Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 24: e-73410E, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | VETINDEX | ID: biblio-1417940

Resumo

This study evaluates the economic viability of sheep finishing systems on irrigated Tamani grass pasture under continuous stocking, using castor bean cake. Four production systems were simulated: sheep supplemented with soybean meal on pasture fertilized with urea (SMUR), sheep supplemented with detoxified castor bean cake on pasture fertilized with urea (CCdUR), sheep supplemented with soybean meal on pasture fertilized with in natura castor bean cake (SMCC) and sheep supplemented with detoxified castor bean cake on pasture fertilized with in natura castor bean cake (CCdCC). A minimum unit of 3 hectares and an average slaughter weight of 28 kg were considered. A minimum selling price, at which the least profitable system would become profitable, was stablished: US$ 2.38 and US$ 4.45/kg per kilogram of body weight and carcass weight equivalent, adopting a minimum rate of return of 3.5% per year, based on the Selic rate. The costs for organic fertilization were 46.01% higher than in systems using chemical fertilization. The selling of live animals was not attractive in any of the systems evaluated, and the opposite was observed for the selling of carcasses and non-carcass components. System SMUR proved to be more profitable, with a gain of US$ 0.53 per kg carcass.


Objetivou-se avaliar a economicidade de sistemas de terminação de ovinos em pastagem irrigada de capim-tamani sob lotação contínua, utilizando torta de mamona. Foram simulados quatro sistemas de produção: ovinos suplementados com farelo de soja e o pasto adubado com ureia (FSUR), ovinos suplementados com torta de mamona destoxificada e o pasto adubado com ureia (TMdUR), ovinos suplementados com farelo de soja e o pasto adubado com torta de mamona in natura (FSTM) e ovinos suplementados com torta de mamona destoxificada e o pasto adubado com torta de mamona in natura (TMdTM). Foi considerada a unidade mínima de 3 hectares e determinado um peso médio ao abate de 28 kg de peso corporal. Estabeleceu-se um preço de venda mínimo, no qual o sistema de criação menos lucrativo se tornasse rentável de 2,38 e 4,45 dólares por quilograma de peso corporal e por equivalente de peso da carcaça, dotando uma taxa mínima de atratividade de 3,5% ao ano, com base na taxa Selic. Os custos com adubação orgânica, em média, são 46,01% superiores aos sistemas que utilizam adubação química. A venda de animais vivos não é atrativa em nenhum dos sistemas avaliados, sendo o contrário observado para a comercialização de carcaças e dos não componentes da carcaça de ovinos. O sistema de produção FSUR se mostrou mais lucrativo, com ganho de US$ 0.53 centavos por kg de carcaça.


Assuntos
Animais , Ricinus/química , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Suplementos Nutricionais/análise , Criação de Animais Domésticos/economia , Pastagens
2.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 15(3): 717-730, jul.-set. 2014.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-16684

Resumo

To evaluate the productive and economic performance of the feedlot of Morada Nova crossbred sheep fed different protein sources in concentrate ration to replace soybean meal this study was conducted. Three different alternatives protein sources were used replacing soybean meal: Leucaena leucocephala leaflet hay (FFL) and urea, both replacing 100%, and cottonseed cake, replacing in 51.8% (TA51,8), based on the dry matter. Was evaluated the finale weight (PF), total weight gain (GPT) and average daily gain (GMD), the number of days for the lamb gain 12kg (D12) and the economic performance of confined lambs and fed with different alternatives proteins source replacing the soybean meal. The initial body weight was similar in lambs fed different proteins sources. When analyzing the finale weight PF, GPT e GMD, could be verify that the lambs fed with TA51,8 obtained the highest values, combined with a smaller D12. Regarding economic indicators, the gain of activity in R$/kg BW (body weight) was greater in feedlot that used the TA51,8 (R$0.76/kg PC), followed by that used soybean meal (R$0.64/kg PC), urea (R$0.33/kg PC) and FFL (R$0.21/kg PC). It is concluded that cottonseed cake in replacing the soybean meal in 51.8% is the alternative food more attractive among the evaluated in this study, because it allows a greater turnover of the system, promoting a better economic viability.(AU)


Objetivou-se avaliar o desempenho produtivo e econômico do confinamento de ovinos mestiços Morada Nova alimentados com diferentes fontes proteicas na ração concentrada em substituição ao farelo de soja. Três diferentes fontes proteicas alternativas foram utilizadas substituindo o farelo de soja: o feno do folíolo da leucena (FFL) e a ureia, ambas substituindo 100%, além da torta de algodão, substituindo em 51,8% (TA51,8), com base na matéria seca. Foram avaliados o peso final (PF), o ganho de peso total (GPT), o ganho médio diário (GMD), o número de dias para os cordeiros ganharem 12kg (D12) e o desempenho econômico de ovinos confinados e alimentados com diferentes fontes proteicas em substituição ao farelo soja. O peso corporal inicial foi similar nos cordeiros alimentados com as diferentes fontes proteicas. Ao analisar as variáveis PF, GPT e GMD, pôde-se verificar que os cordeiros alimentados com a ração TA51,8 foram os que obtiveram maiores valores, aliado a um menor D12. Quanto aos indicadores econômicos, o lucro da atividade em R$/kg de peso corporal (PC) foi maior no confinamento que utilizou a ração TA51,8 (R$0,76/kg PC), seguido pelos que utilizaram farelo de soja (R$0,64/kg PC), ureia (R$0,33/kg PC) e FFL (R$0,21/kg PC). Conclui-se que a torta de algodão em substituição ao farelo de soja em 51,8% é a alternativa alimentar mais atrativa dentre as avaliadas no presente(AU)


Assuntos
Animais , Ovinos/anormalidades , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Ração Animal/análise , Ração Animal , Eficiência , Economia
3.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 15(3): 717-730, jul.-set. 2014.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1493332

Resumo

To evaluate the productive and economic performance of the feedlot of Morada Nova crossbred sheep fed different protein sources in concentrate ration to replace soybean meal this study was conducted. Three different alternatives protein sources were used replacing soybean meal: Leucaena leucocephala leaflet hay (FFL) and urea, both replacing 100%, and cottonseed cake, replacing in 51.8% (TA51,8), based on the dry matter. Was evaluated the finale weight (PF), total weight gain (GPT) and average daily gain (GMD), the number of days for the lamb gain 12kg (D12) and the economic performance of confined lambs and fed with different alternatives proteins source replacing the soybean meal. The initial body weight was similar in lambs fed different proteins sources. When analyzing the finale weight PF, GPT e GMD, could be verify that the lambs fed with TA51,8 obtained the highest values, combined with a smaller D12. Regarding economic indicators, the gain of activity in R$/kg BW (body weight) was greater in feedlot that used the TA51,8 (R$0.76/kg PC), followed by that used soybean meal (R$0.64/kg PC), urea (R$0.33/kg PC) and FFL (R$0.21/kg PC). It is concluded that cottonseed cake in replacing the soybean meal in 51.8% is the alternative food more attractive among the evaluated in this study, because it allows a greater turnover of the system, promoting a better economic viability.


Objetivou-se avaliar o desempenho produtivo e econômico do confinamento de ovinos mestiços Morada Nova alimentados com diferentes fontes proteicas na ração concentrada em substituição ao farelo de soja. Três diferentes fontes proteicas alternativas foram utilizadas substituindo o farelo de soja: o feno do folíolo da leucena (FFL) e a ureia, ambas substituindo 100%, além da torta de algodão, substituindo em 51,8% (TA51,8), com base na matéria seca. Foram avaliados o peso final (PF), o ganho de peso total (GPT), o ganho médio diário (GMD), o número de dias para os cordeiros ganharem 12kg (D12) e o desempenho econômico de ovinos confinados e alimentados com diferentes fontes proteicas em substituição ao farelo soja. O peso corporal inicial foi similar nos cordeiros alimentados com as diferentes fontes proteicas. Ao analisar as variáveis PF, GPT e GMD, pôde-se verificar que os cordeiros alimentados com a ração TA51,8 foram os que obtiveram maiores valores, aliado a um menor D12. Quanto aos indicadores econômicos, o lucro da atividade em R$/kg de peso corporal (PC) foi maior no confinamento que utilizou a ração TA51,8 (R$0,76/kg PC), seguido pelos que utilizaram farelo de soja (R$0,64/kg PC), ureia (R$0,33/kg PC) e FFL (R$0,21/kg PC). Conclui-se que a torta de algodão em substituição ao farelo de soja em 51,8% é a alternativa alimentar mais atrativa dentre as avaliadas no presente


Assuntos
Animais , Ovinos/anormalidades , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Ração Animal , Ração Animal/análise , Economia , Eficiência
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA