Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 106
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ci. Rural ; 41(6)2011.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-707539

Resumo

The plastochron, which is the time interval between the appearance of two successive nodes and the final node number (FNN) are important variables of the vegetative development in soybean. The objective of this study was to determine the plastochron and the FNN of soybean (Glycine max (L.) Merrill) cultivars sown in different dates under irrigated conditions in a subtropical location. A field experiment was carried out in Santa Maria, RS, Brazil during 2005/2006 growing season, with three sowing dates (09/11/2005, 09/12/2005 and 28/01/2006). It was used 15 soybean cultivars recommended for the Central and North Argentina, and South and Southeast Brazil. The variables measured were the number of nodes (NN) and the (FNN) on the main stem. The plastochron was estimated by the inverse of the slope of the linear regression between NN and the thermal time (base temperature = 10°C) accumulated since plant emergence. The late sowing resulted in lower plastochron and FNN, probably because of the lower photoperiod under which the plants were submitted in the node phase, a typical response of short day plants.


O plastocrono, intervalo de tempo entre o aparecimento de dois nós sucessivos na haste principal da planta, e o número final de nós (NFN) são importantes variáveis do desenvolvimento de plantas. O objetivo deste trabalho foi determinar o plastocrono e o NFN de cultivares de soja (Glycine max (L.) Merrill) semeadas em diferentes épocas em um local de clima subtropical. Um experimento de campo foi realizado em Santa Maria, RS, no ano agrícola de 2005/2006, com três épocas de semeadura (09/11/2005, 09/12/2005 e 28/01/2006). Foram utilizadas 15 cultivares de soja recomendadas para as regiões Norte e Centro da Argentina, e Sul e Sudeste do Brasil. As variáveis medidas foram o número acumulado de nós (NN) e o NFN na haste principal. O plastocrono foi estimado pelo inverso do coeficiente angular da regressão linear entre o NN e a soma térmica acumulada a partir de emergência (temperatura base = 10°C). Semeaduras tardias resultaram em menor plastocrono e menor NFN, provavelmente devido ao menor fotoperíodo a que as plantas foram submetidas durante a fase de emissão de nós, uma resposta característica de plantas de dia curto.

2.
Ci. Rural ; 41(6)2011.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-707271

Resumo

The plastochron, which is the time interval between the appearance of two successive nodes and the final node number (FNN) are important variables of the vegetative development in soybean. The objective of this study was to determine the plastochron and the FNN of soybean (Glycine max (L.) Merrill) cultivars sown in different dates under irrigated conditions in a subtropical location. A field experiment was carried out in Santa Maria, RS, Brazil during 2005/2006 growing season, with three sowing dates (09/11/2005, 09/12/2005 and 28/01/2006). It was used 15 soybean cultivars recommended for the Central and North Argentina, and South and Southeast Brazil. The variables measured were the number of nodes (NN) and the (FNN) on the main stem. The plastochron was estimated by the inverse of the slope of the linear regression between NN and the thermal time (base temperature = 10°C) accumulated since plant emergence. The late sowing resulted in lower plastochron and FNN, probably because of the lower photoperiod under which the plants were submitted in the node phase, a typical response of short day plants.


O plastocrono, intervalo de tempo entre o aparecimento de dois nós sucessivos na haste principal da planta, e o número final de nós (NFN) são importantes variáveis do desenvolvimento de plantas. O objetivo deste trabalho foi determinar o plastocrono e o NFN de cultivares de soja (Glycine max (L.) Merrill) semeadas em diferentes épocas em um local de clima subtropical. Um experimento de campo foi realizado em Santa Maria, RS, no ano agrícola de 2005/2006, com três épocas de semeadura (09/11/2005, 09/12/2005 e 28/01/2006). Foram utilizadas 15 cultivares de soja recomendadas para as regiões Norte e Centro da Argentina, e Sul e Sudeste do Brasil. As variáveis medidas foram o número acumulado de nós (NN) e o NFN na haste principal. O plastocrono foi estimado pelo inverso do coeficiente angular da regressão linear entre o NN e a soma térmica acumulada a partir de emergência (temperatura base = 10°C). Semeaduras tardias resultaram em menor plastocrono e menor NFN, provavelmente devido ao menor fotoperíodo a que as plantas foram submetidas durante a fase de emissão de nós, uma resposta característica de plantas de dia curto.

3.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1478614

Resumo

The plastochron, which is the time interval between the appearance of two successive nodes and the final node number (FNN) are important variables of the vegetative development in soybean. The objective of this study was to determine the plastochron and the FNN of soybean (Glycine max (L.) Merrill) cultivars sown in different dates under irrigated conditions in a subtropical location. A field experiment was carried out in Santa Maria, RS, Brazil during 2005/2006 growing season, with three sowing dates (09/11/2005, 09/12/2005 and 28/01/2006). It was used 15 soybean cultivars recommended for the Central and North Argentina, and South and Southeast Brazil. The variables measured were the number of nodes (NN) and the (FNN) on the main stem. The plastochron was estimated by the inverse of the slope of the linear regression between NN and the thermal time (base temperature = 10°C) accumulated since plant emergence. The late sowing resulted in lower plastochron and FNN, probably because of the lower photoperiod under which the plants were submitted in the node phase, a typical response of short day plants.


O plastocrono, intervalo de tempo entre o aparecimento de dois nós sucessivos na haste principal da planta, e o número final de nós (NFN) são importantes variáveis do desenvolvimento de plantas. O objetivo deste trabalho foi determinar o plastocrono e o NFN de cultivares de soja (Glycine max (L.) Merrill) semeadas em diferentes épocas em um local de clima subtropical. Um experimento de campo foi realizado em Santa Maria, RS, no ano agrícola de 2005/2006, com três épocas de semeadura (09/11/2005, 09/12/2005 e 28/01/2006). Foram utilizadas 15 cultivares de soja recomendadas para as regiões Norte e Centro da Argentina, e Sul e Sudeste do Brasil. As variáveis medidas foram o número acumulado de nós (NN) e o NFN na haste principal. O plastocrono foi estimado pelo inverso do coeficiente angular da regressão linear entre o NN e a soma térmica acumulada a partir de emergência (temperatura base = 10°C). Semeaduras tardias resultaram em menor plastocrono e menor NFN, provavelmente devido ao menor fotoperíodo a que as plantas foram submetidas durante a fase de emissão de nós, uma resposta característica de plantas de dia curto.

4.
Ci. Rural ; 40(6)2010.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-706981

Resumo

The concentration of atmospheric greenhouse gases, mainly the CO2, has increased in the last decades due to anthropogenic activities. The atmospheric CO2 concentration has increased from about 280 parts per million per volume (ppmv) in the pre-industrial period to the currently 380ppmv concentration. There are reports that during the XX century global average temperature increased 0.6±(0.2)°C and projections indicate a possible 1.1 to 6.4°C increase in temperature by the end of the XXI century, depending upon each region. The increase in atmospheric CO2 concentration and air temperature directly affect plant physiological processes, such as photosynthesis and respiration, which may affect crops performance, including potato. The objective of this review was to assemble information from the literature on the possible effects of increasing atmospheric CO2 concentration and air temperature on growth, development and yield of potato. In general, the increase in CO2 concentration followed by an increase in air temperature will result in lower growth, reduction in the duration of the developmental cycle, lower yield and increase of potato diseases. A strategy to minimize the effects of a possible global warming on potato would be to develop cultivars that are tolerant to high temperatures, adapt planting time in each location, change management practices and even, expand growing areas to colder regions.


A concentração atmosférica dos gases do efeito estufa, principalmente o CO2, tem aumentado nas últimas décadas devido às atividades antrópicas. A concentração de CO2 aumentou de aproximadamente 280 partes por milhão por volume (ppmv) no período pré-industrial para a atual concentração de 380 ppmv. Há registros que, durante o século XX, houve um aumento da temperatura média da superfície global de 0,6±(0,2)°C, e projeções indicam um provável aumento de 1,1 a 6,4°C na temperatura média global até o final do século XXI, dependendo da região do planeta. O aumento da concentração de CO2 e da temperatura afeta diretamente processos fisiológicos, como fotossíntese e respiração das plantas, o que poderá alterar o desempenho das culturas, incluindo a batata. O objetivo desta revisão foi reunir informações da literatura sobre os possíveis efeitos do aumento na concentração de CO2 e da temperatura do ar no crescimento, no desenvolvimento e na produtividade da cultura de batata. O aumento do CO2, seguido de aumento na temperatura do ar, de maneira geral, resultará em menor crescimento, redução na duração do ciclo de desenvolvimento, menor produtividade e aumento da incidência de doenças da batata. Como estratégia para minimizar os efeitos de um possível aquecimento global sobre essa cultura, sugere-se que sejam desenvolvidas cultivares tolerantes a altas temperaturas, adaptadas as épocas de plantio em cada local, alteradas as práticas de manejo da cultura e até expandidas as áreas de cultivo para regiões mais frias.

5.
Ci. Rural ; 40(11)2010.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-706852

Resumo

Since the industrial revolution there was an increase in the atmospheric greenhouse gases, such as the carbon dioxide (CO2), which may lead to an increase in global temperature by the end of the 21th century. The direct effect of the increase in the CO2 concentration on plants is the possibility of increasing plant growth rate and crop yield, once CO2 is the substrate for photosynthesis. If the increase in CO2 concentration will be accompanied by an increase in air temperature, there may not be an increase in plant growth and crop yield because of a shortening of the developmental cycle an increase in plant tissue respiration. However, the response to elevated CO2 and temperature varies depends upon the crop. Thus, the objective of this review is to assemble information about the ecophysiological response of rice crop, one of the tree major cereals produced and consumed by the world population, to climate change. Plants with the C3 metabolism, as rice, are more benefitted from the increase in atmospheric CO2 concentration than plants with the C4 metabolism. High daytime and nighttime temperatures may drastically reduce the yield potential of rice crop due to shortening of the developmental cycle and spikelet sterility. Such a trend can be mitigated by selecting genotypes more resistant to conditions of high air temperature during flowering and by changing the sowing date.


A partir da revolução industrial, houve um aumento da emissão de gases de efeito estufa na atmosfera terrestre, como o dióxido de carbono (CO2), o que poderá levar a um aumento na temperatura global até o final do século XXI. O efeito direto do incremento na concentração de CO2 nas plantas é a possibilidade de aumento da taxa de crescimento das plantas e produtividade das culturas, uma vez que o CO2 é o substrato para fotossíntese. Se o aumento da concentração de CO2 for acompanhado de aumento da temperatura do ar, poderá haver encurtamento do ciclo e aumento da respiração do tecido vegetal, reduzindo ou anulando os efeitos benéficos do CO2. No entanto, a resposta aos aumentos na concentração de CO2 e temperatura do ar varia de acordo com a cultura considerada. Assim, o objetivo desta revisão foi reunir informações da resposta ecofisiológica da cultura do arroz, um dos três cereais mais produzidos e consumidos pela população mundial, à mudança climática. Plantas com metabolismo C3, como o arroz, são mais beneficiadas pelo aumento da concentração de CO2 atmosférico do que plantas com metabolismo C4. Altas temperaturas diurnas e noturnas podem reduzir drasticamente o potencial produtivo da cultura do arroz devido ao encurtamento do ciclo da cultura e à esterilidade de espiguetas. Essa tendência pode ser mitigada com a seleção de genótipos mais resistentes às condições de alta temperatura do ar durante o florescimento, bem como a alteração da época de semeadura.

6.
Ci. Rural ; 40(6)2010.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-706696

Resumo

The concentration of atmospheric greenhouse gases, mainly the CO2, has increased in the last decades due to anthropogenic activities. The atmospheric CO2 concentration has increased from about 280 parts per million per volume (ppmv) in the pre-industrial period to the currently 380ppmv concentration. There are reports that during the XX century global average temperature increased 0.6±(0.2)°C and projections indicate a possible 1.1 to 6.4°C increase in temperature by the end of the XXI century, depending upon each region. The increase in atmospheric CO2 concentration and air temperature directly affect plant physiological processes, such as photosynthesis and respiration, which may affect crops performance, including potato. The objective of this review was to assemble information from the literature on the possible effects of increasing atmospheric CO2 concentration and air temperature on growth, development and yield of potato. In general, the increase in CO2 concentration followed by an increase in air temperature will result in lower growth, reduction in the duration of the developmental cycle, lower yield and increase of potato diseases. A strategy to minimize the effects of a possible global warming on potato would be to develop cultivars that are tolerant to high temperatures, adapt planting time in each location, change management practices and even, expand growing areas to colder regions.


A concentração atmosférica dos gases do efeito estufa, principalmente o CO2, tem aumentado nas últimas décadas devido às atividades antrópicas. A concentração de CO2 aumentou de aproximadamente 280 partes por milhão por volume (ppmv) no período pré-industrial para a atual concentração de 380 ppmv. Há registros que, durante o século XX, houve um aumento da temperatura média da superfície global de 0,6±(0,2)°C, e projeções indicam um provável aumento de 1,1 a 6,4°C na temperatura média global até o final do século XXI, dependendo da região do planeta. O aumento da concentração de CO2 e da temperatura afeta diretamente processos fisiológicos, como fotossíntese e respiração das plantas, o que poderá alterar o desempenho das culturas, incluindo a batata. O objetivo desta revisão foi reunir informações da literatura sobre os possíveis efeitos do aumento na concentração de CO2 e da temperatura do ar no crescimento, no desenvolvimento e na produtividade da cultura de batata. O aumento do CO2, seguido de aumento na temperatura do ar, de maneira geral, resultará em menor crescimento, redução na duração do ciclo de desenvolvimento, menor produtividade e aumento da incidência de doenças da batata. Como estratégia para minimizar os efeitos de um possível aquecimento global sobre essa cultura, sugere-se que sejam desenvolvidas cultivares tolerantes a altas temperaturas, adaptadas as épocas de plantio em cada local, alteradas as práticas de manejo da cultura e até expandidas as áreas de cultivo para regiões mais frias.

7.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1477981

Resumo

Since the industrial revolution there was an increase in the atmospheric greenhouse gases, such as the carbon dioxide (CO2), which may lead to an increase in global temperature by the end of the 21th century. The direct effect of the increase in the CO2 concentration on plants is the possibility of increasing plant growth rate and crop yield, once CO2 is the substrate for photosynthesis. If the increase in CO2 concentration will be accompanied by an increase in air temperature, there may not be an increase in plant growth and crop yield because of a shortening of the developmental cycle an increase in plant tissue respiration. However, the response to elevated CO2 and temperature varies depends upon the crop. Thus, the objective of this review is to assemble information about the ecophysiological response of rice crop, one of the tree major cereals produced and consumed by the world population, to climate change. Plants with the C3 metabolism, as rice, are more benefitted from the increase in atmospheric CO2 concentration than plants with the C4 metabolism. High daytime and nighttime temperatures may drastically reduce the yield potential of rice crop due to shortening of the developmental cycle and spikelet sterility. Such a trend can be mitigated by selecting genotypes more resistant to conditions of high air temperature during flowering and by changing the sowing date.


A partir da revolução industrial, houve um aumento da emissão de gases de efeito estufa na atmosfera terrestre, como o dióxido de carbono (CO2), o que poderá levar a um aumento na temperatura global até o final do século XXI. O efeito direto do incremento na concentração de CO2 nas plantas é a possibilidade de aumento da taxa de crescimento das plantas e produtividade das culturas, uma vez que o CO2 é o substrato para fotossíntese. Se o aumento da concentração de CO2 for acompanhado de aumento da temperatura do ar, poderá haver encurtamento do ciclo e aumento da respiração do tecido vegetal, reduzindo ou anulando os efeitos benéficos do CO2. No entanto, a resposta aos aumentos na concentração de CO2 e temperatura do ar varia de acordo com a cultura considerada. Assim, o objetivo desta revisão foi reunir informações da resposta ecofisiológica da cultura do arroz, um dos três cereais mais produzidos e consumidos pela população mundial, à mudança climática. Plantas com metabolismo C3, como o arroz, são mais beneficiadas pelo aumento da concentração de CO2 atmosférico do que plantas com metabolismo C4. Altas temperaturas diurnas e noturnas podem reduzir drasticamente o potencial produtivo da cultura do arroz devido ao encurtamento do ciclo da cultura e à esterilidade de espiguetas. Essa tendência pode ser mitigada com a seleção de genótipos mais resistentes às condições de alta temperatura do ar durante o florescimento, bem como a alteração da época de semeadura.

8.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1478233

Resumo

The concentration of atmospheric greenhouse gases, mainly the CO2, has increased in the last decades due to anthropogenic activities. The atmospheric CO2 concentration has increased from about 280 parts per million per volume (ppmv) in the pre-industrial period to the currently 380ppmv concentration. There are reports that during the XX century global average temperature increased 0.6±(0.2)°C and projections indicate a possible 1.1 to 6.4°C increase in temperature by the end of the XXI century, depending upon each region. The increase in atmospheric CO2 concentration and air temperature directly affect plant physiological processes, such as photosynthesis and respiration, which may affect crops performance, including potato. The objective of this review was to assemble information from the literature on the possible effects of increasing atmospheric CO2 concentration and air temperature on growth, development and yield of potato. In general, the increase in CO2 concentration followed by an increase in air temperature will result in lower growth, reduction in the duration of the developmental cycle, lower yield and increase of potato diseases. A strategy to minimize the effects of a possible global warming on potato would be to develop cultivars that are tolerant to high temperatures, adapt planting time in each location, change management practices and even, expand growing areas to colder regions.


A concentração atmosférica dos gases do efeito estufa, principalmente o CO2, tem aumentado nas últimas décadas devido às atividades antrópicas. A concentração de CO2 aumentou de aproximadamente 280 partes por milhão por volume (ppmv) no período pré-industrial para a atual concentração de 380 ppmv. Há registros que, durante o século XX, houve um aumento da temperatura média da superfície global de 0,6±(0,2)°C, e projeções indicam um provável aumento de 1,1 a 6,4°C na temperatura média global até o final do século XXI, dependendo da região do planeta. O aumento da concentração de CO2 e da temperatura afeta diretamente processos fisiológicos, como fotossíntese e respiração das plantas, o que poderá alterar o desempenho das culturas, incluindo a batata. O objetivo desta revisão foi reunir informações da literatura sobre os possíveis efeitos do aumento na concentração de CO2 e da temperatura do ar no crescimento, no desenvolvimento e na produtividade da cultura de batata. O aumento do CO2, seguido de aumento na temperatura do ar, de maneira geral, resultará em menor crescimento, redução na duração do ciclo de desenvolvimento, menor produtividade e aumento da incidência de doenças da batata. Como estratégia para minimizar os efeitos de um possível aquecimento global sobre essa cultura, sugere-se que sejam desenvolvidas cultivares tolerantes a altas temperaturas, adaptadas as épocas de plantio em cada local, alteradas as práticas de manejo da cultura e até expandidas as áreas de cultivo para regiões mais frias.

9.
Ci. Rural ; 40(12)2010.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-706862

Resumo

Cassava is an important crop grown in different parts of Brazil, but needs to be more studied in subtropical regions. The objective of this study was to characterize some developmental and growth parameters, and yield components of stem and tuber roots of a cassava variety in several sowing season in a subtropical location. A field experiment was conducted during the 2006/2007 growing season in Santa Maria, RS, Brazil, with the variety FEPAGRO RS 13. Treatments were in four sowing season (26 September 2006, 18 October 2006, 08 November 2006, and 28 November 2006) with a plant density of 16,000 plants ha-1, in a completely randomized design with six sampling plants inside the plots. Development (date of developmental stages) growth variables (stem length and diameter, leaf area, and plant height), and yield components were measured. Earlier plantings increased the developmental rate until the onset of starch accumulation and until the appearance of sympodial branches. Stems growth decreased as planting was delayed. Stems within first and second order branches had different growth. Tuber roots yield was not affected by the sowing season.


A mandioca é uma cultura de grande importância econômica e social, cultivada em todo o país, mas em regiões subtropicais precisa ser melhor estudada. O objetivo deste trabalho foi caracterizar alguns parâmetros de desenvolvimento, crescimento e os componentes da produtividade de ramas e de raízes tuberosas de uma variedade de mandioca em várias datas de plantio, em local de clima subtropical. O experimento de campo foi conduzido no ano agrícola de 2006/2007, em Santa Maria, RS, com a variedade de mandioca FEPAGRO RS 13. Os tratamentos foram em quatro datas de plantio (26/09/2006, 18/10/2006, 08/11/2006 e 28/11/2006) na densidade de 16.000 plantas ha-1 e no delineamento inteiramente casualizado com amostragem de seis plantas na parcela. Foram coletadas variáveis de desenvolvimento (datas de estágios de desenvolvimento), crescimento (comprimento e diâmetro de ramos, área foliar e altura de plantas) e componentes da produtividade de caule (rama) e de raízes tuberosas. Plantios mais cedo aumentam a taxa de desenvolvimento até o início da acumulação de amido nas raízes e até o aparecimento da primeira ramificação simpodial. O crescimento dos ramos decresceu com o atraso na data de plantio. Em cada ramificação de primeira e segunda ordem, os ramos tiveram crescimento diferente. A produtividade de raízes tuberosas não foi afetada pela data de plantio.

10.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1477994

Resumo

Cassava is an important crop grown in different parts of Brazil, but needs to be more studied in subtropical regions. The objective of this study was to characterize some developmental and growth parameters, and yield components of stem and tuber roots of a cassava variety in several sowing season in a subtropical location. A field experiment was conducted during the 2006/2007 growing season in Santa Maria, RS, Brazil, with the variety FEPAGRO RS 13. Treatments were in four sowing season (26 September 2006, 18 October 2006, 08 November 2006, and 28 November 2006) with a plant density of 16,000 plants ha-1, in a completely randomized design with six sampling plants inside the plots. Development (date of developmental stages) growth variables (stem length and diameter, leaf area, and plant height), and yield components were measured. Earlier plantings increased the developmental rate until the onset of starch accumulation and until the appearance of sympodial branches. Stems growth decreased as planting was delayed. Stems within first and second order branches had different growth. Tuber roots yield was not affected by the sowing season.


A mandioca é uma cultura de grande importância econômica e social, cultivada em todo o país, mas em regiões subtropicais precisa ser melhor estudada. O objetivo deste trabalho foi caracterizar alguns parâmetros de desenvolvimento, crescimento e os componentes da produtividade de ramas e de raízes tuberosas de uma variedade de mandioca em várias datas de plantio, em local de clima subtropical. O experimento de campo foi conduzido no ano agrícola de 2006/2007, em Santa Maria, RS, com a variedade de mandioca FEPAGRO RS 13. Os tratamentos foram em quatro datas de plantio (26/09/2006, 18/10/2006, 08/11/2006 e 28/11/2006) na densidade de 16.000 plantas ha-1 e no delineamento inteiramente casualizado com amostragem de seis plantas na parcela. Foram coletadas variáveis de desenvolvimento (datas de estágios de desenvolvimento), crescimento (comprimento e diâmetro de ramos, área foliar e altura de plantas) e componentes da produtividade de caule (rama) e de raízes tuberosas. Plantios mais cedo aumentam a taxa de desenvolvimento até o início da acumulação de amido nas raízes e até o aparecimento da primeira ramificação simpodial. O crescimento dos ramos decresceu com o atraso na data de plantio. Em cada ramificação de primeira e segunda ordem, os ramos tiveram crescimento diferente. A produtividade de raízes tuberosas não foi afetada pela data de plantio.

11.
Ci. Rural ; 40(4)2010.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-706935

Resumo

Snap bean (Phaseolus vulgaris L.) is a horticultural crop that is enhanced during Fall in Rio Grande do Sul State, which can be favored by growing inside a plastic greenhouse (protected cropping). The estimation of the time interval between the appearance of two successive nodes on a dicot stem, known as plastochron, is important in modeling studies and for crop management. The objective of this study was to evaluate the plastochron and the yield of snap bean grown inside plastic greenhouse (protected environment) and in the open field. An experiment was carried out in Santa Maria, RS, Brazil, during the Fall 2009 in two environments: protected environment (plastic house covered with 100µm of thickness low density polyethylene) and in the open field. Solar radiation, air temperature, thermal time, the main stem node appearance (plastochron) and pod yield were determined. Solar radiation was, 26% lower in the protected environment, and minimum, mean and maximum air temperatures were greater in the protected environment. The plastochron was higher (lower node appearance rate) in the protected environment whereas pod yield was similar in the two environments. The reduction in solar irradiation, caused by the plastic cover, was pointed out as a major cause for the lower node appearance rate (greater plastochron) of the plants in the protected environment whereas reproductive growth in the protected environment was similar to the one in the open field most likely because of the increase in the diffuse fraction of solar radiation that partially compensated the plastic shading, and because of the less plants exposure to possible mechanic stresses as wind and hydraulic during the hottest hours of the day when water demand is the highest.


O feijão-de-vagem (Phaseolus vulgaris L.), ou feijão-vagem, é uma hortaliça que, durante o outono no Estado do Rio Grande do Sul, pode ser favorecida pelo cultivo no interior de estufa plástica (cultivo protegido). A determinação do intervalo de tempo entre a emissão de dois nós consecutivos em dicotiledôneas, denominada plastocrono, é importante em estudos de modelagem e para o manejo dessa hortaliça. O objetivo deste estudo foi determinar o plastocrono e o rendimento da cultura de feijão-de-vagem em cultivo sob ambiente protegido por estufa plástica e no ambiente externo. Um experimento foi conduzido durante o outono de 2009, em Santa Maria, em dois ambientes: em ambiente protegido (estufa plástica de polietileno de baixa densidade, com 100µm de espessura) e em ambiente externo (céu aberto). Foram determinadas a densidade de fluxo de radiação solar global incidente, a temperatura do ar, a soma térmica diária, a emissão de nós (plastocrono) na haste principal até o florescimento e o rendimento precoce de vagens nos dois ambientes. A disponibilidade de radiação foi 26% menor no ambiente protegido, e as temperaturas mínima, média e máxima diária foram superiores. O plastocrono foi maior (velocidade de emissão de nós foi menor) no ambiente protegido, enquanto o rendimento de vagens foi similar nos dois ambientes. A redução da densidade de fluxo de radiação solar global incidente em função da cobertura plástica foi apontada como a causa da menor velocidade de emissão de nós (maior plastocrono) pelas plantas no ambiente protegido, enquanto o crescimento reprodutivo no ambiente protegido foi similar ao do ambiente externo, provavelmente devido a menor exposição das plantas a possíveis estresses, mecânico por vento e hídrico parcial nas horas mais quentes dos dias de maior demanda hídrica, além do aumento da fração difusa da radiação solar, que, em parte, compensou o sombreamento pela estufa.

12.
Ci. Rural ; 40(4)2010.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-706581

Resumo

Snap bean (Phaseolus vulgaris L.) is a horticultural crop that is enhanced during Fall in Rio Grande do Sul State, which can be favored by growing inside a plastic greenhouse (protected cropping). The estimation of the time interval between the appearance of two successive nodes on a dicot stem, known as plastochron, is important in modeling studies and for crop management. The objective of this study was to evaluate the plastochron and the yield of snap bean grown inside plastic greenhouse (protected environment) and in the open field. An experiment was carried out in Santa Maria, RS, Brazil, during the Fall 2009 in two environments: protected environment (plastic house covered with 100µm of thickness low density polyethylene) and in the open field. Solar radiation, air temperature, thermal time, the main stem node appearance (plastochron) and pod yield were determined. Solar radiation was, 26% lower in the protected environment, and minimum, mean and maximum air temperatures were greater in the protected environment. The plastochron was higher (lower node appearance rate) in the protected environment whereas pod yield was similar in the two environments. The reduction in solar irradiation, caused by the plastic cover, was pointed out as a major cause for the lower node appearance rate (greater plastochron) of the plants in the protected environment whereas reproductive growth in the protected environment was similar to the one in the open field most likely because of the increase in the diffuse fraction of solar radiation that partially compensated the plastic shading, and because of the less plants exposure to possible mechanic stresses as wind and hydraulic during the hottest hours of the day when water demand is the highest.


O feijão-de-vagem (Phaseolus vulgaris L.), ou feijão-vagem, é uma hortaliça que, durante o outono no Estado do Rio Grande do Sul, pode ser favorecida pelo cultivo no interior de estufa plástica (cultivo protegido). A determinação do intervalo de tempo entre a emissão de dois nós consecutivos em dicotiledôneas, denominada plastocrono, é importante em estudos de modelagem e para o manejo dessa hortaliça. O objetivo deste estudo foi determinar o plastocrono e o rendimento da cultura de feijão-de-vagem em cultivo sob ambiente protegido por estufa plástica e no ambiente externo. Um experimento foi conduzido durante o outono de 2009, em Santa Maria, em dois ambientes: em ambiente protegido (estufa plástica de polietileno de baixa densidade, com 100µm de espessura) e em ambiente externo (céu aberto). Foram determinadas a densidade de fluxo de radiação solar global incidente, a temperatura do ar, a soma térmica diária, a emissão de nós (plastocrono) na haste principal até o florescimento e o rendimento precoce de vagens nos dois ambientes. A disponibilidade de radiação foi 26% menor no ambiente protegido, e as temperaturas mínima, média e máxima diária foram superiores. O plastocrono foi maior (velocidade de emissão de nós foi menor) no ambiente protegido, enquanto o rendimento de vagens foi similar nos dois ambientes. A redução da densidade de fluxo de radiação solar global incidente em função da cobertura plástica foi apontada como a causa da menor velocidade de emissão de nós (maior plastocrono) pelas plantas no ambiente protegido, enquanto o crescimento reprodutivo no ambiente protegido foi similar ao do ambiente externo, provavelmente devido a menor exposição das plantas a possíveis estresses, mecânico por vento e hídrico parcial nas horas mais quentes dos dias de maior demanda hídrica, além do aumento da fração difusa da radiação solar, que, em parte, compensou o sombreamento pela estufa.

13.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1478112

Resumo

Snap bean (Phaseolus vulgaris L.) is a horticultural crop that is enhanced during Fall in Rio Grande do Sul State, which can be favored by growing inside a plastic greenhouse (protected cropping). The estimation of the time interval between the appearance of two successive nodes on a dicot stem, known as plastochron, is important in modeling studies and for crop management. The objective of this study was to evaluate the plastochron and the yield of snap bean grown inside plastic greenhouse (protected environment) and in the open field. An experiment was carried out in Santa Maria, RS, Brazil, during the Fall 2009 in two environments: protected environment (plastic house covered with 100µm of thickness low density polyethylene) and in the open field. Solar radiation, air temperature, thermal time, the main stem node appearance (plastochron) and pod yield were determined. Solar radiation was, 26% lower in the protected environment, and minimum, mean and maximum air temperatures were greater in the protected environment. The plastochron was higher (lower node appearance rate) in the protected environment whereas pod yield was similar in the two environments. The reduction in solar irradiation, caused by the plastic cover, was pointed out as a major cause for the lower node appearance rate (greater plastochron) of the plants in the protected environment whereas reproductive growth in the protected environment was similar to the one in the open field most likely because of the increase in the diffuse fraction of solar radiation that partially compensated the plastic shading, and because of the less plants exposure to possible mechanic stresses as wind and hydraulic during the hottest hours of the day when water demand is the highest.


O feijão-de-vagem (Phaseolus vulgaris L.), ou feijão-vagem, é uma hortaliça que, durante o outono no Estado do Rio Grande do Sul, pode ser favorecida pelo cultivo no interior de estufa plástica (cultivo protegido). A determinação do intervalo de tempo entre a emissão de dois nós consecutivos em dicotiledôneas, denominada plastocrono, é importante em estudos de modelagem e para o manejo dessa hortaliça. O objetivo deste estudo foi determinar o plastocrono e o rendimento da cultura de feijão-de-vagem em cultivo sob ambiente protegido por estufa plástica e no ambiente externo. Um experimento foi conduzido durante o outono de 2009, em Santa Maria, em dois ambientes: em ambiente protegido (estufa plástica de polietileno de baixa densidade, com 100µm de espessura) e em ambiente externo (céu aberto). Foram determinadas a densidade de fluxo de radiação solar global incidente, a temperatura do ar, a soma térmica diária, a emissão de nós (plastocrono) na haste principal até o florescimento e o rendimento precoce de vagens nos dois ambientes. A disponibilidade de radiação foi 26% menor no ambiente protegido, e as temperaturas mínima, média e máxima diária foram superiores. O plastocrono foi maior (velocidade de emissão de nós foi menor) no ambiente protegido, enquanto o rendimento de vagens foi similar nos dois ambientes. A redução da densidade de fluxo de radiação solar global incidente em função da cobertura plástica foi apontada como a causa da menor velocidade de emissão de nós (maior plastocrono) pelas plantas no ambiente protegido, enquanto o crescimento reprodutivo no ambiente protegido foi similar ao do ambiente externo, provavelmente devido a menor exposição das plantas a possíveis estresses, mecânico por vento e hídrico parcial nas horas mais quentes dos dias de maior demanda hídrica, além do aumento da fração difusa da radiação solar, que, em parte, compensou o sombreamento pela estufa.

14.
Ci. Rural ; 39(8)2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-706359

Resumo

The objective of this study was to determine the relationship between the duration of vegetative, reproductive and total developmental cycle with the main stem final leaf number and with the main stem leaf appearance rate in Brazilian wheat cultivars, varying the sowing date. A field experiment was carried out in Santa Maria, RS, in 13 sowing dates during three years (2005, 2006 and 2007). Six wheat genotypes with developmental cycle varying from early to late were used: BRS LOURO, CEP 52, BRS 177, CEP 51, NOVA ERA, and BRS TARUMÃ. For each cultivar and sowing date, the duration, in °C day, of the vegetative (emergence - anthesis), reproductive (anthesis - physiological maturity) phases, and total developmental cycle (emergence - physiological maturity), the main stem final leaf number and the phyllochron (time interval between the appearance of two successive leaves) were determined. The relationship between these variables was tested through a regression analysis. The results indicate that the duration of total developmental cycle of wheat is directly related with the duration of the vegetative phase and not with the duration of the reproductive phase, which was similar among cultivars. The duration of the vegetative phase is related with main stem final leaf number and not with leaf appearance rate.


O objetivo deste estudo foi determinar a relação da duração das fases vegetativa, reprodutiva e total do ciclo de desenvolvimento com o número final de folhas e com a velocidade de aparecimento de folhas no colmo principal, em cultivares brasileiras de trigo, variando-se a data de semeadura. Um experimento de campo foi realizado em Santa Maria, Rio Grande do Sul (RS), com 13 datas de semeadura ao longo de três anos (2005, 2006 e 2007). Foram utilizados seis genótipos de trigo com ciclos de desenvolvimento variando de precoce a tardio: 'BRS LOURO', 'CEP 52', 'BRS 177', 'CEP 51', 'NOVA ERA' e 'BRS TARUMÃ'. Para cada cultivar e data de semeadura, foi determinada a duração, em °C dia, das fases vegetativa (emergência - antese) e reprodutiva (antese - maturidade fisiológica) e do ciclo total (emergência - maturidade fisiológica), o número final de folhas e o filocrono (tempo para aparecimento de duas folhas sucessivas) no colmo principal e a relação entre essas variáveis por meio de análise de regressão. Os resultados indicam que a duração do ciclo total das cultivares de trigo tem relação direta com a duração da fase vegetativa e não com a fase reprodutiva, a qual foi similar entre as cultivares, e que a duração da fase vegetativa tem relação direta com o número final de folhas e não com a velocidade de aparecimento dessas folhas no colmo principal.

15.
Ci. Rural ; 39(3)2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-706203

Resumo

The objective of this study was to estimate the phyllochron, to associate the leaf area to the leaf number and to determine fruit yield of eggplants grown with one and two stems inside a plastic greenhouse. An experiment was carried at the experimental area of the Plant Science Department of the Federal University of Santa Maria, Santa Maria, RS, Brazil. Three eggplant genotypes were used: Nápoli, Comprida roxa, and Ciça. Five-leaf seedlings were transplanted on 10/29/2007. The experimental design was a complete randomized blocks with four replications composed by two rows with eight plants. The number of leaves on the main stem and secondary branches was counted in four plants of each replication. Leaf width was measured on two plants per replication. The phyllochron was estimated as the inverse of the slope of the linear regression between the leaf number and the accumulated thermal time after transplanting. Eggplant fruit yield was greater in plants grown with two stems than and Ciça had the higher fruit yield among genotypes. The time for leaves emergence in eggplant was reduced in plants with two stems than in plants with only the main stem. Leaf area of eggplant can be estimated as function of the accumulated number of leaves. Eggplant fruit yield was greater in plants conducted with two stems than with only the main stem, and Ciça presented the greatest yield among genotypes.


Os objetivos deste trabalho foram estimar o filocrono, relacionar a área foliar com o número de folhas e determinar a produtividade de frutos em plantas de três genótipos de berinjela conduzidas com uma e duas hastes dentro de estufa plástica. O experimento foi conduzido na área experimental do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul (RS). Foram utilizados três genótipos de berinjela: Nápoli, Comprida Roxa e Ciça. O transplante das mudas foi realizado com cinco folhas definitivas no dia 29 de outubro de 2007. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com quatro repetições, compostas de duas fileiras de oito plantas. Em quatro plantas de cada repetição, foram realizadas observações do número de folhas na haste principal e na secundária. Em duas plantas de cada repetição, foi medida a largura das folhas na haste principal e na secundária. O filocrono foi estimado pelo inverso do coeficiente angular da regressão linear entre o número de folhas acumuladas na haste e a soma térmica acumulada após o transplante. A emissão de folhas na berinjela foi mais rápida nas plantas conduzidas com duas hastes. A área foliar da berinjela pode ser estimada por meio do número de folhas acumuladas. A produtividade de frutos de berinjela foi maior nas plantas conduzidas com duas hastes, sendo o genótipo Ciça aquele que apresentou maior produtividade de frutos.

16.
Ci. Rural ; 39(8)2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-706101

Resumo

The objective of this study was to determine the relationship between the duration of vegetative, reproductive and total developmental cycle with the main stem final leaf number and with the main stem leaf appearance rate in Brazilian wheat cultivars, varying the sowing date. A field experiment was carried out in Santa Maria, RS, in 13 sowing dates during three years (2005, 2006 and 2007). Six wheat genotypes with developmental cycle varying from early to late were used: BRS LOURO, CEP 52, BRS 177, CEP 51, NOVA ERA, and BRS TARUMÃ. For each cultivar and sowing date, the duration, in °C day, of the vegetative (emergence - anthesis), reproductive (anthesis - physiological maturity) phases, and total developmental cycle (emergence - physiological maturity), the main stem final leaf number and the phyllochron (time interval between the appearance of two successive leaves) were determined. The relationship between these variables was tested through a regression analysis. The results indicate that the duration of total developmental cycle of wheat is directly related with the duration of the vegetative phase and not with the duration of the reproductive phase, which was similar among cultivars. The duration of the vegetative phase is related with main stem final leaf number and not with leaf appearance rate.


O objetivo deste estudo foi determinar a relação da duração das fases vegetativa, reprodutiva e total do ciclo de desenvolvimento com o número final de folhas e com a velocidade de aparecimento de folhas no colmo principal, em cultivares brasileiras de trigo, variando-se a data de semeadura. Um experimento de campo foi realizado em Santa Maria, Rio Grande do Sul (RS), com 13 datas de semeadura ao longo de três anos (2005, 2006 e 2007). Foram utilizados seis genótipos de trigo com ciclos de desenvolvimento variando de precoce a tardio: 'BRS LOURO', 'CEP 52', 'BRS 177', 'CEP 51', 'NOVA ERA' e 'BRS TARUMÃ'. Para cada cultivar e data de semeadura, foi determinada a duração, em °C dia, das fases vegetativa (emergência - antese) e reprodutiva (antese - maturidade fisiológica) e do ciclo total (emergência - maturidade fisiológica), o número final de folhas e o filocrono (tempo para aparecimento de duas folhas sucessivas) no colmo principal e a relação entre essas variáveis por meio de análise de regressão. Os resultados indicam que a duração do ciclo total das cultivares de trigo tem relação direta com a duração da fase vegetativa e não com a fase reprodutiva, a qual foi similar entre as cultivares, e que a duração da fase vegetativa tem relação direta com o número final de folhas e não com a velocidade de aparecimento dessas folhas no colmo principal.

17.
Ci. Rural ; 39(3)2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-705844

Resumo

The objective of this study was to estimate the phyllochron, to associate the leaf area to the leaf number and to determine fruit yield of eggplants grown with one and two stems inside a plastic greenhouse. An experiment was carried at the experimental area of the Plant Science Department of the Federal University of Santa Maria, Santa Maria, RS, Brazil. Three eggplant genotypes were used: Nápoli, Comprida roxa, and Ciça. Five-leaf seedlings were transplanted on 10/29/2007. The experimental design was a complete randomized blocks with four replications composed by two rows with eight plants. The number of leaves on the main stem and secondary branches was counted in four plants of each replication. Leaf width was measured on two plants per replication. The phyllochron was estimated as the inverse of the slope of the linear regression between the leaf number and the accumulated thermal time after transplanting. Eggplant fruit yield was greater in plants grown with two stems than and Ciça had the higher fruit yield among genotypes. The time for leaves emergence in eggplant was reduced in plants with two stems than in plants with only the main stem. Leaf area of eggplant can be estimated as function of the accumulated number of leaves. Eggplant fruit yield was greater in plants conducted with two stems than with only the main stem, and Ciça presented the greatest yield among genotypes.


Os objetivos deste trabalho foram estimar o filocrono, relacionar a área foliar com o número de folhas e determinar a produtividade de frutos em plantas de três genótipos de berinjela conduzidas com uma e duas hastes dentro de estufa plástica. O experimento foi conduzido na área experimental do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul (RS). Foram utilizados três genótipos de berinjela: Nápoli, Comprida Roxa e Ciça. O transplante das mudas foi realizado com cinco folhas definitivas no dia 29 de outubro de 2007. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com quatro repetições, compostas de duas fileiras de oito plantas. Em quatro plantas de cada repetição, foram realizadas observações do número de folhas na haste principal e na secundária. Em duas plantas de cada repetição, foi medida a largura das folhas na haste principal e na secundária. O filocrono foi estimado pelo inverso do coeficiente angular da regressão linear entre o número de folhas acumuladas na haste e a soma térmica acumulada após o transplante. A emissão de folhas na berinjela foi mais rápida nas plantas conduzidas com duas hastes. A área foliar da berinjela pode ser estimada por meio do número de folhas acumuladas. A produtividade de frutos de berinjela foi maior nas plantas conduzidas com duas hastes, sendo o genótipo Ciça aquele que apresentou maior produtividade de frutos.

18.
Ci. Rural ; 39(3)2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-705842

Resumo

Studies on the vegetative development of cassava grown in subtropical conditions of Brazil are scarce. The objective of this study was to determine the phyllochron and the final leaf number on the main stem and on sympodial branches of a cassava variety grown in different planting dates in a subtropical climate. A field experiment was conducted in Santa Maria, RS, with four planting dates: 09/26/2006, 10/18/2006, 11/08/2006 and 11/28/2006. The variety FEPAGRO RS13, with tricotomic growth habit, was used in a complete randomized design with four treatments (planting dates) and four 4.0 x 9.0m plots with five rows and 0.8 x 0.8m spacing in each planting date. On the main stem (MS) and on the first order (BR1) and second order (BR2) sympodial branches of six plants per plot randomly selected, the number of visible leaves (NL) on a weekly basis, and the final leaf number (FLN) were measured. The phyllochron on MS, BR1 and BR2 was estimated by the inverse of the slope of the linear regression of NL against accumulated thermal time, assuming a base temperature of 14°C. Phyllochron increased in the sequence MS BR1 BR2 and the FLN showed an inverse trend MS>BR1>BR2. Both phyllochron and FLN varied according to planting date, with photoperiod being a possible cause of such variation. Within BR1 and BR2 sympodial branches, phyllochron and FLN were not different among stems.


Estudos sobre o desenvolvimento vegetativo da mandioca cultivada nas condições subtropicais do Brasil são escassos. O objetivo deste trabalho foi determinar o filocrono e o número final de folhas na haste principal e nas ramificações simpodiais de uma variedade de mandioca em diferentes épocas de plantio, em condições de clima subtropical. Um experimento de campo foi conduzido em Santa Maria, Rio Grande do Sul (RS), com quatro datas de plantio: 26/09/2006, 18/10/2006, 08/11/2006 e 28/11/2006. A variedade usada foi a FEPAGRO RS13, com caule do tipo simpodial tricotômico, no delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro tratamentos (datas de plantio) e quatro parcelas de 4,0 x 9,0m, com cinco fileiras e espaçamento 0,80 x 0,80m. Em seis plantas por parcela selecionadas aleatoriamente, foi feita a contagem semanal do número de folhas visíveis (NF) e do número final de folhas (NFF) da haste principal (HP) e das ramificações simpodiais de primeira (RS1) e de segunda (RS2) ordem. O filocrono (°C dia folha-1) foi estimado para HP, RS1 e RS2 pelo inverso do coeficiente angular da regressão linear entre NF e soma térmica acumulada, considerando a temperatura base de 14°C. O filocrono aumentou na seqüência HP RS1 RS2, e o NFF teve variação inversa HP>RS1>RS2. Ambos filocrono e NFF variaram com a época de plantio, sendo o fotoperíodo uma possível causa da variação. Dentro das ramificações simpodiais RS1 e RS2, o filocrono e o NFF não são diferentes entre as hastes.

19.
Ci. Rural ; 39(3)2009.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-705840

Resumo

The Wang and Engel (WE) model simulates crop development considering the non-linear response of plant development to temperature. Daily air temperature is the input for the temperature response function [f(T)] in the WE model, and because there are several approaches for computing daily temperatures, there are several ways to calculate the f(T). The objective of this study was to compare two versions of the WE model for simulating leaf number and developmental stages in maize, considering two approaches for imputing daily air temperature (daily mean air temperature and daily minimum/maximum air temperature). A two-year field experiment with the maize variety BRS Missões sown in several sowing dates was conducted in Santa Maria, Rio Grande do Sul State, Brazil, during the 2005-2006 and 2006-2007 growing seasons. The f(T) in the WE model was calculated using daily mean air temperature calculated as the arithmetic average of daily minimum (TN) and maximum (TX) air temperatures (WE Tmean), and calculating an f(T) using TN and an f(T) using TX and then averaging the two f(T)s (WE Tmm). Ligule and tip leaf number, and silking and physiological maturity developmental stages measured in the 2005-2006 growing season were used to estimate model coefficients and the ones measured in the 2006-2007 growing season were used as independent data sets to evaluate models. Predictions of ligule and tip leaf number, silking and physiological maturity of the maize variety BRS Missões were better with the WE Tmm model than with the WE Tmean model.


O modelo Wang e Engel (WE) simula o desenvolvimento das culturas considerando uma resposta não-linear do desenvolvimento das plantas à temperatura. A temperatura diária do ar é o dado de entrada na função de resposta à temperatura [f(T)] no modelo WE e, em função de haver várias maneiras de calcular a temperatura diária, há várias maneiras de calcular a f(T). O objetivo deste estudo foi comparar duas versões do modelo WE para a simulação do número de folhas e dos estágios de desenvolvimento em milho, considerando dois métodos de entrada da temperatura diária do ar (temperatura média diária do ar e temperatura mínima/máxima diária do ar). Um experimento de campo com a variedade de milho BRS Missões, semeado em várias datas de semeadura, foi conduzido em Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, durante os anos agrícolas 2005-2006 e 2006-2007. A f(T) no modelo WE foi calculada usando-se a temperatura média diária do ar calculada pela média aritmética das temperaturas mínima (TN) e máxima (TX) diárias do ar (WE Tmean) e pela média de f(T) usando TN e pela de f(T) usando TX (WE Tmm). O número de folhas expandidas e totais e os estágios de desenvolvimento (embonecamento e maturidade fisiológica) coletados no ano agrícola 2005-2006 foram usados para estimarem-se os coeficientes dos modelos; por sua vez, os estágios coletados no ano agrícola 2006-2007 foram usados como dados independentes para avaliar os modelos. A simulação do número de folhas expandidas e totais, do embonecamento e da maturidade fisiológica da variedade de milho BRS Missões foi melhor com o modelo WE Tmm do que com o modelo WE Tmean.

20.
Ci. Rural ; 39(3)2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-705777

Resumo

Studies on the vegetative development of cassava grown in subtropical conditions of Brazil are scarce. The objective of this study was to determine the phyllochron and the final leaf number on the main stem and on sympodial branches of a cassava variety grown in different planting dates in a subtropical climate. A field experiment was conducted in Santa Maria, RS, with four planting dates: 09/26/2006, 10/18/2006, 11/08/2006 and 11/28/2006. The variety FEPAGRO RS13, with tricotomic growth habit, was used in a complete randomized design with four treatments (planting dates) and four 4.0 x 9.0m plots with five rows and 0.8 x 0.8m spacing in each planting date. On the main stem (MS) and on the first order (BR1) and second order (BR2) sympodial branches of six plants per plot randomly selected, the number of visible leaves (NL) on a weekly basis, and the final leaf number (FLN) were measured. The phyllochron on MS, BR1 and BR2 was estimated by the inverse of the slope of the linear regression of NL against accumulated thermal time, assuming a base temperature of 14°C. Phyllochron increased in the sequence MS BR1 BR2 and the FLN showed an inverse trend MS>BR1>BR2. Both phyllochron and FLN varied according to planting date, with photoperiod being a possible cause of such variation. Within BR1 and BR2 sympodial branches, phyllochron and FLN were not different among stems.


Estudos sobre o desenvolvimento vegetativo da mandioca cultivada nas condições subtropicais do Brasil são escassos. O objetivo deste trabalho foi determinar o filocrono e o número final de folhas na haste principal e nas ramificações simpodiais de uma variedade de mandioca em diferentes épocas de plantio, em condições de clima subtropical. Um experimento de campo foi conduzido em Santa Maria, Rio Grande do Sul (RS), com quatro datas de plantio: 26/09/2006, 18/10/2006, 08/11/2006 e 28/11/2006. A variedade usada foi a FEPAGRO RS13, com caule do tipo simpodial tricotômico, no delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro tratamentos (datas de plantio) e quatro parcelas de 4,0 x 9,0m, com cinco fileiras e espaçamento 0,80 x 0,80m. Em seis plantas por parcela selecionadas aleatoriamente, foi feita a contagem semanal do número de folhas visíveis (NF) e do número final de folhas (NFF) da haste principal (HP) e das ramificações simpodiais de primeira (RS1) e de segunda (RS2) ordem. O filocrono (°C dia folha-1) foi estimado para HP, RS1 e RS2 pelo inverso do coeficiente angular da regressão linear entre NF e soma térmica acumulada, considerando a temperatura base de 14°C. O filocrono aumentou na seqüência HP RS1 RS2, e o NFF teve variação inversa HP>RS1>RS2. Ambos filocrono e NFF variaram com a época de plantio, sendo o fotoperíodo uma possível causa da variação. Dentro das ramificações simpodiais RS1 e RS2, o filocrono e o NFF não são diferentes entre as hastes.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA