Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 57
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. rural (Online) ; 53(7): e20210787, 2023. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1404288

Resumo

ABSTRACT: Weedy rice (Oryza sativa L.) is the most problematic weed in rice fields due to the few control management alternatives to control it, because of the genetic similarity with the crop. Different cropping systems (regarding soil preparation before sowing) have been used as options to control the persistence and emergence of the weed seedbank. Therefore, the objective of this study was to evaluate the longevity and vertical distribution of weedy rice seeds in the soil seedbank after 22 years of different rice cropping systems. Data was analyzed as a two-way factorial, with cropping systems carried out for 22 years [no-tillage (NT), conventional tillage (CT), wet direct-seeded (WDS)] as one factor and sampling depth (0-2, 2-5, 5-10 and 10-20 cm) as the other factor. The number of whole and deteriorated seeds per m-2 were assessed, as well as the viability (%). No effect between the systems were detected up to 5 cm, however at 5-10 cm CT and WDS showed higher amount of seeds, and WDS at 10-20 cm. As the sampling depth increased, NT showed fewer amount of seeds, while less reduction of the soil seedbank was observed in WDS. CT and WDS spread viable seeds in the soil profile from 0 to 20 cm depth. After 22 years there are viable weedy rice seeds up to 10 cm of depth in the three cropping systems and there is no difference among them up to 5 cm of depth, demonstrating the serious problem of the seedbank for this species.


RESUMO: O arroz daninho (Oryza sativa L.) é a principal planta daninha do arroz cultivado e, devido à similaridade genética com a cultura, são poucas as alternativas de controle. Uma possibilidade são os sistemas de cultivo, em razão da influência na emergência e sobrevivência da espécie no banco de sementes do solo. Diante disso, o trabalho objetivou avaliar a longevidade e a distribuição das sementes de arroz daninho no perfil do solo, após 22 anos de cultivo, sob diferentes sistemas. Os tratamentos foram arranjados em esquema fatorial, em que o fator A foi composto por três sistemas de cultivo, realizados consecutivamente durante 22 anos, sendo esses: semeadura direta (SD), sistema convencional (SC) e pré-germinado (PG); e, o fator B composto por quatro profundidades de amostragem: 0-2, 2-5, 5-10 e 10-20 cm. As variáveis avaliadas foram: o número de sementes íntegras e deterioradas m-2; e, a porcentagem de viabilidade. Não foi verificado efeito dos sistemas até 5 cm, mas a 5-10 cm SC e PG mostraram maior quantidade de sementes, e PG a 10-20 cm. A SD proporcionou diminuição de sementes íntegras conforme aumentou a profundidade de amostragem, enquanto o sistema PG elimina menos sementes do banco de sementes do solo. Os sistemas SC e PG distribuem sementes viáveis no perfil do solo de 0 a 20 cm de profundidade. Após 22 anos, nos três sistemas de cultivo há sementes de arroz daninho viáveis até 10 cm de profundidade, sendo igual a quantidade de sementes viáveis até cinco centímetros de profundidade.

2.
Sci. agric ; 78(3): e20190078, 2021. ilus, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1497943

Resumo

Italian ryegrass (Lolium multiflorum Lam.) is a weed broadly found in fields cultivated with wheat and barley crops. Seed inputs into the soil before harvesting winter crops increase seed bank, ensuring survival. This study evaluated the persistence of Italian ryegrass seeds subjected to burial depths over time. Experiments were carried out in the field for two years in randomized block experimental design with four repetitions. Dormant seeds harvested from mother-plants were put in nylon bags containing soil. Previously, seed viability was evaluated in a 1 % tetrazolium solution, and 50 viable seeds by repetition were buried at 0.5, 5.0, 10, and 20 cm depths. Seed persistence was evaluated by the percentage of deteriorated and remaining seeds, non-dormant seeds, abnormal seedlings, and viable and non-viable dormant seeds at 0, 30, 60, 90, 180, 360, 540, and 720 days after burial (DAB). Seed persistence increased at 10 and 20 cm of burial depth compared to seeds in the soil layers up to 5 cm. Moreover, burial depth at 10 and 20 cm showed lower percentage of deteriorated seeds (10 % lower) compared to 0.5 cm at 360 DAB. For non-dormant seeds, a higher percentage was found at 90 DAB, regardless of seed burial depth. Dormancy breakage occurred until 180 DAB, and more rapidly at 10 and 20 cm depths. At 540 DAB, more than 95 % of seeds were unviable, demonstrating short persistence of Italian ryegrass in the soil seed bank.


Assuntos
Banco de Sementes , Dormência de Plantas , Lolium/embriologia , Sementes/crescimento & desenvolvimento , Plantas Daninhas
3.
Sci. agric. ; 78(3): e20190078, 2021. ilus, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-29206

Resumo

Italian ryegrass (Lolium multiflorum Lam.) is a weed broadly found in fields cultivated with wheat and barley crops. Seed inputs into the soil before harvesting winter crops increase seed bank, ensuring survival. This study evaluated the persistence of Italian ryegrass seeds subjected to burial depths over time. Experiments were carried out in the field for two years in randomized block experimental design with four repetitions. Dormant seeds harvested from mother-plants were put in nylon bags containing soil. Previously, seed viability was evaluated in a 1 % tetrazolium solution, and 50 viable seeds by repetition were buried at 0.5, 5.0, 10, and 20 cm depths. Seed persistence was evaluated by the percentage of deteriorated and remaining seeds, non-dormant seeds, abnormal seedlings, and viable and non-viable dormant seeds at 0, 30, 60, 90, 180, 360, 540, and 720 days after burial (DAB). Seed persistence increased at 10 and 20 cm of burial depth compared to seeds in the soil layers up to 5 cm. Moreover, burial depth at 10 and 20 cm showed lower percentage of deteriorated seeds (10 % lower) compared to 0.5 cm at 360 DAB. For non-dormant seeds, a higher percentage was found at 90 DAB, regardless of seed burial depth. Dormancy breakage occurred until 180 DAB, and more rapidly at 10 and 20 cm depths. At 540 DAB, more than 95 % of seeds were unviable, demonstrating short persistence of Italian ryegrass in the soil seed bank.(AU)


Assuntos
Lolium/embriologia , Sementes/crescimento & desenvolvimento , Dormência de Plantas , Banco de Sementes , Plantas Daninhas
4.
Ci. Rural ; 48(9)2018.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-737385

Resumo

ABSTRACT: In Brazil, horseweed is one of the most important weeds because of the resistance to herbicides and high competitive for the crops. A large of losses were reported in major crops such as soybeans, wheat and corn, where the use a no-tillage system and the herbicide resistance promote better establishment. A correct understanding of the way temperature influences germination enables the prediction of the regions with the highest potential for colonization by this weed and thus facilitates its control. The objective of this study; therefore, was to discern the ways temperature affected the germination, viability and longevity of horseweed seeds. Testing was done at 10, 20 and 30°C, while evaluation occurred on days 0, 15, 30, 45 and 60. Seeds were packed in a nylon mesh bag (5x5cm), with 10g of upland soil (Yellow Red Argissolo, sandy loam texture), placed in transparent plastic boxes at 0 to 0.5cm soil depth, at the temperatures specified. Percentage of remaining seeds, first and second germination counts, abnormal seedlings, and dead, dormant, viable and non-viable seeds, were assessed. Horseweed seeds achieve secondary dormancy at 10, 20 and 30°C, while their quality and the longevity showed damage at 20 and 30°C temperatures.


RESUMO: No Brasil, a buva (Conyza spp.) é uma das principais plantas daninhas devido à resistência a herbicidas e alta competividade com as culturas. Esta é responsável por perdas de produtividade em culturas como soja, milho, algodão e trigo cuja implementação da semeadura direta e a resistência aos herbicidas favorecem seu estabelecimento. O conhecimento do efeito da temperatura na germinação permite prever as regiões com maior potencial de colonização e auxiliar no manejo. Assim, objetivou-se com este trabalho determinar o efeito da temperatura na germinação, viabilidade e longevidade de sementes de buva em solo de terras altas. As temperaturas testadas foram 10, 20 e 30ºC e os períodos de avaliação 0, 15, 30, 45 e 60 dias. As sementes foram acondicionadas em saco de malha de nylon (5 x 5cm), distribuídas em 10g de solo de terras altas (Argissolo Vermelho Amarelo, de textura franco-arenosa), e, alocadas em caixas gerbox com solo a profundidade de 0 a 0,5 cm, nas temperaturas descritas. Avaliou-se em percentagem de sementes remanescentes, primeira e segunda contagem de germinação, plântulas anormais, sementes mortas, dormentes, viáveis e não viáveis. A semente de buva atinge dormência secundária, nas temperaturas de 10, 20 e 30ºC e sua qualidade e longevidade são prejudicadas nas temperaturas de 20 e 30ºC.

5.
Ci. Rural ; 48(9): e20170687, 2018. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-736458

Resumo

In Brazil, horseweed is one of the most important weeds because of the resistance to herbicides and high competitive for the crops. A large of losses were reported in major crops such as soybeans, wheat and corn, where the use a no-tillage system and the herbicide resistance promote better establishment. A correct understanding of the way temperature influences germination enables the prediction of the regions with the highest potential for colonization by this weed and thus facilitates its control. The objective of this study; therefore, was to discern the ways temperature affected the germination, viability and longevity of horseweed seeds. Testing was done at 10, 20 and 30°C, while evaluation occurred on days 0, 15, 30, 45 and 60. Seeds were packed in a nylon mesh bag (5x5cm), with 10g of upland soil (Yellow Red Argissolo, sandy loam texture), placed in transparent plastic boxes at 0 to 0.5cm soil depth, at the temperatures specified. Percentage of remaining seeds, first and second germination counts, abnormal seedlings, and dead, dormant, viable and non-viable seeds, were assessed. Horseweed seeds achieve secondary dormancy at 10, 20 and 30°C, while their quality and the longevity showed damage at 20 and 30°C temperatures.(AU)


No Brasil, a buva (Conyza spp.) é uma das principais plantas daninhas devido à resistência a herbicidas e alta competividade com as culturas. Esta é responsável por perdas de produtividade em culturas como soja, milho, algodão e trigo cuja implementação da semeadura direta e a resistência aos herbicidas favorecem seu estabelecimento. O conhecimento do efeito da temperatura na germinação permite prever as regiões com maior potencial de colonização e auxiliar no manejo. Assim, objetivou-se com este trabalho determinar o efeito da temperatura na germinação, viabilidade e longevidade de sementes de buva em solo de terras altas. As temperaturas testadas foram 10, 20 e 30ºC e os períodos de avaliação 0, 15, 30, 45 e 60 dias. As sementes foram acondicionadas em saco de malha de nylon (5 x 5cm), distribuídas em 10g de solo de terras altas (Argissolo Vermelho Amarelo, de textura franco-arenosa), e, alocadas em caixas gerbox com solo a profundidade de 0 a 0,5 cm, nas temperaturas descritas. Avaliou-se em percentagem de sementes remanescentes, primeira e segunda contagem de germinação, plântulas anormais, sementes mortas, dormentes, viáveis e não viáveis. A semente de buva atinge dormência secundária, nas temperaturas de 10, 20 e 30ºC e sua qualidade e longevidade são prejudicadas nas temperaturas de 20 e 30ºC.(AU)


Assuntos
Conyza/embriologia , Conyza/crescimento & desenvolvimento , Germinação , Dormência de Plantas , Sementes , Efeitos do Clima
6.
Colloq. Agrar ; 14(3): 132-143, jul.-set. 2018. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1481424

Resumo

Na cultura do trigo a dessecação em pré-colheita com herbicidas pode influenciar a produtividade e a qualidade fisiológica das sementes. Diante disso, objetivou-se quantificar a produtividade, a qualidade fisiológica e o resíduo em sementes de trigo após dessecação em pré-colheita com diferentes herbicidas. O delineamento experimental adotado foi em blocos ao acaso, arranjados em esquema fatorial 2x 2 x 6, sendo o fator A constituído pelas cultivares (BRS 177 e BRS Umbu), o fator B das épocas de aplicação [anterior a maturidade fisiológica (AMF) e posterior a maturidade fisiológica (PMF)] e, o fator C dos herbicidas [2,4-D, paraquat, glifosato, glufosinato de amônio, metsulfuron metílico e, testemunha (sem aplicação)] com quatro repetições. As variáveis analisadas foram o peso de mil sementes, peso hectolitro, número de antécios por espiga, produtividade, qualidade fisiológica das sementes, através dos testes de vigor e germinação e, resíduos nas sementes, após aplicação dos herbicidas em pré-colheita. A dessecação em pré-colheita com herbicida realizada em estádio posterior a maturidade fisiológica, em geral, não altera a qualidade fisiológica e a produtividade de trigo das cultivares BRS 177 e BRS Umbu. A aplicação de metsulfuron metílico e paraquat não apresentam efeitos residuais nos grãos, independente da época de aplicação, enquanto a aplicação de glufosinato de amônio, glifosato e 2,4-D, quando aplicados anterior à maturidade fisiológica, geram níveis de resíduo nos grãos de trigo.


In the wheat crop, pre-harvest desiccation with herbicides can influence the productivity and physiological seed quality. The study aimed to quantify the yield, physiological seed quality, and residue in wheat seeds. The experimental design was a randomized block design in a 2x2x6 factorial, being the factor A constituting of wheat cultivars (BRS 177 e BRS Umbu), the factor B application stages (before and after physiological maturation) and, factor C desiccation with different herbicides (2,4-D, paraquat, glyphosate, ammonium glufosinate, metsulfuron-methyl, and control) with four replications. The variables analyzed were the thousand seeds weight, hectoliter weight, number of anthecium per spike, seed yield, physiological seed quality by the vigor tests and standard germination, and residue in wheat seeds after the application of herbicides in pre-harvest. The desiccation in pre-harvest herbicide held at a later stage after physiological maturity, in general, does not affect the physiological quality and seed yield of BRS Umbu and BRS 177 cultivars. The application of methyl-metsulfuron and paraquat does not show residual effects on the seed independent of the application stage, while the application of ammonium glufosinate, glyphosate, and 2,4-D, when applied before the physiological maturity result residue levels in wheat seed.

7.
Colloq. agrar. ; 14(3): 132-143, jul.-set. 2018. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-18536

Resumo

Na cultura do trigo a dessecação em pré-colheita com herbicidas pode influenciar a produtividade e a qualidade fisiológica das sementes. Diante disso, objetivou-se quantificar a produtividade, a qualidade fisiológica e o resíduo em sementes de trigo após dessecação em pré-colheita com diferentes herbicidas. O delineamento experimental adotado foi em blocos ao acaso, arranjados em esquema fatorial 2x 2 x 6, sendo o fator A constituído pelas cultivares (BRS 177 e BRS Umbu), o fator B das épocas de aplicação [anterior a maturidade fisiológica (AMF) e posterior a maturidade fisiológica (PMF)] e, o fator C dos herbicidas [2,4-D, paraquat, glifosato, glufosinato de amônio, metsulfuron metílico e, testemunha (sem aplicação)] com quatro repetições. As variáveis analisadas foram o peso de mil sementes, peso hectolitro, número de antécios por espiga, produtividade, qualidade fisiológica das sementes, através dos testes de vigor e germinação e, resíduos nas sementes, após aplicação dos herbicidas em pré-colheita. A dessecação em pré-colheita com herbicida realizada em estádio posterior a maturidade fisiológica, em geral, não altera a qualidade fisiológica e a produtividade de trigo das cultivares BRS 177 e BRS Umbu. A aplicação de metsulfuron metílico e paraquat não apresentam efeitos residuais nos grãos, independente da época de aplicação, enquanto a aplicação de glufosinato de amônio, glifosato e 2,4-D, quando aplicados anterior à maturidade fisiológica, geram níveis de resíduo nos grãos de trigo.(AU)


In the wheat crop, pre-harvest desiccation with herbicides can influence the productivity and physiological seed quality. The study aimed to quantify the yield, physiological seed quality, and residue in wheat seeds. The experimental design was a randomized block design in a 2x2x6 factorial, being the factor A constituting of wheat cultivars (BRS 177 e BRS Umbu), the factor B application stages (before and after physiological maturation) and, factor C desiccation with different herbicides (2,4-D, paraquat, glyphosate, ammonium glufosinate, metsulfuron-methyl, and control) with four replications. The variables analyzed were the thousand seeds weight, hectoliter weight, number of anthecium per spike, seed yield, physiological seed quality by the vigor tests and standard germination, and residue in wheat seeds after the application of herbicides in pre-harvest. The desiccation in pre-harvest herbicide held at a later stage after physiological maturity, in general, does not affect the physiological quality and seed yield of BRS Umbu and BRS 177 cultivars. The application of methyl-metsulfuron and paraquat does not show residual effects on the seed independent of the application stage, while the application of ammonium glufosinate, glyphosate, and 2,4-D, when applied before the physiological maturity result residue levels in wheat seed.(AU)

8.
Arq. Inst. Biol ; 84: 1-7, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1462449

Resumo

The objective of this study was to evaluate the relative competitive ability of soybean with different development stages of hairy fleabane. Two experiments were conducted in greenhouse, in a completely randomized design. In the experiment it was tested soybean and hairy fleabane competition at different stage of development (rosette and 15 cm height) at the proportions 100:0, 75:25, 50:50, 25:75 and 0:100, and total plant population was 315 plant m-2. The variables evaluated were plant height, leaf area, and shoot dry matter (leaves and stems). Competitive analysis was performed by diagrams and interpreting the competitiveness index. The soybean has greater competitive ability that horseweed for both development stages. The intraspecific competition is more intense for soybean when in hairy fleabane rosette stage, and the competitive relations are equivalent between soybean and hairy fleabane of 15 cm tall. The both hairy fleabane stages were injured in the soybeans competition.


O objetivo deste trabalho foi avaliar a habilidade competitiva relativa da cultura da soja com buva de diferentes estádios de desenvolvimento. Foram realizados dois experimentos em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado. Os experimentos testaram a competição de soja e buva (estádio roseta e plantas com 15 cm de estatura) nas proporções de 100:0, 75:25, 50:50, 25:75 e 0:100, com população equivalente a 315 plantas m-2. As variáveis avaliadas foram estatura, área foliar e matéria seca da parte aérea (folhas e caule). A análise da competitividade foi realizada por aplicação de diagramas e interpretações dos índices de competitividade. Os resultados da competição da soja com buva de diferentes estádios de desenvolvimento evidenciam que o cultivar de soja BRS Estância RR, em geral, possui mais habilidade competitiva que a buva, independentemente do estádio de desenvolvimento. A competição intraespecífica é mais intensa para a cultura quando em competição com buva em estádio de roseta, enquanto para a soja com buva de 15 cm as relações de competição se equivalem. O desenvolvimento da buva é prejudicado na competição com a soja.


Assuntos
Conyza , Crescimento e Desenvolvimento , Glycine max
9.
Arq. Inst. Biol ; 84: 1-8, 2017. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1462456

Resumo

The interference of glyphosate resistant hairy fleabane (Conyza bonariensis) has caused yield losses in soybean crop. Knowledge of the economic threshold is an important aspect for the economic management of resistant weeds. Because of it, the interference of the glyphosate resistant hairy fleabane density on the soybean yield loss was evaluated, as well as to estimate the economic threshold. Two experiments were conducted to verify the effect of different weed densities on the yield of two soybean cultivars (BRS Estância and BMX Turbo). Weed density ranged from 0 to 124 plants m-2. The yield of the BRS Estância decreased by 1.4% to the increase of one single plant, while for the BMX Turbo the loss was 25.9%. Soybean yield and economic threshold were lower for the BMX Turbo cultivar compared to the cultivar BRS Estância, which can be attributed to the genotype, competitive ability, weed development stage and/or environment. Increases in crop yield expectation, soybean price and herbicide efficiency reduce the economic threshold, indicating that the adoption of control measures should be taken when the weed density is low. Due to the high cost of hairy fleabane control, it is only feasible at high densities.


A interferência de plantas de buva (Conyza bonariensis) resistente ao herbicida glyphosate tem causado perdas de produtividade na cultura da soja. O conhecimento do nível de dano econômico é um importante fator para o manejo econômico de plantas daninhas resistentes na cultura da soja. Para isso, foi avaliada a interferência da densidade de buva resistente ao glyphosate sobre a perda de rendimento da soja, bem como estimado o nível de dano econômico. Dois experimentos foram conduzidos para verificar o efeito de diferentes densidades da planta daninha sobre a produtividade de dois cultivares de soja (BRS Estância e BMX Turbo). As densidades de buva variaram de 0 a 124 plantas m-2. A produtividade do cultivar BRS Estância reduziu 1,4% ao aumento de uma planta, enquanto para o cultivar BMX Turbo a perda foi de 25,9%. A produtividade da soja e o nível de dano econômico foram menores para o cultivar BMX Turbo, em comparação com o cultivar BRS Estância, o que pode ser atribuído ao genótipo, à habilidade competitiva, ao estádio de desenvolvimento da buva e/ou a ambiente. Aumentos na expectativa de produtividade da cultura, no preço da soja e na eficiência dos herbicidas reduzem o nível de dano econômico, indicando que a adoção de medidas de controle deve ser tomada quando a população de buva é baixa. Em função do elevado custo de controle da buva, este somente é viável em altas densidades.


Assuntos
Conyza , Plantas Daninhas , Resistência a Herbicidas , Glycine max , Eficiência
10.
Arq. Inst. Biol ; 84: e0202015, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-887850

Resumo

The objective of this study was to evaluate the relative competitive ability of soybean with different development stages of hairy fleabane. Two experiments were conducted in greenhouse, in a completely randomized design. In the experiment it was tested soybean and hairy fleabane competition at different stage of development (rosette and 15 cm height) at the proportions 100:0, 75:25, 50:50, 25:75 and 0:100, and total plant population was 315 plant m-2. The variables evaluated were plant height, leaf area, and shoot dry matter (leaves and stems). Competitive analysis was performed by diagrams and interpreting the competitiveness index. The soybean has greater competitive ability that horseweed for both development stages. The intraspecific competition is more intense for soybean when in hairy fleabane rosette stage, and the competitive relations are equivalent between soybean and hairy fleabane of 15 cm tall. The both hairy fleabane stages were injured in the soybeans competition.(AU)


O objetivo deste trabalho foi avaliar a habilidade competitiva relativa da cultura da soja com buva de diferentes estádios de desenvolvimento. Foram realizados dois experimentos em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado. Os experimentos testaram a competição de soja e buva (estádio roseta e plantas com 15 cm de estatura) nas proporções de 100:0, 75:25, 50:50, 25:75 e 0:100, com população equivalente a 315 plantas m-2. As variáveis avaliadas foram estatura, área foliar e matéria seca da parte aérea (folhas e caule). A análise da competitividade foi realizada por aplicação de diagramas e interpretações dos índices de competitividade. Os resultados da competição da soja com buva de diferentes estádios de desenvolvimento evidenciam que o cultivar de soja BRS Estância RR, em geral, possui mais habilidade competitiva que a buva, independentemente do estádio de desenvolvimento. A competição intraespecífica é mais intensa para a cultura quando em competição com buva em estádio de roseta, enquanto para a soja com buva de 15 cm as relações de competição se equivalem. O desenvolvimento da buva é prejudicado na competição com a soja.(AU)


Assuntos
Glycine max , Conyza , Crescimento e Desenvolvimento
11.
Arq. Inst. Biol ; 84: e0022017, 2017. graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-887851

Resumo

The interference of glyphosate resistant hairy fleabane (Conyza bonariensis) has caused yield losses in soybean crop. Knowledge of the economic threshold is an important aspect for the economic management of resistant weeds. Because of it, the interference of the glyphosate resistant hairy fleabane density on the soybean yield loss was evaluated, as well as to estimate the economic threshold. Two experiments were conducted to verify the effect of different weed densities on the yield of two soybean cultivars (BRS Estância and BMX Turbo). Weed density ranged from 0 to 124 plants m-2. The yield of the BRS Estância decreased by 1.4% to the increase of one single plant, while for the BMX Turbo the loss was 25.9%. Soybean yield and economic threshold were lower for the BMX Turbo cultivar compared to the cultivar BRS Estância, which can be attributed to the genotype, competitive ability, weed development stage and/or environment. Increases in crop yield expectation, soybean price and herbicide efficiency reduce the economic threshold, indicating that the adoption of control measures should be taken when the weed density is low. Due to the high cost of hairy fleabane control, it is only feasible at high densities.(AU)


A interferência de plantas de buva (Conyza bonariensis) resistente ao herbicida glyphosate tem causado perdas de produtividade na cultura da soja. O conhecimento do nível de dano econômico é um importante fator para o manejo econômico de plantas daninhas resistentes na cultura da soja. Para isso, foi avaliada a interferência da densidade de buva resistente ao glyphosate sobre a perda de rendimento da soja, bem como estimado o nível de dano econômico. Dois experimentos foram conduzidos para verificar o efeito de diferentes densidades da planta daninha sobre a produtividade de dois cultivares de soja (BRS Estância e BMX Turbo). As densidades de buva variaram de 0 a 124 plantas m-2. A produtividade do cultivar BRS Estância reduziu 1,4% ao aumento de uma planta, enquanto para o cultivar BMX Turbo a perda foi de 25,9%. A produtividade da soja e o nível de dano econômico foram menores para o cultivar BMX Turbo, em comparação com o cultivar BRS Estância, o que pode ser atribuído ao genótipo, à habilidade competitiva, ao estádio de desenvolvimento da buva e/ou a ambiente. Aumentos na expectativa de produtividade da cultura, no preço da soja e na eficiência dos herbicidas reduzem o nível de dano econômico, indicando que a adoção de medidas de controle deve ser tomada quando a população de buva é baixa. Em função do elevado custo de controle da buva, este somente é viável em altas densidades.(AU)


Assuntos
Glycine max , Conyza , Resistência a Herbicidas , Plantas Daninhas , Eficiência
12.
Arq. Inst. Biol. ; 84: 1-8, 2017. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-18119

Resumo

The interference of glyphosate resistant hairy fleabane (Conyza bonariensis) has caused yield losses in soybean crop. Knowledge of the economic threshold is an important aspect for the economic management of resistant weeds. Because of it, the interference of the glyphosate resistant hairy fleabane density on the soybean yield loss was evaluated, as well as to estimate the economic threshold. Two experiments were conducted to verify the effect of different weed densities on the yield of two soybean cultivars (BRS Estância and BMX Turbo). Weed density ranged from 0 to 124 plants m-2. The yield of the BRS Estância decreased by 1.4% to the increase of one single plant, while for the BMX Turbo the loss was 25.9%. Soybean yield and economic threshold were lower for the BMX Turbo cultivar compared to the cultivar BRS Estância, which can be attributed to the genotype, competitive ability, weed development stage and/or environment. Increases in crop yield expectation, soybean price and herbicide efficiency reduce the economic threshold, indicating that the adoption of control measures should be taken when the weed density is low. Due to the high cost of hairy fleabane control, it is only feasible at high densities.(AU)


A interferência de plantas de buva (Conyza bonariensis) resistente ao herbicida glyphosate tem causado perdas de produtividade na cultura da soja. O conhecimento do nível de dano econômico é um importante fator para o manejo econômico de plantas daninhas resistentes na cultura da soja. Para isso, foi avaliada a interferência da densidade de buva resistente ao glyphosate sobre a perda de rendimento da soja, bem como estimado o nível de dano econômico. Dois experimentos foram conduzidos para verificar o efeito de diferentes densidades da planta daninha sobre a produtividade de dois cultivares de soja (BRS Estância e BMX Turbo). As densidades de buva variaram de 0 a 124 plantas m-2. A produtividade do cultivar BRS Estância reduziu 1,4% ao aumento de uma planta, enquanto para o cultivar BMX Turbo a perda foi de 25,9%. A produtividade da soja e o nível de dano econômico foram menores para o cultivar BMX Turbo, em comparação com o cultivar BRS Estância, o que pode ser atribuído ao genótipo, à habilidade competitiva, ao estádio de desenvolvimento da buva e/ou a ambiente. Aumentos na expectativa de produtividade da cultura, no preço da soja e na eficiência dos herbicidas reduzem o nível de dano econômico, indicando que a adoção de medidas de controle deve ser tomada quando a população de buva é baixa. Em função do elevado custo de controle da buva, este somente é viável em altas densidades.(AU)


Assuntos
Conyza , Resistência a Herbicidas , Glycine max , Plantas Daninhas , Eficiência
13.
Arq. Inst. Biol. ; 84: 1-7, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-13819

Resumo

The objective of this study was to evaluate the relative competitive ability of soybean with different development stages of hairy fleabane. Two experiments were conducted in greenhouse, in a completely randomized design. In the experiment it was tested soybean and hairy fleabane competition at different stage of development (rosette and 15 cm height) at the proportions 100:0, 75:25, 50:50, 25:75 and 0:100, and total plant population was 315 plant m-2. The variables evaluated were plant height, leaf area, and shoot dry matter (leaves and stems). Competitive analysis was performed by diagrams and interpreting the competitiveness index. The soybean has greater competitive ability that horseweed for both development stages. The intraspecific competition is more intense for soybean when in hairy fleabane rosette stage, and the competitive relations are equivalent between soybean and hairy fleabane of 15 cm tall. The both hairy fleabane stages were injured in the soybeans competition.(AU)


O objetivo deste trabalho foi avaliar a habilidade competitiva relativa da cultura da soja com buva de diferentes estádios de desenvolvimento. Foram realizados dois experimentos em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado. Os experimentos testaram a competição de soja e buva (estádio roseta e plantas com 15 cm de estatura) nas proporções de 100:0, 75:25, 50:50, 25:75 e 0:100, com população equivalente a 315 plantas m-2. As variáveis avaliadas foram estatura, área foliar e matéria seca da parte aérea (folhas e caule). A análise da competitividade foi realizada por aplicação de diagramas e interpretações dos índices de competitividade. Os resultados da competição da soja com buva de diferentes estádios de desenvolvimento evidenciam que o cultivar de soja BRS Estância RR, em geral, possui mais habilidade competitiva que a buva, independentemente do estádio de desenvolvimento. A competição intraespecífica é mais intensa para a cultura quando em competição com buva em estádio de roseta, enquanto para a soja com buva de 15 cm as relações de competição se equivalem. O desenvolvimento da buva é prejudicado na competição com a soja.(AU)


Assuntos
Glycine max , Crescimento e Desenvolvimento , Conyza
14.
Semina ciênc. agrar ; 38(3): 1133-1144, maio-jun. 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1500807

Resumo

The Wild Poinsettia (Euphorbia heterophylla L.) has elevated potential to reduce the soybean yield and is a difficult to control plant due to herbicide resistance. The objectives of this study were to determine the changes in the photosynthetic physiological parameters, secondary metabolite levels, cellular damage, and antioxidant system activity in soybean plants and Wild Poinsettia biotypes with a low level of resistance or susceptibility to glyphosate in competition with soybeans. Two replacement series experiments were conducted in a greenhouse under competition between soybeans and the low-level resistant biotype (experiment I) or susceptible biotype (experiment II). The treatments consisted of different proportions of soybean plants and Wild Poinsettia [100:0 (pure stand of soybean), 50:50, and 0:100 (pure stand of Wild Poinsettia)] and different evaluation periods (the 2013/14 and 2014/15 growing seasons). The following parameters were analyzed: the chlorophyll, carotenoid (CRT), total phenol, hydrogen peroxide (H2 O2 ), and lipid peroxidation levels and the catalase (CAT), ascorbate peroxidase (APX), and superoxide dismutase (SOD) enzyme activity. Generally, competition between the soybeans and the Wild Poinsettia biotypes did not alter the photosynthetic parameters or the photosynthetic pigment levels of the crop. For the weed biotypes, competition with the soybeans negatively affected photosynthesis. Greater losses of chlorophylls and CRTs were observed for the susceptible biotype when in competition with soybeans, whereas the opposite trend was observed for the biotype with a low level of resistance. No cellular damage or alterations in antioxidant system enzyme activity was observed, which indicated a lack of oxidative stress.


A leiteira (Euphorbia heterophylla L.) apresenta elevado potencial de redução da produtividade de soja, sendo uma planta de difícil controle devido aos casos de resistência a herbicidas. Os objetivos desse trabalho foram determinar a alteração nos parâmetros fisiológicos fotossintéticos, o conteúdo de metabólitos secundários, os danos celulares e a atividade do sistema antioxidante em soja e em biótipo de leiteira resistente de nível baixo ou suscetível ao glyphosate, quando em competição com a soja. Foram realizados dois experimentos em casa de vegetação, em série de substituição, com a competição de soja com o biótipo resistente de nível baixo (experimento I) ou suscetível (experimento II). Os tratamentos constaram das proporções de plantas de soja e leiteira 100:0 (estande puro de soja), 50:50, e 0:100% (estande puro de leiteira); e, das diferentes épocas de condução dos experimentos (safras 2013/14 e 2014/15). Foram analisados o teor de clorofila e carotenoides, fenóis totais, peróxido de hidrogênio, peroxidação lipídica e atividade das enzimas catalase, ascorbato peroxidase e superóxido dismutase. A competição de soja com os biótipos de leiteira, em geral, não alterou os parâmetros fotossintéticos e o teor de pigmentos fotossintéticos da cultura. Para os biótipos da planta daninha, a competição com a soja interferiu negativamente na fotossíntese, havendo maiores perdas de clorofilas e carotenoides para o biótipo suscetível quando em competição com a soja, sendo o contrário observado para o biótipo resistente de nível baixo. Não foram observados danos celulares ou alteração na atividade das enzimas do sistema antioxidante, indicando não haver estresse oxidativo.


Assuntos
Compostos Organofosforados/administração & dosagem , Compostos Organofosforados/análise , Euphorbia heterodoxa/administração & dosagem , Euphorbia heterodoxa/análise , Fotossíntese
15.
Semina Ci. agr. ; 38(3): 1133-1144, 17. 2017. 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-17457

Resumo

The Wild Poinsettia (Euphorbia heterophylla L.) has elevated potential to reduce the soybean yield and is a difficult to control plant due to herbicide resistance. The objectives of this study were to determine the changes in the photosynthetic physiological parameters, secondary metabolite levels, cellular damage, and antioxidant system activity in soybean plants and Wild Poinsettia biotypes with a low level of resistance or susceptibility to glyphosate in competition with soybeans. Two replacement series experiments were conducted in a greenhouse under competition between soybeans and the low-level resistant biotype (experiment I) or susceptible biotype (experiment II). The treatments consisted of different proportions of soybean plants and Wild Poinsettia [100:0 (pure stand of soybean), 50:50, and 0:100 (pure stand of Wild Poinsettia)] and different evaluation periods (the 2013/14 and 2014/15 growing seasons). The following parameters were analyzed: the chlorophyll, carotenoid (CRT), total phenol, hydrogen peroxide (H2 O2 ), and lipid peroxidation levels and the catalase (CAT), ascorbate peroxidase (APX), and superoxide dismutase (SOD) enzyme activity. Generally, competition between the soybeans and the Wild Poinsettia biotypes did not alter the photosynthetic parameters or the photosynthetic pigment levels of the crop. For the weed biotypes, competition with the soybeans negatively affected photosynthesis. Greater losses of chlorophylls and CRTs were observed for the susceptible biotype when in competition with soybeans, whereas the opposite trend was observed for the biotype with a low level of resistance. No cellular damage or alterations in antioxidant system enzyme activity was observed, which indicated a lack of oxidative stress.(AU)


A leiteira (Euphorbia heterophylla L.) apresenta elevado potencial de redução da produtividade de soja, sendo uma planta de difícil controle devido aos casos de resistência a herbicidas. Os objetivos desse trabalho foram determinar a alteração nos parâmetros fisiológicos fotossintéticos, o conteúdo de metabólitos secundários, os danos celulares e a atividade do sistema antioxidante em soja e em biótipo de leiteira resistente de nível baixo ou suscetível ao glyphosate, quando em competição com a soja. Foram realizados dois experimentos em casa de vegetação, em série de substituição, com a competição de soja com o biótipo resistente de nível baixo (experimento I) ou suscetível (experimento II). Os tratamentos constaram das proporções de plantas de soja e leiteira 100:0 (estande puro de soja), 50:50, e 0:100% (estande puro de leiteira); e, das diferentes épocas de condução dos experimentos (safras 2013/14 e 2014/15). Foram analisados o teor de clorofila e carotenoides, fenóis totais, peróxido de hidrogênio, peroxidação lipídica e atividade das enzimas catalase, ascorbato peroxidase e superóxido dismutase. A competição de soja com os biótipos de leiteira, em geral, não alterou os parâmetros fotossintéticos e o teor de pigmentos fotossintéticos da cultura. Para os biótipos da planta daninha, a competição com a soja interferiu negativamente na fotossíntese, havendo maiores perdas de clorofilas e carotenoides para o biótipo suscetível quando em competição com a soja, sendo o contrário observado para o biótipo resistente de nível baixo. Não foram observados danos celulares ou alteração na atividade das enzimas do sistema antioxidante, indicando não haver estresse oxidativo.(AU)


Assuntos
Euphorbia heterodoxa/administração & dosagem , Euphorbia heterodoxa/análise , Fotossíntese , Compostos Organofosforados/administração & dosagem , Compostos Organofosforados/análise
16.
Ci. Rural ; 45(9): 1557-1563, Sept. 2015. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-760544

Resumo

Dose-response experiments were carried out to evaluate the sensitivity of imidazolinone-resistant red rice to nonselective herbicides currently used in rice-soybean rotation in Rio Grande do Sul. Two red rice biotypes previously identified as resistant and susceptible to the imidazolinone herbicides were treated with imazapic plus imazapic, glyphosate and glufosinate under nine herbicide rates. A non-linear log-logistic analysis was used to estimate the herbicide rate that provided 50% red rice control and dry weight reduction (GR50). Imidazolinone-resistant red rice exhibited greater GR50 values than imidazolinone-susceptible biotype for imazapyr plus imazapic. In contrast, both imidazolinone-resistant and susceptible red rice showed similar GR50values for glyphosate and glufosinate. These results indicate that glyphosate and glufosinate effectively control imidazolinone-resistant red rice at similar herbicide rates used to control imidazolinone-susceptible; however, integrated weed management practices must be adopted in rice-soybean rotation to delay resistance evolution of red rice populations to glyphosate and glufosinate.(AU)


Curvas de dose-resposta foram conduzidas para avaliar a sensibilidade de arroz-vermelho resistente às imidazolinonas para herbicidas não-seletivos, comumente utilizados em áreas de rotação soja-arroz irrigado no Rio Grande do Sul. Dois biótipos de arroz-vermelho, previamente identificados como suscetível e resistente às imidazolinonas, foram aspergidos com imazapyr+imazapic, glyphosate e glufosinate sob nove concentrações herbicidas. Utilizou-se análise de regressão não linear do tipo log-logística para estimar a concentração herbicida que proporcionou 50% de controle e redução na massa de matéria seca da parte aérea (GR50) de arroz-vermelho. O biótipo de arroz-vermelho resistente às imidazolinonas demonstrou maior GR50, quando comparado ao biótipo suscetível para imazapyr+imazapic. Valores similares de GR50 foram observados para ambos os biótipos tratados com glyphosate e glufosinate. Esses resultados indicam que os herbicidas glyphosate e glufosinate controlam efetivamente biótipos de arroz-vermelho resistente às imidazolinonas em doses recomendadas para controlar biótipos suscetíveis às imidazolinonas. No entanto, práticas integradas de manejo devem ser utilizadas para retardar a evolução da resistência de arroz-vermelho aos herbicidas glyphosate e glufosinate na rotação soja-arroz irrigado.(AU)


Assuntos
Oryza/efeitos dos fármacos , Oryza/crescimento & desenvolvimento , Resistência a Herbicidas , Agricultura Sustentável
17.
Arq. Inst. Biol ; 81(2): 173-179, abr.-jun. 2014. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1005018

Resumo

O uso intenso de herbicidas com o mesmo mecanismo de ação tem selecionado espécies de plantas daninhas resistentes como, por exemplo, o arroz-vermelho (Oryza sativa L.) com resistência à mistura formulada dos herbicidas imazapyr + imazapic. A competição de plantas daninhas ocasiona perda de produtividade das culturas, geralmente crescente, quanto mais semelhantes forem suas características morfofisiológicas. Ainda, a capacidade competitiva do biótipo geralmente é alterada pela característica de resistência, e seu conhecimento é fundamental para a compreensão da dinâmica da população resistente. Diante disso, o objetivo da pesquisa foi estudar a habilidade competitiva entre biótipos de arroz-vermelho resistente e suscetível ao herbicida imazapyr + imazapic com arroz irrigado, utilizando o método de série de substituição. Para isso, foram conduzidos experimentos com a cultivar Puitá INTA CL, competindo com o biótipo de arroz-vermelho suscetível ou resistente. As populações de plantas por vaso totalizaram 24, o equivalente a 942 plantas m-2. Para o arroz-vermelho suscetível ou resistente ao herbicida, a competição interespecífica é favorável em relação à competição intraespecífica, enquanto para a cultura do arroz irrigado o competidor independe. A cultivar Puitá INTA CL, em geral, apresenta habilidade competitiva equivalente aos biótipos de arroz-vermelho suscetível ou resistente ao herbicida imazapyr + imazapic, competindo pelos mesmos recursos do ambiente.(AU)


The intensive use of herbicides with the same mechanism of action has selected resistant weeds, among which is the red rice (Oryza sativa L.) after the use of the formulated herbicide mixture of imazapyr and imazapic. The competition of weeds leads to usually increasing yield losses of crops, the more similar the morphological and physiological characteristics between weed and crop. Moreover, the competitive ability of the biotype is generally modified by the resistance characteristic; besides, the knowledge of competitive ability is fundamental to understand the dynamics of the resistant population. Therefore, the aim of this research was to study the competitive ability of red rice biotypes that are resistant and susceptible to imazapyr and imazapic herbicide with rice, using the series substitution method. Experiments were conducted with Puitá INTA CL cultivar competing with susceptible or resistant biotypes of red rice. The total plant populations per pot were of 24, similar to 942 plants m-2. For red rice that is resistant or susceptible to herbicide, the interspecific competition is favorable with regard to intraspecific competition, while for the irrigated rice the competitor is independent. Generally, the Puitá INTA CL cultivar presents competitive ability equivalent to red rice biotypes that are susceptible or resistant to imazapyr and imazapic herbicide, competing for the same resources from the environment.(AU)


Assuntos
Oryza , Resistência a Herbicidas , Controle de Pragas , Plantas Daninhas
18.
Ci. Rural ; 44(3): 400-406, mar. 2014. graf, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-27799

Resumo

A utilização do herbicida glyphosate para o controle químico das espécies de gramas-boiadeiras nas lavouras orizícolas não tem se mostrado eficiente. Nesse contexto, a investigação do controle dessas espécies com o glyphosate torna-se de fundamental importância, uma vez que não estão disponíveis no mercado herbicidas seletivos para o controle dessas em pós-emergência na cultura do arroz irrigado. Em vista do exposto, o objetivo do presente estudo foi avaliar a suscetibilidade das gramas-boiadeiras a diferentes formulações de glyphosate. Foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação em esquema fatorial. No primeiro experimento, o fator A constituiu-se de duas formulações de glyphosate (sal potássico e isopropilamina) e o fator B de nove doses dos herbicidas (zero; 175; 350; 700; 1400; 2800; 5600; 11200; 22400g e.a. ha-1). No segundo experimento, o fator A constituiu-se de duas espécies de gramas-boiadeiras (Leersia hexandra e Luziola peruviana), o fator B de três formulações do glyphosate (sal amônio, potássico e isopropilamina) e o fator C de nove doses dos herbicidas (zero; 87,5; 175; 350; 700; 1400; 2800; 5600; 11200g e.a. ha-1). Com base nos resultados obtidos, foi possível observar que as espécies apresentaram diferença de suscetibilidade ao herbicida glyphosate. Além disso, Leersia hexandra foi mais sensível em comparação a Luziola peruviana. As formulações de glyphosate influenciaram na suscetibilidade das espécies ao controle, sendo que, Roundup Transorb R® e Roundup Ultra® proporcionam melhor controle das espécies de gramas-boiadeiras.(AU)


The use of glyphosate to chemical control of Cutgrass and Peruvian Watergrass with the use of non-selective herbicides has not been efficient. In this context, the investigation of chemical control of these species to glyphosate is very important, since there are not available commercially selective herbicides to control these species in post-emergence of irrigated rice. Therefore, the objective of this study was to evaluate the susceptibility of Cutgrass and Peruvian Watergrass to different formulations of glyphosate. Two factorial experiments were conducted in a greenhouse, in the first the A factor were two formulations of glyhposate (potassium and isopropylamine salt) and the B factor were nine doses of the herbicide (zero; 175; 350; 700; 1400; 2800; 5600; 11200; 22400g a.e. ha-1). In the second experiment, the A factor were two species (Leersia hexandra and Luziola peruviana), the B factor were three formulations of glyphosate (amoniun, potassium e isopropylamine salt) and the C factor were nine doses of herbicides (zero; 87,5; 175; 350; 700; 1400; 2800; 5600; 11200g a.e. ha-1). Based on the results obtained, it was observed that these species exhibit differential susceptibility to glyphosate. Moreover, Leersia hexandra was more sensitive when compared to Luziola peruviana. Glyphosate formulation influenced control efficiency, where Transorb Roundup R® and Roundup Ultra® provided the best control of the two species.(AU)


Assuntos
Poaceae/efeitos dos fármacos , Resistência a Herbicidas , Controle de Plantas Daninhas
19.
Ci. Rural ; 44(6): 1008-1014, June 2014. ilus, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-26904

Resumo

Os herbicidas do grupo das imidazolinonas são amplamente utilizados no cultivo de arroz irrigado para o controle das principais plantas daninhas. Esses herbicidas comportam-se como ácidos ou bases fracas, dependendo do pH, podendo, dessa forma, influenciar na sua lixiviação. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da elevação do pH, através da calagem, na lixiviação de imazethapyr e imazapyr em solo de cultivo de arroz irrigado. Foram coletadas amostras indeformadas de solo com pH natural próximo a 4,8 em uma lavoura de arroz irrigado sem histórico de aplicação de imidazolinonas. As colunas de solo foram coletadas utilizando-se um extrator e constituíram-se nas unidades experimentais da primeira fase do experimento. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, arranjado em esquema fatorial, sendo o fator A constituído por solo com pH natural e solo com calagem. O fator B foi constituído pelos herbicidas imazethapyr e imazapyr (todos a 100g i.a. ha-1), aplicados sobre a superfície das colunas de solo. O fator C foi constituído das profundidades de amostragem (5 em 5cm). Os resultados mostram que a alteração do pH influencia na lixiviação dos herbicidas testados, quando aplicados em solo de cultivo de arroz irrigado. O solo calcareado apresenta maior lixiviação dos herbicidas imazapyr e imazethapyr.(AU)


Imidazolinone herbicides are widely used in rice for the control of major weeds. These herbicides behave as weak acids or bases, depending on the pH which may affect leaching. The objective of this study was to evaluate the effect of liming on imazethapyr and imazapyr leaching. Undisturbed soil samples (pH 4.8) were collected in a rice paddy field without history imidazolinone application. The soil columns, that constituted the experiment units, were collected using a soil extractor constituting. The experiment was conducted in a greenhouse, arranged in a factorial design, begin the factor A included of soil with natural pH and limed soil. Factor B was included the herbicides imazethapyr and imazapyr (all at 100g a.i. ha-1) applied to the surface of the soil columns. Factor C included of sampling depths at the end of the experiment to evaluate leaching (5 by 5cm). The results showed that enhanced pH cause by liming affect herbicide leaching in rice paddy soil. Soil liming enhance imazethapyr and imazapic leaching.(AU)


Assuntos
Percolação , 24444 , Oryza , Herbicidas/administração & dosagem
20.
Ci. Rural ; 44(11): 1943-1949, Nov. 2014. graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-26837

Resumo

Os herbicidas utilizados no Sistema Clearfield(r) de produção de arroz irrigado caracterizam-se por serem móveis no solo. Tal mobilidade contribui para a contaminação ambiental e intensificação do residual no solo. A irrigação por inundação utilizada na lavoura arrozeira é uma das principais causas de livixiação de imidazolinonas, contudo, manejos alternativos de irrigação podem contribuir para sua diminuição. Assim, o objetivo do trabalho foi estimar, através de bioensaio, a lixiviação de imidazolinonas frente a diferentes manejos de irrigação. Para isso, foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação e em colunas de solo. Em ambos, foram testados três manejos de irrigação, sendo eles: contínuo, intermitente e capacidade de campo. Os herbicidas foram aplicados na superfície do solo e, após 48 horas, iniciou-se a irrigação. Aos 45 e 90 dias de irrigação, para o primeiro e segundo experimentos, respectivamente, as colunas de solo foram cortadas longitudinalmente e realizou-se bioensaio utilizando solo das diferentes profundidades. Os resultados permitem concluir que a mistura formulada imazapic + imazapyr apresenta maior lixiviação. Para os herbicidas testados isoladamente, o imazapic lixivia mais, seguido do imazethapyr e imazapyr. Os manejos de irrigação contínuo e intermitente não diferem entre si e promovem maior lixiviação dos herbicidas, quando comparado ao solo na capacidade de campo.(AU)


Herbicides used in Clearfield(r) rice system are characterized to be mobile in soil. This mobility contributes to environmental contamination and intensifies the residual in the soil, due to the upward movement during the off-season. The flooded irrigation used on rice crops is the main cause of imidazolinones leaching. However, alternative practices can be used to minimize leaching of herbicides. This research aimed to evaluate the effects of different irrigation management on leaching of imidazolinone herbicides. For this, two experiments were conducted using soil columns in a greenhouse and testing three irrigation managements: continuous, intermittent and field capacity. The herbicides were applied to soil surface and after 48 hours irrigation started. At 45 and 90 days of irrigation for the first and second trials, respectively, bioassay was carried out using different soil layers. Results showed that the formulated mixture of imazapyr + imazapic showed the greatest leaching potential. For individually herbicides tested, imazapic was the most leached one, followed by imazethapyr and imazapyr. Continuous and intermittent irrigation managements did not differ and promoted greater leaching potential of herbicides compared to soil at field capacity.(AU)


Assuntos
Percolação , Irrigação Agrícola , Herbicidas/administração & dosagem , Oryza/efeitos dos fármacos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA