Your browser doesn't support javascript.
loading
Como fazer o manejo clínico da tosse crônica?
Pergunta e resposta em Português | SOF - Segunda opinião formativa | ID: sof-45401
A investigação inicial é fundamental para o manejo de pacientes que apresentam tosse há mais de 8 semanas, pois deve ser voltada para a principal suspeita clínica obtida a partir da anamnese e exame físico do paciente.  Tosse crônica é um diagnóstico de exclusão. As causas comuns de tosse crônica são: Síndrome da Tosse das Vias Aéreas Superiores – STVAS, Asma, Doença do Refluxo Gastroesofágico – DRGE, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica – DPOC, tabagismo ativo, uso de inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA).  Outras causas a serem consideradas na tosse crônica: tuberculose, neoplasia pulmonar ou laringe, inalação de corpo estranho, bronquite eosinofílica, bronquiectasias, doenças intersticiais e tosse psicogênica. Os pacientes devem ser acompanhados dentro de 4-6 semanas após a avaliação inicial. Se a tosse persistir, uma consulta de acompanhamento deve ser marcada. O quadro 1 apresenta os pontos de atenção para buscar na anamnese sintomas de doenças potencialmente fatais.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados nacionais / Brasil Base de dados: SOF - Segunda opinião formativa Idioma: Português Ano de publicação: 2023 Tipo de documento: Pergunta e resposta

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados nacionais / Brasil Base de dados: SOF - Segunda opinião formativa Idioma: Português Ano de publicação: 2023 Tipo de documento: Pergunta e resposta