Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Semina ciênc. agrar ; 41(4): 1093-1106, jul.-ago. 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1373192

Resumo

Maize hybrids contrasting for drought tolerance differ during the vegetative stage. Drought is the main constraint on maize production in developing nations. Differences during development between genetic materials of maize grown under water restriction suggest that the plant can be improved with a view to its adaptation. In maize, sensitivity to water stress can occur at any stage of its phenological development. However, few studies report its effects on the vegetative phase of the cycle. On this basis, this study was conducted to examine how shoot and root-system indices are expressed in cultivation under water deficit as well as determine which indicators best explain the difference between hybrids in the evaluated water regimes. Commercial seeds of hybrids BR1055 and DKB-390 (drought-tolerant) and BRS1010 (drought-sensitive) were germinated in PVC tubes (1.0 m × 0.1 m) in a randomized complete block design, in a 3 × 2 factorial arrangement. The experiment was developed in a greenhouse where two water regimes were tested: no water stress and with water stress from the VE stage. The soil consisted of quartz sand mixed with a commercial fertilizer. Stem and root traits were evaluated up to the V5 growth stage. Relative chlorophyll content, leaf temperature, stem length, phenology, shoot dry biomass, root length, root dry biomass, root surface area, root volume and D95 were responsive to water deficit. The parameters that allowed the distinction between the hybrids in water the regimes were relative chlorophyll content, leaf temperature, phenology and average root diameter.(AU)


Híbridos de milho contrastantes para tolerância à seca diferem durante o estágio vegetativo. A seca é o principal fator de restrição para a produção de milho nas nações em desenvolvimento. Diferenças durante o desenvolvimento entre materiais genéticos de milho cultivados sob restrição de água sugerem que a planta pode ser melhorada visando a sua adaptação. No milho a sensibilidade ao estresse hídrico pode ocorrer em qualquer estágio do seu desenvolvimento fenológico. Contudo, poucos estudos relatam seus efeitos na fase vegetativa do ciclo. Desse modo, esse estudo teve como objetivos verificar como indicadores de parte aérea e sistema radicular se expressam mediante o cultivo sob déficit de água, bem como verificar quais indicadores melhor explicam a diferença entre híbridos nos regimes hídricos avaliados. Semente comerciais dos híbridos BR1055 e DKB-390 (tolerantes à seca) e BRS1010 (sensível à seca) foram germinadas em tubos de PVC (1,0 m x 0,1m) em delineamento em blocos completos em esquema fatorial 3 x 2. O ensaio foi realizado em casa de vegetação em dois regimes hídricos; sem estresse hídrico e com estresse hídrico a partir do estádio VE. O solo foi constituído de areia de quartzo misturada com um fertilizante comercial. As características do caule e da raiz foram avaliadas até o estádio de crescimento V5. O teor relativo de clorofila, a temperatura foliar, comprimento do caule, fenologia, biomassa seca da parte aérea, comprimento de raiz, biomassa seca de raiz, área de superfície radicular, volume de raiz e D95 foram responsivos ao déficit hídrico. Os parâmetros que permitiram a distinção entre os híbridos nos regimes hídricos foram o teor relativo de clorofila, temperatura foliar, fenologia e diâmetro médio da raiz.(AU)


Assuntos
Zea mays/crescimento & desenvolvimento , Zea mays/fisiologia , Desidratação/metabolismo , Análise Multivariada
2.
Semina ciênc. agrar ; 38(3): 1229-1240, maio-jun. 2017. tab, graf, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1500809

Resumo

Sewage may serve as a source of water and nutrients for plants. In this study, the effects of fertigation with treated sanitary wastewater from Janaúba Sewage Treatment Plant were evaluated on the postharvest and microbiological quality of ‘Prata-An㒠banana. A randomized block experimental design was used. Four concentrations of wastewater were tested (70, 130, 170, and 200% of 150 kg ha-1 sodium). A wastewater-free control treatment was used for comparison. Two crop cycles were assessed for postharvest and microbiological quality. The parameters measured included total soluble solids, titratable acidity, total soluble solids/titratable acidity ratio, pH, total coliforms, and fecal coliforms on both the peel and the pulp. In the first crop cycle, both soluble solids and fruit pulp pH decreased as wastewater level increased up to a maximum of 141.5%. These correlations were not observed in the second cycle. Wastewater management did not affect the titratable acidity of the soluble solids. The agricultural application of treated sanitary wastewater provided banana fruits with a microbiological profile similar to that obtained with the control (pure water) and with mineral fertilizers. A microbial balance is necessary to maintain the nutritional status of the banana crop.


A utilização de água residuária proveniente do tratamento de esgoto, como fonte hídrica e nutricional para as plantas, é uma alternativa para racionalizar o aproveitamento do recurso natural na agricultura. O objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos da aplicação da água residuária sanitária de tratamento secundário da Estação de Tratamento de Esgoto de Janaúba – MG sobre a qualidade pós-colheita e microbiológica da bananeira ‘Prata-Anã’. O experimento foi conduzido no delineamento de blocos casualizados. As doses de água residuária testadas foram equivalentes a 70, 130, 170 e 200% do limite máximo de 150 kg ha-1 sódio que pode ser aportado ao solo. Para efeito de comparação foi conduzido também um tratamento testemunha, irrigado com água limpa. Durante dois ciclos produtivos da cultura determinaram-se os seguintes atributos pós-colheita da banana: sólidos solúveis totais, acidez total titulável, relação sólidos solúveis totais/acidez titulável e o pH. Para a análise microbiológica foram coletados frutos em cada ciclo produtivo da cultura, quando se quantificou a presença de coliformes totais e coliformes termotolerantes na casca e na polpa das bananas. No primeiro ciclo de produção da bananeira, o teor de sólidos solúveis dos frutos decresce com o aumento no aporte de água residuária sanitária tratada até o limite de 141,5%, havendo também redução do pH dos frutos, porém, tal fenômeno não é verificado no segundo ciclo. A relação sólidos solúveis:acidez titulável e a acidez titulável não são influenciadas pelo manejo com água residuária sanitária tratada. Considerando o grupo de microrganismos avaliados e tendo em vista a manutenção do equilíbrio do estado nutricional da cultura, o reúso agrícola da água residuária sanitária tratada permite a obtenção de frutos de banana com qualidade microbiológica semelhante àqueles obtidos pelo manejo com água limpa e fertilizantes minerais.


Assuntos
Esterco/análise , Musa/crescimento & desenvolvimento , Musa/microbiologia , Musa/química , Águas Residuárias/análise
3.
Semina Ci. agr. ; 38(3): 1229-1240, maio-jun. 2017. tab, graf, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-13752

Resumo

Sewage may serve as a source of water and nutrients for plants. In this study, the effects of fertigation with treated sanitary wastewater from Janaúba Sewage Treatment Plant were evaluated on the postharvest and microbiological quality of ‘Prata-Anã banana. A randomized block experimental design was used. Four concentrations of wastewater were tested (70, 130, 170, and 200% of 150 kg ha-1 sodium). A wastewater-free control treatment was used for comparison. Two crop cycles were assessed for postharvest and microbiological quality. The parameters measured included total soluble solids, titratable acidity, total soluble solids/titratable acidity ratio, pH, total coliforms, and fecal coliforms on both the peel and the pulp. In the first crop cycle, both soluble solids and fruit pulp pH decreased as wastewater level increased up to a maximum of 141.5%. These correlations were not observed in the second cycle. Wastewater management did not affect the titratable acidity of the soluble solids. The agricultural application of treated sanitary wastewater provided banana fruits with a microbiological profile similar to that obtained with the control (pure water) and with mineral fertilizers. A microbial balance is necessary to maintain the nutritional status of the banana crop.(AU)


A utilização de água residuária proveniente do tratamento de esgoto, como fonte hídrica e nutricional para as plantas, é uma alternativa para racionalizar o aproveitamento do recurso natural na agricultura. O objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos da aplicação da água residuária sanitária de tratamento secundário da Estação de Tratamento de Esgoto de Janaúba MG sobre a qualidade pós-colheita e microbiológica da bananeira ‘Prata-Anã. O experimento foi conduzido no delineamento de blocos casualizados. As doses de água residuária testadas foram equivalentes a 70, 130, 170 e 200% do limite máximo de 150 kg ha-1 sódio que pode ser aportado ao solo. Para efeito de comparação foi conduzido também um tratamento testemunha, irrigado com água limpa. Durante dois ciclos produtivos da cultura determinaram-se os seguintes atributos pós-colheita da banana: sólidos solúveis totais, acidez total titulável, relação sólidos solúveis totais/acidez titulável e o pH. Para a análise microbiológica foram coletados frutos em cada ciclo produtivo da cultura, quando se quantificou a presença de coliformes totais e coliformes termotolerantes na casca e na polpa das bananas. No primeiro ciclo de produção da bananeira, o teor de sólidos solúveis dos frutos decresce com o aumento no aporte de água residuária sanitária tratada até o limite de 141,5%, havendo também redução do pH dos frutos, porém, tal fenômeno não é verificado no segundo ciclo. A relação sólidos solúveis:acidez titulável e a acidez titulável não são influenciadas pelo manejo com água residuária sanitária tratada. Considerando o grupo de microrganismos avaliados e tendo em vista a manutenção do equilíbrio do estado nutricional da cultura, o reúso agrícola da água residuária sanitária tratada permite a obtenção de frutos de banana com qualidade microbiológica semelhante àqueles obtidos pelo manejo com água limpa e fertilizantes minerais.(AU)


Assuntos
Esterco/análise , /análise , /métodos , Águas Residuárias/análise , Musa/química , Musa/crescimento & desenvolvimento , Musa/microbiologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA