Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 823
Filtrar
1.
Braz. j. biol ; 84: e260091, 2024. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1374650

RESUMO

Epilepsy is one of the most common neurological disorders affecting most social, economic and biological aspects of human life. Most patients with epilepsy have uncontrolled seizures and drug side effects despite the medications. Patients with epilepsy often have problems with attention, memory, and information processing speed, which may be due to seizures, underlying causes, or anticonvulsants. Therefore, improving seizure control and reducing or changing the anti-epileptic drugs can solve these problems, but these problems will not be solved in most cases. In this work, we looked at the effects of pioglitazone, a Peroxisome Proliferator-Activated Receptor agonist used to treat type 2 diabetes, on pilocarpine-induced seizures in mice. The Racine scale was used to classify pilocarpine-induced convulsions. After that, all of the animals were beheaded, and the brain and hippocampus were dissected. Finally, biochemical techniques were used to determine the levels of Malondialdehyde and Catalase activity, as well as Superoxide Dismutase and Glutathione Reductase in the hippocampus. The results of this investigation suggest that pioglitazone's antioxidant action may play a key role in its neuroprotective properties against pilocarpine-induced seizure neuronal damage.


A epilepsia é um dos distúrbios neurológicos mais comuns que afetam a maioria dos aspectos sociais, econômicos e biológicos da vida humana. A maioria dos pacientes com epilepsia tem convulsões não controladas e apresenta efeitos colaterais de medicamentos. Pacientes com epilepsia, geralmente, têm problemas de atenção, memória e velocidade de processamento de informações, ocasionados por convulsões, causas subjacentes ou anticonvulsivantes. Portanto, melhorar o controle das crises e reduzir ou alterar as drogas antiepilépticas pode resolver esses problemas, mas, na maioria dos casos, eles não serão resolvidos. Neste trabalho, analisamos os efeitos da pioglitazona, um agonista do receptor ativado por proliferador de peroxissoma usado para tratar diabetes tipo 2, em convulsões induzidas por pilocarpina em camundongos. A escala de Racine foi usada para classificar as convulsões induzidas pela pilocarpina. Em seguida, todos os animais foram decapitados, e o cérebro e o hipocampo foram dissecados. Finalmente, técnicas bioquímicas foram utilizadas para determinar os níveis de atividade do malondialdeído e da catalase, bem como da superóxido dismutase e glutationa redutase no hipocampo. Os resultados desta investigação sugerem que a ação antioxidante da pioglitazona pode desempenhar um papel fundamental em suas propriedades neuroprotetoras contra o dano neuronal convulsivo induzido pela pilocarpina.


Assuntos
Camundongos , Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos , Epilepsia , Pioglitazona/uso terapêutico , Anticonvulsivantes
2.
Braz. j. biol ; 84: e249617, 2024. graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1345540

RESUMO

Abstract Hibernation is a natural condition of animals that lives in the temperate zone, although some tropical lizards also experience hibernation annually, such as the lizard native from South America, Salvator merianae, or "tegu" lizard. Even though physiological and metabolic characteristic associated with hibernation have been extensively studied, possible alterations in the red blood cells (RBC) integrity during this period remains unclear. Dehydration and fasting are natural consequences of hibernating for several months and it could be related to some cellular modifications. In this study, we investigated if the osmotic tolerance of RBCs of tegu lizard under hibernation is different from the cells obtained from animals while normal activity. Additionally, we indirectly investigated if the RBCs membrane of hibernating tegus could be associated with oxidation by quantifying oxidized biomolecules and the activity of antioxidant enzymes. Our findings suggest that RBCs are more fragile during the hibernation period, although we did not find evidence of an oxidative stress scenario associated with the accentuated fragility. Even though we did not exclude the possibility of oxidative damage during hibernation, we suggested that an increased RBCs volume as a consequence of hypoosmotic blood during hibernation could also affect RBCs integrity as noted.


Resumo A hibernação é uma condição natural dos animais que vivem na zona temperada, embora alguns lagartos tropicais também experenciem hibernação anualmente, como é o caso do lagarto nativo da América do Sul, Salvator merianae ou "teiú". Embora as características fisiológicas e metabólicas associadas à hibernação tenham sido amplamente estudadas, possíveis alterações na integridade das hemácias durante esse período ainda permanecem obscuras. A desidratação e o jejum são consequências naturais da hibernação por vários meses e podem estar relacionadas a algumas modificações celulares. Neste estudo, investigamos se a tolerância osmótica de hemácias do lagarto teiú sob hibernação são diferentes das células obtidas de animais em atividade normal. Além disso, investigamos indiretamente por meio da quantificação de biomoléculas oxidadas e da atividade de enzimas antioxidantes se a membrana das hemácias dos teiús em hibernação poderia estar associada à oxidação. Nossos resultados sugerem que as hemácias possuem maior fragilidade durante o período de hibernação, embora não tenhamos encontrado evidências de um cenário de estresse oxidativo associado à essa fragilidade acentuada. Embora não tenhamos excluído a possibilidade de dano oxidativo durante a hibernação, sugerimos que um aumento no volume das hemácias como consequência de sangue hipoosmótico durante a hibernação também poderia afetar a integridade de hemácias, tal como foi observado.


Assuntos
Animais , Hibernação , Lagartos , Oxirredução , Estresse Oxidativo , Eritrócitos
3.
Braz. j. biol ; 84: e250936, 2024. graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1345557

RESUMO

Abstract This study was carried out to evaluate the effect of Glutamine, as a dipeptide or a free amino acid form, on the progression of burn injuries in rats. Thirty male Wistar rats were burned with a comb metal plate heated in boiling water (98 °C) for three minutes, creating four rectangular full-thickness burn areas separated by three unburned interspaces (zone of stasis) in both dorsum sides. The animals were randomized into three groups (n=10): saline solution (G1-Control) and treated groups that orally received Glutamine as dipeptide (G2-Dip) or free amino acid (G3-FreeAA). Two and seven days after burn injury, lesions were photographed for unburned interspaces necrosis evolution assessment. Seven days after injury, glutathione seric was measured and histopathological analysis was performed. By photographs, there was a significant reduction in necrosis progression in G3-Free-AA between days two and seven. Histopathological analysis at day 7 showed a significantly higher stasis zone without necrosis and a higher number of fibroblasts in G2-Dip and G3-FreeAA compared with G1-Control. Also, glutathione serum dosage was higher in G2-Dip. The plasmatic glutathione levels were higher in the G2-Dip than the G1-Control, and there was a trend to higher levels in G3-FreeAA. The reduction in histological lesions, greater production of fibroblasts, and greater amounts of glutathione may have benefited the evolution of burn necrosis, which showed greater preservation of interspaces.


Resumo Este estudo foi realizado para avaliar o efeito da Glutamina, como um dipeptídeo ou forma de aminoácido livre, na progressão de queimaduras em ratos. Trinta ratos Wistar machos foram queimados com um pente de metal aquecido em água fervente (98 °C) por três minutos, criando quatro áreas retangulares queimadas separadas por três interesespaços não queimados (zona de estase) em ambos os lados do dorso. Os animais foram randomizados em três grupos (n = 10): solução salina (G1-Controle) e grupos tratados que receberam glutamina via oral como dipeptídeo (G2-Dip) ou aminoácido livre (G3-FreeAA). Dois e sete dias após a queimadura, as lesões foram fotografadas para avaliação da evolução da necrose entre os espaços não queimados. Sete dias após a lesão, foi dosada a glutationa sérica e realizada análise histopatológica. Pelas fotografias, houve uma redução significativa na progressão da necrose no G3-Free-AA entre os dias dois e sete. A análise histopatológica no dia 7 mostrou uma zona de estase significativamente maior sem necrose e número mais elevado de fibroblastos em G2-Dip e G3-FreeAA em comparação com G1-Controle. Os níveis plasmáticos de glutationa foram maiores no G2-Dip em relação ao G1-Controle, e houve tendência a níveis mais elevados no G3-FreeAA. A redução das lesões histológicas, maior produção de fibroblastos, maior quantidade de glutationa podem ter beneficiado a evolução da necrose da queimadura, que mostrou maior preservação dos interespaços.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Queimaduras/tratamento farmacológico , Glutamina , Ratos Wistar , Dipeptídeos , Modelos Animais de Doenças , Aminoácidos
4.
Braz. J. Biol. ; 83: 1-8, 2023. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765582

RESUMO

Excessive intake of non-steroidal anti-inflammatory drugs such as, diclofenac sodium (DS) may lead to toxicity in the rats. In this work, we aimed to examine the protective impact of lentil extract (LE) and folic acid (FA) on the hematological markers, the kidney tissue oxidative stress and the renal function against diclofenac sodium (DS) in male albino rats. The rats (120-150 g) were divided into four equal groups randomly, the first group kept as the untreated control. The second group was administrated with DS (11.6 mg/kg b.wt. orally once/day). The third group was received DS+FA (11.6 mg/kg b.wt.+76.9 microgram/kg b.wt.) orally once/day. The fourth group was treated with DS+LE (11.6 mg/kg b.wt.+500 mg/kg b.wt.) orally once/day. After four weeks, the results revealed that DS produced a significant decrease in the values of red blood cells (RBCs), hemoglobin concentration (Hb), hematocrit (HCT) and white blood cells (WBCs). On the other hand, there was a significant increase in the platelets count. Also, DS induced a renal deterioration; this was evidenced by the significant increase in the serum levels of urea, creatinine, uric acid, Na, Ca, Mg as well as the nitric oxide (NO) level in the kidney tissue. Also, there were a significant reduction in the serum levels of potassium (K) and reduced glutathione (GSH) in the kidney homogenates. Moreover, the findings in the rats treated by DS+LE or DS+FA showed a potential protection on the hematological markers, oxidative stress in the kidney tissue and the renal function disturbed by DS. LE and FA could play a potent role for the prevention the adverse hematological, the kidney tissue oxidative stress and the renal dysfunction caused by DS via their anti-oxidative and bioactive phytochemicals.(AU)


A ingestão excessiva de anti-inflamatórios não esteroidais, como o diclofenaco de sódio (DS), pode causar toxicidade em ratos. Neste trabalho, objetivamos examinar o impacto protetor do extrato de lentilha (LE) e ácido fólico (AF) em marcadores hematológicos, no estresse oxidativo do tecido renal e na função renal contra o diclofenaco de sódio (DS) em ratos albinos machos. Os ratos (120-150 g) foram divididos em quatro grupos iguais aleatoriamente, sendo o primeiro grupo mantido como controle não tratado. O segundo grupo foi administrado com DS (11,6 mg / kg de peso corporal por via oral uma vez / dia). O terceiro grupo recebeu DS + FA (76,9 mg / kg de peso corporal por via oral uma vez / dia). O quarto grupo foi tratado com DS + LE (500 mg / kg de peso corporal por via oral uma vez / dia). Após quatro semanas, os resultados revelaram que o DS produziu uma diminuição significativa nos valores de glóbulos vermelhos (RBCs), concentração de hemoglobina (Hb), hematócrito (HCT) e glóbulos brancos (WBCs). Por outro lado, houve um aumento significativo na contagem de plaquetas. Além disso, o DS induziu uma deterioração renal; isso foi evidenciado pelo aumento significativo dos níveis séricos de ureia, creatinina, ácido úrico, Na, Ca, Mg e também do nível de óxido nítrico no tecido renal. Além disso, houve uma redução significativa nos níveis séricos de potássio (K) e glutationa reduzida (GSH) nos homogenatos renais. Além disso, os achados nos ratos tratados com DS + LE ou DS + FA mostraram uma proteção potencial sobre os marcadores hematológicos, estresse oxidativo no tecido renal e função renal perturbada pelo DS. LE e AF podem desempenhar um papel potente na prevenção do estresse hematológico adverso, do estresse oxidativo do tecido renal e da disfunção renal causada pelo DS por meio de seus fitoquímicos antioxidantes e bioativos.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Rim/efeitos dos fármacos , Diclofenaco/toxicidade , Ácido Fólico/farmacologia , Lens (Planta) , Testes Hematológicos , Estresse Oxidativo
5.
Braz. J. Biol. ; 83: 1-10, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765551

RESUMO

The supplementation of Selenium-enriched probiotics is effective in reducing oxidative stress and maintaining meat quality stability in broiler chicken especially under heat stress. An experimental study was conducted to perform Comparative analysis of Selenium yeast with inorganic Se in broilers under heat stress. A total of 120 broilers chicks of one day were assigned to 4 groups each consisting 30 chicks fed on same basal diet but different selenium sources. The basal diet of group D1 was not supplemented with Se source (Negative control), group D2 basal diet was supplemented with inorganic selenium (Sodium selenite 0.22mg/Kg starter phase and 0.15mg/Kg finisher phase), group D3 basal diet was supplemented with commercially available organic selenium (Seleno-methionine 0.22mg/Kg starter phase and 0.15mg/Kg finisher phase) and group D4 basal diet was supplemented with self-developed organic selenium (Se-enriched yeast 0.22mg/Kg starter phase and 0.15mg/Kg finisher phase). The performance parameters i.e. feed intake (FI), live body weight (BW) and FCR were not significantly (p>0.05) effected by selenium supplementation in the starter phase but were significantly (p<0.05) effected in the finisher phase. Selenium supplementation significantly (p<0.05) effected serum Se level in different supplemented groups. Higher serum Se value (58.20±0.06) was recorded in D4 group. Similarly significantly lower selenium value was recorded for D4 and higher was recorded for D1 (11.36±0.08). However lower serum Paraoxonase (PON) value was recorded for D4 (13.24±0.01) and higher for D1 (13.33±0.03). Comparatively self-developed Se enriched yeast increased the Se accumulation and improved antioxidant system. Glutathione peroxidase (GPx) was found higher in D4 (12.333±0.03) followed by D3, D2 and D1 respectively. Whereas superoxide dismutase (SOD) was significantly lower (p<0.05) in D4 (0.1437±0.003) followed by D3 (0.1457±0.002). Selenium supplementation increased the [...].(AU)


A suplementação de probióticos enriquecidos com selênio é eficaz na redução do estresse oxidativo e na manutenção da estabilidade da qualidade da carne em frangos de corte, especialmente sob estresse por calor. Um estudo experimental foi conduzido para realizar uma análise comparativa da levedura selênio com o Se inorgânico em frangos de corte sob estresse térmico. Um total de 120 pintos de um dia foi dividido em 4 grupos, cada um consistindo de 30 pintos alimentados com a mesma dieta basal, mas com diferentes fontes de selênio. A dieta basal do grupo D1 não foi suplementada com fonte de Se (controle negativo), a dieta basal do grupo D2 foi suplementada com selênio inorgânico (selenito de sódio 0,22 mg / kg fase inicial e 0,15 mg / kg fase finalizadora), a dieta basal do grupo D3 foi suplementada com selênio orgânico disponível comercialmente (fase inicial de seleno-metionina 0,22 mg / kg e fase finalizadora de 0,15 mg / kg) e a dieta basal do grupo D4 foi suplementada com selênio orgânico autodesenvolvido (fermento enriquecido com Se 0,22 mg / kg fase inicial e 0,15 mg / kg fase finalizadora). Os parâmetros de desempenho, ou seja, consumo de ração (FI), peso corporal vivo (PC) e FCR não foram significativamente (p > 0,05) afetados pela suplementação de selênio na fase inicial, mas foram significativamente (p < 0,05) afetados na fase final. A suplementação de selênio afetou significativamente (p < 0,05) o nível de Se sérico em diferentes grupos suplementados. O maior valor de Se sérico (58,20 ± 0,06) foi registrado no grupo D4. Da mesma forma, valor de selênio significativamente menor foi registrado para D4 e maior foi registrado para D1 (11,36 ± 0,08). No entanto, um valor mais baixo de Paraoxonase (PON) sérica foi registrado para D4 (13,24 ± 0,01) e mais alto para D1 (13,33 ± 0,03). A levedura enriquecida com Se comparativamente autodesenvolvida aumentou o acúmulo de Se e melhorou o sistema [...].(AU)


Assuntos
Animais , Selênio/administração & dosagem , Selênio/efeitos adversos , Galinhas/metabolismo , Antioxidantes/análise , Resposta ao Choque Térmico
6.
Braz. J. Biol. ; 83: 1-9, 2023. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765534

RESUMO

Allium cepa L. is a commonly consumed vegetable that belongs to the Amaryllidaceae family and contains nutrients and antioxidants in ample amounts. In spite of the valuable food applications of onion bulb, its peel and outer fleshy layers are generally regarded as waste and exploration of their nutritional and therapeutic potential is still in progress with a very slow progression rate. The present study was designed with the purpose of doing a comparative analysis of the antioxidant potential of two parts of Allium cepa, i.g., bulb (edible part) and outer fleshy layers and dry peels (inedible part). Moreover, the inhibitory effect of the onion bulb and peel extracts on rat intestinal α-glucosidase and pancreatic α-amylase of porcine was also evaluated. The antioxidant potential of onion peel and bulb extracts were evaluated using 2,2-diphenyl- 1-picryl hydrazyl (DPPH), ferric-reducing antioxidant power assay (FRAP), 2,2-azino-bis- 3-ethylbenzothiazoline-6-sulfonic acid (ABTS) radical scavenging assay, H2O2 radical scavenging activity and Fe2+ chelating activity. Total flavonoids and phenolic content of ethanolic extract of onion peel were significantly greater as compared to that of onion bulb. Ethanolic extract of onion peel also presented better antioxidant and free-radical scavenging activity as compared to the ethanolic extract of bulb, while the aqueous extract of bulb presented weakest antioxidative potential. Onion peel extract's α-glucosidase inhibition potential was also correlated with their phenolic and flavonoid contents. The current findings presented onion peel as a possible source of antioxidative agents and phenolic compounds that might be beneficial against development of various common chronic diseases that might have an association with oxidative stress. Besides, outer dry layers and fleshy peels of onion exhibited higher phenolic content and antioxidant activities, compared [...].(AU)


Allium cepa pertence à família Liliaceae e é rica em nutrientes e antioxidantes. Apesar das expressivas aplicações alimentares do bulbo da cebola, sua casca e outras camadas externas são geralmente consideradas resíduos, e seu potencial nutricional e terapêutico ainda é pouco explorado. O presente estudo foi delineado com o objetivo de investigar comparativamente o potencial antioxidante de duas partes de Allium cepa, por exemplo o bulbo (parte comestível) e camadas externas e cascas secas (parte não comestível). Além disso, o efeito inibitório dos extratos do bulbo de cebola e casca sobre a α-glucosidase intestinal de ratos e α-amilase pancreática suína também foi avaliado. O potencial antioxidante dos extratos da casca de cebola e bulbo foi avaliado utilizando-se 2,2-difenil-1-picrilhidrazil (DPPH), método de poder antioxidante de redução do ferro (FRAP), método 2,2-azino-bis-3-etilbenzotiazolina-6-ácido sulfônico (ABTS) de eliminação de radicais, atividade de eliminação de radicais H2O2 e atividade quelante do Fe2+. Os flavonoides totais e os teores fenólicos do extrato de etanol da casca de cebola foram significativamente maiores quando comparados ao do bulbo. O extrato de etanol da casca de cebola também apresentou melhor atividade antioxidante e eliminação de radicais livres quando comparado ao extrato de etanol do bulbo, enquanto o extrato aquoso de bulbo apresentou menor potencial antioxidante. O potencial de inibição da α-glicosidase dos extratos de casca de cebola correlacionou-se com seus teores fenólicos e de flavonoides. Os resultados encontrados identificaram que a casca de cebola é uma possível fonte de agentes antioxidantes e compostos fenólicos que podem ser benéficos contra o desenvolvimento de várias doenças crônicas que estão associadas ao estresse oxidativo. Além disso, as camadas externas secas e as cascas da cebola exibiram maior conteúdo fenólico e atividades [...].(AU


Assuntos
Cebolas , Antioxidantes/análise , Estresse Oxidativo/efeitos dos fármacos , Inibidores de Glicosídeo Hidrolases/análise
7.
Braz. J. Biol. ; 83: 1-6, 2023. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765455

RESUMO

Desvenlafaxine succinate (DVS) inhibits serotonin reuptake selectively and is approved for major depressive disorders. This research investigated influence of DVS on modulating brain monoamine and oxidative stress in mice. The antiepileptic potential of DVS (10, 20, or 30 mg/kg/i.p.) in pentylenetetrazole (PTZ; 85 mg/kg) with i.p. route of administration, strychnine (STR; 75 mg/kg) with i.p. route, pilocarpine (400 mg/kg) with s.c. route and maximal electroshock MES-induced convulsion in mouse models. The activities of oxidative stress, i.e. superoxide dismutase (SOD), glutathione (GSH) and lipid peroxidation (LPO) as well as gamma-aminobutyric acid (GABA) in the brains of PTZ-induced convulsive mice. Treatment with DVS increased the latency to develop siezures and declined mortalities in rodents against PTZ, STR and pilocarpine-induced convulsions. Results of MES-leaded siezures revealed that DVS reduced tonic hind limb extension duration and mortalities significantly. Brain, SOD, GSH and GABA level were significantly (P<0.01) increased and LPO reduced significantly (P<0.01) after DVS treatment. Furthermore, the DVS did not show any motor coordination signs in the rotarod test. We demonstrated that the role of DVS in convulsion genesis in mice under control condition and attenuate the PTZ-induced oxidative damage.(AU)


O succinato de desvenlafaxina (DVS) inibe seletivamente a recaptação da serotonina e é aprovado para transtornos depressivos maiores. Esta pesquisa investigou a influência do DVS na modulação da monoamina cerebral e do estresse oxidativo em camundongos. O potencial antiepiléptico de DVS (10, 20 ou 30 mg / kg / i.p.) Em pentilenotetrazole (PTZ; 85 mg / kg) com i.p. via de administração, estricnina (STR; 75 mg / kg) com i.p. via, pilocarpina (400 mg / kg) com s.c. rota e convulsão induzida por MES de eletrochoque máximo em modelos de camundongos. As atividades de estresse oxidativo, ou seja, superóxido dismutase (SOD), glutationa (GSH) e peroxidação lipídica (LPO), bem como ácido gama-aminobutírico (GABA) nos cérebros de camundongos convulsivos induzidos por PTZ. O tratamento com DVS aumentou a latência para desenvolver crises e diminuiu a mortalidade em roedores contra convulsões induzidas por PTZ, STR e pilocarpina. Os resultados de siezures conduzidos por MES revelaram que o DVS reduziu significativamente a duração e a mortalidade da extensão tônica dos membros posteriores. Os níveis de cérebro, SOD, GSH e GABA aumentaram significativamente (P < 0,01) e o LPO reduziu significativamente (P < 0,01) após o tratamento com DVS. Além disso, o DVS não apresentou sinais de coordenação motora no teste do rotarod. Demonstramos o papel do DVS na gênese da convulsão em camundongos sob condição de controle e atenua o dano oxidativo induzido por PTZ.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Camundongos , Transtorno Depressivo/tratamento farmacológico , Estresse Oxidativo/efeitos dos fármacos , Anticonvulsivantes/administração & dosagem , Convulsões/tratamento farmacológico , Succinato de Desvenlafaxina/farmacologia , Pentilenotetrazol/efeitos adversos , Camundongos
8.
Ciênc. rural (Online) ; 53(3): e20210731, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1384576

RESUMO

ABSTRACT: The heating rate used during semen thawing plays an important role in reducing structural and functional damage to spermatozoa. In this study, we evaluated the influence of thawing temperature on semen quality, reactive oxygen species (ROS) production, and mitochondrial activity of cryopreserved bovine semen. A total of 195 straws of 0.5 mL from five Holstein Friesian bulls were used (39 straws per bull). Samples underwent 8 to 22 years of storage; they were processed under a standard protocol with tris-egg yolk and stored in liquid nitrogen. Samples were thawed for 30 seconds in a water bath at T1: 36 °C, T2: 38 °C or T3: 40 °C. Sperm motility and kinematics, morphology, structural membrane integrity (SMI), functional membrane integrity (FMI), acrosome integrity (AI), ROS, and mitochondrial membrane potential (ΔΨM) of post-thawing bovine sperm were evaluated. Generalized linear models were fitted to the data. Each model included the effects of bull, storage time, and treatment. The Shapiro-Wilk test was used to assess data normality, and means were compared using the Tukey test. T2 and T3 showed better results for sperm motility and kinematic parameters, SMI (%) (T1 41.9 ± 2.3; T2 45.7 ± 1.9; T3 47.4 ± 2.8), ROS (RFU/min) (T1 0.026 ± 0.007; T2 0.032 ± 0.001; T3 0.031 ± 0.001) and high-ΔΨM (RFU x 103) (67.1± 0,4; 71.3 ± 0.4; 74.2 ± 0.4) (P < 0.05). However, T1 had higher FMI (39.3 ± 2.3) than T2 (34.0 ± 1.9) (P < 0.05), though not significantly (P > 0.05) different from T3 (38.4 ± 2.2). Thawing temperatures of 38 °C and 40 °C increases motility, kinetics, membrane integrity, mitochondrial activity and ROS of cryopreserved bovine semen, compared with more conventional thawing at 36 °C.


RESUMO: A taxa de aquecimento usada durante o descongelamento do sêmen desempenha um papel importante na redução dos danos estruturais e funcionais nos espermatozóides. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a influência da temperatura de descongelamento na qualidade do sêmen, produção de espécies reativas de oxigênio (ROS) e atividade mitocondrial do sêmen bovino criopreservado. Foram utilizados 195 palhetas de 0,5 mL de cinco touros Holstein Friesian (39 palhetas por touro). As amostras passaram por oito a 22 anos de armazenamento e foram processadas sob protocolo padrão com Tris-gema de ovo e armazenadas em nitrogênio líquido. As temperaturas de descongelamento foram T1: 36 °C, T2: 38 °C, T3: 40 °C, cada uma por 30 segundos em banho-maria. Pós-descongelamento, a motilidade e cinética dos espermatozoides, morfologia, integridade estrutural da membrana (SMI), integridade funcional da membrana (FMI), integridade acrossomal (AI), ROS e potencial de membrana mitocondrial (ΔΨM) foram avaliados. Modelos lineares generalizados foram ajustados. Cada modelo incluiu os efeitos de touro, tempo de armazenamento e tratamento. A normalidade dos dados foi avaliada pelo teste de Shapiro-Wilk e as médias comparadas pelo teste de Tukey. T2 e T3 apresentaram resultados mais elevados para a maioria dos parâmetros de motilidade e cinemática espermática, SMI (%) (T1 41,9 ± 2,3; T2 45,7 ± 1,9; T3 47,4 ± 2,8), ROS (RFU/min) (T1 0,026 ± 0,007; T2 0,032 ± 0,001; T3 0,031 ± 0,001) e alto ΔΨM (RFU x 103) (67,1 ± 0,4; 71,3 ± 0,4; 74,2 ± 0,4) (P < 0,05). No entanto, T1 apresentou maior FMI (%) (39,3 ± 2,3) em comparação a T2 (34,0 ± 1,9) (P < 0,05), mas não foi diferente do T3 (38,4 ± 2,2) (P > 0,05). Conclui-se que as temperaturas de descongelamento de 38 °C e 40 °C produzem um aumento na motilidade, cinética, integridade de membrana, atividade mitocondrial e ROS do sêmen bovino criopreservado, em comparação com o uso mais convencional de uma temperatura de descongelamento de 36 °C.

9.
Braz. j. biol ; 83: e247360, 2023. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1350301

RESUMO

Abstract Excessive intake of non-steroidal anti-inflammatory drugs such as, diclofenac sodium (DS) may lead to toxicity in the rats. In this work, we aimed to examine the protective impact of lentil extract (LE) and folic acid (FA) on the hematological markers, the kidney tissue oxidative stress and the renal function against diclofenac sodium (DS) in male albino rats. The rats (120-150 g) were divided into four equal groups randomly, the first group kept as the untreated control. The second group was administrated with DS (11.6 mg/kg b.wt. orally once/day). The third group was received DS+FA (11.6 mg/kg b.wt.+76.9 microgram/kg b.wt.) orally once/day. The fourth group was treated with DS+LE (11.6 mg/kg b.wt.+500 mg/kg b.wt.) orally once/day. After four weeks, the results revealed that DS produced a significant decrease in the values of red blood cells (RBCs), hemoglobin concentration (Hb), hematocrit (HCT) and white blood cells (WBCs). On the other hand, there was a significant increase in the platelets count. Also, DS induced a renal deterioration; this was evidenced by the significant increase in the serum levels of urea, creatinine, uric acid, Na, Ca, Mg as well as the nitric oxide (NO) level in the kidney tissue. Also, there were a significant reduction in the serum levels of potassium (K) and reduced glutathione (GSH) in the kidney homogenates. Moreover, the findings in the rats treated by DS+LE or DS+FA showed a potential protection on the hematological markers, oxidative stress in the kidney tissue and the renal function disturbed by DS. LE and FA could play a potent role for the prevention the adverse hematological, the kidney tissue oxidative stress and the renal dysfunction caused by DS via their anti-oxidative and bioactive phytochemicals.


Resumo A ingestão excessiva de anti-inflamatórios não esteroidais, como o diclofenaco de sódio (DS), pode causar toxicidade em ratos. Neste trabalho, objetivamos examinar o impacto protetor do extrato de lentilha (LE) e ácido fólico (AF) em marcadores hematológicos, no estresse oxidativo do tecido renal e na função renal contra o diclofenaco de sódio (DS) em ratos albinos machos. Os ratos (120-150 g) foram divididos em quatro grupos iguais aleatoriamente, sendo o primeiro grupo mantido como controle não tratado. O segundo grupo foi administrado com DS (11,6 mg / kg de peso corporal por via oral uma vez / dia). O terceiro grupo recebeu DS + FA (76,9 mg / kg de peso corporal por via oral uma vez / dia). O quarto grupo foi tratado com DS + LE (500 mg / kg de peso corporal por via oral uma vez / dia). Após quatro semanas, os resultados revelaram que o DS produziu uma diminuição significativa nos valores de glóbulos vermelhos (RBCs), concentração de hemoglobina (Hb), hematócrito (HCT) e glóbulos brancos (WBCs). Por outro lado, houve um aumento significativo na contagem de plaquetas. Além disso, o DS induziu uma deterioração renal; isso foi evidenciado pelo aumento significativo dos níveis séricos de ureia, creatinina, ácido úrico, Na, Ca, Mg e também do nível de óxido nítrico no tecido renal. Além disso, houve uma redução significativa nos níveis séricos de potássio (K) e glutationa reduzida (GSH) nos homogenatos renais. Além disso, os achados nos ratos tratados com DS + LE ou DS + FA mostraram uma proteção potencial sobre os marcadores hematológicos, estresse oxidativo no tecido renal e função renal perturbada pelo DS. LE e AF podem desempenhar um papel potente na prevenção do estresse hematológico adverso, do estresse oxidativo do tecido renal e da disfunção renal causada pelo DS por meio de seus fitoquímicos antioxidantes e bioativos.


Assuntos
Animais , Ratos , Diclofenaco/toxicidade , Lens (Planta) , Extratos Vegetais/farmacologia , Estresse Oxidativo , Ácido Fólico , Antioxidantes
10.
Braz. j. biol ; 83: 00264, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1339364

RESUMO

Abstract Allium cepa L. is a commonly consumed vegetable that belongs to the Amaryllidaceae family and contains nutrients and antioxidants in ample amounts. In spite of the valuable food applications of onion bulb, its peel and outer fleshy layers are generally regarded as waste and exploration of their nutritional and therapeutic potential is still in progress with a very slow progression rate. The present study was designed with the purpose of doing a comparative analysis of the antioxidant potential of two parts of Allium cepa, i.g., bulb (edible part) and outer fleshy layers and dry peels (inedible part). Moreover, the inhibitory effect of the onion bulb and peel extracts on rat intestinal α-glucosidase and pancreatic α-amylase of porcine was also evaluated. The antioxidant potential of onion peel and bulb extracts were evaluated using 2,2-diphenyl- 1-picryl hydrazyl (DPPH), ferric-reducing antioxidant power assay (FRAP), 2,2'-azino-bis- 3-ethylbenzothiazoline-6-sulfonic acid (ABTS) radical scavenging assay, H2O2 radical scavenging activity and Fe2+ chelating activity. Total flavonoids and phenolic content of ethanolic extract of onion peel were significantly greater as compared to that of onion bulb. Ethanolic extract of onion peel also presented better antioxidant and free-radical scavenging activity as compared to the ethanolic extract of bulb, while the aqueous extract of bulb presented weakest antioxidative potential. Onion peel extract's α-glucosidase inhibition potential was also correlated with their phenolic and flavonoid contents. The current findings presented onion peel as a possible source of antioxidative agents and phenolic compounds that might be beneficial against development of various common chronic diseases that might have an association with oxidative stress. Besides, outer dry layers and fleshy peels of onion exhibited higher phenolic content and antioxidant activities, compared to the inner bulb. The information obtained by the present study can be useful in promoting the use of vegetable parts other than the edible mesocarp for several future food applications, rather than these being wasted.


Resumo Allium cepa pertence à família Liliaceae e é rica em nutrientes e antioxidantes. Apesar das expressivas aplicações alimentares do bulbo da cebola, sua casca e outras camadas externas são geralmente consideradas resíduos, e seu potencial nutricional e terapêutico ainda é pouco explorado. O presente estudo foi delineado com o objetivo de investigar comparativamente o potencial antioxidante de duas partes de Allium cepa, por exemplo o bulbo (parte comestível) e camadas externas e cascas secas (parte não comestível). Além disso, o efeito inibitório dos extratos do bulbo de cebola e casca sobre a α-glucosidase intestinal de ratos e α-amilase pancreática suína também foi avaliado. O potencial antioxidante dos extratos da casca de cebola e bulbo foi avaliado utilizando-se 2,2-difenil-1-picrilhidrazil (DPPH), método de poder antioxidante de redução do ferro (FRAP), método 2,2'-azino-bis-3-etilbenzotiazolina-6-ácido sulfônico (ABTS) de eliminação de radicais, atividade de eliminação de radicais H2O2 e atividade quelante do Fe2+. Os flavonoides totais e os teores fenólicos do extrato de etanol da casca de cebola foram significativamente maiores quando comparados ao do bulbo. O extrato de etanol da casca de cebola também apresentou melhor atividade antioxidante e eliminação de radicais livres quando comparado ao extrato de etanol do bulbo, enquanto o extrato aquoso de bulbo apresentou menor potencial antioxidante. O potencial de inibição da α-glicosidase dos extratos de casca de cebola correlacionou-se com seus teores fenólicos e de flavonoides. Os resultados encontrados identificaram que a casca de cebola é uma possível fonte de agentes antioxidantes e compostos fenólicos que podem ser benéficos contra o desenvolvimento de várias doenças crônicas que estão associadas ao estresse oxidativo. Além disso, as camadas externas secas e as cascas da cebola exibiram maior conteúdo fenólico e atividades antioxidantes, em comparação com o bulbo interno. As informações obtidas pelo presente estudo podem promover o uso de outras partes vegetais além do mesocarpo comestível para futuras aplicações em alimentos, ao invés de serem desperdiçadas.


Assuntos
Animais , Ratos , Cebolas , Antioxidantes , Suínos , Extratos Vegetais/farmacologia , alfa-Glucosidases , Peróxido de Hidrogênio
11.
Braz. j. biol ; 83: e251004, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1339339

RESUMO

Abstract The supplementation of Selenium-enriched probiotics is effective in reducing oxidative stress and maintaining meat quality stability in broiler chicken especially under heat stress. An experimental study was conducted to perform Comparative analysis of Selenium yeast with inorganic Se in broilers under heat stress. A total of 120 broilers chicks of one day were assigned to 4 groups each consisting 30 chicks fed on same basal diet but different selenium sources. The basal diet of group D1 was not supplemented with Se source (Negative control), group D2 basal diet was supplemented with inorganic selenium (Sodium selenite 0.22mg/Kg starter phase and 0.15mg/Kg finisher phase), group D3 basal diet was supplemented with commercially available organic selenium (Seleno-methionine 0.22mg/Kg starter phase and 0.15mg/Kg finisher phase) and group D4 basal diet was supplemented with self-developed organic selenium (Se-enriched yeast 0.22mg/Kg starter phase and 0.15mg/Kg finisher phase). The performance parameters i.e. feed intake (FI), live body weight (BW) and FCR were not significantly (p>0.05) effected by selenium supplementation in the starter phase but were significantly (p<0.05) effected in the finisher phase. Selenium supplementation significantly (p<0.05) effected serum Se level in different supplemented groups. Higher serum Se value (58.20±0.06) was recorded in D4 group. Similarly significantly lower selenium value was recorded for D4 and higher was recorded for D1 (11.36±0.08). However lower serum Paraoxonase (PON) value was recorded for D4 (13.24±0.01) and higher for D1 (13.33±0.03). Comparatively self-developed Se enriched yeast increased the Se accumulation and improved antioxidant system. Glutathione peroxidase (GPx) was found higher in D4 (12.333±0.03) followed by D3, D2 and D1 respectively. Whereas superoxide dismutase (SOD) was significantly lower (p<0.05) in D4 (0.1437±0.003) followed by D3 (0.1457±0.002). Selenium supplementation increased the bird's survival rate. Birds fed on Se enriched yeast showed higher Se deposition and better antioxidant capacity as compared to other sources of selenium. Se-enriched yeast displayed an improved result on Se deposition in tissues, and oxidative capacity, meat tenderness and immune response level as compared to other sources of selenium.


Resumo A suplementação de probióticos enriquecidos com selênio é eficaz na redução do estresse oxidativo e na manutenção da estabilidade da qualidade da carne em frangos de corte, especialmente sob estresse por calor. Um estudo experimental foi conduzido para realizar uma análise comparativa da levedura selênio com o Se inorgânico em frangos de corte sob estresse térmico. Um total de 120 pintos de um dia foi dividido em 4 grupos, cada um consistindo de 30 pintos alimentados com a mesma dieta basal, mas com diferentes fontes de selênio. A dieta basal do grupo D1 não foi suplementada com fonte de Se (controle negativo), a dieta basal do grupo D2 foi suplementada com selênio inorgânico (selenito de sódio 0,22 mg / kg fase inicial e 0,15 mg / kg fase finalizadora), a dieta basal do grupo D3 foi suplementada com selênio orgânico disponível comercialmente (fase inicial de seleno-metionina 0,22 mg / kg e fase finalizadora de 0,15 mg / kg) e a dieta basal do grupo D4 foi suplementada com selênio orgânico autodesenvolvido (fermento enriquecido com Se 0,22 mg / kg fase inicial e 0,15 mg / kg fase finalizadora). Os parâmetros de desempenho, ou seja, consumo de ração (FI), peso corporal vivo (PC) e FCR não foram significativamente (p > 0,05) afetados pela suplementação de selênio na fase inicial, mas foram significativamente (p < 0,05) afetados na fase final. A suplementação de selênio afetou significativamente (p < 0,05) o nível de Se sérico em diferentes grupos suplementados. O maior valor de Se sérico (58,20 ± 0,06) foi registrado no grupo D4. Da mesma forma, valor de selênio significativamente menor foi registrado para D4 e maior foi registrado para D1 (11,36 ± 0,08). No entanto, um valor mais baixo de Paraoxonase (PON) sérica foi registrado para D4 (13,24 ± 0,01) e mais alto para D1 (13,33 ± 0,03). A levedura enriquecida com Se comparativamente autodesenvolvida aumentou o acúmulo de Se e melhorou o sistema antioxidante. A glutationa peroxidase (GPx) foi encontrada maior em D4 (12,333 ± 0,03) seguido por D3, D2 e ​​D1 respectivamente. Enquanto a superóxido dismutase (SOD) foi significativamente menor (p < 0,05) em D4 (0,1437 ± 0,003) seguido por D3 (0,1457 ± 0,002). A suplementação de selênio aumentou a taxa de sobrevivência da ave. Aves alimentadas com levedura enriquecida com Se apresentaram maior deposição de Se e melhor capacidade antioxidante em comparação com outras fontes de selênio. A levedura enriquecida com Se apresentou um resultado melhorado na deposição de Se nos tecidos, capacidade oxidativa, maciez da carne e nível de resposta imune em comparação com outras fontes de selênio.


Assuntos
Animais , Selênio , Galinhas , Resposta ao Choque Térmico , Antioxidantes
12.
Rev. bras. med. esporte ; 29: e2021_0330, 2023. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1387947

RESUMO

ABSTRACT Introduction Hyperbaric oxygen intervention has an important effect on the function of the body's oxidation-antioxidant system. Objective To verify the effects of a 4-week micro-hyperbaric oxygen intervention on oxidation-antioxidation system function in skeleton athletes. Methods The experimental group underwent a 1.3 ATA HBO intervention for 4 weeks and the control group underwent natural recovery. The levels of MDA, PC, SOD, CAT, GSH-PX, T-AOC, BU, CK, T, and C of the two groups were measured at Week 0, Week 2, and Week 4. Results The MDA, PC, and CK of the Exp group were significantly lower than Con group (P < 0.05) in Week 4. The SOD, CAT, and T-AOC of the Exp group were significantly higher in Week 4 than in Week 0 (P < 0.05) and significantly higher than the Con group values (P < 0.05). Conclusions A four-week 1.3 ATA HBO intervention decreased the level of oxidative stress, increased the activity of antioxidant enzymes, and reduced the degree of exercise fatigue in skeleton athletes. Level of Evidence II; Therapeutic studies - Investigating treatment results.


RESUMEN Introducción La intervención con oxígeno hiperbárico tiene un efecto importante en la función del sistema oxidación-antioxidación del organismo. Objetivo Verificar los efectos de una intervención con oxígeno micro-hiperbárico durante 4 semanas en la función del sistema oxidación-antioxidación en atletas de skeleton. Métodos El grupo de prueba se sometió a una intervención con oxígeno micro-hiperbárico a 1,3 ATA durante 4 semanas, 4 veces a la semana, y el grupo de control se sometió a una recuperación natural. Se midieron los niveles de malondialdehído (MDA), carbonilo proteico (PC), superóxido dismutasa (SOD), catalasa (CAT), glutatión peroxidasa (GSH-PX), capacidad antioxidante total (T-AOC), urea en sangre (BU), creatina quinasa (CK), testosterona (T), y cortisol (C) en la semana 0, en la semana 2 y en la semana 4 para ambos grupos de atletas. Resultados Los valores de MDA, CP y CK del grupo de prueba fueron significativamente inferiores a los del grupo de control (p <0,05) en la semana 4. Los valores de SOD, CAT y T-AOC fueron significativamente mayores en el grupo de prueba en la semana 4 que en la semana 0 (p < 0,05) y significativamente mayores que los valores del grupo de control (p < 0,05) Conclusión: La intervención con oxígeno hiperbárico a 1,3 ATA durante 4 semanas redujo significativamente los niveles de estrés oxidativo, aumentó la actividad de las enzimas antioxidantes y redujo los niveles de fatiga relacionada con el ejercicio en los atletas de skeleton. Nivel de evidencia II; Estudios terapêuticos - Investigación de los resultados del tratamiento.


RESUMO Introdução A intervenção de oxigênio hiperbárico tem um efeito importante na função do sistema oxidativo-antioxidante do corpo. Objetivo Verificar os efeitos de uma intervenção de oxigênio micro-hiperbárico de 4 semanas na função do sistema oxidante-antioxidante em atletas de skeleton. Métodos O grupo de teste foi submetido a uma intervenção de oxigênio micro-hiperbárico a 1,3 ATA de 4 semanas, 4 vezes por semana e o grupo controle passou por recuperação natural. Os níveis de malondialdeído (MDA), proteína carbonila (PC), superóxido dismutase (SOD), catalase (CAT), glutationa peroxidase (GSH-PX), capacidade antioxidante total (T-AOC), uréia sanguínea (BU), creatina quinase (CK), testosterona (T) e cortisol (C) foram medidos na semana 0, semana 2 e semana 4 para ambos os grupos de atletas. Resultados MDA, PC e CK do grupo de teste foram significativamente menores do que os valores do grupo controle (p <0,05) na semana 4. SOD, CAT e T-AOC foram significativamente maiores no grupo de teste na semana 4 do que na semana 0 (p < 0,05) e significativamente maiores do que os valores para o grupo controle (p < 0,05). Conclusão A intervenção de oxigênio micro-hiperbárico de 4 semanas a 1,3 ATA reduziu significativamente os níveis de estresse oxidativo, aumentou a atividade enzimática antioxidante e reduziu os níveis de fadiga relacionada ao exercício nos atletas de skeleton. Nível de evidência II; Estudos terapêuticos - Investigação dos resultados do tratamento.

13.
Arq. neuropsiquiatr ; 80(4): 399-404, Apr. 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1374462

RESUMO

ABSTRACT Background: Characterized by demyelination, inflammation and axonal damage, multiple sclerosis (MS) is one of the most common disorders of central nervous system led by the immune system. There is an urgent and obvious need for biomarkers for the diagnosis and follow-up of MS. Objective: To investigate serum levels of sestrin2 (SESN2), a protein that responds to acute stress, in MS patients. Methods: A total of 85 participants, 40 patients diagnosed previously with relapsing-remitting MS and 45 healthy controls, were included. Serum SESN2 parameters were investigated in blood samples drawn from each participant in the patient and control groups. Results: SESN2 levels were significantly lower in MS patients than in controls (z: -3.06; p=0.002). In the ROC analysis of SESN2, the predictive level for MS was 2.36 ng/mL [sensitivity, 72.50%; specificity, 55.56%; p=0.002; area under the curve (AUC)=0.693]. For the cut-off value in both groups, SESN2 was an independent predictor for MS [Exp (B)=3.977, 95% confidence interval (95%CI) 1.507-10.494 and p=0.013]. Conclusions: The decreased expression of SESN2 may play a role in MS pathogenesis, and SESN2 could be used as a biomarker for MS and as immunotherapeutic agent to treat MS.


RESUMO Antecedentes: Caracterizada por desmielinização, inflamação e dano axonal, a esclerose múltipla (EM) é uma das doenças mais comuns do sistema nervoso central liderada pelo sistema imunológico. Há uma necessidade urgente e óbvia de biomarcadores para o diagnóstico e acompanhamento da EM. Objetivo: Investigar os níveis séricos de sestrina2 (SESN2), uma proteína que responde ao estresse agudo, em pacientes com EM. Métodos: Foram incluídos 85 participantes, 40 pacientes com diagnóstico prévio de EM recorrente-remitente e 45 controles saudáveis. Os parâmetros do SESN2 sérico foram investigados em amostras de sangue coletadas de cada participante nos grupos de paciente e controle. Resultados: os níveis de SESN2 foram significativamente mais baixos em pacientes com EM do que em controles (z: -3,06; p=0,002). Na análise ROC do SESN2, o nível preditivo para MS foi 2,36 ng/mL [sensibilidade, 72,50%; especificidade, 55,56%; p=0,002; área sob a curva (AUC)=0,693]. Para o valor de corte em ambos os grupos, SESN2 foi um preditor independente para MS [Exp (B)=3,977, intervalo de confiança de 95% (95%CI) 1,507-10,494; p=0,013]. Conclusões: A expressão diminuída de SESN2 pode desempenhar um papel na patogênese da EM, e SESN2 poderia ser usado como um biomarcador para EM e como agente imunoterapêutico para o tratamento de EM.

14.
J. bras. nefrol ; 44(1): 9-18, Jan-Mar. 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1365033

RESUMO

Abstract Introduction: Aminoglycoside-induced acute kidney injury (AKI) is a pathology closely linked to oxidative and inflammatory reactions. Taking into account the previous reported antioxidant and anti-inflammatory effects of D-005, a lipid extract obtained from Cuban palm Acrocomia crispa (Arecaceae) fruits, this work aimed to evaluate the effects of D-005 on kanamycin-induced AKI. Methods: Male Wistar rats were divided into 7 groups: negative control (vehicle, Tween 65/H2O) and six groups treated with kanamycin to induce AKI: positive control (vehicle), D-005 (25, 100, 200, and 400 mg/kg) and grape seed extract (GSE, 200 mg/kg). D-005, vehicle, and GSE oral treatments were administered once daily for seven days, 1 h before kanamycin (500 mg/kg, i.p.). Serum uric acid and urea concentrations, renal histopathology, and oxidative markers (malondialdehyde (MDA), sulfhydryl (SH) groups, and catalase (CAT) activity) were assessed. Results: D-005 significantly reduced uric acid and urea levels, starting from D-005 100 mg/kg. Histopathologically, D-005, at all the tested doses, protected renal parenchyma structures (glomeruli, proximal tubules, and interstitium). These findings were accompanied by a significant reduction of MDA and SH group concentrations as well as restoration of CAT activity. The highest percentages of inhibition were obtained with the dose of 400 mg/kg. GSE, the reference substance, also prevented kanamycin-induced biochemical and histopathological changes, as well as reduced MDA and SH groups and restored CAT activity. Conclusion: The administration of repeated oral doses of D-005 significantly protected against kanamycin-induced AKI, which could be associated with the antioxidant and anti-inflammatory effects of this extract.


Resumo Introdução: Lesão renal aguda induzida por aminoglicosídeos é uma patologia intimamente ligada a reações oxidativas e inflamatórias. Considerando efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios relatados anteriormente do D-005, um extrato lipídico de frutos da palmeira cubana Acrocomia crispa (Arecaceae), este trabalho avaliou efeitos do D-005 na LRA induzida por canamicina. Métodos: Dividiu-se ratos Wistar machos em 7 grupos: controle negativo (veículo, Tween 65/H2O) e seis grupos tratados com canamicina para induzir LRA: controle positivo (veículo), D-005 (25, 100, 200, 400 mg/kg) e extrato de semente de uva (ESU, 200 mg/kg). D-005, veículo, e tratamentos orais com ESU foram administrados uma vez por dia durante sete dias, 1 h antes da canamicina (500 mg/kg, i.p.). Avaliou-se concentrações séricas de ácido úrico e ureia, histopatologia renal e marcadores oxidativos (malondialdeído (MDA), grupos sulfidrila (SH), atividade de catalase (CAT)). Resultados: D-005 reduziu significativamente níveis de ácido úrico e ureia, partindo de D-005 100 mg/kg. Histopatologicamente, D-005, em todas as doses testadas, protegeu estruturas do parênquima renal (glomérulos, túbulos proximais e interstício). Estes achados foram acompanhados por uma redução significativa das concentrações de MDA e grupo SH, e pela restauração da atividade CAT. As maiores porcentagens de inibição foram obtidas com a dose de 400 mg/kg. ESU, a substância de referência, também evitou alterações bioquímicas e histopatológicas induzidas por canamicina, reduziu MDA e grupos SH e restaurou atividade CAT. Conclusão: A administração de doses orais repetidas de D-005 protegeu significativamente contra LRA induzida por canamicina, que pode estar associada aos efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios deste extrato.

15.
Arq. neuropsiquiatr ; 80(2): 161-167, Feb. 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1364369

RESUMO

ABSTRACT Background: Multiple sclerosis (MS) is an inflammatory and neurodegenerative autoimmune chronic neurological disease. Currently, there are no effective serum biomarkers to verify MS diagnosis, to assess disease prognosis, and evaluate response to MS treatment. Objective: The present study is a preliminary assessment of irisin and nesfatin-1 serum levels in patients with relapsing- remitting MS (RRMS). Methods: A total of 86 participants, 42 patients with RRMS diagnosis and 44 healthy controls were included in the study. The serum irisin and nesfatin-1 parameters of the patients and control group members were analyzed. Results: Irisin and nesfatin-1 levels of the RRMS patients were significantly lower than the controls (z: -3.82, p<0.001; z: -4.79, p<0.001, respectively) The cut-off level of irisin is 10.390 (ng/mL) (sensitivity: 84.1%, specificity: 71.4%, AUC: 0.800), and the cut-off level of nestatin-1 is 7.155 (ng/mL) (sensitivity: 68.2%, specificity: 64.3%, AUC: 0.739) in the ROC analysis. For these cut-off levels in the case-control groups, the lower irisin and nesfatin-1 levels are the independent variables for MS patients (OR 9.723, 95%CI 2.884-32.785, p<0.001; OR 3.992, 95%CI 1.336-11.928, p<0.001) respectively. Conclusion: The present study revealed lower irisin and nesfatin-1 levels in patients with RRMS. These findings suggest that the decreased levels of irisin and nesfatin-1 peptides may contribute to MS pathogenesis such as inflammation, oxidative stress, and apoptosis in MS, leading to demyelination, axonal damage with neuronal loss, and gliosis.


RESUMO Antecedentes: A esclerose múltipla (EM) é uma doença neurológica crônica autoimune inflamatória e neurodegenerativa. Atualmente, não há biomarcadores séricos eficazes para verificar o diagnóstico de EM, para avaliar o prognóstico da doença e avaliar a resposta ao tratamento de EM. Objetivo: O presente estudo é uma avaliação preliminar dos níveis séricos de irisina e nesfatina-1 em pacientes com EM recorrente-remitente (EMRR). Métodos: Um total de 86 participantes, 42 pacientes com diagnóstico de EMRR e 44 controles saudáveis, foram incluídos no estudo. Os parâmetros séricos de irisina e nesfatina-1 dos pacientes e membros do grupo controle foram analisados. Resultados: Os níveis de irisina e nesfatina-1 dos pacientes com EMRR foram significativamente mais baixos do que os dos controles (z: -3,82, p <0,001; z: -4,79, p <0,001, respectivamente). O nível de corte de irisina é 10,390 (ng/mL) (sensibilidade: 84,1%, especificidade: 71,4%, AUC: 0,800), e o nível de corte de nestatina-1 é 7,155 (ng/mL) (sensibilidade: 68,2%, especificidade: 64,3%, AUC: 0,739) na análise ROC. Para esses níveis de corte nos grupos de caso-controle, os níveis mais baixos de irisina e nesfatina-1 são as variáveis independentes para pacientes com EM (OR 9,723, IC95% 2,884-32,785, p <0,001; OR 3,992, IC95% 1,336-11,928, p <0,001) respectivamente. Conclusão: O presente estudo revelou níveis mais baixos de irisina e nesfatina-1 em pacientes com EMRR. Esses achados sugerem que os níveis diminuídos de peptídeos irisina e nesfatina-1 podem contribuir para a patogênese da EM, como inflamação, estresse oxidativo e apoptose na EM, levando à desmielinização, dano axonal com perda neuronal e gliose.


Assuntos
Humanos , Esclerose Múltipla Recidivante-Remitente , Esclerose Múltipla , Biomarcadores , Estudos de Casos e Controles
16.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 88(1): 105-111, Jan.-Feb. 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1364573

RESUMO

Abstract Highlights Cisplatin is an antineoplastic agent used malignant diseases. Cisplatin ototoxicity is generally bilateral, irreversible, and progressive. Genistein is a phytoestrogen. Genistein functions as antioxidant and cell cycle inhibitor by inhibiting DNA topoisomerase. Genistein showed positive effects on ototoxicity with its antioxidant. Objective Cisplatin is an antineoplastic agent used in adults and children for the treatment of various malignant diseases. It can cause irreversible ototoxicity. Genistein is a phytoestrogen. Genistein functions as an antioxidant and cell cycle inhibitor by inhibiting the DNA topoisomerase and tyrosine protein kinase enzymes. The protective effect of genistein in preventing cisplatin-induced ototoxicity and levels of the oxidative stress was investigated. Methods 32 Sprague Dawley rats were used in 4 groups (control, cisplatin, cisplatin + genistein, genistein). Otoacoustic emission measurements of the distortion product were performed on the 1st, 2nd and 5th days of the test protocol. Serum malondialdehyde, superoxide dismutase, catalase, glutathione peroxidase, total antioxidant status, total oxidant status and oxidative stress index measurements were made. Results The hearing of the cisplatin + genistein group was found to be better than that of the cisplatin group. While the malondialdehyde, total oxidant status and oxidative stress index parameters decreased significantly in the cisplatin + genistein group compared to the cisplatin group, superoxide dismutase increased significantly (p < 0.05). Conclusion Genistein showed positive effects against ototoxicity with its antioxidant effect. Level of evidence Level 3.


Resumo DESTAQUES A cisplatina é um agente antineoplásico usado em lesões malignas. A ototoxicidade da cisplatina é geralmente bilateral, irreversível e progressiva. A genisteína é um fitoestrógeno. A genisteína funciona como antioxidante e inibidor do ciclo celular ao inibir a topoisomerase do DNA. A genisteína apresentou efeitos positivos sobre a ototoxicidade com seu efeito antioxidante. Objetivo A cisplatina é um agente antineoplásico usado em adultos e crianças para o tratamento de diversas lesões malignas. Pode causar ototoxicidade irreversível. A genisteína é um fitoestrógeno que funciona como antioxidante e inibidor do ciclo celular ao inibir as enzimas DNA topoisomerase e tirosina-quinase. O efeito protetor da genisteína na prevenção da ototoxicidade induzida pela cisplatina e os níveis de estresse oxidativo foram investigados. Método Trinta e dois ratos Sprague Dawley foram usados em 4 grupos (controle, cisplatina, cisplatina + genisteína, genisteína). As medidas das emissões otoacústicas por produto de distorção foram tomadas nos dias 1, 2 e 5 do protocolo do teste. Foram medidos os níveis séricos de malondialdeído, superóxido dismutase, catalase, glutationa peroxidase, estado antioxidante total, estado oxidante total e índice de estresse oxidativo. Resultados A audição do grupo cisplatina + genisteína foi melhor do que a do grupo cisplatina. Enquanto os parâmetros malondialdeído, estado oxidante total e índice de estresse oxidativo diminuíram significantemente no grupo cisplatina + genisteína em comparação com o grupo cisplatina, o superóxido dismutase mostrou aumento significantemente (p < 0,05). Conclusão A genisteína apresentou efeitos positivos contra a ototoxicidade com seu efeito antioxidante. Nível de evidência Nível 3.

18.
Arq. bras. cardiol ; 118(2): 435-445, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1364333

RESUMO

Resumo Fundamento O pterostilbeno (PS), um composto polifenólico natural e antioxidante, surge como uma intervenção promissora para minimizar danos do infarto agudo do miocárdio (IAM). Objetivo Este estudo teve como objetivo avaliar o desempenho do PS na promoção da homeostase redox nos pulmões e no ventrículo direito (VD) de animais infartados. Métodos Ratos Wistar machos (60 dias de idade) foram randomizados em três grupos: SHAM, IAM (infarto) e IAM+PS (IAM + pterostilbeno). Sete dias após o procedimento de IAM, os ratos foram tratados com PS (100 mg/kg/dia) por gavagem por oito dias. Os animais foram depois sacrificados e os pulmões e VD foram coletados para análise do balanço redox (diferenças foram consideradas significativas quando p<0,05). Resultados Nossos resultados mostram que o IAM desencadeia a interrupção redox no VD e nos pulmões, o que pode contribuir para danos induzido pelo IAM nesses órgãos. Consistentemente, o PS mitigou o estresse oxidativo e restaurou as defesas antioxidantes (Glutationa - GSH nos pulmões: SHAM = 0,79 ± 0,07; IAM = 0,67 ± 0,05; IAM + PS = 0,86 ± 0,14; p<0,05), indicando seu papel protetor neste cenário. Conclusão Nosso trabalho evidencia o potencial do uso de PS como abordagem terapêutica adjuvante após IAM para proteção dos tecidos pulmonares e cardíacos direitos.


Abstract Background Pterostilbene (PS), a natural and antioxidant polyphenolic compound emerges as a promising intervention in improving the myocardial infarction (MI) damages. Objetives This study aimed to evaluate PS actions in promoting redox homeostasis in lungs and right ventricle (RV) of infarcted animals. Methods Male Wistar rats (60 day-old) were randomized into three groups: SHAM, MI (infarcted), and MI+PS (MI+pterostilbene). Seven days after MI procedure, rats were treated with PS (100 mg/kg/day) via gavage for eight days. Animals were euthanized and the lungs and RV were harvested for analyses of redox balance (Differences were considered significant when p<0.05). Results Our results show that MI triggers a redox disruption scenario in RV and lungs, which can contribute to MI-induced damage on these organs. Consistently, PS mitigated oxidative stress and restored antioxidant defenses (GSH in lungs: SHAM= 0.79±0.07; MI=0.67±0.05; MI+PS=0.86±0.14; p<0.05), indicating its protective role in this scenario. Conclusions Our work evidences the PS potential use as an adjuvant therapeutic approach after MI focusing on protecting pulmonary and right-sided heart tissues.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Estilbenos/farmacologia , Estresse Oxidativo/efeitos dos fármacos , Ventrículos do Coração/efeitos dos fármacos , Pulmão/efeitos dos fármacos , Infarto do Miocárdio/complicações , Infarto do Miocárdio/tratamento farmacológico , Ratos Wistar
19.
Ci. Rural ; 52(01): 1-14, 2022. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-764641

RESUMO

This study identified physiological and biochemical changes in 'Fuyu' persimmon buds during dormancy. Branches were collected between March and August 2015. Dormancy was evaluated by biological testing of isolated node cuttings at 25 °C and a photoperiod of 16 h. The variables analyzed were water content; reducing sugar content; respiratory activity; activity of superoxide dismutase (SOD), catalase (CAT), ascorbate peroxidase (APX), guaiacol peroxidase (POD) and polyphenol oxidase (PPO) enzymes; hydrogen peroxide content (H2O2) and lipid peroxidation. At the end of March 2015, the plants were already dormant, and the leaves and fruits present indicated a paradormancy effect. Induction of endodormancy may have occurred in June 2015, when chilling hours (CH) below 7.2 °C and higher CH below 12 °C began to accumulate, which coincided with the period in which there was a decrease in water content and respiratory activity, an increase in reducing sugars, a decrease in SOD, CAT, APX and PPO and an increase in H2O2. After an accumulation of 553 CH below 12 °C, the budburst capacity increased, and the buds presented increased water content, decreased reducing sugars content, increased respiratory activity, low activity in SOD, CAT, APX and POD and high levels of H2O2.(AU)


O objetivo deste trabalho foi identificar alterações fisiológicas e bioquímicas em gemas de caquizeiro 'Fuyu' durante a dormência. Ramos foram coletados entre março e agosto de 2015. A dormência foi avaliada pelo teste biológico de estacas de nós isolados, a 25 °C e fotoperíodo de 16 h. As variáveis analisadas foram umidade ponderal, teor de açúcares solúveis, atividade respiratória, atividade das enzimas superóxido dismutase (SOD), catalase (CAT), ascorbato peroxidase (APX), guaiacol peroxidase (POD) e polifenoloxidase (PPO), teor de peróxido de hidrogênio (H2O2) e peroxidação lipídica. No final de março de 2015 as plantas já estavam dormentes, as folhas e frutos presentes indicam efeito de paradormência. A indução da endodormência pode ter ocorrido em junho de 2015, quando iniciou acúmulo de horas de frio (HF) abaixo de 7,2 °C e maiores HF abaixo de 12 °C, que coincidiu com o período que houve diminuição da umidade e da atividade respiratória, aumento dos açúcares redutores, diminuição da atividade da SOD, CAT, APX e PPO e aumento de H2O2. Após acúmulo de 553 HF abaixo de 12 °C, a capacidade de brotação aumentou e as gemas apresentaram aumento da umidade, diminuição do teor de açúcares redutores, aumento da atividade respiratória, baixa atividade da SOD, CAT, APX e POD e elevados teores de H2O2.(AU)


Assuntos
Diospyros/metabolismo , Diospyros/fisiologia , Diospyros/crescimento & desenvolvimento
20.
Braz. J. Biol. ; 82: 1-12, 2022. tab, graf, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-13066

RESUMO

The current investigation was carried out to estimate the protective effect of aqueous extract of Cheatomorpha gracilis (AEC) against High fat Diet (HFD) induced liver damage in mice. The results of the in vitro study showed that AEC have higher antioxidant capacities in the DPPH and hydroxyl radical-scavenging assays. Indeed, many phenolic compounds (gallic acid, quercetin, naringenin, apigenin, kaempferol and rutin) were identified in the AEC. In the animal studies, during 6 weeks, HFD promoted oxidative stress with a rise level of malonaldehyde (MDA), protein carbonyls (PCOs) levels and a significant decrease of the antioxidant enzyme activities such as superoxide dismutase, catalase and glutathione peroxidase. Interestingly, the treatment with AEC (250 mg/kg body weight) significantly reduced the effects of HFD disorders on some plasmatic liver biomarkers (AST, ALT and ALP) in addition to, plasmatic proteins inflammatory biomarkers (α2 and β1 decreases / β2 and γ globulins increases). It can be suggest that supplementation of MECG displays high potential to quench free radicals and attenuates high fat diet promoted liver oxidative stress and related disturbances.(AU)


A presente investigação foi realizada para estimar o efeito protetor do extrato aquoso de Cheatomorpha gracilis (AEC) contra o dano hepático induzido por dieta rica em gordura (HFD) em camundongos. Os resultados do estudo in vitro mostraram que os AEC têm maiores capacidades antioxidantes nos ensaios DPPH e de eliminação de radicais hidroxila. De fato, muitos compostos fenólicos (ácido gálico, quercetina, naringenina, apigenina, kaempferol e rutina) foram identificados no AEC. Nos estudos em animais, durante 6 semanas, HFD promoveu estresse oxidativo com aumento do nível de malonaldeído (MDA), níveis de proteína carbonil (PCOs) e diminuição significativa das atividades de enzimas antioxidantes como superóxido dismutase, catalase e glutationa peroxidase. Curiosamente, o tratamento com AEC (250 mg / kg de peso corporal) reduziu significativamente os efeitos dos distúrbios de HFD em alguns biomarcadores hepáticos plasmáticos (AST, ALT e ALP), além de biomarcadores inflamatórios de proteínas plasmáticas (reduções α2 e β1 / β2 e γ aumenta as globulinas). Pode-se sugerir que a suplementação de MECG apresenta alto potencial para extinguir os radicais livres e atenua o estresse oxidativo do fígado promovido pela dieta rica em gordura e distúrbios relacionados.(AU)


Assuntos
Camundongos , Gorduras na Dieta/toxicidade , Fígado , Medicamentos Hepatoprotetores , Estresse Oxidativo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA