Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-221725

Resumo

Este estudo teve como objetivo avaliar a dinâmica folicular de vacas da raça Gir no período pós-parto. Foram utilizadas 15 vacas recém-paridas amamentando, mantidas a pasto e recebendo água e mineralização à vontade. Os animais foram pesados semanalmente a partir do parto até a quinta semana pós-parto (medidas do PV Parto a PV5), além de ser avaliado o escore de condição corporal (ECC) da primeira semana à sexta semana pós-parto (ECC1 a ECC5). Durante todo o período experimental os animais foram monitorados visualmente, duas vezes ao dia, para possível manifestação de estro pós-parto. A involução uterina foi avaliada macroscopicamente por palpação transretal, classificando o posicionamento dos cornos uterinos. O estudo da dinâmica folicular ovariana pós-parto foi realizado por meio de ultrassonografia do quarto (4PP) ao quadragésimo dia pós-parto (40PP). Foram realizadas medições diárias registrando-se os diâmetros (mm) máximos do maior e segundo maior folículos presentes em cada ovário. As vacas foram divididas em três grupos experimentais: G1: vacas que apresentaram crescimentos foliculares esporádicos em intervalos irregulares, sem aparente perfil característico de ondas folicularese seus maiores folículos não ultrapassando diâmetros de 7mm (n=5); G2: vacas que apresentaram crescimentos foliculares regulares, com perfil característico de ondas foliculares e subordinação e com os seus maiores folículos de cada onda atingindo diâmetros de, no máximo, de 8 a 10mm (n=5); G3: vacas que apresentaram crescimentos foliculares regulares, com perfil característico de ondas foliculares e subordinação, tendo os seus maiores folículos de cada onda atingindo, pelo menos em uma onda folicular, diâmetros superiores a 10mm (n=5). Observou-se perda de peso (P<005) dos animaisdo G1, sendo o peso vivo no PV6 representando perda de 17% em relação ao PV Parto. Houve diminuição de ECC significativa nos animais dos grupos G1 e G2 no ECC6, em relação ao ECC1. O posicionamento uterino se tornou pélvico nos três grupos a partir de 17 dias pós-parto. Os animais dos grupos G2 e G3 tiveram maior número de ondas durante os 40 dias de avaliação e maior diâmetro de folículo no 4PP. Características da dinâmica folicular, diâmetro máximo do maior folículo (mm), comprimento de onda folicular (dias), duração do crescimento (dias), taxa de crescimento (mm/dia), persistência folicular (dias) e diâmetro do segundo maior folículo (mm) foram diferentes nos animais dos três grupos, sendo valores maiores para os animais do grupo G3, intermediários para G2 e menores para G1.


This study aimed to evaluate the follicular dynamics of Gir cows in the post partum period. Fifteen recently calved cows were used, which were breast feeding, kepton pasture, receiving water and mineralization. The animals were weekly weighed from the calve moment until the fifth week post partum, besides it was assessed the body condition score (ECC) from the first week to the sixt week post partum. During the experimental period, the animals were visually monitored twice a day for possible manifestation of post partum estrus. The uterine involution of the cows was evaluated macroscopically by transrectal palpation, classifying the position of the uterine horns. The study of post partum ovarian folicular dynamics was performed by ultrasonography from the fourth day (4PP) to the fortieth day post partum. Daily scores were done by recording the maximum diameters (mm) of the largest follicles and the second largest follicles presente in each ovary. The cows were divided in three groups: G1: five cows showed sporadic folicular grow that irregular intervals, with no apparent characteristic profile of folicular waves and their largest follicles not exceeded 7mm in diameter; G2: five cows showed regular folicular growth, folicular waves characteristic profile and the largest follicles reached between 8 to 10mm; G3: five cows showed regular folicular growth, folicular waves characteristic profile and the largest follicles reached, at least in one, more than 10mm. Significant weight loss was observed in G1, representing 17% of loss between PV 6 and PV Parto. Significant decrease in ECC of G1 animals and ECC6 of G2 animals in inrelation to ECC1. The uterine position became pelvic in the three groups after 17 days post partum. G2 and G3 had a greater number of waves during the 40 days of evaluation and a larger follicle diameter in the 4PP. Folicular dynamics features, such as maximum diameter of the largest follicle (mm), folicular wave (days), growth duration (days), growth rate (mm/day), folicular persistence (days), diameter of these conflargest follicle (mm) were higher in G3, intermediate for G2 and lower for G1.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA