Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 32
Filtrar
Mais filtros








Intervalo de ano de publicação
1.
J Dairy Sci ; 102(7): 5957-5961, 2019 Jul.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31128873

RESUMO

Some Lactobacillus strains may contribute to the health of the host when administered in adequate concentrations, demonstrating their probiotic potential. In contrast, Listeria monocytogenes is a foodborne pathogen that can cause enteropathy, meningoencephalitis, abortion, and septicemia. The aim of this survey was to evaluate the in vitro and in vivo probiotic potential of Lactobacillus plantarum B7 and Lactobacillus rhamnosus D1, isolated from Minas artisanal cheese of the Serra da Canastra (Minas Gerais, Brazil), against Lis. monocytogenes. We submitted B7 and D1 to in vitro testing (antibiogram, tolerance to bile salts and artificial gastric fluid, and spot-on-lawn) and in vivo testing (relative weight gain in mice). Both Lactobacillus strains demonstrated in vitro inhibitory activity against Lis. monocytogenes, as well as sensitivity to antimicrobials and resistance to gastric acids and bile salts. In the in vivo assays, mice treated with D1 gained more weight than mice in the other groups. These results indicate that D1 could have higher probiotic potential than B7 because improvements in feed conversion may help animals fight infection.


Assuntos
Queijo/microbiologia , Lactobacillus plantarum/química , Listeria monocytogenes/efeitos dos fármacos , Probióticos/farmacologia , Animais , Ácidos e Sais Biliares/química , Brasil , Masculino , Camundongos , Camundongos Endogâmicos BALB C , Testes de Sensibilidade Microbiana
2.
Andrologia ; 48(9): 862-868, 2016 Nov.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-27739145

RESUMO

Cooled semen has been used routinely to prolong sperm viability until artificial insemination time. However, spermatozoa are subjected to oxidative stress. The aim of the present work was to investigate the protective and antioxidant effect of the milk proteins lactoferrin (Lf) and caseinate added to equine semen cooling extenders. Semen from six stallions was cooled at 5 °C after resuspension with C1) milk- and glucose-based, C2) 0.6% caseinate, C3) C2 + Lf 200 µg ml-1 , C4) C2 + Lf 500 µg ml-1 and C5) C2 + Lf 1000 µg ml-1 extenders, and kept at 5 °C for 24 h. Sperm motility characteristics and intact membrane rates were not different among the treatments (P > 0.05). As a result of the cooling process, the nitrite concentration increased significantly in the cooled semen (69.6 ± 78.9 µm per ×106 spermatozoa) compared with the fresh semen (8.6 ± 1.9 µm per ×106 spermatozoa). In contrast, the H2 O2 concentrations were lower in the 0.6% caseinate extender (265.9 ± 221.3 µm per ×106 spermatozoa) than in the milk extender (430.9 ± 199.8 µm per ×106 spermatozoa, P < 0.05), showing an antioxidative effect of the caseinate compared with the milk. However, in all groups, hydrogen peroxide concentrations were similar to the undiluted fresh semen (332.8 ± 151.3 µm per ×106 spermatozoa). Caseinate showed to be as efficient as milk to protect equine-cooled spermatozoon.


Assuntos
Antioxidantes , Cavalos , Preservação do Sêmen/veterinária , Animais , Caseínas , Membrana Celular/metabolismo , Temperatura Baixa , Peróxido de Hidrogênio/metabolismo , Inseminação Artificial/métodos , Inseminação Artificial/veterinária , Lactoferrina , Masculino , Leite , Nitritos/metabolismo , Sêmen/metabolismo , Preservação do Sêmen/métodos , Motilidade Espermática , Espermatozoides/fisiologia
3.
J Dairy Sci ; 99(8): 6086-6096, 2016 Aug.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-27289151

RESUMO

Minas artisanal cheese, produced in the Campo das Vertentes region of Brazil, is made from raw milk and endogenous starter cultures. Although this cheese is of great historical and socioeconomic importance, little information is available about its microbiological and physical-chemical qualities, or about its beneficial microbiota. This work was aimed at evaluating the qualities of the cheese and the components used for its production, comparing samples collected during the dry and rainy seasons. We also conducted molecular identification and isolated 50 samples of lactic acid bacteria from cheese (n=21), water (n=3), raw milk (n=9), and endogenous starter culture (n=17). The microbiological quality of the cheese, water, raw milk, and endogenous starter culture was lower during the rainy period, given the higher counts of coagulase-positive Staphylococcus and total and thermotolerant coliforms. Enterococcus faecalis was the lactic acid bacteria isolated most frequently (42.86%) in cheese samples, followed by Lactococcus lactis (28.57%) and Lactobacillus plantarum (14.29%). Lactobacillus brevis (5.88%), Enterococcus pseudoavium (5.88%), Enterococcus durans (5.88%), and Aerococcus viridans (5.88%) were isolated from endogenous starter cultures and are described for the first time in the literature. The lactic acid bacteria identified in the analyzed cheeses may inhibit undesirable microbiota and contribute to the safety and flavor of the cheese, but this needs to be evaluated in future research.


Assuntos
Queijo/microbiologia , Lactobacillales/isolamento & purificação , Leite/microbiologia , Estações do Ano , Microbiologia da Água , Animais , Brasil , Queijo/análise , Enterococcus/isolamento & purificação , Microbiologia de Alimentos , Ácido Láctico , Lactobacillaceae/isolamento & purificação , Lactobacillus plantarum/isolamento & purificação , Lactococcus lactis/isolamento & purificação , Microbiota , Chuva , Água
4.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 67(6): 1735-1742, Nov.-Dec. 2015. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-334101

RESUMO

This study aimed to evaluate some microbiological and physical-chemical characteristics of fermented milk beverages collected at the main supermarkets in Belo Horizonte (MG). 40 samples of the products corresponding to five distinct brands were collected. They were submitted to the following analyses: Most Probable Number (MPN) of total (30ºC) and thermal tolerant coliforms (45ºC), Salmonella spp., coagulase positive Staphylococcus, molds and yeasts, lactic acid bacteria, pH, titratable acidity and contents of moisture, total solids, protein and fat. The analyses were carried out during the last week of shelf life. The microbiological quality of the samples was good and the counts of lactic bacteria were above the minimum established by the official legislation. Streptococcus and Lactobacillus were isolated and identified from the products and Lactobacillus delbrueckii was molecularly identified in three samples. The mean values for the contents of fat and protein, titratable acidity, pH, moisture and total solids ranged from 1.24 to 1.98%; 1.88 to 2.22%; 0.54 to 0.66%; 3.91 to 4.16; 81.18 to 83.25% and 16.75 to 18.82%, respectively. All samples had protein content in agreement with the official legislation(AU)


O objetivo do presente trabalho foi avaliar as características microbiológicas e físico-químicas de bebidas lácteas fermentadas. Foram coletadas 40 amostras de bebidas lácteas fermentadas pertencentes a cinco marcas distintas, em grandes redes de supermercados de Belo Horizonte. Em cada amostra, foram avaliados os seguintes parâmetros: número mais provável de coliformes totais (30ºC), número mais provável de coliformes termotolerantes (45ºC), pesquisa de Salmonella spp., contagem de Staphylococcus coagulase positiva, contagem de bolores e leveduras, contagem total de bactérias lácticas viáveis, umidade, sólidos totais, teor de proteína, teor de gordura, pH e acidez titulável. As análises foram realizadas na última semana do período de validade. As amostras apresentaram qualidade microbiológica satisfatória, bem como contagens totais de bactérias lácticas viáveis superiores ao mínimo estabelecido pela legislação. Streptococcus e Lactobacillus foram identificados em todas as marcas de bebidas lácteas fermentadas analisadas, e em três delas foi possível identificar a espécie Lactobacillus delbrueckii. Os valores médios encontrados para os teores de gordura, proteína, acidez titulável, pH, umidade e sólidos totais variaram de 1,24 a 1,98%, 1,88 a 2,22%, 0,54 a 0,66%, 3,91 a 4,16, 81,18 a 83,25% e 16,75 a 18,82%, respectivamente. Todas as marcas de bebidas lácteas fermentadas apresentaram teor médio de proteína superior ao mínimo preconizado pela legislação(AU)


Assuntos
Produtos Fermentados do Leite/química , Produtos Fermentados do Leite/microbiologia , Streptococcus , Lactobacillus , Lactobacillus delbrueckii , Prazo de Validade de Produtos , Proteínas/análise , Técnicas Microbiológicas , Fenômenos Químicos
5.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 67(6): 1735-1742, nov.-dez. 2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-768147

RESUMO

This study aimed to evaluate some microbiological and physical-chemical characteristics of fermented milk beverages collected at the main supermarkets in Belo Horizonte (MG). 40 samples of the products corresponding to five distinct brands were collected. They were submitted to the following analyses: Most Probable Number (MPN) of total (30ºC) and thermal tolerant coliforms (45ºC), Salmonella spp., coagulase positive Staphylococcus, molds and yeasts, lactic acid bacteria, pH, titratable acidity and contents of moisture, total solids, protein and fat. The analyses were carried out during the last week of shelf life. The microbiological quality of the samples was good and the counts of lactic bacteria were above the minimum established by the official legislation. Streptococcus and Lactobacillus were isolated and identified from the products and Lactobacillus delbrueckii was molecularly identified in three samples. The mean values for the contents of fat and protein, titratable acidity, pH, moisture and total solids ranged from 1.24 to 1.98%; 1.88 to 2.22%; 0.54 to 0.66%; 3.91 to 4.16; 81.18 to 83.25% and 16.75 to 18.82%, respectively. All samples had protein content in agreement with the official legislation.


O objetivo do presente trabalho foi avaliar as características microbiológicas e físico-químicas de bebidas lácteas fermentadas. Foram coletadas 40 amostras de bebidas lácteas fermentadas pertencentes a cinco marcas distintas, em grandes redes de supermercados de Belo Horizonte. Em cada amostra, foram avaliados os seguintes parâmetros: número mais provável de coliformes totais (30ºC), número mais provável de coliformes termotolerantes (45ºC), pesquisa de Salmonella spp., contagem de Staphylococcus coagulase positiva, contagem de bolores e leveduras, contagem total de bactérias lácticas viáveis, umidade, sólidos totais, teor de proteína, teor de gordura, pH e acidez titulável. As análises foram realizadas na última semana do período de validade. As amostras apresentaram qualidade microbiológica satisfatória, bem como contagens totais de bactérias lácticas viáveis superiores ao mínimo estabelecido pela legislação. Streptococcus e Lactobacillus foram identificados em todas as marcas de bebidas lácteas fermentadas analisadas, e em três delas foi possível identificar a espécie Lactobacillus delbrueckii. Os valores médios encontrados para os teores de gordura, proteína, acidez titulável, pH, umidade e sólidos totais variaram de 1,24 a 1,98%, 1,88 a 2,22%, 0,54 a 0,66%, 3,91 a 4,16, 81,18 a 83,25% e 16,75 a 18,82%, respectivamente. Todas as marcas de bebidas lácteas fermentadas apresentaram teor médio de proteína superior ao mínimo preconizado pela legislação.


Assuntos
Lactobacillus , Lactobacillus delbrueckii , Produtos Fermentados do Leite/microbiologia , Produtos Fermentados do Leite/química , Streptococcus , Fenômenos Químicos , Prazo de Validade de Produtos , Técnicas Microbiológicas , Proteínas/análise
6.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(5): 1592-1600, Sep-Oct/2014. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-12239

RESUMO

O objetivo deste estudo foi determinar o potencial probiótico in vitro de Lactobacillus spp. isolados de queijos minas artesanais da Serra da Canastra, considerando-se o antagonismo entre amostras isoladas frente a microrganismos indicadores, a susceptibilidade a antimicrobianos, a sensibilidade ao ácido gástrico e a sensibilidade a sais biliares. Todas as bactérias ácido-lácticas testadas apresentaram resistência ao ácido gástrico (pH 2,0) e aos sais biliares (0,3%), bem como atividade antagonista contra Escherichia coli, Staphylococcus aureus, Listeria monocytogenes, Salmonella enterica var. Typhimurium, Enterococcus faecalis e bactérias ácido-lácticas isoladas dos próprios queijos - Lactobacillus plantarum (D27) e Lactobacillus rhamnosus (B25). Todas as amostras foram sensíveis à eritromicina e tetraciclina e resistentes à ciprofloxacina, gentamicina, oxacilina, estreptomicina e vancomicina. L. plantarum (B17) apresentou melhor potencial probiótico, pois obteve resultados satisfatórios em todas as propriedades avaliadas. Mais estudos são necessários para verificar a presença e a capacidade de transmissão de genes de resistência antimicrobiana a outros microrganismos e para avaliar o potencial dos microrganismos in vivo. As bactérias selecionadas poderão ser utilizadas na elaboração de queijos em que sejam mantidos o sabor e a tradição do queijo minas artesanal do estado de Minas Gerais.(AU)


The aim of this study was to determine some in vitro probiotic features of Lactobacillus spp. isolated from Minas artisanal cheese from Serra da Canastra in order to select some bacteria for future production of safer cheeses keeping their natural flavor and tradition. The evaluated properties were antagonism against indicator microorganisms, antimicrobial susceptibility and also sensitivity to gastric acid and to bile salts. All lactic acid bacteria tested were resistant to gastric acid (pH 2.0) and bile salts (0.3%). Antagonistic activities were detected against Escherichia coli, Staphylococcus aureus, Listeria monocytogenes, Salmonella entericavar. Typhimurium, Enterococcus faecalis and other lactic bacteria isolated from the same cheese - Lactobacillus plantarum (D27) and Lactobacillus rhamnosus (B25). All samples were sensitive to the antimicrobials erythromycin, tetracycline and resistant to ciprofloxacin, gentamycin, oxacillin, streptomycin and vancomycin. L.plantarum (B17) presented the best probiotic potential. Further studies are needed to verify the presence and the capacity of transmission of antimicrobial resistance genes to other microorganisms and evaluate the in vivo probiotic potential of the selected microorganisms.(AU)


Assuntos
Animais , Queijo/análise , Lactobacillus , Probióticos/análise , Bactérias , Ácido Láctico
7.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(5): 1592-1600, Sep-Oct/2014. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-729757

RESUMO

O objetivo deste estudo foi determinar o potencial probiótico in vitro de Lactobacillus spp. isolados de queijos minas artesanais da Serra da Canastra, considerando-se o antagonismo entre amostras isoladas frente a microrganismos indicadores, a susceptibilidade a antimicrobianos, a sensibilidade ao ácido gástrico e a sensibilidade a sais biliares. Todas as bactérias ácido-lácticas testadas apresentaram resistência ao ácido gástrico (pH 2,0) e aos sais biliares (0,3%), bem como atividade antagonista contra Escherichia coli, Staphylococcus aureus, Listeria monocytogenes, Salmonella enterica var. Typhimurium, Enterococcus faecalis e bactérias ácido-lácticas isoladas dos próprios queijos - Lactobacillus plantarum (D27) e Lactobacillus rhamnosus (B25). Todas as amostras foram sensíveis à eritromicina e tetraciclina e resistentes à ciprofloxacina, gentamicina, oxacilina, estreptomicina e vancomicina. L. plantarum (B17) apresentou melhor potencial probiótico, pois obteve resultados satisfatórios em todas as propriedades avaliadas. Mais estudos são necessários para verificar a presença e a capacidade de transmissão de genes de resistência antimicrobiana a outros microrganismos e para avaliar o potencial dos microrganismos in vivo. As bactérias selecionadas poderão ser utilizadas na elaboração de queijos em que sejam mantidos o sabor e a tradição do queijo minas artesanal do estado de Minas Gerais...


The aim of this study was to determine some in vitro probiotic features of Lactobacillus spp. isolated from Minas artisanal cheese from Serra da Canastra in order to select some bacteria for future production of safer cheeses keeping their natural flavor and tradition. The evaluated properties were antagonism against indicator microorganisms, antimicrobial susceptibility and also sensitivity to gastric acid and to bile salts. All lactic acid bacteria tested were resistant to gastric acid (pH 2.0) and bile salts (0.3%). Antagonistic activities were detected against Escherichia coli, Staphylococcus aureus, Listeria monocytogenes, Salmonella entericavar. Typhimurium, Enterococcus faecalis and other lactic bacteria isolated from the same cheese - Lactobacillus plantarum (D27) and Lactobacillus rhamnosus (B25). All samples were sensitive to the antimicrobials erythromycin, tetracycline and resistant to ciprofloxacin, gentamycin, oxacillin, streptomycin and vancomycin. L.plantarum (B17) presented the best probiotic potential. Further studies are needed to verify the presence and the capacity of transmission of antimicrobial resistance genes to other microorganisms and evaluate the in vivo probiotic potential of the selected microorganisms...


Assuntos
Animais , Lactobacillus , Queijo/análise , Bactérias , Ácido Láctico , Probióticos/análise
8.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(4): 1291-1295, 08/2014. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1096017

RESUMO

Leites fermentados por Lactobacillus rhamnosus e Lactobacillus fermentum, isolados de queijos artesanais, foram produzidos e avaliados quanto às características físico-químicas e microbiológicas durante 45 dias de estocagem a 8-10ºC. Análises sensoriais foram realizadas aos 15 e 60 dias. Ambos os leites fermentados apresentaram contagens adequadas das bactérias láticas, superiores a 108 UFC/g, durante toda a estocagem. As médias das análises físico-químicas e microbiológicas dos produtos durante a estocagem foram iguais e todos atenderam às especificações da legislação brasileira. Melhores resultados de avaliações sensoriais (P<0.05) foram aos 15 dias de estocagem. Leites fermentados por L. fermentum obtiveram melhor aceitação sensorial aos 60 dias de estocagem, quando apresentavam acidez titulável inferior à encontrada no leite fermentado por L. rhamnosus. Portanto, a utilização dessas culturas pode ser viável para a elaboração de novos leites fermentados, que apresentariam prazo de validade de 45 dias de estocagem sob refrigeração.(AU)


Assuntos
Leite , Armazenamento de Alimentos/métodos , Alimentos Fermentados/análise , Lactobacillus
9.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(4): 1291-1295, Aug. 2014. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-26646

RESUMO

Leites fermentados por Lactobacillus rhamnosus e Lactobacillus fermentum, isolados de queijos artesanais, foram produzidos e avaliados quanto às características físico-químicas e microbiológicas durante 45 dias de estocagem a 8-10ºC. Análises sensoriais foram realizadas aos 15 e 60 dias. Ambos os leites fermentados apresentaram contagens adequadas das bactérias láticas, superiores a 108 UFC/g, durante toda a estocagem. As médias das análises físico-químicas e microbiológicas dos produtos durante a estocagem foram iguais e todos atenderam às especificações da legislação brasileira. Melhores resultados de avaliações sensoriais (P<0.05) foram aos 15 dias de estocagem. Leites fermentados por L. fermentum obtiveram melhor aceitação sensorial aos 60 dias de estocagem, quando apresentavam acidez titulável inferior à encontrada no leite fermentado por L. rhamnosus. Portanto, a utilização dessas culturas pode ser viável para a elaboração de novos leites fermentados, que apresentariam prazo de validade de 45 dias de estocagem sob refrigeração.(AU)


Assuntos
Leite , Armazenamento de Alimentos/métodos , Alimentos Fermentados/análise , Lactobacillus
10.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(3): 959-964, 06/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-10855

RESUMO

Cheese whey level and caseinomacropeptide (CMP) index of fermented milk beverages added with four levels of cheese whey (0, 10, 20, and 40percent) and stored at 8-10oC for 0, 7, 14 and 21 days were determined by high performance liquid chromatography-gel filtration (HPLC-GF). Additionally, the interference of the starter culture and the storage time on the detection of cheese whey and CMP were investigated. Refrigerated storage up to 21 days did not affect (P>0.05) cheese whey and CMP amounts in milk (0 percent of cheese whey) and in fermented milk beverages added with 10 and 20percent of cheese whey (P>0.05). However, cheese whey and CMP amounts were higher than expected (P<0.05) in fermented milk beverages added with 40 percent of cheese whey and stored for 21 days.(AU)


O presente trabalho teve como objetivos quantificar o teor de soro e o índice de caseinomacropeptídeo (CMP) de bebidas lácteas fermentadas preparadas em laboratório, adicionadas de diferentes concentrações de soro (0, 10, 20 e 40 por cento), fermentadas e armazenadas em refrigeração (8-10oC) por tempos distintos (zero, sete, 14 e 21 dias), por cromatografia líquida de alta eficiência-filtração em gel (CLAE-FG), bem como verificar a interferência da cultura utilizada no preparo das bebidas lácteas fermentadas e do tempo de armazenamento na detecção de soro lácteo e CMP. Quando os teores de soro lácteo e os índices de CMP obtidos por CLAE-FG de bebidas lácteas fermentadas foram analisados ao longo do tempo de armazenamento, verificou-se que não houve diferença (p>0,05) para o leite (0 por cento de soro) e as bebidas lácteas com 10 e 20 por cento de soro nos tempos de zero, sete, 14 e 21 dias de armazenamento. No entanto, para a bebida láctea fermentada adicionada de 40 por cento de soro, foi observada diferença para o tempo de armazenamento de 21 dias (p<0,05), em que o teor de soro e o índice de CMP obtidos foram maiores que os demais, que se mostraram equivalentes entre si (p>0,05) para os tempos de zero, sete e 14 dias.(AU)


Assuntos
Animais , Leite/química , Queijo , Produtos Fermentados do Leite/química , Peptídeos/isolamento & purificação , Caseínas/isolamento & purificação , Tecnologia de Alimentos , Lactobacillus casei/isolamento & purificação , Cromatografia Líquida de Alta Pressão
11.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(3): 959-964, 06/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-718072

RESUMO

Cheese whey level and caseinomacropeptide (CMP) index of fermented milk beverages added with four levels of cheese whey (0, 10, 20, and 40percent) and stored at 8-10oC for 0, 7, 14 and 21 days were determined by high performance liquid chromatography-gel filtration (HPLC-GF). Additionally, the interference of the starter culture and the storage time on the detection of cheese whey and CMP were investigated. Refrigerated storage up to 21 days did not affect (P>0.05) cheese whey and CMP amounts in milk (0 percent of cheese whey) and in fermented milk beverages added with 10 and 20percent of cheese whey (P>0.05). However, cheese whey and CMP amounts were higher than expected (P<0.05) in fermented milk beverages added with 40 percent of cheese whey and stored for 21 days...


O presente trabalho teve como objetivos quantificar o teor de soro e o índice de caseinomacropeptídeo (CMP) de bebidas lácteas fermentadas preparadas em laboratório, adicionadas de diferentes concentrações de soro (0, 10, 20 e 40 por cento), fermentadas e armazenadas em refrigeração (8-10oC) por tempos distintos (zero, sete, 14 e 21 dias), por cromatografia líquida de alta eficiência-filtração em gel (CLAE-FG), bem como verificar a interferência da cultura utilizada no preparo das bebidas lácteas fermentadas e do tempo de armazenamento na detecção de soro lácteo e CMP. Quando os teores de soro lácteo e os índices de CMP obtidos por CLAE-FG de bebidas lácteas fermentadas foram analisados ao longo do tempo de armazenamento, verificou-se que não houve diferença (p>0,05) para o leite (0 por cento de soro) e as bebidas lácteas com 10 e 20 por cento de soro nos tempos de zero, sete, 14 e 21 dias de armazenamento. No entanto, para a bebida láctea fermentada adicionada de 40 por cento de soro, foi observada diferença para o tempo de armazenamento de 21 dias (p<0,05), em que o teor de soro e o índice de CMP obtidos foram maiores que os demais, que se mostraram equivalentes entre si (p>0,05) para os tempos de zero, sete e 14 dias...


Assuntos
Animais , Queijo , Caseínas/isolamento & purificação , Leite/química , Peptídeos/isolamento & purificação , Produtos Fermentados do Leite/química , Cromatografia Líquida de Alta Pressão , Tecnologia de Alimentos , Lactobacillus casei/isolamento & purificação
12.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(2): 621-625, Jan.-Apr. 2014.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-10742

RESUMO

Avaliou-se a presença de resíduos antimicrobianos (ceftiofur, estreptomicinas, quinolonas, tetraciclinas, tianfenicol e tilosina) e anti-helmínticos (benzimidazóis, aminobenzimidazóis, levamisol, avermectinas, tiabendazóis, moxidectina e triclabendazóis) em, respectivamente, 70 e 83 amostras de leite cru provenientes de quatro mesorregiões (Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, Central Mineira, Oeste de Minas e Metropolitana de Belo Horizonte) do estado de Minas Gerais. Este estudo demonstrou a presença de quinolonas (2,86por cento), estreptomicinas (2,86por cento) e tetraciclinas (11,43por cento) nas amostras de leite cru analisadas. Ademais, observou-se expressiva porcentagem de amostras de leite cru positivas para os anti-helmínticos amino- benzimidazóis (55,42por cento), levamisol (53,57por cento), avermectinas (60,24por cento), tiabendazóis (67.47por cento), moxidectina (73,49por cento) e triclabendazóis (45,78por cento), e em menor porcentagem os benzimidazóis (6,02por cento). Desta forma, os resultados do presente estudo indicam que os resíduos de antimicrobianos e anti-helmínticos no leite em Minas Gerais devem ser constantemente monitorados pelas autoridades competentes com intuito de oferecer aos consumidores um alimento sem riscos à saúde humana.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Leite/efeitos adversos , Resíduos de Drogas/análise , Anti-Infecciosos/isolamento & purificação , Anti-Helmínticos/isolamento & purificação , Saúde Pública Veterinária , Contaminação de Alimentos/análise
13.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(2): 621-625, Jan.-Apr. 2014.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-709307

RESUMO

Avaliou-se a presença de resíduos antimicrobianos (ceftiofur, estreptomicinas, quinolonas, tetraciclinas, tianfenicol e tilosina) e anti-helmínticos (benzimidazóis, aminobenzimidazóis, levamisol, avermectinas, tiabendazóis, moxidectina e triclabendazóis) em, respectivamente, 70 e 83 amostras de leite cru provenientes de quatro mesorregiões (Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, Central Mineira, Oeste de Minas e Metropolitana de Belo Horizonte) do estado de Minas Gerais. Este estudo demonstrou a presença de quinolonas (2,86por cento), estreptomicinas (2,86por cento) e tetraciclinas (11,43por cento) nas amostras de leite cru analisadas. Ademais, observou-se expressiva porcentagem de amostras de leite cru positivas para os anti-helmínticos amino- benzimidazóis (55,42por cento), levamisol (53,57por cento), avermectinas (60,24por cento), tiabendazóis (67.47por cento), moxidectina (73,49por cento) e triclabendazóis (45,78por cento), e em menor porcentagem os benzimidazóis (6,02por cento). Desta forma, os resultados do presente estudo indicam que os resíduos de antimicrobianos e anti-helmínticos no leite em Minas Gerais devem ser constantemente monitorados pelas autoridades competentes com intuito de oferecer aos consumidores um alimento sem riscos à saúde humana...


Assuntos
Animais , Bovinos , Anti-Helmínticos/isolamento & purificação , Anti-Infecciosos/isolamento & purificação , Leite/efeitos adversos , Resíduos de Drogas/análise , Contaminação de Alimentos/análise , Saúde Pública Veterinária
14.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(1): 289-296, Feb. 2014. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-10286

RESUMO

Caseinomacropeptide (CMP) index is a method used to detect adulteration of milk by addition of cheese whey, since CMP is a glycopeptide characteristic produced during cheesemaking, and soluble in the whey phase. The objective of this work was to evaluate the caseinomacropeptide index of UHT milk stored under different temperatures. Six batches of recently processed UHT milk were collected and stored under three temperatures (21ºC, 6ºC, and -12ºC) and analyzed by HPLC in the day of the milk collection (day 0) and at 30, 60, 90, and 120 days of storage. The experiment was run as a randomized block design with a 3x5 factorial arrangement, and the Student-Newman-Keuls (SNK) method was used as the post-hoc test (p = 0.05). There was a progressive increase of the CMP index during the storage period of 120 days, and this indicates the possibility of false positive results if the CMP index is used as an adulteration test for long term stored UHT milk. The validity of the CMP index as an adulteration indicator is only possible soon after packaging, and sample freezing is the only alternative when immediate analysis is not possible. The method was found to be precise, with robust CV of 1.9% even with high CMP levels.(AU)


O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da temperatura e do tempo de armazenamento de amostras de leite UAT, em relação ao índice de caseinomacropeptídeo, por cromatografia líquida de alta eficiência, e a precisão do método de detecção. Seis lotes foram coletados e armazenados em três temperaturas (21ºC, 6ºC e -12ºC ± 1ºC) e analisadas durante o armazenamento nos dias 0, 30, 60, 90 e 120 dias. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados com os tratamentos em arranjo fatorial 3x5 e os resultados foram comparados por meio do teste Student-Newman-Keuls (SNK) a 5% de significância. Houve aumento progressivo do índice de CMP por CLAE durante os 120 dias; portanto, um produto conforme pode se tornar não conforme sem que ocorra adulteração. A detecção de fraude por adição de soro lácteo em leite UAT pode ser detectada somente após o envase. Caso não seja possível a análise imediata, recomenda-se que as amostras sejam congeladas. O método é muito preciso (CV=1,9%) e indiferente aos níveis de CMP encontrados nas amostras.(AU)


Assuntos
Animais , Leite , Temperatura Alta/efeitos adversos
15.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(1): 289-296, fev. 2014. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-704036

RESUMO

Caseinomacropeptide (CMP) index is a method used to detect adulteration of milk by addition of cheese whey, since CMP is a glycopeptide characteristic produced during cheesemaking, and soluble in the whey phase. The objective of this work was to evaluate the caseinomacropeptide index of UHT milk stored under different temperatures. Six batches of recently processed UHT milk were collected and stored under three temperatures (21ºC, 6ºC, and -12ºC) and analyzed by HPLC in the day of the milk collection (day 0) and at 30, 60, 90, and 120 days of storage. The experiment was run as a randomized block design with a 3x5 factorial arrangement, and the Student-Newman-Keuls (SNK) method was used as the post-hoc test (p = 0.05). There was a progressive increase of the CMP index during the storage period of 120 days, and this indicates the possibility of false positive results if the CMP index is used as an adulteration test for long term stored UHT milk. The validity of the CMP index as an adulteration indicator is only possible soon after packaging, and sample freezing is the only alternative when immediate analysis is not possible. The method was found to be precise, with robust CV of 1.9% even with high CMP levels.


O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da temperatura e do tempo de armazenamento de amostras de leite UAT, em relação ao índice de caseinomacropeptídeo, por cromatografia líquida de alta eficiência, e a precisão do método de detecção. Seis lotes foram coletados e armazenados em três temperaturas (21ºC, 6ºC e -12ºC ± 1ºC) e analisadas durante o armazenamento nos dias 0, 30, 60, 90 e 120 dias. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados com os tratamentos em arranjo fatorial 3x5 e os resultados foram comparados por meio do teste Student-Newman-Keuls (SNK) a 5% de significância. Houve aumento progressivo do índice de CMP por CLAE durante os 120 dias; portanto, um produto conforme pode se tornar não conforme sem que ocorra adulteração. A detecção de fraude por adição de soro lácteo em leite UAT pode ser detectada somente após o envase. Caso não seja possível a análise imediata, recomenda-se que as amostras sejam congeladas. O método é muito preciso (CV=1,9%) e indiferente aos níveis de CMP encontrados nas amostras.


Assuntos
Animais , Leite , Temperatura Alta/efeitos adversos
16.
Cryo Letters ; 33(3): 214-9, 2012.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-22825788

RESUMO

Extenders with a defined composition containing only components with clearly protective effects on sperm during storage would be an advantage. The aims of the present work were to assess whether caseinate, improves cooled and frozen equine semen quality. Semen from six stallions were suspended with four different cooling extenders C1) Kenney extender; C2) 0.6 % caseinate; C3) 2.7 % caseinate ; and C4) C1 + 2.1 % caseinate, and frozen extenders: F1) INRA 82 extender; F2) 1.35 % caseinate; and F3) 2.7 % caseinate. Although there was no significant difference between the motility rate among the cooled (C1:45.0, C2:36.7, C3:38.3 and C4:48.3) and frozen extenders (F1:16.9, F2:21.1 and F3:18.6), significant higher values of sperm velocity variables were observed with the 1.35 % caseinate extender compared to the control (VSL: 40.8 x 18.9 and VAP: 46.8 x 25.0 µm/s), respectively. Caseinate seemed to be responsible for sperm protection during preservation and showed to be as efficient as milk.


Assuntos
Caseínas , Criopreservação/veterinária , Crioprotetores , Preservação do Sêmen/veterinária , Espermatozoides/citologia , Animais , Caseínas/metabolismo , Temperatura Baixa , Criopreservação/métodos , Crioprotetores/metabolismo , Cavalos , Masculino , Preservação do Sêmen/métodos , Motilidade Espermática , Espermatozoides/metabolismo
17.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 63(6): 1567-1573, 2011.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-1208

RESUMO

Amostras de queijo de minas artesanal foram coletadas em 18 queijarias localizadas em propriedades rurais da região da Serra da Canastra, Minas Gerais, com o objetivo de avaliar a influência da altitude sobre a população de bactérias acidolácticas. As queijarias estavam distribuídas nas altitudes de 600 a 900m, 900 a 1000m e mais de 1000m. Observaram-se populações mais elevadas de bactérias acidolácticas nas amostras de queijo da altitude de 600 a 900m. Lactobacillus rhamnosus, Lactobacillus casei e Lactobacillus plantarum foram os principais microrganismos isolados e identificados por PCR ARDRA 16S-23S rDNA, além de Enterococcus spp., Lactococcus spp. e outras espécies de Lactobacillus. Sugere-se que estas espécies estejam adaptadas ao ambiente de produção do queijo de minas artesanal produzido na região, o que resultaria em características sensoriais próprias do produto.(AU)


Samples of minas artisanal cheese were collected in 18 small-scale producer properties located in the rural region of Serra da Canastra, Minas Gerais state, aiming to evaluate the influence of three altitudes, from 600 to 900m, 900 to 1000m, and higher than 1000m, on the lactic acid bacteria (LAB) population. High populations of LAB were observed in the cheese samples, mainly in the lowest altitude. Lactobacillus rhamnosus, Lactobacillus casei, and Lactobacillus plantarum were the major LAB isolated from the cheese samples and identified according to PCR ARDRA 16S-23S rDNA. Enterococcus spp., Lactococcus spp., and other species of Lactobacillus genus were also found. It is suggested that these microorganisms are adapted to the production environment of the minas artisanal cheese which result in the unique sensorial properties of the product.(AU)


Assuntos
Queijo/classificação , Bactérias/classificação , Meio Ambiente , Altitude , Lactobacillus
18.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 63(6): 1553-1558, 2011. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-1206

RESUMO

High performance liquid chromatography was used in order to detect cheese whey in samples of raw milk preserved with Bronopol®. Six samples were collected and divided in 45 aliquots of 40mL. From these, 15 were used as control and stored frozen, 15 were added with Bronopol® and stored at 7ºC, and the other 15 were added with Bronopol® and stored at 30ºC. In all groups, five levels of cheese whey addition (0, 2, 5, 10, and 20 percent) were tested. The samples were submitted to high performance liquid chromatography on the 2nd, 4th, and 8th days of storage. A completely random design was used, following the factorial scheme (5x3x3) and the results were compared through the non-parametric Kruskal-Wallis test. There was no difference among the treatments (P>0.05), which allows the conclusion that raw milk preserved with Bronopol® may be used for the determination of cheese whey addition in milk through high performance liquid chromatography.(AU)


O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade do uso de amostras de leite cru conservadas com Bronopol® na pesquisa de soro de queijo por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Seis amostras foram coletadas e subdivididas em 45 alíquotas de 40mL. Destas, 15 compuseram o grupo controle e foram armazenadas sob congelamento, 15 amostras foram adicionadas de Bronopol® e armazenadas a 7ºC e outras 15 foram adicionadas de bronopol e estocadas a 30º C. Em todos os grupos, cinco porcentagens de soro de queijo foram adicionados, 0, 2, 5, 10 e 20 por cento. As amostras foram submetidas à cromatografia líquida de alta eficiência no segundo, quarto e oitavo dias de armazenamento. Foi utilizado o delineamento inteiramente ao acaso, com os tratamentos em esquema fatorial 5x3x3 e os resultados comparados por meio do teste não paramétrico de Kruskal Wallis. Não houve diferença (P>0,05) entre os tratamentos, concluindo-se que é possível utilizar amostras de leite cru conservadas com Bronopol® para pesquisa de soro de queijo em leite por CLAE.(AU)


Assuntos
Queijo/análise , Conservação de Alimentos , Cromatografia
19.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 63(6): 1553-1558, dez. 2011. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-608982

RESUMO

High performance liquid chromatography was used in order to detect cheese whey in samples of raw milk preserved with Bronopol®. Six samples were collected and divided in 45 aliquots of 40mL. From these, 15 were used as control and stored frozen, 15 were added with Bronopol® and stored at 7ºC, and the other 15 were added with Bronopol® and stored at 30ºC. In all groups, five levels of cheese whey addition (0, 2, 5, 10, and 20 percent) were tested. The samples were submitted to high performance liquid chromatography on the 2nd, 4th, and 8th days of storage. A completely random design was used, following the factorial scheme (5x3x3) and the results were compared through the non-parametric Kruskal-Wallis test. There was no difference among the treatments (P>0.05), which allows the conclusion that raw milk preserved with Bronopol® may be used for the determination of cheese whey addition in milk through high performance liquid chromatography.


O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade do uso de amostras de leite cru conservadas com Bronopol® na pesquisa de soro de queijo por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Seis amostras foram coletadas e subdivididas em 45 alíquotas de 40mL. Destas, 15 compuseram o grupo controle e foram armazenadas sob congelamento, 15 amostras foram adicionadas de Bronopol® e armazenadas a 7ºC e outras 15 foram adicionadas de bronopol e estocadas a 30º C. Em todos os grupos, cinco porcentagens de soro de queijo foram adicionados, 0, 2, 5, 10 e 20 por cento. As amostras foram submetidas à cromatografia líquida de alta eficiência no segundo, quarto e oitavo dias de armazenamento. Foi utilizado o delineamento inteiramente ao acaso, com os tratamentos em esquema fatorial 5x3x3 e os resultados comparados por meio do teste não paramétrico de Kruskal Wallis. Não houve diferença (P>0,05) entre os tratamentos, concluindo-se que é possível utilizar amostras de leite cru conservadas com Bronopol® para pesquisa de soro de queijo em leite por CLAE.

20.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 63(6): 1567-1573, dez. 2011.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-608984

RESUMO

Amostras de queijo de minas artesanal foram coletadas em 18 queijarias localizadas em propriedades rurais da região da Serra da Canastra, Minas Gerais, com o objetivo de avaliar a influência da altitude sobre a população de bactérias acidolácticas. As queijarias estavam distribuídas nas altitudes de 600 a 900m, 900 a 1000m e mais de 1000m. Observaram-se populações mais elevadas de bactérias acidolácticas nas amostras de queijo da altitude de 600 a 900m. Lactobacillus rhamnosus, Lactobacillus casei e Lactobacillus plantarum foram os principais microrganismos isolados e identificados por PCR ARDRA 16S-23S rDNA, além de Enterococcus spp., Lactococcus spp. e outras espécies de Lactobacillus. Sugere-se que estas espécies estejam adaptadas ao ambiente de produção do queijo de minas artesanal produzido na região, o que resultaria em características sensoriais próprias do produto.


Samples of minas artisanal cheese were collected in 18 small-scale producer properties located in the rural region of Serra da Canastra, Minas Gerais state, aiming to evaluate the influence of three altitudes, from 600 to 900m, 900 to 1000m, and higher than 1000m, on the lactic acid bacteria (LAB) population. High populations of LAB were observed in the cheese samples, mainly in the lowest altitude. Lactobacillus rhamnosus, Lactobacillus casei, and Lactobacillus plantarum were the major LAB isolated from the cheese samples and identified according to PCR ARDRA 16S-23S rDNA. Enterococcus spp., Lactococcus spp., and other species of Lactobacillus genus were also found. It is suggested that these microorganisms are adapted to the production environment of the minas artisanal cheese which result in the unique sensorial properties of the product.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA