Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1464824

Resumo

Grey triggerfish, Balistes capriscus, is an important economic resource from Southeastern and Southern Coast of Brazil. It has been intensively caught by the industrial fleet in the last decades. In the period from 1986 to 2005 the mean annual landed production was 4,414.6 ton, while for the quinquennia 1986-1990, 1991-1995, 1996-2000 and 2001-2005 the yearly productions were 3.951 ton, 2.473 ton, 5.928 ton and 5.307 ton, respectively. The state of Rio de Janeiro received a little more than half the total landings (52%) followed by the states of São Paulo (32,6%), Santa Catarina (10,6%), Rio Grande do Sul (4,8%) and Paraná (0,04%). However, total landings decreased 10.5%, considering the quinquennia 1996-2000 (29.637 ton) and 2001-2005 (26.537 ton). Yearly catches in São Paulo have oscillated since 1986, with strong decreasing trend starting in 2000. The same trend was observed at the average CPUE values down to 100 kg day-1. This is alarming, once this State receives more than 30% of the total landings in the analyzed period. Thus, it is recommended to the offices of fisheries management the inclusion of Balistes capriscus in the official lists of species under risk of overexploitation as precaution measurement.


O peixe-porco, Balistes capriscus, recurso de importância econômica para aa regiões sudeste e sul do Brasil, tem sido alvo de intensa captura pela frota industrial nas últimas décadas. No período de 1986 a 2005, a produção anual média desembarcada foi de 4.414,6 t, enquanto para os quinquênios 1986-1990, 1991-1995, 1996-2000 e 2001-2005 foram de 3.951 t, 2.473 t, 5.928 t e 5.307 t, respectivamente. O Estado do Rio de Janeiro foi responsável por pouco mais da metade do volume desembarcado (52,0%), seguido de São Paulo (32,6%), Santa Catarina (10,6%), Rio Grande do Sul (4,8%) e Paraná (0,04%). No entanto, considerando os quinquênios 1996-2000 (29.637 t) e 2001-2005 (26.537 t), a produção total desembarcada da espécie diminuiu 10,5%. Em São Paulo, as capturas anuais mostraram-se oscilantes desde 1986, com forte tendência de declínio a partir de 2000. O mesmo comportamento foi observado para os valores médios de CPUEs, chegando ao patamar de 100 kg dia-1, fato preocupante, já que SP representa mais de 30% do volume total desembarcado para o período analisado. Recomenda-se aos órgãos de gestão e ordenamento pesqueiro, como medida cautelar, a inclusão de Balistes capriscus nas listas oficiais de espécies ameaçadas de sobre-explotação.

2.
B. Inst. Pesca ; 35(2)2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-760744

Resumo

Grey triggerfish, Balistes capriscus, is an important economic resource from Southeastern and Southern Coast of Brazil. It has been intensively caught by the industrial fleet in the last decades. In the period from 1986 to 2005 the mean annual landed production was 4,414.6 ton, while for the quinquennia 1986-1990, 1991-1995, 1996-2000 and 2001-2005 the yearly productions were 3.951 ton, 2.473 ton, 5.928 ton and 5.307 ton, respectively. The state of Rio de Janeiro received a little more than half the total landings (52%) followed by the states of São Paulo (32,6%), Santa Catarina (10,6%), Rio Grande do Sul (4,8%) and Paraná (0,04%). However, total landings decreased 10.5%, considering the quinquennia 1996-2000 (29.637 ton) and 2001-2005 (26.537 ton). Yearly catches in São Paulo have oscillated since 1986, with strong decreasing trend starting in 2000. The same trend was observed at the average CPUE values down to 100 kg day-1. This is alarming, once this State receives more than 30% of the total landings in the analyzed period. Thus, it is recommended to the offices of fisheries management the inclusion of Balistes capriscus in the official lists of species under risk of overexploitation as precaution measurement.  


O peixe-porco, Balistes capriscus, recurso de importância econômica para aa regiões sudeste e sul do Brasil, tem sido alvo de intensa captura pela frota industrial nas últimas décadas. No período de 1986 a 2005, a produção anual média desembarcada foi de 4.414,6 t, enquanto para os quinquênios 1986-1990, 1991-1995, 1996-2000 e 2001-2005 foram de 3.951 t, 2.473 t, 5.928 t e 5.307 t, respectivamente. O Estado do Rio de Janeiro foi responsável por pouco mais da metade do volume desembarcado (52,0%), seguido de São Paulo (32,6%), Santa Catarina (10,6%), Rio Grande do Sul (4,8%) e Paraná (0,04%). No entanto, considerando os quinquênios 1996-2000 (29.637 t) e 2001-2005 (26.537 t), a produção total desembarcada da espécie diminuiu 10,5%. Em São Paulo, as capturas anuais mostraram-se oscilantes desde 1986, com forte tendência de declínio a partir de 2000. O mesmo comportamento foi observado para os valores médios de CPUEs, chegando ao patamar de 100 kg dia-1, fato preocupante, já que SP representa mais de 30% do volume total desembarcado para o período analisado. Recomenda-se aos órgãos de gestão e ordenamento pesqueiro, como medida cautelar, a inclusão de Balistes capriscus nas listas oficiais de espécies ameaçadas de sobre-explotação.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA