Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ars vet ; 25(3): 151-154, 2009. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1462867

Resumo

The Brazilian propolis is investigated for its antibacterial properties. The aim of this work was to establish the extraction and purification method to display the antibacterial activity. Propolis of Apis mellifera was obtained from bee hives cultivated in Parana State, Brazil. In this study, we used ATCC 25923 Staphylococcus aureus strains and 158 Staphylococcus aureus strains isolated from cows with clinical mastitis. Extraction and partial purification: Several fractions were obtained during the partial purification: a crude ethanolic extract of propolis, a resinous material in ethanolic solution and an alkaline hydrolysis water-soluble compounds solution. The results show that the alkaline hydrolysis water-soluble compounds solution had a minimal inhibitory concentration of approximately 155.46 µg/mL for Staphylococcus aureus. In this work, we obtained an aqueous solution of organic compounds extracted from Apis mellifera propolis that bears physical-chemical and biological characteristics capable to inhibit the proliferation of Gram-positive bacteria.


A própolis brasileira é investigada por suas propriedades antibacterianas. O objetivo deste trabalho foi estabelecer o método de extração e purificação para demonstrar a atividade antibacteriana. A própolis de Apis mellifera foi obtida de colméias de abelhas oriundas do Estado do Paraná, Brasil. Neste estudo, foram usados cepas de Staphylococcus aureus ATCC 25923 e 158 cepas de Staphylococcus aureus isolados de vacas com mastite clínica. Várias frações foram obtidas durante a purificação parcial: um extrato etanólico bruto de própolis, um material resinoso em solução alcoólica e uma solução de compostos solúveis por hidrólise alcalina em água. Os resultados mostram que a solução de compostos solúveis por hidrólise alcalina em água apresentou uma concentração inibitória mínima de cerca de 155,46 mg/mL para Staphylococcus aureus. Neste trabalho foi obtida uma solução aquosa de compostos orgânicos extraídos da própolis de Apis mellifera que possui características físico-químicas e biológicas capazes de inibir a proliferação de bactérias Gram positivas.


Assuntos
Própole/química , Staphylococcus aureus , Hidrólise , Antibacterianos/análise , Abelhas , Criação de Abelhas
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA