bivipsil | ID: psa-2744
Este artigo tem como objetivo refletir
sobre as condições de possibilidade da
formação de um psicanalista. Partindo do
tripé formação, supervisão e análise pessoal
como condições príceps para a formação do
psicanalista, buscaremos argumentar que
essas condições, tomadas apenas em seu
sentido formal, não são suficientes para a
formação. A regra fundamental que, segundo
Freud, exige a associação livre por parte
do analisante e a atenção flutuante por parte
do analista, nos levará a interrogar quaisquer
posições dogmáticas, no percurso de
uma formação. A ideia de transmissão, presente
na obra de Walter Benjamin, também
nos auxiliará a revisitar esse tripé em outros
termos, pois a palavra, como constituinte de
uma experiência, aponta para uma posição
ética que não reputa um passado imobilizado,
mas sim, como campo de sentidos que
carreiam possibilidades de transformação
no presente

Assuntos

Psicanálise

Descritores locais

Instituto Sedes Sapientiae; Departamento Formação Em Psicanálise; ETICA; TRANSMISSÃO; EXPERIÊNCIA; HERANÇA.
Biblioteca responsável: UY116.1