Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros








Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(3): 778-786, May-June, 2020. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-29731

RESUMO

O perfil epizootiológico da cinomose canina em Belo Horizonte é desatualizado e não alberga algumas características relevantes. Uma análise recente da distribuição do vírus em relação às características do hospedeiro e do meio ambiente associada aos principais sinais clínicos e achados laboratoriais são importantes para se adotarem medidas estratégicas para o controle da enfermidade. Objetivou-se, assim, determinar as características epizootiológicas da infecção pelo vírus da cinomose canina associada à variedade de sinais clínico-neurológicos e laboratoriais em Belo Horizonte, auxiliando no diagnóstico precoce da infecção e na diminuição das taxas de morbidade e mortalidade da doença. A avaliação do perfil epizootiológico de 90 cães revelou que a doença é mais frequente em animais adultos (um a seis anos de idade) e que não receberam vacinas conforme recomendado pelos protocolos. Os sinais clínicos extraneurais e neurais foram variados, com predomínio para manifestações gastrentérica e respiratória, mioclonia e déficit motor, respectivamente. O exame do fluido cérebro-espinhal demonstrou predomínio de proteinorraquia associada à pleocitose linfocítica. O teste de imunocromatografia para pesquisa de antígeno com amostras do fluido cerebroespinhal foi eficaz para identificar a doença em pacientes com sinais neurológicos, diferentemente das amostras do swab conjuntival, que não devem ser utilizadas.(AU)


The epizootiology profile of canine distemper in Belo Horizonte is outdated and does not harbor some important characteristics. A recent analysis of the virus distribution in relation to host and environmental characteristics associated with the main clinical signs and laboratory findings are important for adopting strategic measures to control the disease. The aim of this study was to determine the epizootiology characteristics of canine distemper virus infection associated with a variety of clinical and neurologic signs and laboratory findings in Belo Horizonte, helping to detect early infection and reduce morbidity and mortality rates. The evaluation of the epizootiology profile of 90 dogs revealed that the disease is more frequent in adult animals (1-6 years of age) and did not receive vaccines as recommended by the protocols. Extra neural and neural clinical signs were varied, with predominance for gastrointestinal and respiratory manifestations and myoclonus and motor deficit, respectively. Examination of the cerebrospinal fluid of 16 dogs showed a predominance of increase protein associated with lymphocytic pleocytosis. The immunochromatography test for antigen screening with samples of cerebrospinal fluid in 76 animals with neurological signs was effective in identifying the disease, unlike conjunctival swab samples, which should not be used.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Cinomose/epidemiologia , Vírus da Cinomose Canina/isolamento & purificação , Mioclonia/veterinária , Manifestações Neurológicas , Cromatografia de Afinidade/veterinária , Transtornos das Habilidades Motoras/virologia , Linfocitose/veterinária
2.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(3): 778-786, May-June, 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1129176

RESUMO

O perfil epizootiológico da cinomose canina em Belo Horizonte é desatualizado e não alberga algumas características relevantes. Uma análise recente da distribuição do vírus em relação às características do hospedeiro e do meio ambiente associada aos principais sinais clínicos e achados laboratoriais são importantes para se adotarem medidas estratégicas para o controle da enfermidade. Objetivou-se, assim, determinar as características epizootiológicas da infecção pelo vírus da cinomose canina associada à variedade de sinais clínico-neurológicos e laboratoriais em Belo Horizonte, auxiliando no diagnóstico precoce da infecção e na diminuição das taxas de morbidade e mortalidade da doença. A avaliação do perfil epizootiológico de 90 cães revelou que a doença é mais frequente em animais adultos (um a seis anos de idade) e que não receberam vacinas conforme recomendado pelos protocolos. Os sinais clínicos extraneurais e neurais foram variados, com predomínio para manifestações gastrentérica e respiratória, mioclonia e déficit motor, respectivamente. O exame do fluido cérebro-espinhal demonstrou predomínio de proteinorraquia associada à pleocitose linfocítica. O teste de imunocromatografia para pesquisa de antígeno com amostras do fluido cerebroespinhal foi eficaz para identificar a doença em pacientes com sinais neurológicos, diferentemente das amostras do swab conjuntival, que não devem ser utilizadas.(AU)


The epizootiology profile of canine distemper in Belo Horizonte is outdated and does not harbor some important characteristics. A recent analysis of the virus distribution in relation to host and environmental characteristics associated with the main clinical signs and laboratory findings are important for adopting strategic measures to control the disease. The aim of this study was to determine the epizootiology characteristics of canine distemper virus infection associated with a variety of clinical and neurologic signs and laboratory findings in Belo Horizonte, helping to detect early infection and reduce morbidity and mortality rates. The evaluation of the epizootiology profile of 90 dogs revealed that the disease is more frequent in adult animals (1-6 years of age) and did not receive vaccines as recommended by the protocols. Extra neural and neural clinical signs were varied, with predominance for gastrointestinal and respiratory manifestations and myoclonus and motor deficit, respectively. Examination of the cerebrospinal fluid of 16 dogs showed a predominance of increase protein associated with lymphocytic pleocytosis. The immunochromatography test for antigen screening with samples of cerebrospinal fluid in 76 animals with neurological signs was effective in identifying the disease, unlike conjunctival swab samples, which should not be used.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Cinomose/epidemiologia , Vírus da Cinomose Canina/isolamento & purificação , Mioclonia/veterinária , Manifestações Neurológicas , Cromatografia de Afinidade/veterinária , Transtornos das Habilidades Motoras/virologia , Linfocitose/veterinária
3.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(3): 857-872, Maio-Jun. 2018. ilus, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-735077

RESUMO

Com o objetivo de estudar o efeito da condroitinase associada às células-tronco mesenquimais na lesão aguda da medula espinhal, utilizaram-se 50 ratos Lewis, distribuídos igualmente nos grupos: controle negativo (CN), tratamento com placebo (PLA), condroitinase (CDN), células-tronco mesenquimais (CTM) e condroitinase mais células-tronco mesenquimais (CDN+CTM). Todos os animais tiveram a medula espinhal exposta por laminectomia, e os grupos PLA, CDT, CTM e CDT+CTM sofreram também trauma medular compressivo. Após sete dias, procedeu-se à reexposição da medula espinhal, quando os grupos PLA e CTM receberam 4µL de líquido cefalorraquidiano artificial via intralesional, e os grupos CDT e CDT+CTM receberam o mesmo líquido contendo 2,2U de condroitinase. Após 14 dias da cirurgia inicial, todos os animais receberam 0,2mL de PBS via endovenosa, contudo, nos grupos CTM e CDT+CTM, esse líquido continha 1x106 CTM. Avaliou-se a capacidade motora até o 28o dia pós-trauma e, posteriormente, as medulas espinhais foram analisadas por RT-PCR, para quantificação da expressão gênica para BDNF, NT-3, VEGF, KDR e PECAM-1, e por imunoistoquímica, para detecção das células-tronco GFP injetadas (anti-GFP), quantificação dos neurônios (anti-NeuN) e da GFAP e vimentina, para avaliação da cicatriz glial. As análises estatísticas foram realizadas com o auxílio do Prism 5 for Windows, com o nível de significância de 5%. Não houve diferença entre os grupos quanto à capacidade motora. O grupo CDT+CTM apresentou maior imunoexpressão de neurônios viáveis do que o placebo. No CTM, houve maior expressão dos fatores neurotróficos BDNF e VEGF. E no CDT, houve menor imunoexpressão de vimentina. Concluiu-se que a associação CDT+CTM favorece a viabilidade neuronal após o trauma, que o tratamento com CTM promove aumento na expressão dos fatores tróficos BDNF e VEGF e que o tratamento com condroitinase é efetivo na redução da cicatriz glial.(AU)


The aim of this work was to study the effect of chondroitinase associated with mesenchymal stem cells in acute spinal cord injury. Therefore, 50 Lewis rats were distributed in the following groups: negative control (NC), treatment with placebo (PLA), chondroitinase (CDT), mesenchymal stem cells (MSC), and chondroitinase associated with mesenchymal stem cells (CDT + MSC). All animals had their spinal cord exposed by laminectomy, and the groups named PLA, CDT, MSC and CDT + MSC also suffered compressive spinal cord trauma. After seven days, the spinal cord was re-exposed, when the PLA and MSCs groups received 4uL of artificial cerebrospinal fluid through the lesion, and the CDT group and CDT + MSC received the same fluid containing 2,2U of chondroitinase. 14 days after the first surgery, all animals received 0.2ml of PBS intravenously; however, the MSC and CDT + MSC groups received the same liquid also containing 1x106 MSCs. The motor skills were evaluated up to 28 days post-injury and, subsequently, the spinal cords were analyzed by RT-PCR for BDNF, NT-3, VEGF, PECAM-1 and KDR gene expression quantification, immunohistochemistry to detect injected stem cells GFP (anti-GFP), to quantify neurons (anti-NeuN), GFAP and detect vimentin in order to evaluate the glial scar. Statistical analyzes were performed by Prism 5 for Windows using a 5% level of significance. There was no difference between groups with regarding motor capacity. The CDT + MSC group showed increased immunoreactivity of viable neurons than placebo. In MSC, there was a greater expression of neurotrophic factors BDNF and VEGF. Also, there was less vimentin immunostaining in group CDT. It was concluded that CDT + MSC association promotes neuronal viability after trauma, in which treatment with MSC promotes increased expression of BDNF and VEGF trophic factors, and also that treatment with chondroitinase is effective in reducing the glial scar.(AU)


Assuntos
Animais , Ratos , Condroitina ABC Liase , Ratos/anatomia & histologia , Ratos/lesões , Células-Tronco Mesenquimais/enzimologia
4.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(3): 857-872, maio-jun. 2018. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-911635

RESUMO

Com o objetivo de estudar o efeito da condroitinase associada às células-tronco mesenquimais na lesão aguda da medula espinhal, utilizaram-se 50 ratos Lewis, distribuídos igualmente nos grupos: controle negativo (CN), tratamento com placebo (PLA), condroitinase (CDN), células-tronco mesenquimais (CTM) e condroitinase mais células-tronco mesenquimais (CDN+CTM). Todos os animais tiveram a medula espinhal exposta por laminectomia, e os grupos PLA, CDT, CTM e CDT+CTM sofreram também trauma medular compressivo. Após sete dias, procedeu-se à reexposição da medula espinhal, quando os grupos PLA e CTM receberam 4µL de líquido cefalorraquidiano artificial via intralesional, e os grupos CDT e CDT+CTM receberam o mesmo líquido contendo 2,2U de condroitinase. Após 14 dias da cirurgia inicial, todos os animais receberam 0,2mL de PBS via endovenosa, contudo, nos grupos CTM e CDT+CTM, esse líquido continha 1x106 CTM. Avaliou-se a capacidade motora até o 28o dia pós-trauma e, posteriormente, as medulas espinhais foram analisadas por RT-PCR, para quantificação da expressão gênica para BDNF, NT-3, VEGF, KDR e PECAM-1, e por imunoistoquímica, para detecção das células-tronco GFP injetadas (anti-GFP), quantificação dos neurônios (anti-NeuN) e da GFAP e vimentina, para avaliação da cicatriz glial. As análises estatísticas foram realizadas com o auxílio do Prism 5 for Windows, com o nível de significância de 5%. Não houve diferença entre os grupos quanto à capacidade motora. O grupo CDT+CTM apresentou maior imunoexpressão de neurônios viáveis do que o placebo. No CTM, houve maior expressão dos fatores neurotróficos BDNF e VEGF. E no CDT, houve menor imunoexpressão de vimentina. Concluiu-se que a associação CDT+CTM favorece a viabilidade neuronal após o trauma, que o tratamento com CTM promove aumento na expressão dos fatores tróficos BDNF e VEGF e que o tratamento com condroitinase é efetivo na redução da cicatriz glial.(AU)


The aim of this work was to study the effect of chondroitinase associated with mesenchymal stem cells in acute spinal cord injury. Therefore, 50 Lewis rats were distributed in the following groups: negative control (NC), treatment with placebo (PLA), chondroitinase (CDT), mesenchymal stem cells (MSC), and chondroitinase associated with mesenchymal stem cells (CDT + MSC). All animals had their spinal cord exposed by laminectomy, and the groups named PLA, CDT, MSC and CDT + MSC also suffered compressive spinal cord trauma. After seven days, the spinal cord was re-exposed, when the PLA and MSCs groups received 4uL of artificial cerebrospinal fluid through the lesion, and the CDT group and CDT + MSC received the same fluid containing 2,2U of chondroitinase. 14 days after the first surgery, all animals received 0.2ml of PBS intravenously; however, the MSC and CDT + MSC groups received the same liquid also containing 1x106 MSCs. The motor skills were evaluated up to 28 days post-injury and, subsequently, the spinal cords were analyzed by RT-PCR for BDNF, NT-3, VEGF, PECAM-1 and KDR gene expression quantification, immunohistochemistry to detect injected stem cells GFP (anti-GFP), to quantify neurons (anti-NeuN), GFAP and detect vimentin in order to evaluate the glial scar. Statistical analyzes were performed by Prism 5 for Windows using a 5% level of significance. There was no difference between groups with regarding motor capacity. The CDT + MSC group showed increased immunoreactivity of viable neurons than placebo. In MSC, there was a greater expression of neurotrophic factors BDNF and VEGF. Also, there was less vimentin immunostaining in group CDT. It was concluded that CDT + MSC association promotes neuronal viability after trauma, in which treatment with MSC promotes increased expression of BDNF and VEGF trophic factors, and also that treatment with chondroitinase is effective in reducing the glial scar.(AU)


Assuntos
Animais , Ratos , Condroitina ABC Liase , Ratos/anatomia & histologia , Ratos/lesões , Células-Tronco Mesenquimais/enzimologia
6.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(4): 1046-1050, 08/2014. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-722552

RESUMO

Feline dysautonomia is a devastating disease characterized by neuronal degeneration in autonomic ganglia that results in clinical signs related to dysfunction of the sympathetic and parasympathetic nervous systems. The cause is unknown and this disease has a poor prognosis and no definitive treatment. Most reports have been described in few countries around the world, but the prevalence may be underestimated in countries like Brazil. This study describes the progression and clinicopathological changes of dysautonomia in a 17-month-old female Brazilian shorthair cat...


Disautonomia felina é uma doença devastadora, caracterizada por degeneração neuronal em gânglios autonômicos, a qual resulta em sinais clínicos relacionados à disfunção dos sistemas simpático e parassimpático. Sua causa é desconhecida, o prognóstico desfavorável e não há tratamento definitivo disponível. A maioria dos relatos foi descrita em países ao redor do mundo, mas sua prevalência pode estar subestimada em países como o Brasil. Este estudo descreve a progressão e as alterações clínico-patológicas da disautonomia em um gato de pelo curto brasileiro, do sexo feminino, de 17 meses de idade...


Assuntos
Animais , Feminino , Gatos , Degeneração Neural/veterinária , Disautonomias Primárias/diagnóstico , Disautonomias Primárias/veterinária , Evolução Clínica/veterinária , Gatos/anormalidades , Gânglios Autônomos/patologia , Gânglios/fisiopatologia
7.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(4): 1046-1050, 08/2014. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-11119

RESUMO

Feline dysautonomia is a devastating disease characterized by neuronal degeneration in autonomic ganglia that results in clinical signs related to dysfunction of the sympathetic and parasympathetic nervous systems. The cause is unknown and this disease has a poor prognosis and no definitive treatment. Most reports have been described in few countries around the world, but the prevalence may be underestimated in countries like Brazil. This study describes the progression and clinicopathological changes of dysautonomia in a 17-month-old female Brazilian shorthair cat.(AU)


Disautonomia felina é uma doença devastadora, caracterizada por degeneração neuronal em gânglios autonômicos, a qual resulta em sinais clínicos relacionados à disfunção dos sistemas simpático e parassimpático. Sua causa é desconhecida, o prognóstico desfavorável e não há tratamento definitivo disponível. A maioria dos relatos foi descrita em países ao redor do mundo, mas sua prevalência pode estar subestimada em países como o Brasil. Este estudo descreve a progressão e as alterações clínico-patológicas da disautonomia em um gato de pelo curto brasileiro, do sexo feminino, de 17 meses de idade.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Gatos , Gatos/anormalidades , Disautonomias Primárias/veterinária , Disautonomias Primárias/diagnóstico , Evolução Clínica/veterinária , Degeneração Neural/veterinária , Gânglios/fisiopatologia , Gânglios Autônomos/patologia
8.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 65(2): 322-328, abr. 2013. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-673102

RESUMO

A 3-year-old female Pinscher dog was presented with a history of lameness and pain in hind limbs for one week which acutely progressed to non-ambulatory paraparesis. The dog had been apathetic and anorexic during the six days prior to presentation. The neurological findings were compatible with upper motor neuron signs to the left hind limb due to a spinal cord compressive mass on the twelfth thoracic vertebral body. On the other hand, signs of lower motor neurons to the right hind limb were due to a mass with a pathological fracture in the right proximal femur, compressing the sciatic nerve. A histopathological analysis of all organs revealedthe proliferation of endothelial cells showingin filtrative growth and organization into vascular structures with a solid pattern. In addition, immunohistochemycal analysis revealed low proliferation index and citoplasmatic positivity for CD-31, confirming the vascular nature of the neoplasm. Clinical, histopathological and immunophenotipical findings were consistent with hemangiosarcoma.


Uma cadela Pinscher de três anos de idade foi atendida em Hospital Veterinário Escola com histórico de dor nos membros pélvicos com progressão aguda para paraparesia não ambulatória. O animal estava apático e anoréxico há seis dias. Os achados neurológicos foram compatíveis com sinais de lesão de neurônios motores superiores para o membro pélvico esquerdo devido a uma massa no 12º corpo vertebral comprimindo a medula espinhal. Por outro lado, foram observados sinais de lesão de neurônios motores inferiores para o membro pélvico direito devido a uma fratura patológica no colo proximal do fêmur direito que comprimiu o nervo isquiático. Análises histopatológicas de todos os órgãos revelaram proliferação de células endoteliais com crescimento infiltrativo e organização sólida em estruturas vasculares. Adicionalmente, a análise imuno-histoquímica revelou baixa proliferação e marcação citoplasmática positiva para CD-31, confirmando a natureza vascular da neoplasia. Os achados clínicos, histopatológicos e imuno-histoquímicos foram consistentes com hemangiossarcoma.


Assuntos
Animais , Cães , Hemangiossarcoma/patologia , Neurologia/métodos , Cães/classificação
9.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 65(2): 322-328, 2013. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-9601

RESUMO

A 3-year-old female Pinscher dog was presented with a history of lameness and pain in hind limbs for one week which acutely progressed to non-ambulatory paraparesis. The dog had been apathetic and anorexic during the six days prior to presentation. The neurological findings were compatible with upper motor neuron signs to the left hind limb due to a spinal cord compressive mass on the twelfth thoracic vertebral body. On the other hand, signs of lower motor neurons to the right hind limb were due to a mass with a pathological fracture in the right proximal femur, compressing the sciatic nerve. A histopathological analysis of all organs revealedthe proliferation of endothelial cells showingin filtrative growth and organization into vascular structures with a solid pattern. In addition, immunohistochemycal analysis revealed low proliferation index and citoplasmatic positivity for CD-31, confirming the vascular nature of the neoplasm. Clinical, histopathological and immunophenotipical findings were consistent with hemangiosarcoma.(AU)


Uma cadela Pinscher de três anos de idade foi atendida em Hospital Veterinário Escola com histórico de dor nos membros pélvicos com progressão aguda para paraparesia não ambulatória. O animal estava apático e anoréxico há seis dias. Os achados neurológicos foram compatíveis com sinais de lesão de neurônios motores superiores para o membro pélvico esquerdo devido a uma massa no 12º corpo vertebral comprimindo a medula espinhal. Por outro lado, foram observados sinais de lesão de neurônios motores inferiores para o membro pélvico direito devido a uma fratura patológica no colo proximal do fêmur direito que comprimiu o nervo isquiático. Análises histopatológicas de todos os órgãos revelaram proliferação de células endoteliais com crescimento infiltrativo e organização sólida em estruturas vasculares. Adicionalmente, a análise imuno-histoquímica revelou baixa proliferação e marcação citoplasmática positiva para CD-31, confirmando a natureza vascular da neoplasia. Os achados clínicos, histopatológicos e imuno-histoquímicos foram consistentes com hemangiossarcoma.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Neurologia/métodos , Hemangiossarcoma/patologia , Cães/classificação
10.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 62(1): 92-99, Feb. 2010. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-543074

RESUMO

Foram utilizados 55 ratos machos da espécie Rattus novergicus, variedade Wistar, com o objetivo de propor um modelo experimental de trauma medular produzido por aparelho estereotáxico modificado, capaz de reproduzir clinicamente lesões medulares padronizadas. Após realização de laminectomia dorsal de T13, utilizou-se peso compressivo de 50,5g (25 animais - grupo I) ou 70,5g (30 animais - grupo II), durante cinco minutos, comprimindo a medula espinhal. Os animais foram assistidos durante oito dias, por meio de testes comportamentais para avaliar a sensibilidade dolorosa, a capacidade motora, o posicionamento tátil e proprioceptivo e a capacidade de manter-se em plano inclinado. No grupo I, observaram-se déficits neurológicos moderados e transitórios, que variaram entre os animais. No grupo II, foi possível obter um trauma padronizado, caracterizado por paraplegia bilateral e simétrica dos membros posteriores, perda de propriocepção e da sensibilidade dolorosa de todos os animais. A utilização do aparelho estereotáxico desenvolvido permite reproduzir clinicamente trauma medular padronizado em ratos, de maneira simples, econômica e satisfatória, o que poderá proporcionar avanços nas investigações terapêuticas, abrangendo doenças neurodegenerativas, como é o caso do trauma medular agudo.


Fifty-five male rats (Rattus novergicus), Wistar variety, were used with the purpose of suggesting an experimental model of spinal cord trauma performed by using a modified stereotaxic equipment capable to reproduce clinically (standardized) pattern spinal cord injury. After dorsal laminectomy of T13, a compression was performed with 50.5g (25 animals - group I) or 70.5g (30 animals - group II) during five minutes on spinal cord. The animals were assisted during eight days by behavioral tests to evaluate painful sensibility, motor capacity, proprioceptive and tactil placing, and stability on inclined plan. In the group I, moderate and transitory neurological deficits were observed, that varied among the animals. In the group II, a standardized trauma was obtained, characterized by bilateral and symmetrical paraplegia of hindlimbs, loss of proprioception, and painful sensibility in all the animals. The use of developed stereotaxic equipment allowed to reproduce pattern spinal cord injury in rats, by a simply, economic, and satisfactory way. This can provide progresses in the therapeutic investigations embracing neurodegenerative diseases, like spinal cord injury.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Traumatismos da Medula Espinal , Técnicas Estereotáxicas/instrumentação , Doenças Neurodegenerativas/patologia , Ratos , Medula Espinal
11.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 62(1): 92-99, fev. 2010. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-5741

RESUMO

Foram utilizados 55 ratos machos da espécie Rattus novergicus, variedade Wistar, com o objetivo de propor um modelo experimental de trauma medular produzido por aparelho estereotáxico modificado, capaz de reproduzir clinicamente lesões medulares padronizadas. Após realização de laminectomia dorsal de T13, utilizou-se peso compressivo de 50,5g (25 animais - grupo I) ou 70,5g (30 animais - grupo II), durante cinco minutos, comprimindo a medula espinhal. Os animais foram assistidos durante oito dias, por meio de testes comportamentais para avaliar a sensibilidade dolorosa, a capacidade motora, o posicionamento tátil e proprioceptivo e a capacidade de manter-se em plano inclinado. No grupo I, observaram-se déficits neurológicos moderados e transitórios, que variaram entre os animais. No grupo II, foi possível obter um trauma padronizado, caracterizado por paraplegia bilateral e simétrica dos membros posteriores, perda de propriocepção e da sensibilidade dolorosa de todos os animais. A utilização do aparelho estereotáxico desenvolvido permite reproduzir clinicamente trauma medular padronizado em ratos, de maneira simples, econômica e satisfatória, o que poderá proporcionar avanços nas investigações terapêuticas, abrangendo doenças neurodegenerativas, como é o caso do trauma medular agudo.(AU)


Fifty-five male rats (Rattus novergicus), Wistar variety, were used with the purpose of suggesting an experimental model of spinal cord trauma performed by using a modified stereotaxic equipment capable to reproduce clinically (standardized) pattern spinal cord injury. After dorsal laminectomy of T13, a compression was performed with 50.5g (25 animals - group I) or 70.5g (30 animals - group II) during five minutes on spinal cord. The animals were assisted during eight days by behavioral tests to evaluate painful sensibility, motor capacity, proprioceptive and tactil placing, and stability on inclined plan. In the group I, moderate and transitory neurological deficits were observed, that varied among the animals. In the group II, a standardized trauma was obtained, characterized by bilateral and symmetrical paraplegia of hindlimbs, loss of proprioception, and painful sensibility in all the animals. The use of developed stereotaxic equipment allowed to reproduce pattern spinal cord injury in rats, by a simply, economic, and satisfactory way. This can provide progresses in the therapeutic investigations embracing neurodegenerative diseases, like spinal cord injury.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Traumatismos da Medula Espinal , Técnicas Estereotáxicas/instrumentação , Medula Espinal , Doenças Neurodegenerativas/patologia , Ratos
12.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 59(1): 155-159, fev. 2007. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-456430

RESUMO

Uma seriema (Cariama cristata) adulta foi atendida com histórico de traumatismo por tentativa de captura. A ave apresentava dificuldade de apoio do membro pélvico direito, dor à manipulação e fratura exposta do osso tarsometatarso. Optou-se pelo tratamento cirúrgico com redução fechada, utilizando-se fixador esquelético externo tipo II, com barra de conexão acrílica. A técnica cirúrgica utilizada foi satisfatória para o tratamento da fratura, possibilitando reparação óssea e retorno funcional do membro 60 dias após a cirurgia.


An adult red-legged seriema (Cariama cristata) was referred for examination with history of trauma by capture. The physical examination revealed lameness in the right pelvic limb, sensibility to touch and open fracture of tarsumetatarsus. The treatment was done with surgical closed reduction using a external skeletal fixator type II with acrylic connecting bar. The surgical technique applied was satisfactory for the treatment of the fracture of tarsumetatarsus, since there was bone healing and functional return of the limb at 60 days after surgery.


Assuntos
Animais , Aves , Bandagens , Fixadores Externos , Ossos do Metatarso/cirurgia , Ossos do Metatarso/lesões
13.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 59(1): 155-159, fev. 2007. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-7456

RESUMO

Uma seriema (Cariama cristata) adulta foi atendida com histórico de traumatismo por tentativa de captura. A ave apresentava dificuldade de apoio do membro pélvico direito, dor à manipulação e fratura exposta do osso tarsometatarso. Optou-se pelo tratamento cirúrgico com redução fechada, utilizando-se fixador esquelético externo tipo II, com barra de conexão acrílica. A técnica cirúrgica utilizada foi satisfatória para o tratamento da fratura, possibilitando reparação óssea e retorno funcional do membro 60 dias após a cirurgia.(AU)


An adult red-legged seriema (Cariama cristata) was referred for examination with history of trauma by capture. The physical examination revealed lameness in the right pelvic limb, sensibility to touch and open fracture of tarsumetatarsus. The treatment was done with surgical closed reduction using a external skeletal fixator type II with acrylic connecting bar. The surgical technique applied was satisfactory for the treatment of the fracture of tarsumetatarsus, since there was bone healing and functional return of the limb at 60 days after surgery.(AU)


Assuntos
Animais , Ossos do Metatarso/lesões , Ossos do Metatarso/cirurgia , Fixadores Externos , Bandagens , Aves
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA