Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros

Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Acta amaz ; 44(2): 213-222, June 2014. map, tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1455192

Resumo

The mangrove crab (Ucides cordatus) is a valuable fishery resource, overfished along the Brazilian coast. This study aimed to obtain bioecological data on this crab along the coast of the State of Amapá. Six bimonthly samplings were conducted between December 2008 and January 2010. Transects were used to estimate the density (burrows m-2) and population abundance (individuals m-2). All the animals were subjected to biometrics, with females being classified according to their stage of gonadal maturation. The mean density (1.09 burrows m-2) and abundance (0.31 individuals m-2) were influenced by the climate with the highest values in summer (1.17 burrows m-2 and 0.34 individuals m-2). The male to female ratio was 1.38:1 showing significant difference in the proportion of sexes. The individuals showed sexual dimorphism, with linear measurements significantly higher in males. The sampled animals also had larger carapace length and width (CL and CW) compared to crabs studied in other Brazilian states. There was a positive relationship between CW and CL and individual weight (IW) and CW for males (R² = 0.83 and 0.90) and females (R² = 0.79 and 0.84). The growth was negative allometric (CL increases to a lesser extent than CW) for both sexes. The highest frequency of ovigerous females (78%) and in maturation stage IV (38%) occurred in the CW size class between 59.8 and 67.5 mm. The peak of mature females occurred in May and August, showing a reproductive period different from those in other Brazilian states.


O caranguejo-uçá (Ucides cordatus) é um valioso recurso pesqueiro, sobreexplorado ao longo do litoral brasileiro. O objetivo deste trabalho foi obter dados bioecológicos deste caranguejo em toda a costa do Estado do Amapá. Foram realizadas seis coletas de frequência bimensal, compreendidas entre os meses de dezembro de 2008 a janeiro de 2010. Por meio de transectos foram estimadas a densidade (tocas m-2) e a abundância (indivíduos m-2) populacional. Todos os animais foram submetidos à biometria, sendo somente as fêmeas, classificadas quanto ao estágio de maturação gonadal. A densidade (1,09 tocas m-2) e a abundância (0,31 indivíduos m-2) foram influenciadas pelo clima, sendo os maiores valores observados durante o verão (1,17 tocas m-2 e 0,34 indivíduos m-2). A razão sexual foi de 1,38M:1F, mostrando diferença significativa entre a proporção de sexos. Os indivíduos apresentaram dimorfometria sexual, com medidas lineares significativamente superiores nos machos. Os animais coletados também apresentaram maior comprimento e largura de cefalotórax (CC e LC), quando comparados aos caranguejos estudados em outros estados brasileiros. Houve relação tanto entre LC e CC, como entre peso individual (PI) e LC para machos (R² = 0,83 e 0,90) e fêmeas (R² = 0,79 e 0,84). O crescimento foi alométrico negativo (menor crescimento de CC em relação à LC) para ambos os sexos. A maior frequência de fêmeas ovígeras (78%) e no estágio IV de maturação (38%) pertenciam à classe de tamanho de LC 59,8 - 67,5 mm. O maior pico de fêmeas maduras ocorreu nos meses de maio e agosto, mostrando um período reprodutivo diferente de outros estados do Brasil.

2.
Acta amaz. ; 44(2): 213-222, June 2014. mapas, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-19903

Resumo

The mangrove crab (Ucides cordatus) is a valuable fishery resource, overfished along the Brazilian coast. This study aimed to obtain bioecological data on this crab along the coast of the State of Amapá. Six bimonthly samplings were conducted between December 2008 and January 2010. Transects were used to estimate the density (burrows m-2) and population abundance (individuals m-2). All the animals were subjected to biometrics, with females being classified according to their stage of gonadal maturation. The mean density (1.09 burrows m-2) and abundance (0.31 individuals m-2) were influenced by the climate with the highest values in summer (1.17 burrows m-2 and 0.34 individuals m-2). The male to female ratio was 1.38:1 showing significant difference in the proportion of sexes. The individuals showed sexual dimorphism, with linear measurements significantly higher in males. The sampled animals also had larger carapace length and width (CL and CW) compared to crabs studied in other Brazilian states. There was a positive relationship between CW and CL and individual weight (IW) and CW for males (R² = 0.83 and 0.90) and females (R² = 0.79 and 0.84). The growth was negative allometric (CL increases to a lesser extent than CW) for both sexes. The highest frequency of ovigerous females (78%) and in maturation stage IV (38%) occurred in the CW size class between 59.8 and 67.5 mm. The peak of mature females occurred in May and August, showing a reproductive period different from those in other Brazilian states.(AU)


O caranguejo-uçá (Ucides cordatus) é um valioso recurso pesqueiro, sobreexplorado ao longo do litoral brasileiro. O objetivo deste trabalho foi obter dados bioecológicos deste caranguejo em toda a costa do Estado do Amapá. Foram realizadas seis coletas de frequência bimensal, compreendidas entre os meses de dezembro de 2008 a janeiro de 2010. Por meio de transectos foram estimadas a densidade (tocas m-2) e a abundância (indivíduos m-2) populacional. Todos os animais foram submetidos à biometria, sendo somente as fêmeas, classificadas quanto ao estágio de maturação gonadal. A densidade (1,09 tocas m-2) e a abundância (0,31 indivíduos m-2) foram influenciadas pelo clima, sendo os maiores valores observados durante o verão (1,17 tocas m-2 e 0,34 indivíduos m-2). A razão sexual foi de 1,38M:1F, mostrando diferença significativa entre a proporção de sexos. Os indivíduos apresentaram dimorfometria sexual, com medidas lineares significativamente superiores nos machos. Os animais coletados também apresentaram maior comprimento e largura de cefalotórax (CC e LC), quando comparados aos caranguejos estudados em outros estados brasileiros. Houve relação tanto entre LC e CC, como entre peso individual (PI) e LC para machos (R² = 0,83 e 0,90) e fêmeas (R² = 0,79 e 0,84). O crescimento foi alométrico negativo (menor crescimento de CC em relação à LC) para ambos os sexos. A maior frequência de fêmeas ovígeras (78%) e no estágio IV de maturação (38%) pertenciam à classe de tamanho de LC 59,8 - 67,5 mm. O maior pico de fêmeas maduras ocorreu nos meses de maio e agosto, mostrando um período reprodutivo diferente de outros estados do Brasil.(AU)

3.
Acta amaz ; 44(2): 245-254, June 2014. tab, map, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1455189

Resumo

Macrobrachium amazonicum is an indigenous prawn vastly distributed in basins of South America, widely exploited by artisanal fisheries in northern and northeastern Brazil and, with great potential for aquaculture. This study aimed to investigate general aspects of population structure and reproductive characteristics (size at first maturity, fecundity and reproductive output) of M. amazonicum from two important areas to artisanal prawn fishing located at the mouth of the Amazon River, State of Amapá. The specimens were captured using 20 handcrafted traps called "matapi". A number of 5,179 prawns were captured, 2,975 females and 2,195 males resulting in 1.35:1 female to male ratio. Santana Island and Mazagão Velho showed females predominated in the population. A reproductive peak period was observed from January to April/2009 and in December/2010, coinciding with the period of higher rainfall. The recruitment peak occurred in June and July/2009. Egg-bearing females ranged in size (carapace length) from 11.10 to 29.6 mm. Fecundity increased with female size and reached up to 7,417 eggs. This amount of eggs is considered low if compared with other Macrobrachium estuarine species. Mean egg volume increased gradually from 0.121 to 0.24 mm³ during embryogenesis, representing 68.5% of overall increase from Stage I to Stage III. Eggs of M. amazonicum are small; this is typical for Macrobrachium species, which depends on brackish water to complete the larval development. Irrespective of female size, reproductive output of M. amazonicum varied between 4.8 and 21.85% of their body weight into eggs production.


Macrobrachium amazonicum é uma espécie nativa vastamente distribuída nas bacias da America do Sul, sendo largamente explorada por pescadores artesanais no Norte e Nordeste do Brasil e com grande potencial para aquicultura. O objetivo deste trabalho foi abordar aspectos gerais da estrutura populacional e biologia reprodutiva (tamanho de primeira maturação, fecundidade e investimento reprodutivo) de M. amazonicum de duas importantes áreas de pesca artesanal de camarão localizada na foz do rio Amazonas, no Estado do Amapá. Os exemplares foram capturados usando 20 armadilhas artesanais, conhecidas localmente como matapi. Um total de 5.179 camarões foi capturado, dos quais 2.975 eram fêmeas e 2.195 eram machos, dando uma razão sexual geral de 1,35: 1 em favor das fêmeas. As proporções sexuais nas áreas de Ilha de Santana e Mazagão mostraram fêmeas predominando na população. Os picos reprodutivos nas duas áreas ocorreram de Janeiro a Abril/2009 e em Dezembro/2010, coincidindo com o período mais chuvoso. Os picos de recrutamento foram observados em junho e julho de 2009. O tamanho das fêmeas ovígeras variou de 11,10 mm a 29,6 mm de comprimento de carapaça. A fecundidade aumentou com o tamanho das fêmeas, chegando até 7.417 ovos, podendo ser considerada baixa comparada a outras espécies estuarinas de Macrobrachium. Volume médio dos ovos aumentou gradualmente durante a embriogênese saindo de 0,112 para 0,220 mm³, representando um aumento global de 68,5% do I ao III estágio embrionário. Os ovos de M. amazonicum podem ser considerados pequenos, típicos de espécies de Macrobrachium que dependem de água salgada para completar seu desenvolvimento larval. Independente do tamanho da fêmea, o investimento reprodutivo de M. amazonicum variou entre 4,8 e 21,85% do seu peso corporal para a produção de ovos.


Assuntos
Animais , Biometria , Fenômenos Reprodutivos Fisiológicos , Palaemonidae/crescimento & desenvolvimento , Palaemonidae/fisiologia , Brasil , Fertilidade
4.
Acta amaz. ; 44(2): 245-254, June 2014. tab, mapas, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-19852

Resumo

Macrobrachium amazonicum is an indigenous prawn vastly distributed in basins of South America, widely exploited by artisanal fisheries in northern and northeastern Brazil and, with great potential for aquaculture. This study aimed to investigate general aspects of population structure and reproductive characteristics (size at first maturity, fecundity and reproductive output) of M. amazonicum from two important areas to artisanal prawn fishing located at the mouth of the Amazon River, State of Amapá. The specimens were captured using 20 handcrafted traps called "matapi". A number of 5,179 prawns were captured, 2,975 females and 2,195 males resulting in 1.35:1 female to male ratio. Santana Island and Mazagão Velho showed females predominated in the population. A reproductive peak period was observed from January to April/2009 and in December/2010, coinciding with the period of higher rainfall. The recruitment peak occurred in June and July/2009. Egg-bearing females ranged in size (carapace length) from 11.10 to 29.6 mm. Fecundity increased with female size and reached up to 7,417 eggs. This amount of eggs is considered low if compared with other Macrobrachium estuarine species. Mean egg volume increased gradually from 0.121 to 0.24 mm³ during embryogenesis, representing 68.5% of overall increase from Stage I to Stage III. Eggs of M. amazonicum are small; this is typical for Macrobrachium species, which depends on brackish water to complete the larval development. Irrespective of female size, reproductive output of M. amazonicum varied between 4.8 and 21.85% of their body weight into eggs production.(AU)


Macrobrachium amazonicum é uma espécie nativa vastamente distribuída nas bacias da America do Sul, sendo largamente explorada por pescadores artesanais no Norte e Nordeste do Brasil e com grande potencial para aquicultura. O objetivo deste trabalho foi abordar aspectos gerais da estrutura populacional e biologia reprodutiva (tamanho de primeira maturação, fecundidade e investimento reprodutivo) de M. amazonicum de duas importantes áreas de pesca artesanal de camarão localizada na foz do rio Amazonas, no Estado do Amapá. Os exemplares foram capturados usando 20 armadilhas artesanais, conhecidas localmente como matapi. Um total de 5.179 camarões foi capturado, dos quais 2.975 eram fêmeas e 2.195 eram machos, dando uma razão sexual geral de 1,35: 1 em favor das fêmeas. As proporções sexuais nas áreas de Ilha de Santana e Mazagão mostraram fêmeas predominando na população. Os picos reprodutivos nas duas áreas ocorreram de Janeiro a Abril/2009 e em Dezembro/2010, coincidindo com o período mais chuvoso. Os picos de recrutamento foram observados em junho e julho de 2009. O tamanho das fêmeas ovígeras variou de 11,10 mm a 29,6 mm de comprimento de carapaça. A fecundidade aumentou com o tamanho das fêmeas, chegando até 7.417 ovos, podendo ser considerada baixa comparada a outras espécies estuarinas de Macrobrachium. Volume médio dos ovos aumentou gradualmente durante a embriogênese saindo de 0,112 para 0,220 mm³, representando um aumento global de 68,5% do I ao III estágio embrionário. Os ovos de M. amazonicum podem ser considerados pequenos, típicos de espécies de Macrobrachium que dependem de água salgada para completar seu desenvolvimento larval. Independente do tamanho da fêmea, o investimento reprodutivo de M. amazonicum variou entre 4,8 e 21,85% do seu peso corporal para a produção de ovos.(AU)


Assuntos
Animais , Palaemonidae/crescimento & desenvolvimento , Palaemonidae/fisiologia , Fenômenos Reprodutivos Fisiológicos , Biometria , Fertilidade , Brasil
5.
Neotrop. ichthyol ; 9(1): 113-119, 2011.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-2913

Resumo

A criação de peixes carnívoros nativos vem recebendo grande atenção devido ao promissor uso na aquicultura. Entre estes peixes destacam-se os tucunarés do gênero Cichla, de grande interesse para a pesca esportiva e a indústria de peixes ornamentais da Amazônia. O presente estudo descreve a relação peso-comprimento, fator de condição relativo (Kn) e parâmetros sanguíneos do tucunaré Cichla temensis Humboldt, 1821 cultivado na Amazônia central. Os peixes submetidos a treinamento alimentar na alevinagem receberam ração extrusada contendo 45% de proteína bruta na engorda e tiveram Kn variando de 0,925-1,199, indicando boas condições de higidez no cultivo. A equação obtida da relação peso-comprimento foi P = 0,0073.Ct3,1435, indicando crescimento do tipo isométrico, que é o mais desejável para peixes em uma piscicultura. O número de eritrócitos, trombócitos e leucócitos totais, hematócrito, concentração de hemoglobina, volume corpuscular médio (VCM), concentração da hemoglobina corpuscular média (CHCM), linfócitos, monócitos e neutrófilos mostrou variação intra-específica. Foi observada correlação positiva significativa (p<0,001) do número de eritrócitos totais com a concentração de hemoglobina e o hematócrito. Estes foram os primeiros resultados sobre parâmetros sanguíneos de C. temensis e poderão ser usados como referência para comparação em estudos futuros para avaliar o estado de saúde deste peixe em diferentes ambientes, pois a medida destes parâmetros pode ser usada como ferramenta rápida para diagnóstico de doenças, estresse ou desnutrição.(AU)


Farming of native carnivore fish species has drawn attention due to their promising use in aquaculture. Among these species, tucunaré of the genus Cichla stand out, them being of high economical interest for sport fishing and Amazons industry of ornamental fish. The present study describes the weight-length relationship (WLR), relative condition factor (Kn), red blood cell parameters, thrombocytes and leukocytes count of Cichla temensis Humboldt, 1821, farmed in central Amazon. Fish that underwent food training during fingerling culture received extruded ration containing 45% of crude protein during fattening, and had Kn with values from 0.925-1.199, which indicated good health condition during the culture. The equation obtained from the WLR was W = 0.0073Lt3.1435, indicating an isometric growth, which is the desirable for fish of fish farm. Red blood cell counts, total thrombocyte and leukocyte counts, hematocrit, hemoglobin concentration, mean corpuscular volume (MCV), concentration of mean corpuscular hemoglobin (MCHC), lymphocytes, monocytes and neutrophils had intra-specific variation. A significant (p<0.001) positive correlation of the red blood cells number with the hemoglobin concentration and hematocrit was found. These are the first sets of blood parameters for C. temensis and could be used as reference for comparison in further studies to evaluate the health status of this fish in different environments, because assessment of these parameters may be used as quick tool for diagnosing diseases, stress and malnutrition.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes/classificação , Hematologia/tendências , Leucócitos/citologia , Peso Corporal/fisiologia , Tamanho Corporal/fisiologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA