Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 7.872
Filtrar
Mais filtros








Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Brasília; Fiocruz Brasília; 07 jul. 2022. 95 p.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, PIE | ID: biblio-1396886

RESUMO

Pergunta: Quais são os riscos do consumo de edulcorantes para a saúde humana? Métodos: Após realização de protocolo de pesquisa, quatro bases da literatura eletrônica foram buscadas em maio de 2022, para identificar estudos que abordassem possíveis riscos do consumo de edulcorantes para a saúde humana. Utilizando atalhos de revisão rápida, foram realizadas seleção de revisões sistemáticas (RS), extração de dados e avaliação da qualidade metodológica com a ferramenta AMSTAR 2. Resultados: De 707 registros identificados nas bases de dados, 29 RS foram incluídas após processo de triagem e elegibilidade. As RS foram consideradas de confiança criticamente baixa (93,1%) e baixa (6,9%). Os desfechos analisados nos estudos se referem a eventos cardiovasculares (11 RS), peso corporal e outras medidas antropométricas (7 RS), neoplasias (7 RS), diabetes mellitus tipo 2 (5 RS), período gestacional (3 RS), doença renal (3 RS), mortalidade (2 RS), depressão ou alterações cognitivas (1 RS), doença hepática (1 RS), eventos gastrointestinais (1 RS), infertilidade masculina (1 RS). Uma RS também apresentou informações sobre eventos adversos. A maioria dos resultados indica que o consumo de edulcorantes e bebidas adoçadas artificialmente aumentou o risco de hipertensão arterial, diabetes, eventos cardiovasculares, como acidente vascular cerebral; mostrou-se associado a ganho de peso, aumento de outras medidas antropométricas e obesidade. O consumo de bebidas adoçadas artificialmente durante a gestação apresentou associação com parto prematuro, ganho de peso da gestante e do recém-nascido, além de possível risco para desenvolvimento de asma em crianças. A maioria dos resultados relacionados aos adoçantes artificiais e bebidas adoçadas artificialmente e bebidas dietéticas contendo adoçantes artificiais mostraram não haver uma associação com risco de cânceres. Observou-se associação com alguns tipos de câncer, porém se referem a poucos estudos de coorte ou caso-controle. Poucos estudos também apontam possível risco do consumo de bebidas adoçadas artificialmente para doença renal crônica e mortalidade por todas as causas, depressão e alterações hormonais e da microbiota intestinal com adoçantes artificiais. Não se constatou associação com infertilidade masculina e o consumo de ciclamato. Considerações finais: Em síntese, os resultados mais consistentes quanto ao risco do consumo de edulcorantes referem-se a eventos cardiovasculares, diabetes e parto prematuro, condições para as quais os estudos apontam inclusive uma relação dose-resposta. Além das lacunas do conhecimento, é importante considerar as falhas metodológicas da maioria das RS.


Question: What are the risks of consuming sweeteners to human health? Methods: After carrying out a research protocol, four databases from the electronic literature were searched in May 2022, to identify studies that addressed possible risks of the consumption of sweeteners to human health. Using rapid review shortcuts, selection of systematic reviews (SR), data extraction and methodological quality assessment were performed with the AMSTAR 2 tool. Results: Of 707 records identified in the databases, 29 RS were included after the screening and eligibility process. The SRs were considered critically low (93.1%) and low (6.9%) confidence. The outcomes analyzed in the studies refer to cardiovascular events (11 RS), body weight and other anthropometric measures (7 RS), neoplasms (7 RS), type 2 diabetes mellitus (5 RS), gestational period (3 RS), kidney disease (3 RS), mortality (2 RS), depression or cognitive impairment (1 RS), liver disease (1 RS), gastrointestinal events (1 RS), male infertility (1 RS). An SR also presented information on adverse events. Most of the results indicate that consumption of sweeteners and artificially sweetened beverages increased the risk of high blood pressure, diabetes, cardiovascular events such as stroke; was associated with weight gain, increase in other anthropometric measurements and obesity. The consumption of artificially sweetened beverages during pregnancy was associated with preterm birth, weight gain of the pregnant woman and the newborn, in addition to a possible risk for the development of asthma in children. Most of the results related to artificial sweeteners and artificially sweetened beverages and diet drinks containing artificial sweeteners showed no association with cancer risk. There was an association with some types of cancer, but they refer to few cohort or case-control studies. Few studies also point to a possible risk of consumption of artificially sweetened beverages for chronic kidney disease and all-cause mortality, depression and hormonal and intestinal microbiota changes with artificial sweeteners. There was no association with male infertility and consumption of cyclamate. Final considerations: In summary, the most consistent results regarding the risk of sweetener consumption refer to cardiovascular events, diabetes and premature birth, conditions for which studies even point to a dose-response relationship. In addition to knowledge gaps, it is important to consider the methodological flaws of most SRs.


Assuntos
Edulcorantes , Fatores de Risco , Revisão , Promoção da Saúde
2.
Arq. bras. cardiol ; 119(4 supl.1): 211-211, Oct, 2022.
Artigo em Inglês | Sec. Est. Saúde SP, CONASS, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1397326

RESUMO

BACKGROUND: Atrial fibrillation (AF) is a common arrhythmia in hypertrophic cardiomyopathy (HCM), frequently related to adverse outcomes. The AF-HCM point-score is a recently validated predictive model for the assessment of AF risk. OBJECTIVES: We sought to independently evaluate the novel AF-HCM score in a tertiary HCM center cohort in Brazil. METHODS: A longitudinal HCM cohort followed between 2007-2022 was retrospectively stratified for new onset AF, according to the presence of left atrial dimension (+2 points per 6mm increase), age at clinical evaluation (+3 points per 10-year increase), age at HCM diagnosis (-2 points per 10-year increase) and heart failure symptoms (+3 points if symptomatic). The AF-HCM score was classified as low (2,0%/year; score ≥22) for AF development. Cox regression model and Kaplan-Meier survival free from AF were analyzed, P< 0.001]. The intermediate and high-risk groups were associated with developing arrhythmia with a hazard ratio of 56.8 (95% CI 3.4-944.6), P=0.005. The specificity and the negative predictive value were 100%. On the contrary of the previous North-America study population, most patients of the Brazilian cohort were in the high-risk category (37% vs. 52%). CONCLUSION: The AF-HCM score is a reasonable tool for recognizing patients not prone to develop AF among those stratified as low risk in a Brazilian cohort. However, the model was limited to identify intermediate and high risk individuals in contrast to the previously stratified North-American population.


Assuntos
Fibrilação Atrial , Arritmias Cardíacas , Insuficiência Cardíaca
3.
Brasília; Fiocruz Brasília; 01 set. 2022. 56 p.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, PIE | ID: biblio-1392100

RESUMO

Contexto: A atividade física é um comportamento que traz benefícios para o desenvolvimento humano em todas as fases da vida e pode ser praticada de diversas maneiras e em diferentes momentos, como ao se deslocar de um lugar para outro, durante o trabalho ou estudo, ao realizar tarefas domésticas ou durante o tempo livre. Atualmente, uma das formas de abordagem da atividade física utilizada pelos serviços de saúde inclui as tecnologias que viabilizam o cuidado à distância, fornecendo intervenção e educação em saúde. Pergunta: A abordagem da atividade física por meio de tecnologias em saúde é efetiva para os usuários dos serviços de saúde? Método: Realizou-se uma revisão rápida com base em protocolo de pesquisa previamente definido. Três bases da literatura eletrônica foram buscadas em junho de 2022, para identificar revisões sistemáticas (RS) que apresentassem abordagens de atividade física por meio de tecnologias em saúde. A qualidade metodológica das RS foi avaliada com a ferramenta AMSTAR 2. Resultados: De 563 registros recuperados nas bases, 13 RS foram incluídas. Três RS foram classificadas como de confiança baixa e dez de confiança criticamente baixa. As intervenções para promoção da atividade física, apresentadas nessas revisões, utilizaram seis tipos de tecnologias: aplicativos; ligação telefônica, mensagem de texto e/ou e-mail; internet (site, plataforma, e-mails, redes sociais); tecnologias vestíveis; telessaúde ou teleconsulta; tecnologias combinadas. Duas RS também apresentaram resultados de eventos adversos. A maioria dos resultados apresentados se refere a estudos primários únicos (ensaio clínico randomizado, ensaio quase experimental, estudo piloto), mostrando efeito positivo sobre a prática de atividade física para pacientes com diversas condições de saúde - cânceres, esclerose múltipla, insuficiência cardíaca, artrite reumatoide, doença pulmonar obstrutiva crônica, diabetes tipo 2. Considerações finais: Constata-se uma escassez de estudos sobre efeitos do uso de tecnologias na promoção da atividade física. Além da heterogeneidade das intervenções e das populações estudadas, é preciso considerar as falhas metodológicas das RS incluídas, bem como o fato de a maioria dos estudos ter sido conduzida em países de alta renda.


Context: Physical activity is a behavior that brings benefits to human development at all stages of life and can be practiced in different ways and at different times, such as when moving from one place to another, during work or study, when do household chores or during free time. Currently, one of the ways of approaching physical activity used by health services includes technologies that enable remote care, providing intervention and health education. Question: Is the approach to physical activity through health technologies effective for users of health services? Method: A rapid review was performed based on a previously defined research protocol. Three electronic literature bases were searched in June 2022 to identify systematic reviews (SR) that presented physical activity approaches through health technologies. The methodological quality of the SRs was evaluated using the AMSTAR 2 tool. Results: Of 563 records retrieved from the databases, 13 RS were included. Three RS were classified as low confidence and ten as critically low confidence. Interventions to promote physical activity, presented in these reviews, used six types of technologies: applications; phone call, text message and/or email; internet (website, platform, emails, social networks); wearable technologies; telehealth or teleconsultation; combined technologies. Two SRs also had adverse event results. Most of the results presented refer to single primary studies (randomized clinical trial, quasi-experimental trial, pilot study) showing a positive effect on physical activity for patients with various health conditions - cancers, multiple sclerosis, heart failure, arthritis rheumatoid, chronic obstructive pulmonary disease, type 2 diabetes. Final considerations: There is a scarcity of studies on the effects of the use of technologies in the promotion of physical activity. In addition to the heterogeneity of the interventions and populations studied, it is necessary to consider the methodological flaws of the SRs included, as well as the fact that most studies were conducted in high-income countries.


Assuntos
Exercício Físico , Revisão , Tecnologia da Informação , Promoção da Saúde
4.
Goiânia; SES-GO; 08 set. 2022. 1-5 p. ilus, mapas.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, CONASS, SES-GO | ID: biblio-1392865

RESUMO

A Febre do Nilo Ocidental (FNO) é uma infecção viral transmitida por meio da picada de mosquitos, principalmente do gênero Culex (pernilongo) infectados pelo agente etiológico, cujos hospedeiros naturais são algumas espécies de aves silvestres, que atuam como amplificadoras do vírus e como fonte de infecção para os vetores. Tal doença pode também infectar humanos, equinos, primatas e outros mamíferos sendo que, homem e equídeos são considerados hospedeiros acidentais e terminais, uma vez que a contaminação pelo vírus se dá por um curto período de tempo e em níveis insuficientes para infectar mosquitos, encerrando o ciclo de transmissão (WHO, 2017; ECDC , 2022a; CDC, 2017; BRASIL, 2021)


West Nile Fever (WNF) is a viral infection transmitted through the bite of mosquitoes, mainly of the Culex genus (legged mosquito) infected by the etiological agent, whose natural hosts are some species of wild birds, which act as amplifiers of the virus and as source of infection for the vectors. Such a disease can also infect humans, horses, primates and other mammals, and humans and horses are considered accidental and terminal hosts, since contamination by the virus occurs for a short period of time and at levels insufficient to infect mosquitoes, ending the transmission cycle (WHO, 2017; ECDC, 2022a; CDC, 2017). ; BRAZIL, 2021)


Assuntos
Humanos , Animais , Febre do Nilo Ocidental/prevenção & controle , Febre do Nilo Ocidental/transmissão , Febre do Nilo Ocidental/diagnóstico , Febre do Nilo Ocidental/terapia , Flavivirus
5.
Fortaleza; NEP SAMUFor; 2. ed; Set. 2022. 104 p. ilustração, tab.
Monografia em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1379433

RESUMO

A obra abrange as urgências em saúde mental, desde os aspectos do atendimento pelo telefonista auxiliar de regulação médica, a decisão técnica da regulação médica baseada em protocolos até a abordagem do paciente em sofrimento mental pelas equipes do SAMU 192. Preparado para o uso do SAMU 192 - Regional Fortaleza (SAMUFor) pelo seu Núcleo de Educação Permanente (NEP), a cartilha é referência teórica para os curso de urgência em saúde mental do NEP SAMUFor, que atualmente têm como público alvo toda a Rede de Atenção Psicossocial de Fortaleza, incluindo multiplicadores da capacitação em atendimento de urgências em saúde mental de todo o Estado do Ceará. Aborda o acolhimento do chamado ao 192 para paciente em crise, identificação preliminar dos 3"S" da regulação, a anamnese dirigida, o estabelecimento do grau de urgência do chamado, a decisão e a resposta da regulação médica, o que é "crise em saúde mental", as habilidades do profissional treinado para atuar nos Primeiros Socorros Psicossociais (PSP), o papel da enfermagem e do médico, a abordagem da crise com a Comunicação Terapêutica (acolhimento, escuta ativa, identificação de fatores de risco e proteção, orientações e encaminhamentos) e as indicações de imobilização e contenção física. Os protocolos de regulação em saúde mental do SAMUFor são baseados na Classificação de Manchester e os protocolos de intervenção nos Protocolos Nacionais do SAMU 192, construídos pelo Ministério da Saúde.


Assuntos
Saúde Mental , Educação Continuada , Fatores de Risco , Emergências , Serviços Médicos de Emergência , Acolhimento , Primeiros Socorros , Fatores de Proteção
6.
Goiânia; SES-GO; 23 ago. 2022. 9 p. ilus.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, CONASS, SES-GO | ID: biblio-1391037

RESUMO

A vacinação é a principal ferramenta de prevenção primária de doenças e uma das medidas mais bem-sucedidas em saúde pública, com melhor custo-efetividade (ABBAS et al , 2006; WHO, 2021a). Além disso, a imunização evita incapacidades e cerca de 2 a 3 milhões de mortes, em todo o mundo, a cada ano (UE, 2020; PAHO, 2022; WATSON et al., 2022). Não obstante os esforços implementados por organizações internacionais e locais, dados da OMS apontam que a cobertura vacinal global caiu de 86% em 2019 para 81% em 2021, o que significa que cerca de 25 milhões de crianças menores de 1 ano não receberam as vacinas básicas (WHO, 2021a). Já no Brasil (Figura 1), a cobertura manteve-se estável de 1999 a 2015 e em contrapartida, em 2016 e no último triênio, apresenta tendência de queda (BRASIL, 2022b). Diante dessa realidade, objetivou-se investigar as estratégias utilizadas para ampliar a vacinação, e assim, subsidiar a formulação e tomada de decisão em políticas públicas para mitigar a baixa cobertura vacinal


Vaccination is the main tool for primary disease prevention and one of the most successful and cost-effective public health measures (ABBAS et al , 2006; WHO, 2021a). In addition, immunization prevents disability and an estimated 2 to 3 million deaths worldwide each year (EU, 2020; PAHO, 2022; WATSON et al., 2022). Notwithstanding the efforts implemented by international and local organizations, WHO data indicate that global vaccination coverage dropped from 86% in 2019 to 81% in 2021, which means that about 25 million children under 1 year of age do not received the basic vaccines (WHO, 2021a). In Brazil (Figure 1), coverage remained stable from 1999 to 2015 and, on the other hand, in 2016 and in the last three years, it shows a downward trend (BRASIL, 2022b). Faced with this reality, the objective was to investigate the strategies used to expand vaccination, and thus subsidize the formulation and decision-making in public policies to mitigate the low vaccination coverage


Assuntos
Humanos , Criança , Adolescente , Adulto , Cobertura Vacinal/estatística & dados numéricos , Vacinação/tendências , Vacinação/estatística & dados numéricos , Cobertura Vacinal/história , Cobertura Vacinal/tendências
7.
Goiânia; SES-GO; 31 ago. 2022. 1-4 p. ilus, quadro.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, CONASS, SES-GO | ID: biblio-1392961

RESUMO

A Gripe do Tomate é uma doença cuja etiologia ainda não está bem definida, podendo ser causada por uma variante do vírus Coxsackie, responsável pela doença mão-pé-boca ou ainda, por um quadro pós-viral de Chikungunya ou Dengue (FERREIRA, 2022; GZH SAÚDE, 2022). Embora seja conhecida por Gripe ou Febre do Tomate, a doença não possui nenhuma relação com o consumo do fruto, mas refere-se a ele pela semelhança das erupções de bolhas vermelhas e dolorosas que acometem todo o corpo e aumentam gradualmente (CAMAÇARI NOTÍCIAS, 2022; FOLHA VITÓRIA, 2022)


Tomato Flu is a disease whose etiology is not yet well defined, and may be caused by a variant of the Coxsackie virus, responsible for hand-foot-and-mouth disease, or by a post-viral condition of Chikungunya or Dengue (FERREIRA, 2022). ; GZH HEALTH, 2022). Although it is known as Influenza or Tomato Fever, the disease does not have any relationship with the consumption of the fruit, but refers to it by the similarity of the eruptions of red and painful blisters that affect the whole body and gradually increase (CAMAÇARI NOTÍCIAS, 2022; FOLHA VITÓRIA, 2022)


Assuntos
Humanos , Infecções por Coxsackievirus/prevenção & controle , Infecções por Coxsackievirus/diagnóstico , Infecções por Coxsackievirus/transmissão
8.
Goiânia; SES-GO; 05 jul. 2022. 1-12 p. ilus.
Não convencional em Português | Coleciona SUS, CONASS, SES-GO | ID: biblio-1379077

RESUMO

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás vem orientar os profissionais de saúde em relação a operacionalização e implementação de medidas de proteção e controle da transmissão da Monkeypox, a serem adotadas diante de casos suspeitos/prováveis e confirmados de Monkeypox no Estado. Na presente versão apresentaremos a situação epidemiológica e as medidas a serem adotadas mediante ocorrência de casos


The Goiás State Health Department comes to guide health professionals in relation to the operationalization and implementation of measures to protect and control the transmission of Monkeypox, to be adopted in the face of suspected / probable and confirmed cases of Monkeypox in the state. in the present version we will present the epidemiological situation and the measures to be adopted in the event of cases


Assuntos
Humanos , Varíola dos Macacos/prevenção & controle , Varíola dos Macacos/transmissão , Varíola dos Macacos/epidemiologia , Infecções por Poxviridae , Varíola dos Macacos/classificação , Varíola dos Macacos/complicações , Varíola dos Macacos/diagnóstico
9.
Goiânia; SES-GO; 18 jul. 2022. 1-7 p. ilus, quadro, graf.
Não convencional em Português | Coleciona SUS, CONASS, SES-GO | ID: biblio-1379379

RESUMO

A poliomielite, comumente chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma doença viral altamente infecciosa que afeta principalmente crianças menores de 5 anos de idade. O vírus é transmitido de pessoa para pessoa, disseminado principalmente pela via fecal-oral ou, menos frequentemente, por fômites (água ou alimentos contaminados); sendo que o agente etiológico pode se espalhar rapidamente em áreas cujos sistemas de higiene e saneamento são precários. Também pode haver transmissão por meio de gotículas de secreções da garganta durante a fala, tosse ou espirro ( WHO, 20 22 a ; SBIm, 2022)


Polio, commonly called polio or infantile paralysis, is a highly infectious viral disease that primarily affects children under 5 years of age. The virus is transmitted from person to person, spread mainly by the fecal-oral route or, less frequently, by fomites (contaminated water or food); being that the agent etiologic disease can spread rapidly in areas where hygiene and sanitation systems are precarious. There may also be transmission through droplets of secretions from the throat during speech, coughing or sneezing (WHO, 20 22 a ; SBIm, 2022)


Assuntos
Humanos , Lactente , Pré-Escolar , Poliomielite/epidemiologia , Vacinas contra Poliovirus/administração & dosagem , Poliomielite/complicações , Poliomielite/transmissão , Vacinas contra Poliovirus/classificação
10.
São Paulo; SMS; jul. 2022. (Boletim CEInfo, XXI, 21).
Monografia em Português | LILACS, Coleciona SUS, Sec. Munic. Saúde SP, CEINFO-Producao, Sec. Munic. Saúde SP | ID: biblio-1380812

RESUMO

A Coordenação de Epidemiologia e Informação da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo apresenta a 21ª edição do Boletim CEInfo "Saúde em Dados". Esta publicação teve início em 2002 e tem se consagrado por divulgar anualmente um conjunto substancial de dados e indicadores de saúde na cidade e suas regiões, com a intenção de apoiar o planejamento e a gestão das políticas públicas de saúde no Município. Compõem o quadro de indicadores, agravos considerados de grande magnitude e relevância no perfil de morbimortalidade da população e/ou para os quais existem programas ou ações prioritárias para o seu enfrentamento. Neste boletim são apresentados dados de mortalidade, nascidos vivos, doenças de notificação compulsória, produção assistencial e estrutura do SUS para o ano 2021 e a estimativa populacional para 2022. Em continuidade ao ano anterior, são apresentados os registros de síndrome gripal (SG), síndrome respiratória aguda grave (SRAG) e óbitos causados pelo novo coronavírus (SARS-CoV2) em decorrência da pandemia de Covid-19. O documento é apresentado em dois formatos: uma versão em PDF para consulta e download e outra em formato aberto com os conteúdos apresentados em diferentes configurações territoriais do município de São Paulo ­ Coordenadoria Regional de Saúde/Supervisão Técnica de Saúde e Subprefeitura. Como destaque desta edição, são apresentadas algumas informações do censo demográfico da população em situação de rua ­ sexo, faixa etária, tempo em situação de rua e situação de moradia/acolhimento e a produção assistencial das equipes multiprofissionais de Consultório na Rua do Município. As informações podem ser utilizadas na produção de análises sobre a situação de saúde e de apoio aos gestores, trabalhadores e demais pessoas interessadas em discutir as ações e políticas de saúde na cidade de São Paulo. Assim qualquer pessoa pode acessar estes conteúdos e utilizá-los com diferentes finalidades e formatos, sendo necessária, apenas a preservação da sua origem e citação da fonte. Espera-se que esta publicação seja mais um instrumento público de divulgação de informações de saúde, de apoio aos gestores e participação social do SUS na cidade de São Paulo. Convidamos todos os leitores a contribuirem com comentários e sugestões para o contínuo aperfeiçoamento do "Saúde em Dados", acessando o formulário eletrônico no link: https://bit.ly/3nGSHid.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Organização e Administração , Sistema Único de Saúde , Indicadores Básicos de Saúde , Coronavirus , Censos , Síndrome Respiratória Aguda Grave , Política de Saúde
12.
J. Transcatheter Interv ; 30(supl.1): 62-63, jul.,2022.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, CONASS, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1381478

RESUMO

INTRODUÇÃO: A proporção de pacientes submetidos à cinecoronariografia eletiva que necessitam complementação diagnóstica adicional para a tomada de decisão terapêutica é desconhecida no Brasil, assim como o seu manejo na prática clínica atual. OBJETIVOS: Avaliar a prevalência de estenoses coronárias intermediárias (40-70%) em pacientes submetidos à cinecoronariografia, e seu manejo atual nos diferentes níveis de suplementação de saúde no Brasil. MÉTODOS: Registro prospectivo, multicêntrico, de braço único, em que foram incluídos todos os pacientes consecutivos submetidos à cinecoronariografia entre JUN/21 e SET/21 em 5 hospitais de referência em Cardiologia no Brasil (2 públicos e 3 privados). O desfecho primário foi a ocorrência de eventos cardiovasculares adversos maiores (ECAM: morte, infarto, re-internação por recorrência de angina e revascularização não planejada da lesão alvo). RESULTADOS: 503 pacientes foram incluídos. A média das idades foi 63±11 anos, 69,8% são homens, 35,6% são diabéticos, e 44,1% se apresentaram com síndrome estável. Menos da metade (41,7%) possuíam alguma avaliação funcional prévia à cinecoronariografia. Algum grau de estenose coronária foi documentado em 421 pacientes (84%), dos quais 177 (42%) apresentavam redução luminal entre 40-70%. As informações clínicas e angiográficas foram consideradas insuficientes para tomada de decisão em 223 pacientes (44.3%). Destes, fisiologia invasiva foi realizada no momento da cinecoronariografia em 27 pacientes (12,1%), imagem intravascular em 5 (2,2%), avaliação funcional não invasiva solicitada para 32 (14,3%) e 161 (72,2%) liberados sem qualquer avaliação adicional. No seguimento médio de 180±68 dias, 148 pacientes foram contatados, e 18,9% apresentaram ECAM. Dentre os 148 pacientes sem resolução diagnóstica durante a cinecoronariografia, 28 pacientes (18,9%) permaneceram sintomáticos e necessitaram atendimento médico posterior, 17 (11,5%) foram hospitalizados, 6 (4,1%) sofreram revascularização não planejada, e 8 (5,4%) sofreram infarto fatal. CONCLUSÕES: Dentre os pacientes submetidos à cinecoronariografia, proporção não desprezível possui estenoses coronárias para as quais avaliação adicional é necessária para a tomada de decisão. A grande maioria destes pacientes é liberada sem qualquer investigação adicional. O tempo para complementação diagnóstica impacta na ocorrência de desfechos clínicos e qualidade de vida


Assuntos
Estenose Coronária/diagnóstico , Sistema de Registros
13.
J. Transcatheter Interv ; 30(supl.1): 101-101, jul.,2022. tab.
Artigo em Inglês | Sec. Est. Saúde SP, CONASS, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1381770

RESUMO

INTRODUCTION: A lean, minimalist transcatheter aortic valve replacement (LmTAVR) pathway is broadly defined by the simplification of technical aspects of the procedure (local anesthesia, percutaneous access, transthoracic echo, etc.), combined with systematic care, comprehensive and multidisciplinary approach to optimize clinical outcomes and promote faster recovery of patients (pts), and is associated with reduced length of stay and hospital costs. Its implementation in the Brazilian Unified National Health System (SUS) is still limited, and requires the development and validation of specific protocols. OBJECTIVE: To describe the initial clinical outcomes, in- -hospital length of stay and rehospitalization rate at 30 days after the implementation of an institutional protocol for LmTAVI in a tertiary hospital of the SUS. METHODS: Observational and prospective study, with consecutive pts who underwent TAVR from Sep/20 to Jan/22. Exclusion criteria for LmTAVI were: non-elective pts, left ventricular ejection fraction < 30%, non-femoral access, stage V kidney disease, dialysis, dyscrasias or thrombocytopenia, or pts scheduled for another combined procedure at admission. RESULTS: Of the 67 pts who underwent TAVI procedure in the period, 17 (25%) had exclusion criteria for LmTAVI. Regarding pts included in the minimalist approach (n=50), mean age was 79.2 ±4.8 years, mean STS 2.6 ±1.5% and 20 (40%) were women. One patient required permanent pacemaker implantation after LmTAVI; cardiovascular mortality at 30 days was 2%. Of the pts undergoing LmTAVI, 64% were discharged the next day after the procedure, and 86% were discharged within 48h. The 30-day cardiovascular readmission rate was 4%, due to stroke (n=1) and heart failure (n=1). CONCLUSION: In this initial experience, the development and implementation of a systematized and optimized protocol for patient care undergoing LmTAVI in a tertiary hospital of public health system in Brazil was feasible and safe. Majority of pts were discharged within 48h, with a low rate of rehospitalizations.


Assuntos
Substituição da Valva Aórtica Transcateter , Equipe de Assistência ao Paciente , Intervenção Coronária Percutânea
14.
J. clin. hypertens. (Greenwich) ; 24(7): 814-824, July 2022. ilus, tab
Artigo em Inglês | Sec. Est. Saúde SP, CONASS, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1381815

RESUMO

ABSTRACT: Uncontrolled hypertension has a high prevalence and is related to numerous negative health outcomes. This study aimed to investigate the factors associated with the lack of blood pressure control in hypertensive Brazilians treated in public and private services. This is an analytical, multicentric, and national cross-sectional study, carried out with adult hypertensive patients, monitored in 45 outpatient clinics (September 2013 to October 2015) in a prospective record interview, clinical, and anthropometric assessment. Outcome variables included uncontrolled pressure (systolic blood pressure ≥ 140 mmHg and/or diastolic blood pressure ≥ 90 mmHg). Simple and multiple logistic regression analyses were performed. Two thousand six hundred forty-three participants were assessed with a mean age of 61.6 ± 11.9 years, 55.7% of women, and 46.4% with uncontrolled blood pressure (BP). The following were associated with uncontrolled BP: age over 60 years (OR: 1.31 [1.11­1.55]); practice of irregular physical activity (OR: 1.28 [1.06­1.55]); attending the emergency room for hypertensive crises in the last six months (OR: 1.80 [1.46­2.22]); increased body mass index (OR: 1.02 [1.01­1.04]); low adherence to drug treatment (OR: 1.22 [1.04­1.44]) and menopause (OR: 1.36 [1.07­1.72]). The following were negatively associated: fruit consumption (OR: 0.90 [0.85­0.94]); presence of dyslipidemia (OR: 0.75 [0.64­0.89]), acute myocardial infarction (OR: 0.59 [0.46­0.76]), and peripheral arterial disease (OR: 0.52 [0.34-0.78]). Factors associated with difficult-to-control blood pressure are the same that increase the risk for hypertension, while the presence of atherosclerotic disease and its outcomes were associated with better control.


Assuntos
Hipertensão/tratamento farmacológico , Hipertensão/epidemiologia , Estudos Prospectivos , Fatores de Risco , Pessoa de Meia-Idade
16.
Brasília; CONITEC; jun. 2022.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1378051

RESUMO

CONTEXTO: Mielofibrose é uma neoplasia maligna rara que pode se desenvolver como doença primária, sendo uma doença mieloproliferativa crônica caracterizada pela falha da medula óssea e proliferação clonal de células mieloides associada com excesso de fibras de reticulina e/ou colágeno, e algum grau de atipia no megacariócito. O quadro clínico pode evoluir com esplenomegalia, anemia, sintomas constitucional (fadiga, sudorese noturna, febre), caquexia, dor óssea, infarto esplênico, prurido, trombose e sangramentos. A incidência na União Europeia e EUA é de 0,3 casos por 100.000 habitantes. Não há dados epidemiológicos robustos no Brasil. Ruxolitinibe é um inibidor seletivo das Janus Quinases associadas (JAKs) ­ JAK1 e JAK2. A desregulação da via JAK-STAT tem sido associada a vários tipos de câncer e aumento da proliferação e sobrevida de células malignas. TECNOLOGIA: Ruxolitinibe. PERGUNTA: O uso de ruxolitinibe no tratamento da mielofibrose risco intermediário-2 ou alto (classificação IPSS), em adultos, com contagem plaquetária acima de 100.000/mm3 é eficaz e seguro quando comprado ao


Assuntos
Humanos , Janus Quinases/antagonistas & inibidores , Mielofibrose Primária/tratamento farmacológico , Sistema Único de Saúde , Brasil , Análise Custo-Benefício/economia
17.
Goiânia; SES-GO; 20 jun. 2022. 1-10 p. ilus.
Não convencional em Português | Coleciona SUS, CONASS, SES-GO | ID: biblio-1379097

RESUMO

Em 5 de abril de 2022 foi recebida a primeira notificação por parte do Reino Unido, sobre um aumento de notificações de hepatite aguda de causa desconhecida, em crianças anteriormente saudáveis, menores de 10 anos e residentes da Escócia. Uma semana mais tarde, foram notificados casos adicionais sob investigação na Inglaterra, País de Gales e Irlanda do Norte (OMS, 2022). De acordo com a OMS, até a data de 26 de maio de 2022, havia749 casos de hepatite aguda grave de causa desconhecida notificados entre crianças de 1 mês a 16 anos, em 33 países, incluindo nove óbitos


On 5 April 2022, the first report was received from the UK of an increase in reports of acute hepatitis of unknown cause, in previously healthy children under 10 years old and residents of Scotland. A week later, additional cases were reported under investigation in England, Wales and Northern Ireland (WHO, 2022). According to the WHO, as of 26 May 2022, there were 749 cases of severe acute hepatitis of unknown cause reported among children aged 1 month to 16 years in 33 countries, including nine deaths


Assuntos
Humanos , Criança , Hepatite/prevenção & controle , Hepatite/epidemiologia , Hepatite/diagnóstico
18.
J. Health NPEPS ; 7(1): 1-18, Jan-Jun, 2022.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem, Coleciona SUS | ID: biblio-1380082

RESUMO

Obcjetive: to investigate short-term effects of air pollution, climate variability on respiratory morbidity and mortality from 2005 to 2020. Method: the study was carried out in the city of Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brazil. Daily counts of hospital admissions from 2005 to 2020 were analyzed in relation to daily variations in atmospheric pollutants (NO2, O3) from the Aurea satellite column, OMI sensor. Poisson regression in generalized additive models was used for analysis. The models were adjusted for the effects of temporal trend, seasonality, meteorological factorsand autocorrelation. Results: there was, in the period, an increasing trend in mortality rates and hospital admissions, with an increase in the proportion of deaths from respiratory diseases in relation to other causes. Conclusion: respiratory diseases are worrying causes of hospitalization and death in the population. The results found are consistent with studies that point to an association between short-term variations in air pollutants and the increase in morbidity and mortality in large urban centers.


Objetivo:investigar los efectos a corto plazo de lacontaminación del aire, la variabilidad climática en la morbilidad y mortalidad respiratoria de 2005 a 2020. Método:el estudio se llevó a cabo en la ciudad de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil. Se analizaron los conteos diarios de ingresos hospitalarios de 2005 a 2020 en relación con las variaciones diarias de contaminantes atmosféricos (NO2, O3) de la columna del satélite Aurea, sensor OMI. Para el análisis se utilizó la regresión de Poisson en modelos aditivos generalizados. Los modelos fueron ajustados por los efectos de tendencia temporal, estacionalidad, factores meteorológicos y autocorrelación. Resultados:hubo, en el período, una tendencia creciente en las tasas de mortalidad e ingresos hospitalarios, con aumento en la proporción de muertes por enfermedades respiratorias en relación a otras causas. Conclusión:las enfermedades respiratorias son causas preocupantesde hospitalización y muerte en la población. Las acciones de prevención y atención de estas causas, así como la profundización de la investigación etiológica, deben ser priorizadas en el actual contexto epidemiológico de salud en Brasil. Los resultados encontrados son consistentes con estudios que apuntan a una asociación entre las variaciones a corto plazo de los contaminantes atmosféricos y el aumento de la morbilidad y mortalidad en los grandes centros urbanos.


Objetivo:investigar os efeitos a curto prazo da poluição do ar, variabilidade climática na morbimortalidade respiratória entre os anos de 2005 a 2020. Método: o estudo foi realizado na cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil. As contagens diárias de internações hospitalares entre os anos de 2005 a 2020 foram analisadas em relação às variações diárias de poluentes atmosféricos (NO2, O3) da coluna satélite Aurea, sensor OMI. A regressão de Poisson em modelos aditivos generalizados foi utilizada para análise. Os modelos foram ajustados pelos efeitos de tendência temporal, sazonalidade, fatores meteorológicos e autocorrelação. Resultados: houve, no período, tendência crescente nas taxas de mortalidade e internações hospitalares, com aumento da proporção de óbitos por doenças respiratórias em relação a outras causas. Conclusão: as doenças respiratórias são causas preocupantes de hospitalização e morte na população. Ações de prevenção e atenção a essas causas, bem como a investigação etiológica , devem ser priorizadas no atual contexto epidemiológico da saúde no Brasil. Os resultados encontrados são consistentes com estudos que apontam para uma associação entre as variações de curto prazo dos poluentesatmosféricos e o aumento da morbimortalidade nos grandes centros urbanos.


Assuntos
Doenças Respiratórias , Poluentes Atmosféricos , Hospitalização
19.
J. Health NPEPS ; 7(1): 1-13, Jan-Jun, 2022.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem, Coleciona SUS | ID: biblio-1380551

RESUMO

Objetivo:traçar o perfil epidemiológico de cardiopatas que contraíram COVID-19 no primeiro ano pandêmico. Método:estudo observacional, do tipo coorte retrospectiva. Foram incluídos cardiopatas com resultado de PCR positivo, de março a dezembro de 2020. Excluíram-se os registros com dados incompletos para as variáveis analisadas. Na análise bivariada, foram calculadas as razões de prevalência (com IC 95%) como medida de associação entre a variável dependente (cardiopatia) e as variáveis independentes (idade, sexo, escolaridade e zona de residência) empregando-se o teste do χ2de Mantel Haenszel. Resultados:identificou-se associação com significância estatística em relação às variáveis faixa etária, sexo e escolaridade. O maior risco de ocorrer desfecho desfavorável, foi para a faixa etária acima de 70 anos (59,97%), seguido do intervalo de idade de 60 a 69 anos (38,31%), sexo masculino (45,28%) e escolaridade para o nível superior. Conclusão:evidenciou-se que os cardiopatas requerem maiores cuidados após o diagnóstico da doença, especialmente pelo fato deste grupo apresentar um maior índice de mortalidade.


Objective:to establish the epidemiological profile of patients with heart disease who contracted COVID-19 in the first pandemic year. Method:observational, retrospective cohort study. Patients with heart disease with positive PCR results from March to December 2020 were included. Records with incomplete data for the variables analyzed were excluded. In the bivariate analysis, the prevalence ratios (with CI 95%) were calculated as a measure of association between the dependent variable (cardiopathy) and the independent variables (age, sex, education and area of residence) using the χ2 test of Mantel Haenszel. Results:an association with statistical significance was identified in relation to the variables age, sex and education. The highest risk of an unfavorable outcome was for the age group over 70 years old (59.97%), followed by the age range from 60 to 69 years old (38.31%), male sex (45.28%) and schooling to higher level. Conclusion:it was evidenced that patients with heart disease require greater care after the diagnosis of the disease, especially because this group has a higher mortality rate.


Objetivo:establecer el perfil epidemiológico de los pacientes con cardiopatías que contrajeron COVID-19 en el primer año de pandemia. Método:estudio observacional de cohortes retrospectivo. Se incluyeron pacientes con cardiopatías con PCR positiva de marzo a diciembre de 2020. Se excluyeron los registros con datos incompletos para las variables analizadas. En el análisis bivariado se calcularon las razones de prevalencia (con IC 95%) como medida de asociación entre la variable dependiente (cardiopatía) y las variables independientes (edad, sexo, escolaridad y zona de residencia) mediante la prueba de χ2 de Mantel Haenszel. Resultados:se identificó una asociación con significancia estadística en relación a las variables edad, sexo y escolaridad. El mayor riesgo dedesenlace desfavorable fue para el grupo de edad de más de 70 años (59,97%), seguido del rango de edad de 60 a 69 años (38,31%), sexo masculino (45,28%) y nivel de escolaridad superior. Conclusión:se evidenció que los pacientes con cardiopatía requieren mayor cuidado luego del diagnóstico de la enfermedad, sobre todo porque este grupo presenta una mayor tasa de mortalidad.


Assuntos
Síndrome Respiratória Aguda Grave , COVID-19 , Cardiopatias
20.
Goiânia; SES-GO; 10 jun. 2022. 1-6 p.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, CONASS, SES-GO | ID: biblio-1396178

RESUMO

A Comunicação de risco tem como objetivo apoiar na divulgação rápida e eficaz de conhecimentos às populações, parceiros e partes intervenientes possibilitando o acesso às informações fidedignas que possam e controle em situações de emergência em saúde pública. Na presente versão apresentaremos a situação epidemiológica e as medidas a serem adotadas mediante ocorrência de casos de Monkeypox


Risk communication aims to support the rapid and effective dissemination of knowledge to populations, partners and stakeholders, enabling access to reliable information that they can and control in public health emergency situations. In this version we will present the epidemiological situation and the measures to be adopted in the event of cases of Monkeypox


Assuntos
Varíola dos Macacos/prevenção & controle , Varíola dos Macacos/diagnóstico , Varíola dos Macacos/terapia , Varíola dos Macacos/transmissão
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA