Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Iheringia. Sér. Zool. ; 10820181129. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-16097

Resumo

ABSTRACT Studies on the composition of fish diet and on how species exploit food resources are especially relevant in tropical freshwater systems, where dietary plasticity is a commonly used strategy. In this study, we analysed the food spectrum and the environmental, seasonal and ontogenetic variations in the diet of a characid species [Hemigrammus marginatus Ellis, 1911 (Characidae)] in the region of the Upper Contas River, in the Diamantina Plateau, Brazil. We verified an omnivorous/invertivorous and opportunistic food habit, with predominance of insects and microcrustaceans, followed by filamentous algae. Seasonality did not alter the food resources used by the species. However, differences were detected in the dominant categories when comparing the two sampled rivers, as well as in the food consumption throughout the development of the species. These data increase the knowledge about the biology of H. marginatus and allow understanding the influence of the characteristics of the rivers and their surroundings in the trophic ecology of the species, as our findings have shown that, although insects have been expressive in both studied localities, microcrustaceans exhibit a greater relative importance in the more lentic environment, which is probably related to the variation in the availability of these resources in the environment.(AU)


RESUMO Estudos sobre a composição da dieta de peixes e de como as espécies exploram os recursos alimentares são especialmente relevantes em sistemas de água doce tropicais, onde a plasticidade alimentar é uma estratégia comumente utilizada. Neste trabalho, analisamos o espectro alimentar e as variações ambientais, sazonais e ontogenéticas na dieta de uma espécie de caracídeo [Hemigrammus marginatus Ellis, 1911 (Characidae)] na região do Alto Rio de Contas, na Chapada Diamantina, Brasil. Verificamos um hábito alimentar onívoro/invertívoro e oportunista, com predominância de insetos e microcrustáceos, seguido de algas filamentosas. A sazonalidade não alterou os recursos alimentares utilizados pela espécie. No entanto, foram detectadas diferenças nas categorias dominantes ao comparar os dois rios amostrados, bem como no consumo do alimento ao longo do desenvolvimento da espécie. Esses dados ampliam o conhecimento acerca da biologia de H. marginatus e permitem entender a influência das características dos rios e de seus entornos na ecologia trófica da espécie, visto que, embora o item insetos tenha sido expressivo em ambos os locais estudados, microcrustáceos exibiram maior importância relativa no ambiente mais lêntico, o que possivelmente está relacionado à variação na disponibilidade destes recursos no ambiente.(AU)


Assuntos
Animais , Characidae/crescimento & desenvolvimento , Ração Animal/provisão & distribuição , Cadeia Alimentar , Água Doce/análise , Água Costeira/efeitos adversos
2.
Iheringia, Sér. zool ; 108: e2018036, 2018. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1483209

Resumo

Studies on the composition of fish diet and on how species exploit food resources are especially relevant in tropical freshwater systems, where dietary plasticity is a commonly used strategy. In this study, we analysed the food spectrum and the environmental, seasonal and ontogenetic variations in the diet of a characid species [Hemigrammus marginatus Ellis, 1911 (Characidae)] in the region of the Upper Contas River, in the Diamantina Plateau, Brazil. We verified an omnivorous/invertivorous and opportunistic food habit, with predominance of insects and microcrustaceans, followed by filamentous algae. Seasonality did not alter the food resources used by the species. However, differences were detected in the dominant categories when comparing the two sampled rivers, as well as in the food consumption throughout the development of the species. These data increase the knowledge about the biology of H. marginatus and allow understanding the influence of the characteristics of the rivers and their surroundings in the trophic ecology of the species, as our findings have shown that, although insects have been expressive in both studied localities, microcrustaceans exhibit a greater relative importance in the more lentic environment, which is probably related to the variation in the availability of these resources in the environment.


Estudos sobre a composição da dieta de peixes e de como as espécies exploram os recursos alimentares são especialmente relevantes em sistemas de água doce tropicais, onde a plasticidade alimentar é uma estratégia comumente utilizada. Neste trabalho, analisamos o espectro alimentar e as variações ambientais, sazonais e ontogenéticas na dieta de uma espécie de caracídeo [Hemigrammus marginatus Ellis, 1911 (Characidae)] na região do Alto Rio de Contas, na Chapada Diamantina, Brasil. Verificamos um hábito alimentar onívoro/invertívoro e oportunista, com predominância de insetos e microcrustáceos, seguido de algas filamentosas. A sazonalidade não alterou os recursos alimentares utilizados pela espécie. No entanto, foram detectadas diferenças nas categorias dominantes ao comparar os dois rios amostrados, bem como no consumo do alimento ao longo do desenvolvimento da espécie. Esses dados ampliam o conhecimento acerca da biologia de H. marginatus e permitem entender a influência das características dos rios e de seus entornos na ecologia trófica da espécie, visto que, embora o item insetos tenha sido expressivo em ambos os locais estudados, microcrustáceos exibiram maior importância relativa no ambiente mais lêntico, o que possivelmente está relacionado à variação na disponibilidade destes recursos no ambiente.


Assuntos
Animais , Cadeia Alimentar , Characidae/crescimento & desenvolvimento , Ração Animal/provisão & distribuição , Água Costeira/efeitos adversos , Água Doce/análise
3.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1483256

Resumo

ABSTRACT Studies on the composition of fish diet and on how species exploit food resources are especially relevant in tropical freshwater systems, where dietary plasticity is a commonly used strategy. In this study, we analysed the food spectrum and the environmental, seasonal and ontogenetic variations in the diet of a characid species [Hemigrammus marginatus Ellis, 1911 (Characidae)] in the region of the Upper Contas River, in the Diamantina Plateau, Brazil. We verified an omnivorous/invertivorous and opportunistic food habit, with predominance of insects and microcrustaceans, followed by filamentous algae. Seasonality did not alter the food resources used by the species. However, differences were detected in the dominant categories when comparing the two sampled rivers, as well as in the food consumption throughout the development of the species. These data increase the knowledge about the biology of H. marginatus and allow understanding the influence of the characteristics of the rivers and their surroundings in the trophic ecology of the species, as our findings have shown that, although insects have been expressive in both studied localities, microcrustaceans exhibit a greater relative importance in the more lentic environment, which is probably related to the variation in the availability of these resources in the environment.


RESUMO Estudos sobre a composição da dieta de peixes e de como as espécies exploram os recursos alimentares são especialmente relevantes em sistemas de água doce tropicais, onde a plasticidade alimentar é uma estratégia comumente utilizada. Neste trabalho, analisamos o espectro alimentar e as variações ambientais, sazonais e ontogenéticas na dieta de uma espécie de caracídeo [Hemigrammus marginatus Ellis, 1911 (Characidae)] na região do Alto Rio de Contas, na Chapada Diamantina, Brasil. Verificamos um hábito alimentar onívoro/invertívoro e oportunista, com predominância de insetos e microcrustáceos, seguido de algas filamentosas. A sazonalidade não alterou os recursos alimentares utilizados pela espécie. No entanto, foram detectadas diferenças nas categorias dominantes ao comparar os dois rios amostrados, bem como no consumo do alimento ao longo do desenvolvimento da espécie. Esses dados ampliam o conhecimento acerca da biologia de H. marginatus e permitem entender a influência das características dos rios e de seus entornos na ecologia trófica da espécie, visto que, embora o item insetos tenha sido expressivo em ambos os locais estudados, microcrustáceos exibiram maior importância relativa no ambiente mais lêntico, o que possivelmente está relacionado à variação na disponibilidade destes recursos no ambiente.

4.
Neotrop. ichthyol ; 14(2)jun. 2016. tab, ilus, mapas
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-339543

Resumo

Characiformes is the most cytogenetically studied group of freshwater Actinopterygii, but karyotypical data of several taxa remain unknown. This is the case of Nematocharax , regarded as a monotypic genus and characterized by marked sexual dimorphism. Therefore, we provide the first cytogenetic report of allopatric populations of Nematocharax venustus based on distinct methods of chromosomal banding and fluorescence in situ hybridization (FISH) with repetitive DNA probes (18S and 5S rDNA). The karyotype macrostructure was conserved in all specimens and populations, independently on sex, since they shared a diploid number (2n) of 50 chromosomes divided into 8m+26sm+14st+2a. The heterochromatin was mainly distributed at pericentromeric regions and base-specific fluorochrome staining revealed a single pair bearing GC-rich sites, coincident with nucleolar organizer regions (NORs). On the other hand, interpopulation variation in both number and position of repetitive sequences was observed, particularly in relation to 5S rDNA. Apparently, the short life cycles and restricted dispersal of small characins, such as N. venustus , might have favored the divergence of repetitive DNA among populations, indicating that this species might encompass populations with distinct evolutionary histories, which has important implications for conservation measures.(AU)


Characiformes é o grupo de Actinopterygii de água doce mais estudado citogeneticamente, porém dados cariotípicos de vários taxa permanecem desconhecidos. Este é o caso de Nematocharax , considerado um gênero monotípico e caracterizado pelo acentuado dimorfismo sexual. Em vista disso, nós fornecemos a primeira descrição citogenética de populações alopátricas de Nematocharax venustus , baseada em métodos distintos de bandamento cromossômico e hibridação fluorescente in situ (FISH) com sondas de DNA repetitivo (DNAr 18S e 5S). A macroestrutura cariotípica mostrou-se conservada em todos os espécimes e populações, independentemente do sexo, uma vez que compartilharam um número diploide (2n) de 50 cromossomos dividido em 8m+26sm+14st+2a. A heterocromatina distribuiu-se principalmente nas regiões pericentroméricas e a coloração com fluorocromos base-específicos revelou um único par portador de sítios GC-ricos, coincidentes com as regiões organizadoras de nucléolo (RONs). Por outro lado, foi observada uma variação interpopulacional no número e na posição das sequências repetitivas, especialmente em relação ao DNAr 5S. Aparentemente, ciclos de vida curtos e dispersão restrita dos pequenos caracídeos, tal como N. venustus , podem ter favorecido a divergência do DNA repetitivo entre as populações, indicando que essa espécie pode englobar populações com distintas histórias evolutivas, o que tem implicações importantes para medidas de conservação.(AU)


Assuntos
Animais , Caraciformes/genética , Variação Estrutural do Genoma/genética , Mapeamento Cromossômico/tendências , Mapeamento Cromossômico/veterinária , Hibridização in Situ Fluorescente , Hibridização in Situ Fluorescente/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA