Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 31
Filtrar
1.
Rev Bras Hematol Hemoter ; 38(3): 193-8, 2016.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-27521856

RESUMO

BACKGROUND: The term dangerous universal blood donor refers to potential agglutination of the erythrocytes of non-O recipients due to plasma of an O blood group donor, which contains high titers of anti-A and/or anti-B hemagglutinins. Thus, prior titration of anti-A and anti-B hemagglutinins is recommended to prevent transfusion reactions. OBJECTIVE: The aim of this study was to estimate the frequency of dangerous universal donors in the blood bank of Belo Horizonte (Fundação Central de Imuno-Hematologia - Fundação Hemominas - Minas Gerais) by determining the titers of anti-A and anti-B hemagglutinins in O blood group donors. METHOD: A total of 400 O blood group donors were randomly selected, from March 2014 to January 2015. The titers of anti-A and anti-B hemagglutinins (IgM and IgG classes) were obtained using the tube titration technique. Dangerous donors were those whose titers of anti-A or anti-B IgM were ≥128 and/or the titers of anti-A or anti-B IgG were ≥256. Donors were characterized according to gender, age and ethnicity. The hemagglutinins were characterized by specificity (anti-A and anti-B) and antibody class (IgG and IgM). RESULTS: Almost one-third (30.5%) of the O blood group donors were universal dangerous. The frequency among women was higher than that of men (p-value=0.019; odds ratio: 1.66; 95% confidence interval: 1.08-2.56) and among young donors (18-29 years old) it was higher than for donors between 49 and 59 years old (p-value=0.015; odds ratio: 3.05; 95% confidence interval: 1.22-7.69). There was no significant association between dangerous universal donors and ethnicity, agglutinin specificity or antibody class. CONCLUSION: Especially platelet concentrates obtained by apheresis (that contain a substantial volume of plasma), coming from dangerous universal donors should be transfused in isogroup recipients whenever possible in order to prevent the occurrence of transfusion reactions.

2.
Rev. bras. hematol. hemoter ; 38(3): 193-198, 2016. tabela, gráfico
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-834154

RESUMO

Background: The term dangerous universal blood donor refers to potential agglutination of the erythrocytes of non-O recipients due to plasma of an O blood group donor, which contains high titers of anti-A and/or anti-B hemagglutinins. Thus, prior titration of anti-A and anti-B hemagglutinins is recommended to prevent transfusion reactions. Objective: The aim ofthis study was to estimate the frequency of dangerous universal donors in the blood bank of Belo Horizonte (Fundac¸ão Central de Imuno-Hematologia ­ Fundac¸ão Hemominas ­ Minas Gerais) by determining the titers of anti-A and anti-B hemagglutinins in O blood group donors. Method: A total of 400 O blood group donors were randomly selected, from March 2014 to January 2015. The titers of anti-A and anti-B hemagglutinins (IgM and IgG classes) were obtained using the tube titration technique. Dangerous donors were those whose titers of anti-A or anti-B IgM were ≥128 and/or the titers of anti-A or anti-B IgG were ≥256. Donors were characterized according to gender, age and ethnicity. The hemagglutinins were characterized by specificity (anti-A and anti-B) and antibody class (IgG and IgM). Results: Almost one-third (30.5%) of the O blood group donors were universal dangerous. The frequency among women was higher than that of men (p-value = 0.019; odds ratio: 1.66; 95% confidence interval: 1.08­2.56) and among young donors (18­29 years old) it was higher than for donors between 49 and 59 years old (p-value = 0.015; odds ratio: 3.05; 95% confi- dence interval: 1.22­7.69). There was no significant association between dangerous universal donors and ethnicity, agglutinin specificity or antibody class. Conclusion: Especially platelet concentrates obtained by apheresis (that contain a substantial volume of plasma), coming from dangerous universal donors should be transfused in isogroup recipients whenever possible in order to prevent the occurrence of transfusion reactions


Assuntos
Humanos , Doadores de Sangue , Transfusão de Sangue , Hemaglutininas , Serviço de Hemoterapia , Imunoglobulina G , Imunoglobulina M , Reação Transfusional
3.
Arq Bras Cardiol ; 100(6): e78-84, 2013 Jun.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-23842881

RESUMO

Atherothrombosis and its complications are currently the leading cause of worldwide mortality and its incidence is increasing . Platelets play an essential role in the pathogenesis of atherothrombotic events, justifying the use of antiplatelet agents in their prevention. Thus, it is essential to know the efficacy and safety profile of these drugs in primary and secondary prevention of atherothrombotic events. In this context, this review was performed with the aim of describing and summarizing the outcomes of the main trials involving the use of antiplatelet agents in the two levels of prevention, and evaluating the effectiveness and major adverse events related to therapy.


Assuntos
Trombose Coronária/prevenção & controle , Inibidores da Agregação Plaquetária/uso terapêutico , Prevenção Primária/métodos , Prevenção Secundária/métodos , Aspirina/uso terapêutico , Aterosclerose/tratamento farmacológico , Aterosclerose/prevenção & controle , Trombose Coronária/tratamento farmacológico , Humanos
4.
Rev. bras. cardiol. (Impr.) ; 26(3): 221-230, mai.-jun. 2013. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-704391

RESUMO

A aterotrombose é uma doença do sistema circulatório cujas manifestações clínicas mais significativas (infarto do miocárdio e acidente vascular encefálico) representam atualmente as principais causas de mortalidade, com expectativa de que sua incidência aumente nos próximos anos. O uso clínico de antiagregantes plaquetários encontra-se firmemente consolidado como terapia de escolha na prevenção primária e secundária de eventos clínicos relacionados à aterotrombose. A presente revisão tem como objetivo realizar uma descrição dos aspectos gerais da aterotrombose e dos principais fármacos antiagregantes plaquetários, com uma descrição breve de seus aspectos farmacodinâmicos e farmacocinéticos.


Atherothrombosis is a circulatory system disease whose most significant clinical manifestations (myocardial infarction and stroke) are today the leading causes of death worldwide, expected to increase over the coming years. The clinical use of antiplatelet agents is firmly established as the therapy of choice in primary and secondary prevention of clinical events related to atherothrombosis. This review offers a description of the general aspects of atherothrombosis and the main antiplatelet drugs,with a brief outline of their pharmacodynamic and pharmacokinetic aspects.


Assuntos
Doenças Cardiovasculares/complicações , Doenças Cardiovasculares/mortalidade , Inibidores da Agregação Plaquetária/administração & dosagem , Fatores de Risco , Aspirina/administração & dosagem , Aspirina/efeitos adversos
5.
Clin Chim Acta ; 411(21-22): 1587-90, 2010 Nov 11.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-20691170

RESUMO

Pelger-Huët anomaly (PHA) is a benign inherited condition characterized by hyposegmentation of the neutrophil's nucleus and excessive chromatin clumping. An acquired neutrophil dysplasia similar to PHA has been described in hematological diseases and in some clinical conditions. It has been known as acquired or pseudo PHA. Although some hypotheses have been proposed to explain this phenomenon, the mechanism of nuclear change is still unclear. Only the laboratory and clinical data combined will yield a better understanding on the need for follow-up and management of patients in the appropriate cases. In addition, a possible cause of pseudo PHA must always be investigated to add insights to the full understanding of this abnormality. Whether this neutrophil phenomenon has clinical implications remains to be elucidated. It is clear that only a small number of patients under drugs (immunosuppressive and others) may present these neutrophil abnormalities. Most of them do not show this phenomenon and we are unable to explain the different responses in drug users. Whether these patients display a predisposition for developing bone marrow or other diseases in the future, it is a very intriguing matter and only a follow-up will solve this question.


Assuntos
Doenças Hematológicas/patologia , Neutrófilos/patologia , Anomalia de Pelger-Huët/patologia , Diagnóstico Diferencial , Humanos
7.
Acta Haematol ; 116(4): 272-4, 2006.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-17119329

RESUMO

Pelger-Huët anomaly is an inherited condition characterized by hyposegmentation of the neutrophil nucleus and excessive chromatin clumping. Acquired Pelger-Huët, also known as pseudo-Pelger-Huët, has been described in several clinical conditions including transplant recipients who received immunosuppressive drugs. The incidence of pseudo-Pelger-Huët in kidney transplant patients, characterized as neutrophil dysplasia, was observed in 9 of 170 patients (5.3%) at the São Francisco Hospital de Assis, Belo Horizonte, Brazil. Awareness of possible circulating neutrophil alterations in transplant patients is important for laboratory professionals who should report these findings of cell changes. It should be highlighted that the poor segmentation and the chromatin hypercondensation observed initially in pseudo-Pelger-Huët patients can be suggestive of early-stage neutrophils. Only a combination of laboratory and clinical data will facilitate a better understanding of this anomaly and its correct follow-up and management.


Assuntos
Transplante de Rim/efeitos adversos , Neutrófilos/patologia , Anomalia de Pelger-Huët/etiologia , Anomalia de Pelger-Huët/patologia , Montagem e Desmontagem da Cromatina , Diagnóstico Diferencial , Humanos , Imunossupressores/efeitos adversos , Incidência , Anomalia de Pelger-Huët/epidemiologia
8.
J. bras. patol. med. lab ; 42(2): 67-75, abr. 2006. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-431358

RESUMO

INTRODUÇÃO: Alterações no mecanismo hemostático têm sido associadas ao desenvolvimento de complicações vasculares em indivíduos com diabetes mellitus tipo 2 (DM2). A eficiência dos mecanismos da anticoagulação natural mediados pelas proteínas C (PC) e S (PS), bem como pela antitrombina (AT), depende da integridade da célula endotelial. Sendo assim, a avaliação dos níveis plasmáticos dessas proteínas poderia fornecer importantes informações acerca da anticoagulação natural que se contrapõe ao estado de hipercoagulabilidade no diabetes. OBJETIVO: O presente estudo teve como objetivo a determinação dos níveis de AT, PC e PS e dos co-fatores fator V (FV) e fator VIII (FVIII) em indivíduos com e sem DM2 e hipertensão arterial sistêmica (HAS). MATERIAL E MÉTODOS: Indivíduos hígidos (controles, n = 16), pacientes com DM2 (n = 7), com hipertensão (HAS, n = 12) e com DM2 associado à HAS (DM2 + HAS, n = 18) foram incluídos neste estudo para avaliação da anticoagulação natural. RESULTADOS: Para os níveis de AT o grupo HAS apresentou níveis aumentados em relação ao controle. O grupo DM2 + HAS apresentou níveis aumentados de PC. Para a PS não foi encontrada diferença significativa entre os grupos. O aumento do FV ocorreu apenas no grupo DM2 + HAS; já para o FVIII não foi encontrada diferença significativa entre os grupos. CONCLUSÕES: O aumento da AT é ainda pouco conhecido no meio científico; outros estudos já observaram aumento de PC em pacientes com DM2 e normoalbuminúria, entretanto o mecanismo permanece desconhecido. O aumento de FV observado no grupo DM2 + HAS e não no grupo DM2 pode acontecer em decorrência da HAS. Como o FVIII é uma proteína de fase aguda, a ausência de diferença significativa entre os grupos indica que os indivíduos avaliados não apresentavam processos inflamatórios importantes.

9.
Clin Chim Acta ; 365(1-2): 304-9, 2006 Mar.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-16256098

RESUMO

BACKGROUND: Mutations in factor V (factor V Leiden-G1691A) and prothrombin (G20210A) genes are important risk factors for thrombophilia due to their high incidence in patients with thromboembolic events, especially among the young. However, it is not clear if levels of hypercoagulability markers are significantly altered in asymptomatic young carriers of factor V Leiden or prothrombin G20210A. METHODS: Hemostatic status of 32 asymptomatic young individuals carrying these mutations and of 18 normal control individuals was investigated through the determination of plasma thrombomodulin (TM), prothrombin fragment 1+2 (F1+2), thrombin-antithrombin complex (TAT) and D-dimer. RESULTS: No significant differences were observed in these hemostatic markers when comparing groups of individuals carrying mutations and the control group. CONCLUSION: Analysis of these results leads to the conclusion that the presence of these mutations, in the absence of acquired risk factors, does not constantly predispose these young carriers to a state of hypercoagulability.


Assuntos
Transtornos da Coagulação Sanguínea/genética , Fator V/genética , Heterozigoto , Protrombina/genética , Adulto , Feminino , Genótipo , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Reação em Cadeia da Polimerase , Polimorfismo de Fragmento de Restrição
11.
Rev. bras. anal. clin ; 37(2): 119-121, 2005. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-509806

RESUMO

A proteína C (PC) é um anticoagulante natural, cuja ação consiste em clivar os fatores Va e VIIIa e, desta forma, limita a formação da trombina. O fator V Leiden (F V Leiden) é resultante da mutação G1691A no gene do fator V e leva a resistência à ação da proteína C ativada (rPCA). A detecção de Fator V Leiden é usualmente feita por método molecular, através da reação em cadeia dapolimerase e polimorfismo de restrição (PCR-RFLP). Esta técnica é bastante complexa e não está, ainda, ao alcance dos laboratórios de menor porte. No entanto, a rPCA pode ser avaliada por método coagulométrico, accessível a todos os laboratórios. O objetivo do presenteestudo foi avaliar a eficácia do método coagulométrico para detecção da resistência hereditária à proteína C ativada, comparando-se os resultados obtidos por esse método e pela detecção de Fator V Leiden por PCR-RFLP. Os participantes deste estudo foram selecionadosdentre indivíduos portadores de mutação de importância em trombofilia, porém assintomáticos, pertencentes a famílias de pacientes que já sofreram evento trombótico (portadores de mutações de importância em trombofilia). O primeiro grupo (grupo I) foi composto por não-portadores da mutação G1691A (n=57) e o segundo (grupo II) por portadores da mutação G1691A (no gene do FV)em heterozigose (n=25). O teste molecular foi feito por reação em cadeia da polimerase, seguida da digestão com endonucleases de restrição (PCR-RFLP) e o método coagulométrico, utilizando-se o conjunto diagnósticoCOATEST APC RESISTANCE V da CHROMOGENIX.Os resultados obtidos demonstraram uma grande concordância entre a identificação do FV Leiden por PCR e detecção de rPCA por método coagulométrico utilizando plasma deficiente em FV. Todos os portadores da mutação G1691A (no gene do FV) apresentaram resistência à proteína Cativada e essa resistência não foi observada entre os não-portadores. Esses resultados permitem concluir que o teste coagulométrico com diluição em plasma deficiente em FV,...


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Reação em Cadeia da Polimerase , Polimorfismo de Fragmento de Restrição , Proteína C , Fator Va , Fator VIIIa , Trombina
12.
J. bras. patol. med. lab ; 40(5): 321-324, set.-out. 2004. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-388129

RESUMO

A pseudotrombocitopenia consiste na contagem baixa de plaquetas em amostras de sangue colhidas em etilenedinitrilotetraacetato (EDTA). Essa diminuição é conseqüente à aglutinação das plaquetas ou, mais raramente, à formação de rosetas de plaquetas em torno dos neutrófilos, um fenômeno referido como satelitismo plaquetário. A natureza fisiopatológica da pseudotrombocitopenia induzida pelo EDTA é, ainda, incerta. No entanto, tem sido proposto que auto-anticorpos presentes no plasma, na presença de EDTA, reconhecem e se ligam a um epitopo da glicoproteína IIb (GPIIb), integrante do complexo GPIIb/IIIa da superfície plaquetária, promovendo a aglutinação das plaquetas. O conhecimento dos dados clínicos do paciente é de grande importância para se evitar a liberação de resultados incorretos. Quando há suspeita de pseudotrombocitopenia, o diagnóstico pode ser confirmado fazendo-se a contagem de plaquetas imediatamente após a coleta do sangue em EDTA e repetindo-se após uma ou quatro horas, quando é verificada queda gradual dos resultados obtidos. O número real de plaquetas pode ser determinado colhendo-se o sangue em citrato de sódio a 3,8 por cento e realizando-se a contagem imediatamente após a coleta. A avaliação cuidadosa do filme sangüíneo é imprescindível para a caracterização de casos de pseudotrombocitopenia, pois nele será evidente a presença de grumos de plaquetas que, em geral, são mais freqüentes na porção final da cauda do filme sangüíneo. A observação criteriosa do histograma pode também sugerir um quadro de pseudotrombocitopenia, quando se detecta o aumento de debris celulares.


Assuntos
Humanos , Ácido Edético/farmacologia , Anticoagulantes , Inibidores da Agregação Plaquetária/uso terapêutico , Contagem de Plaquetas , Complexo Glicoproteico GPIIb-IIIa de Plaquetas , Trombocitopenia
13.
J. bras. patol. med. lab ; 39(3): 199-202, jul.-set. 2003. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-349000

RESUMO

A doença hipertensiva específica da gravidez (DHEG), na sua forma pura, caracteriza-se pelo aparecimento, em grávida normotensa, após a vigésima semana de gestaçäo, da tríade sintomática: hipertensäo, proteinúria e edema. A DHEG está associada a vasoconstriçäo generalizada, anormalidades da coagulaçäo e deposiçäo de fibrina na microcirculaçäo da placenta. A fibrina compromete a perfusäo adequada da placenta, contribuindo para a prematuridade, o baixo peso fetal e a mortalidade neonatal. Os dímeros D (D-Di) constituem os menores fragmentos dos produtos de degradaçäo da fibrina (pdf) e säo produzidos após a lise, pela plasmina, da ligaçäo cruzada da fibrina. Níveis plasmáticos aumentados de D-Di indicam tanto uma exacerbaçäo da formaçäo de fibrina como um aumento da açäo da plasmina. O presente trabalho teve por objetivo avaliar e comparar os níveis plasmáticos de D-Di, obtido por Elisa (Stago) em gestantes-controle (n = 26), gestantes com DHEG nas formas leve e moderada (n = 23) e gestantes com DHEG na forma grave (n = 20), visando a investigar a possível utilizaçäo desse marcador laboratorial para diagnóstico e/ou prognóstico da doença. As médias e os desvios padröes obtidos para os três grupos avaliados foram 1.146,6 ± 311,2; 1.060,3 ± 259,2 e 1.497,8 ± 435,3ng/ml, respectivamente. A análise estatística das médias dos resultados obtidos revelou um aumento significativo de D-Di plasmático no grupo com DHEG grave, comparando-se aos grupos com DHEG leve/moderada (p < 0,001) e grupo-controle (p < 0,01). Considerando-se os resultados obtidos, pode-se sugerir que há uma exacerbaçäo da coagulaçäo na forma grave da DHEG e que o sistema fibrinolítico está atuante buscando remover a excessiva quantidade de fibrina formada. O D-Di constitui uma potencial ferramenta para se avaliar a gravidade da doença


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Análise de Variância , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática , Pré-Eclâmpsia/complicações , Gravidez , Complicações Cardiovasculares na Gravidez , Produtos de Degradação da Fibrina e do Fibrinogênio/análise , Transtornos da Coagulação Sanguínea/sangue
14.
J. bras. patol. med. lab ; 39(1): 07-13, jan.-mar. 2003. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-334726

RESUMO

A hemostasia é resultante do equilíbrio entre pró-coagulantes e anticoagulantes, envolvendo vasos, plaquetas, proteínas da coagulaçäo e da fibrinólise e anticoagulantes naturais. Todos estes componentes estäo inter-relacionados, constituindo os sistemas de coagulaçäo, anticoagulaçäo e fibrinólise. Muitos fatores, genéticos ou adquiridos, podem contribuir para romper este equilíbrio, levando a estados de hipo ou hipercoagulabilidade. Em doenças coronarianas como a angina e o infarto, há uma maior ativaçäo das plaquetas e das proteínas da coagulaçäo, favorecendo a formaçäo de trombos. Na tentativa de restaurar a hemostasia, ocorre a intervençäo do sistema fibrinolítico, o qual promove a lise do coágulo e desobstrui o vaso. Neste trabalho foram avaliados os mecanismos da coagulaçäo e da fibrinólise e a proteína C, um anticoagulante natural. Foram estudados 20 pacientes com doenças coronarianas, notadamente angina de peito (n = 8) e infarto agudo do miocárdio (n = 12), além de pacientes potencialmente em risco de desenvolver doença cardiovascular (n = 17). O grupo infarto foi pareado com indivíduos sadios do ponto de vista clinicolaboratorial (grupo-controle, n = 12). Os resultados revelaram uma diferença significativa nos níveis de fibrinogênio nos grupos de angina e infarto quando comparados ao grupo-controle. Níveis de proteína C ativada também mostraram diferença significativa entre os grupos de risco e infarto. Os demais parâmetros hemostáticos avaliados näo diferiram significativamente entre os grupos estudados, porém foi observada uma tendência à hipercoagulabilidade nos grupos de pacientes quando comparados ao grupo-controle


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Doença das Coronárias , Fator de Ativação de Plaquetas/metabolismo , Fatores de Coagulação Sanguínea/metabolismo , Fibrinólise/fisiologia , Proteína C/metabolismo
15.
J. bras. patol. med. lab ; 39(4): 343-350, 2003. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-354513

RESUMO

O óxido nítrico (NO) é um radical livre, gasoso, inorgânico, incolor, que possui sete elétrons do nitrogênio e oito do oxigênio, tendo um elétron desemparelhado. Até meados da década de 1980, o NO era considerado apenas membro de uma família de poluentes ambientais indesejáveis e carcinógenos potenciais. Atualmente, o NO constitui um dos mais importantes mediadores de processos intra e extracelulares. Este radical é produzido a partir da L-arginina, por uma reação mediada pela enzima NO-sintase constitutiva (c-NOS) e induzível (i-NOS). O NO apresenta um papel dúbio, às vezes benéfico, outras vezes prejudicial ao organismo. Está envolvido no relaxamento vascular e tem um papel de grande importância na proteção do vaso sangüíneo. Constitui um importante mediador citotóxico de células imunes efetoras ativadas, capaz de destruir patógenos e células tumoriais. Possui, ainda, um papel como mensageiro/modulador em diversos processos biológicos essenciais. No entanto o NO é potencialmente tóxico. A toxicidade se faz presente particularmente em situações de estresse oxidativo, geração de intermediários do oxigênio e deficiência do sistema antioxidante. A determinação laboratorial do NO é complexa, e a caracterização de ativadores e inibidores específicos da síntese de NO constitui o novo desafio para o entendimento e o tratamento de várias doenças. Estudos envolvendo o NO têm sido um dos principais alvos da indústria farmacêutica.


Assuntos
Humanos , Endotélio Vascular/fisiologia , Radicais Livres , Óxido Nítrico Sintase , Estresse Oxidativo , Óxido Nítrico/fisiologia
16.
Rev. bras. anal. clin ; 35(4): 203-205, 2003. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-497507

RESUMO

Relatos da literatura revelam que a gravidez normal está associada a complexas alterações da hemostasia que resultam em um estado de hipercoagulabilidade sanguínea. O objetivo do presente estudo foi estabelecer a evolução de 8 marcadores que refletem diversas etapas do processo hemostático, avaliados ao final da gravidez e 4 meses após o parto. A condição hemostática de 8 gestantes que não tiveram complicações durante a gravidez e não apresentavam doenças intercorrentes no 3º trimestre de gestação (Grupo I) e 4 meses após o parto (Grupo II) foi avaliada através da determinação dos níveis plasmáticos de trombomodulina (TM), ativador tissular do plasminogênio (t-PA), inibidor do ativador do plasminogênio (PAI), fragmento 1 + 2 da protrombina (F¹+²), plasminogênio (Plg), fibrinogênio, Dímero D (D-Di) e da contagem de plaquetas. A análise dos resultados mostrou uma diferença significativa entre as médias obtidas nos dois grupos para TM (p<0,05), t-PA (p<0,01), PAI-1 (p<0,05), fibrinogênio (p<0,01),F ¹+² (p<0,001) e D-Di (p< 0,001). Para plasminogênio e contagem de plaquetas nenhuma diferença foi observada. Estes resultados permitem concluir que a gravidez normal está associada a uma exacerbação do mecanismo da coagulação e que o sistema fibrinolítico está funcionando adequadamente, o que previne a formação de trombos. Quatro meses após o parto, nenhuma alteração nos parâmetros hemostáticos avaliados foi observada, caracterizando o retorno à condição hemostática normal.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adulto , Hemostasia , Hemostáticos , Inativadores de Plasminogênio , Período Pós-Parto , Gravidez
17.
Arq Bras Cardiol ; 79(5): 501-9, 2002 Nov.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-12447501

RESUMO

OBJECTIVE: To investigate whether patients with heart valve prostheses and similar International Normalized Ratios (INR) have the same level of protection against thromboembolic events, that is, whether the anticoagulation intensity is related to the intensity of hypercoagulability suppression. METHODS: INR and plasma levels of prothrombin fragment 1+2 (F1+2) were assessed in blood samples of 27 patients (7 with mechanical heart valves and 20 with biological heart valves) and 27 blood samples from healthy donors that were not taking any medication. RESULTS: Increased levels of F1+2 were observed in blood samples of 5 patients with heart valve prostheses taking warfarin. These findings reinforce the idea that even though patients may have INRs, within the therapeutic spectrum, they are not free from new thromboembolic events. CONCLUSION: Determination of the hypercoagulability marker F1+2 might result in greater efficacy and safety for the use of oral anticoagulants, resulting in improved quality of life for patients.


Assuntos
Bioprótese , Próteses Valvulares Cardíacas , Fragmentos de Peptídeos/sangue , Trombofilia/sangue , Administração Oral , Adolescente , Adulto , Idoso , Anticoagulantes/uso terapêutico , Aspirina/uso terapêutico , Biomarcadores/sangue , Feminino , Humanos , Coeficiente Internacional Normatizado , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Inibidores da Agregação Plaquetária/uso terapêutico , Protrombina , Tempo de Protrombina , Trombofilia/prevenção & controle , Varfarina/uso terapêutico
18.
Arq. bras. cardiol ; 79(5): 500-509, nov. 2002. tab
Artigo em Português, Inglês | LILACS | ID: lil-325521

RESUMO

OBJECTIVE - To investigate whether patients with heart valve prostheses and similar International Normalized Ratios (INR) have the same level of protection against thromboembolic events, that is, whether the anticoagulation intensity is related to the intensity of hypercoagulability supression. METHODS - INR and plasma levels of prothrombin fragment 1+2 (F1+2) were assessed in blood samples of 27 patients (7 with mechanical heart valves and 20 with biological heart valves) and 27 blood samples from healthy donors that were not taking any medication. RESULTS - Increased levels of F1+2 were observed in blood samples of 5 patients with heart valve prostheses taking warfarin. These findings reinforce the idea that even though patients may have INRs, within the therapeutic spectrum, they are not free from new thromboembolic events. CONCLUSION - Determination of the hypercoagulability marker F1+2 might result in greater efficacy and safety for the use of oral anticoagulants, resulting in improved quality of life for patients


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Bioprótese , Próteses Valvulares Cardíacas , Protrombina , Trombofilia , Administração Oral , Anticoagulantes , Aspirina , Biomarcadores , Coeficiente Internacional Normatizado , Inibidores da Agregação Plaquetária , Tempo de Protrombina , Trombofilia , Varfarina
19.
RBCF, Rev. bras. ciênc. farm. (Impr.) ; 38(2): 173-182, abr.-jun. 2002. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-333581

RESUMO

O objetivo deste estudo foi marcar uma proteína utilizada como modelo, a soro albumina bovina (SAB), com 99mTecnécio (99mTc), encapsular a proteína marcada (99mTc-SAB) em lipossomas e empregar este marcador para quantificar a 99mTc-SAB capturada pelas placas de Peyer de camundongos Balb/c após administração oral. A 99mTc-SAB (taxa de marcação=94,9ñ2,4 por cento; n=25) foi encapsulada em lipossomas multilamelar (MLV), unilamelar de pequeno tamanho (SUV) ou unilamelar de grande tamanho (LUV) compostos de fosfatidilcolina de soja (PC)...


Assuntos
Animais , Camundongos , Nódulos Linfáticos Agregados , Infecções Bacterianas/imunologia , Soroalbumina Bovina , Tecnécio , Vacinas , Administração Oral , Composição de Medicamentos/métodos , Eletroforese em Gel de Ágar , Imunidade nas Mucosas , Imunoeletroforese
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA