Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Experiencia familiar de la muerte materna / Family experience of maternal death / Experiência dos parentes diante da morte materna

Rodriguez Leal, Doris; Sánchez de Parada, Betty; Dueñas Granados, Patricia Elena.
Rev. cienc. cuidad; 16(1): 71-85, 2019.
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-987197

Objetivo:

Conhecer e analisar a morte materna, a partir de uma aproximação à realidade da família, ao indagar a experiencia vivida pelos parentes da mulher falecida e valorar as mudanças nos papéis e na dinâmica da família.

Materiais e Métodos:

A pesquisa se realizou utilizando a metodologia qualitativa, através do estudo de casos; estes foram dez famílias que tiveram uma morte materna nos últimos cinco anos, atendidas em hospitais e clínicas do estado de Tolima, na Colômbia.

Resultados:

Diante uma morte materna, as famílias e cada um de seus membros se tornam vulneráveis. Quando se conta com o apoio de outros parentes, amigos ou vizinhos, o chefe de família tem um trabalho, ou a família pertence a um grupo religioso ou rede de apoio social, a situação se faz menos traumática. Os relacionamentos da família em alguns casos se fortalecem, em outros pioram, particularmente entre sogras e genros. Com respeito aos cuidados maternais, normalmente as avós são as que continuam desempenhando o papel de cuidadoras ou mães substitutas.

Conclusões:

Este tipo de mortes, podem gerar sentimentos contraditórios, por um lado se vive a dor pela ausência do parente falecido e por outro, a alegria de um novo membro da família. A família vive uma situação de luto diante da morte de alguém que traz e cuida da vida, considerada como uma morte trágica, prematura e evitável, pelo que a espera de receber a um novo membro na família é substituída por uma perda.
Biblioteca responsável: CO648.1
Selo DaSilva