Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 12 de 12
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 29(1): e017219, 2020. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-25910

Resumo

Heartworm disease is a health problem for dogs and cats, especially in tropical and subtropical coastal regions of the world. Some studies have compared the efficacy of the diagnostic techniques used to detect this parasitosis. Therefore, the aim of this study was to compare parasitological optical microscopy (POM), serological and molecular techniques for diagnosing canine heartworm infection. Samples were collected between July 2015 and April 2016 from 103 dogs in Cabo Frio, RJ, Brazil. The wet fresh blood, thick smears, thin smears and modified Knotts test were used to detect microfilariae. ELISA (Snap 4Dx ® IDEXX) was used to detect antigens and the polymerase chain reaction (PCR) was used to detect DNA and enable sequencing for species differentiation and confirmation. 19.4% of samples were positive according to microscopy. Through PCR, 15.5% of the total were positive. Using ELISA, the positivity rate was 29.1%. Occult heartworm infection was detected in 11.6% of the samples. ELISA sensitivity was shown to be higher than PCR or microscopy (P = 0.001). Sequencing of samples confirmed the presence of Dirofilaria immitis and Acanthocheilonema reconditum . ELISA was more effective for serological diagnosis canine heartworm and should be used in clinical and epidemiological studies.(AU)


A dirofilariose é um problema de saúde para cães e gatos, especialmente nas regiões costeiras tropicais e subtropicais do mundo. Alguns estudos compararam a eficácia das técnicas de diagnóstico usadas para detectar esta parasitose. Portanto, o objetivo deste estudo foi comparar a microscopia óptica (OM), técnicas sorológicas e moleculares para o diagnóstico de infecção por Dirofilaria immitis . Foram coletadas, entre julho de 2015 e abril de 2016, amostras de 103 cães em Cabo Frio, RJ, Brasil. O exame direto, distensão espessa, distensão delgada e o teste de Knott modificado foram usados para detectar microfilárias. O ELISA (Snap 4Dx ® IDEXX) foi usado para detectar antígenos e a reação em cadeia da polimerase (PCR) foi usada para detectar DNA e o sequenciamento para diferenciação e confirmação de espécie. Das amostras, 19,4% foram positivas de acordo com a microscopia. Por PCR, 15,5% do total foram positivos. Utilizando o ELISA, a taxa de positividade foi de 29,1%. Dirofilariose oculta foi detectada em 11,6% das amostras. A sensibilidade ao ELISA mostrou-se superior à PCR ou microscopia (P = 0,001). O sequenciamento das amostras confirmou a presença de Dirofilaria immitis e Acanthocheilonema reconditum . O ELISA foi mais eficaz no diagnóstico sorológico de dirofilariose canina e deve ser usado em estudos clínicos e epidemiológicos.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Dirofilariose/diagnóstico , Dirofilariose/genética , Dirofilariose/imunologia , Cães/anormalidades , Dirofilaria immitis/patogenicidade , Reação em Cadeia da Polimerase/métodos
2.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 29(3): e012420, 2020. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-27294

Resumo

Piroplasm species were analyzed by molecular tools in total 31 blood samples from positive dogs, previously checked by stained slides, stored until DNA extraction between 2016 to 2018 in the laboratory Clinical Analyzes in Niterói, Rio de Janeiro. The piroplasms were identified by PCR, targeting the 18S rRNA gene and sequencing. From the total number of samples only 24 (77.4%) were positive and show adequate nucleotide sequences for interpretation with identity between 93%-100% with Babesia vogeli in compared to the sequences isolated of infected dogs from other states in Brazil deposited on GenBank. Most of dogs infected with B. vogeli had anemia (62.5%) and thrombocytopenia (95.8%). The findings of this study are compatible with previous reports in the literature and highlight B. vogeli as the most incriminated species in canine piroplasmosis in Brazil, and thrombocytopenia the hematological alteration most frequently identified in this infection. It is important to note that this is the first study involving the molecular characterization of piroplasms in the metropolitan region of Rio de Janeiro, based on PCR followed by sequencing.(AU)


Espécies de piroplasmídeos foram analisadas por meio de métodos moleculares, em 31 amostras de sangue de cães, previamente verificadas em lâminas coradas, estocadas até a extração de DNA entre 2016 a 2018 em laboratório de Análises Clínicas, em Niterói, Rio de Janeiro. Os piroplasmídeos foram identificados pela PCR, utilizando-se como alvo o gene 18S RNAr e, posteriormente, o sequenciamento. Do total de amostras analisadas, somente 24 (77,4%) foram positivas e apresentaram sequências nucleotídicas adequadas para interpretação com identidade variando entre 93% a 100% com B. vogeli, em comparação com as sequências isoladas de cães infectados de outros estados do Brasil, depositadas no GenBank. A maioria das amostras de sangue dos cães detectados com B. vogeli apresentaram, no hemograma, anemia (62,5%) e trombocitopenia (95,8%). Os resultados detectados neste estudo estão compatíveis com o evidenciado na literatura, pois B. vogeli tem sido a espécie mais relatada nas infecções caninas no Brasil, sendo a trombocitopenia a alteração hematológica mais evidenciada nas amostras analisadas. É importante ressaltar que este é o primeiro estudo envolvendo análise molecular e caracterização de piroplasmídeos, em amostras de sangue de cães da região metropolitana do Rio de Janeiro, utilizando-se a PCR associada ao sequenciamento.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Cães/sangue , Cães/parasitologia , Piroplásmios , Reação em Cadeia da Polimerase , Testes Hematológicos/veterinária
3.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 29(3): e009620, 2020. ilus, mapas, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-28910

Resumo

Specimens of Oncicola venezuelensis (Marteau, 1977) were recovered from fragments of intestinal tissue of a female Puma concolar (Linn, 1771) found dead in Petrópolis, Rio de Janeiro in 2017. A total of 140 helminths were recovered. Five males and 5 females of the helminths were analyzed morphologically as well as 50 parasite eggs recovered in intestinal contents. Morphologically, these helminths were compatible with the genus Oncicola, because of the size and shape of the proboscis, the size and disposition of the lemnisci and the morphometry of the eggs, in which the external membrane of the shell was delicate and clear. From histopathology, the helminths were deeply embeded in the mucosa reaching up to the muscle layer. One specimen was also identified molecularly with universal primers that amplified the eukaryote region ITS1-5.8S-ITS2. The helminth showed 99% identity with the gene sequence of O. venezuelensis deposited in GenBank. It is important to emphasize, this parasite has been very little reported in the literature, which reinforces the importance of this report.(AU)


Espécimes de Oncicola venezuelensis (Marteau, 1997) foram recuperados de fragmentos do tecido intestinal de uma fêmea de Puma concolor (Linn, 1771) encontrada morta em Petrópolis, Rio de Janeiro, em 2017. Um total de 140 helmintos foram recuperados. Cinco machos e 5 cinco fêmeas dos helmintos foram analisados morfologicamente, bem como 50 ovos dos parasitos recuperados no conteúdo intestinal. Morfologicamente, esses helmintos eram compatíveis com o gênero Oncicola, devido ao tamanho e formato da probóscide, o tamanho e disposição do leminisco e a morfometria dos ovos, que apresentaram membrana externa da casca delicada e clara. A partir da histopatologia, pode-se verificar que os helmintos estavam profundamente inseridos na mucosa, atingindo até a camada muscular. Um espécime também foi identificado molecularmente com primers universais que amplificam a região ITS-1.5.8S.ITS-2. Após as análises moleculares, foi verificado que os helmintos apresentavam 99% de identidade com sequência gênica de O. venezuelensis que está depositada no Genbank. É importante enfatizar, que esse parasito foi muito pouco relatado na literatura, demonstrando a importância deste relato.(AU)


Assuntos
Animais , Perciformes/parasitologia , Acantocéfalos/anatomia & histologia , Acantocéfalos/citologia , Acantocéfalos/genética , Filogenia
4.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 27(1): 19-25, jan.-mar. 2018. ilus, graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-20291

Resumo

The aim of the present study was to evaluate the growth rate of Balantidium coli in three xenic media cultures. Between 2013 and 2015, 10 B. coli isolates obtained from feces of Cynomolgus macaques, and 30 isolates from feces of pigs were studied. An inoculum of 500 trophozoites was transferred to tubes containing LES, TYSGM-9 and Pavlova media. These cultures were evaluated at incubation times of 24, 48, 72 and 96 hours. In most of strains analyzed wasnt showed significant difference in the growth rate comparing TYSGM-9 and Pavlova media (Wilcoxon p>0.016). In Pavlova medium, the trophozoites showed a maximum growth at 72 hours with significant difference when compared with the times of 24 h and 96 h (Wilcoxon 0.008). In LES, viable trophozoites were observed until 24 hours, with a significant difference (Friedman p 0.05, Wilcoxon p 0.016) in the number of parasite cells compared with Pavlova and TYSGM-9 media cultures. Thus, LES medium seemed to be less adequate than the other media for maintenance of B. coli. Despite the satisfactory results in TYSGM-9, Pavlova medium was considered ideal for the maintenance of this protozoan strain, guaranteeing the viability of the parasite with subculture every three days, presenting lower costs.(AU)


O objetivo do presente estudo foi avaliar a taxa de crescimento de Balantidium coli em três meios de cultura xênicos. Entre 2013 e 2015 foram estudados 10 isolados de B. coli obtidos de Cynomolgus macaques e 30 isolados de suínos. Um inóculo contendo 500 trofozoítos foi transferido para tubos contendo os meios LES, TYSGM-9 e Pavlova. Os cultivos foram avaliados com tempos de incubação de 24, 48, 72 e 96 horas. Na maioria das cepas analisadas não foi observado diferença significativa na taxa de crescimento comparando TYSGM-9 e Pavlova (Wilcoxon p>0,016). Em Pavlova, os trofozoítos apresentaram máximo de crescimento a 72 h com diferença significativa quando se comparou com os tempos de 24 h e 96 h (Wilcoxon 0,008). Em LES observou-se trofozoítos viáveis até 24 horas com diferença significativa (Friedman p 0,05 e Wilcoxon p 0,016), na quantidade de células parasitárias, quando comparado com Pavlova e TYSGM-9. Dessa forma, o meio LES mostrou-se ser menos adequado do que os outros, para a manutenção de B. coli. Apesar do resultado satisfatório em TYSGM-9, Pavlova foi considerado ideal para manutenção do protozoário, por garantir a viabilidade do parasito com subcultivos a cada três dias, além de apresentar menor custo.(AU)


Assuntos
Animais , Balantidium/crescimento & desenvolvimento , Balantidium/isolamento & purificação , Parasitologia/métodos , Suínos/parasitologia , Primatas/parasitologia , Meios de Cultura
5.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 27(1): 19-25, jan.-mar. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-26039

Resumo

The aim of the present study was to evaluate the growth rate of Balantidium coli in three xenic media cultures. Between 2013 and 2015, 10 B. coli isolates obtained from feces of Cynomolgus macaques, and 30 isolates from feces of pigs were studied. An inoculum of 500 trophozoites was transferred to tubes containing LES, TYSGM-9 and Pavlova media. These cultures were evaluated at incubation times of 24, 48, 72 and 96 hours. In most of strains analyzed wasnt showed significant difference in the growth rate comparing TYSGM-9 and Pavlova media (Wilcoxon p>0.016). In Pavlova medium, the trophozoites showed a maximum growth at 72 hours with significant difference when compared with the times of 24 h and 96 h (Wilcoxon 0.008). In LES, viable trophozoites were observed until 24 hours, with a significant difference (Friedman p 0.05, Wilcoxon p 0.016) in the number of parasite cells compared with Pavlova and TYSGM-9 media cultures. Thus, LES medium seemed to be less adequate than the other media for maintenance of B. coli. Despite the satisfactory results in TYSGM-9, Pavlova medium was considered ideal for the maintenance of this protozoan strain, guaranteeing the viability of the parasite with subculture every three days, presenting lower costs.(AU)


O objetivo do presente estudo foi avaliar a taxa de crescimento de Balantidium coli em três meios de cultura xênicos. Entre 2013 e 2015 foram estudados 10 isolados de B. coli obtidos de Cynomolgus macaques e 30 isolados de suínos. Um inóculo contendo 500 trofozoítos foi transferido para tubos contendo os meios LES, TYSGM-9 e Pavlova. Os cultivos foram avaliados com tempos de incubação de 24, 48, 72 e 96 horas. Na maioria das cepas analisadas não foi observado diferença significativa na taxa de crescimento comparando TYSGM-9 e Pavlova (Wilcoxon p>0,016). Em Pavlova, os trofozoítos apresentaram máximo de crescimento a 72 h com diferença significativa quando se comparou com os tempos de 24 h e 96 h (Wilcoxon 0,008). Em LES observou-se trofozoítos viáveis até 24 horas com diferença significativa (Friedman p 0,05 e Wilcoxon p 0,016), na quantidade de células parasitárias, quando comparado com Pavlova e TYSGM-9. Dessa forma, o meio LES mostrou-se ser menos adequado do que os outros, para a manutenção de B. coli. Apesar do resultado satisfatório em TYSGM-9, Pavlova foi considerado ideal para manutenção do protozoário, por garantir a viabilidade do parasito com subcultivos a cada três dias, além de apresentar menor custo.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/microbiologia , Balantidíase/classificação , Balantidíase/diagnóstico
6.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 27(2): 131-140, abr.-jun. 2018. mapas, ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-737725

Resumo

This study aimed to investigate the species of felids that inhabit the Serra dos Órgãos National Park (Parnaso) and gastrointestinal parasites at various stages of their life cycles in the feces of these animals. Between 2013 and 2015, felid feces were collected from trails in Parnaso. The sampling points were georeferenced. A total of 82 fecal samples were processed, of which 79 were collected on the ground, two from captured felids and one from a necropsied animal. All samples underwent coproparasitological techniques. Samples collected from the environment underwent additional trichological analysis. Fur patterns corresponding to Leopardus guttulus, Leopardus pardalis, Leopardus wiedii and Puma yagouaroundi were observed in 32 of the samples collected on the soil. High frequency of potentially parasitic evolving forms (88.6%) was observed in felid feces, particularly eggs of the family Diphyllobothriidae (68.6%). Besides, were also detected, eggs of superfamily Ascaridoidea (42.9%), nematode larvae (28.6%), eggs of order Strongylida (28.6%), Capillaria sp. (8.6%), Trichuris sp. (8.6%), eggs of order Spirurida (2.9%), unsporulated coccidian oocysts (8.6%) and Eimeria sp. (2.9%). Felid feces presented higher frequency of polyparasitism (60%) than monoparasitism (28.6%).(AU)


Este estudo teve como objetivo pesquisar as espécies de felídeos que circulam no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), bem como as formas evolutivas de parasitos gastrintestinais nas fezes desses animais. Entre 2013 e 2015, fezes de felídeos foram coletadas nas trilhas do Parnaso, sendo os pontos de coleta georeferenciados. Foram coletadas 82 amostras fecais, sendo 79 do ambiente, duas de felídeos capturados e uma de um animal necropsiado. Todas as amostras foram submetidas a técnicas coproparasitológicas, sendo as coletadas do ambiente também analisadas pela tricologia. Em 32 amostras coletadas do solo foram identificados padrões de pelos de Leopardus guttulus , Leopardus pardalis, Leopardus wiedii e Puma yagouaroundi. Elevada frequência de formas evolutivas potencialmente parasitárias (88,6%) foi evidenciada nas fezes dos felídeos, destacando os ovos da Família Diphyllobotrhiidae (68,6%). Além destes, também foram detectados, ovos da superfamília Ascaridoidea (42,9%), larvas de nematoides (28,6%), ovos da ordem Strongylida (28,6%), Capillaria sp. (8,6%), Trichuris sp. (8,6%), ovos da família Spirurida (2,9%), oocistos de coccídios não esporulados (8,6%) e Eimeria sp. (2,9%). As fezes dos felídeos apresentaram maior frequência de poliparasitismo (60%) que de monoparasitismo (28,6%).(AU)


Assuntos
Animais , Felidae/parasitologia , Trato Gastrointestinal/parasitologia , Helmintos , Infecções Protozoárias em Animais/epidemiologia , Animais Selvagens/parasitologia , Brasil/epidemiologia
7.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 26(3): 383-388, 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-25927

Resumo

The increasingly urban nature of the population has led many people to choose independent pets, such as cats. This situation has also made it possible for these animals to be abandoned, thus increasing the numbers of cats on the streets and in shelters. These animals can act as a source of infection for other hosts. Between 2014 and 2015, the frequency of gastrointestinal parasites in captive and stray cats in the municipality of Rio de Janeiro was analyzed. Ninety-one fecal samples were collected from captive cats and 172 from stray cats. Centrifugal sedimentation and flotation techniques were used. The frequency of parasites among the stray cats was 77.3%, and this was significantly higher than the frequency observed in captive cats (49.5%). Helminths were detected more frequently, and hookworms were the parasites most detected. Toxocara cati, Cystoisospora sp. and Dipylidium caninum were also detected. No statistical difference in the frequency of parasites was observed between the sexes among the captive cats. However, among the stray cats, males (85.5%) presented higher positivity than females (71.8%). The high frequency of hookworms, which are the agent for cutaneous larva migrans in humans, shows the need to control parasitic infections among the cats studied.(AU)


O aumento da população urbana contribuiu para que muitas pessoas escolhessem um animal de estimação independente, como o gato. Esta situação possibilita o abandono desses animais, aumentando o número de gatos nas ruas e nos abrigos. Esses animais, então, podem servir como fonte de infecção para outros hospedeiros. Entre 2014 a 2015 foi analisada a frequência de parasitos gastrintestinais em gatos cativos e de rua na cidade do Rio de Janeiro. Foram coletadas 91 amostras fecais de gatos cativos e 172 de gatos de rua, sendo essas processadas pelas técnicas de centrífugo sedimentação e flutuação. A frequência de parasitos nos gatos de rua foi 77,3%, sendo esta significativamente maior do que a evidenciada nos cativos, 49,5%. Os helmintos foram mais detectados, sendo ancilostomídeos os parasitos mais evidenciados. Também foram detectados, Toxocara cati, Cystoisospora sp. e Dipylidium caninum. Não foi observada diferença estatística na frequência de parasitos entre o sexo nos gatos cativos, porém nos de rua, os machos (85,5%) apresentaram positividade maior do que as fêmeas (71,8%). A elevada frequência de ancilostomídeos, agente da Larva Migrans Cutânea no homem, demonstra a necessidade de controle das infecções parasitárias nos gatos estudados.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Gatos/parasitologia , Gastroenteropatias/parasitologia , Gastroenteropatias/veterinária , Epidemiologia , Zoonoses
8.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 25(3): 286-292, July-Sept. 2016. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-23210

Resumo

Abstract Balantidium coli is a protozoon that can cause dysentery in humans, pigs and nonhuman primates, with zoonotic potential. In the literature, there is still little information on the effectiveness of different laboratory techniques for diagnosing this disease. This study compared and evaluated the performance of the Lutz, modified Ritchie, Faust, modified Sheather and direct examination techniques for detecting cysts of this protozoon. Between 2012 and 2014, 1905 fecal samples were collected from captive animals in the state of Rio de Janeiro. Of these, 790 were obtained from the rectum of pigs and 1115 from enclosures occupied by nonhuman primates. B. coli cysts were most evident through direct examination (22.4% of the samples) and the Lutz technique (21%). Fair agreement (Kappa = 0.41; p 0.05) was observed only between direct examination and Lutz. The flotation techniques (Faust and modified Sheather) did not show good recovery of cysts. A statistically significant difference (p 0.05) in the frequency of cysts between pigs and nonhuman primates could only be observed through direct examination and the Lutz technique. The most efficient method for diagnosing this parasitosis was seen to an association between direct examination and the spontaneous sedimentation technique.(AU)


Resumo Balantidium coli é um protozoário que pode determinar disenteria em humanos, suínos e primatas não humanos apresentando potencial zoonótico. Na literatura ainda são escassas as informações sobre a eficiência das diferentes técnicas laboratoriais para o diagnóstico dessa parasitose. Este estudo comparou e avaliou o desempenho das técnicas de Lutz, Ritchie modificada, Faust, Sheather modificada e do exame direto para a detecção de cistos desse protozoário. Entre 2012 e 2014, foram coletadas 1905 amostras fecais de animais cativos no Estado do Rio de Janeiro. Dessas, 790 foram obtidas da ampola retal de suínos e 1115 dos recintos de primatas não humanos. Cistos de B. coli foram 22,4 % mais evidenciados pelo exame direto; e pela técnica de Lutz, 21% das amostras. Concordância regular (Kappa = 0,41; p 0,05) foi observada somente entre exame direto e Lutz. As técnicas de flutuação, Faust et al. e Sheather modificada não apresentaram boa recuperação dos cistos. Diferença estatística significativa (p 0,05) na frequência de cistos entre suínos e primatas não humanos pode ser observada somente no exame direto e na técnica de Lutz. A metodologia mais eficiente para diagnóstico dessa parasitose foi observada pela associação do exame direto e da técnica de sedimentação espontânea.(AU)


Assuntos
Balantidíase/diagnóstico , Balantidíase/parasitologia , Técnicas de Laboratório Clínico/veterinária
9.
Rev. Inst. Adolfo Lutz ; 75: 01-12, 2016. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1489542

Resumo

O desconhecimento ou nível insatisfatório de informações sobre as enteroparasitoses e sua prevenção, aliados ao baixo nível socioeconômico, educacional e insuficiência de saneamento básico, têm sido apontados como fatores de risco para a aquisição dessas infecções. Neste estudo foram averiguados os conhecimentos de estudantes do 3º ao 7º ano do Ensino Fundamental e dos funcionários de sete escolas Municipais de Niterói, RJ, Brasil. Foram aplicados questionários, e as respostas foram avaliadas como adequadas, inadequadas, incompletas, não soube responder ou não respondeu. Entre os 335 estudantes, observou-se conhecimento mediano sobre habitat (47,5 %), prevenção (48,4 %) e sintomatologia (45,1 %). Desses, 43,3 % demonstraram conhecimento inadequado sobre transmissão. E 51,6 % dos estudantes fizeram associação de verminoses com vermes, e somente 2,7 % apresentaram conhecimento sobre protozoários. Em 62 funcionários, observou-se conhecimento adequado sobre definição, exemplos, habitat, transmissão, sintomatologia e prevenção. Tais resultados evidenciaram a ocorrência de informações fragmentadas sobre a infecção por enteroparasitos entre os escolares e mais corretas entre os funcionários. Torna-se importante efetuar melhor abordagem do tema, referente aos conteúdos de ciências, e ampliar este arcabouço teórico para interferir na difusão da informação e na formação de cidadãos críticos.


Lack of knowledge or unsatisfactory information about the enteroparasites and preventive measures, combined with low socioeconomic, educational and poor sanitation status, have been appointed as a risk factor for acquiring these parasites. This study aimed at identifying the knowledge of students of 3rd to 7th grade of elementary school and of employees of seven municipal schools of Niterói, RJ, Brazil. Questionnaires were applied, and the answers were rated as adequate, inadequate, incomplete, could not answer or did not answer. Among 335 students, the median knowledge on habitat (47.5 %), prevention (48.4 %) and symptoms (45.1 %) were detected. Of these, 43.3 % showed an inadequate knowledge on transmission; 51.6 % associated the verminosis with worms, and 2.7 % only had knowledge about protozoa. The adequate knowledge on definition, examples, habitat, transmission, symptoms and prevention were observed among 62 employees. Occurrence of fragmented information on the enteroparasites among students and the correct knowledge among employees. Thus, it is crucial to perform the better approach, referring to science content, aiming to promote the expansion of this theoretical framework for interfering with the information dissemination and in the development of critical citizens.


Assuntos
Humanos , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Enteropatias Parasitárias/prevenção & controle , Estudantes , Instituições Acadêmicas , Ensino Fundamental e Médio
10.
R. Inst. Adolfo Lutz ; 75: 01-12, 2016. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-15168

Resumo

O desconhecimento ou nível insatisfatório de informações sobre as enteroparasitoses e sua prevenção, aliados ao baixo nível socioeconômico, educacional e insuficiência de saneamento básico, têm sido apontados como fatores de risco para a aquisição dessas infecções. Neste estudo foram averiguados os conhecimentos de estudantes do 3º ao 7º ano do Ensino Fundamental e dos funcionários de sete escolas Municipais de Niterói, RJ, Brasil. Foram aplicados questionários, e as respostas foram avaliadas como adequadas, inadequadas, incompletas, não soube responder ou não respondeu. Entre os 335 estudantes, observou-se conhecimento mediano sobre habitat (47,5 %), prevenção (48,4 %) e sintomatologia (45,1 %). Desses, 43,3 % demonstraram conhecimento inadequado sobre transmissão. E 51,6 % dos estudantes fizeram associação de verminoses com vermes, e somente 2,7 % apresentaram conhecimento sobre protozoários. Em 62 funcionários, observou-se conhecimento adequado sobre definição, exemplos, habitat, transmissão, sintomatologia e prevenção. Tais resultados evidenciaram a ocorrência de informações fragmentadas sobre a infecção por enteroparasitos entre os escolares e mais corretas entre os funcionários. Torna-se importante efetuar melhor abordagem do tema, referente aos conteúdos de ciências, e ampliar este arcabouço teórico para interferir na difusão da informação e na formação de cidadãos críticos.(AU)


Lack of knowledge or unsatisfactory information about the enteroparasites and preventive measures, combined with low socioeconomic, educational and poor sanitation status, have been appointed as a risk factor for acquiring these parasites. This study aimed at identifying the knowledge of students of 3rd to 7th grade of elementary school and of employees of seven municipal schools of Niterói, RJ, Brazil. Questionnaires were applied, and the answers were rated as adequate, inadequate, incomplete, could not answer or did not answer. Among 335 students, the median knowledge on habitat (47.5 %), prevention (48.4 %) and symptoms (45.1 %) were detected. Of these, 43.3 % showed an inadequate knowledge on transmission; 51.6 % associated the verminosis with worms, and 2.7 % only had knowledge about protozoa. The adequate knowledge on definition, examples, habitat, transmission, symptoms and prevention were observed among 62 employees. Occurrence of fragmented information on the enteroparasites among students and the correct knowledge among employees. Thus, it is crucial to perform the better approach, referring to science content, aiming to promote the expansion of this theoretical framework for interfering with the information dissemination and in the development of critical citizens.(AU)


Assuntos
Humanos , Estudantes , Enteropatias Parasitárias/prevenção & controle , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Instituições Acadêmicas , Ensino Fundamental e Médio
11.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 23(2): 123-128, 06/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-27816

Resumo

Fecal samples from 56 snakes at the Vital Brazil Institute, in the city of Niterói, Rio de Janeiro, were tested using the sedimentation and flotation techniques to investigate the evolutionary forms of parasites such as helminths and protozoa, and using enzyme immunoassay techniques to detect antigens of Cryptosporidium sp. and Giardia sp. Among the animals tested, 80.3% were positive for parasites. Out of these, there were 16 Bothrops jararaca, 16 B. jararacussu and 13 Crotalus durissus. The prevalence of parasitic nematodes was 41.1%, and nematodes were found in all three snake species. Among these, the most frequent finding was eggs of Kalicephalus sp., which were diagnosed in 25% of the snakes. The positivity for protozoa detected using parasite concentration techniques was 75%, including oocysts of Caryospora sp. in 75%, cysts with morphology similar to Giardia sp. 3.6%, amoeboid cysts in 41.1% and unsporulated coccidia oocysts in 8.9%. Immunoassays for Cryptosporidium sp. antigens produced positive findings in 60.7%. Pseudoparasites were detected in 64.3%. These results show that there is a need to improve the sanitary handling of captive-bred snakes, and also for the animal house that supplies rodents to feed them. The results also highlight that diagnostic tests should be performed periodically on stool specimens from captive-bred snakes.


Foram analisadas amostras fecais de 56 serpentes do Instituto Vital Brazil, Niterói, Rio de Janeiro, por técnicas de sedimentação e flutuação, para pesquisa de formas evolutivas de parasitos como helmintos e protozoários, e imunoenzimáticas para detecção de antígenos de Cryptosporidium sp. e Giardia sp. Dos animais estudados, 80,3% foram positivos para parasitos, dos quais 16 pertenciam à espécie Bothrops jararaca, 16 à B. jararacussu e 13 à Crotalus durissus. A prevalência de nematódeos parasitos foi de 41,1%, sendo evidenciados nas três espécies de serpentes. Dentre estes, o mais frequente foi o encontro de ovos de Kalicephalus sp., diagnosticado em 25% das serpentes. A positividade para protozoários detectados pelas técnicas de concentração foi de 75%, nas quais oocistos de Caryospora sp. foram detectados em 75%, cistos com morfologia similar a Giardia sp. em 3,6%, cistos de amebídeos em 41,1% e oocistos não esporulados de coccídios em 8,9%. Obteve-se positividade para antígenos de Cryptosporidium sp. por imunoensaio em 60,7%. Pseudoparasitos foram detectados em 64,3%. Estes resultados apontam para a necessidade de aprimoramento do manejo sanitário das serpentes cativas, bem como no biotério que fornece roedores para sua alimentação, destacando a realização periódica de diagnóstico nas amostras fecais de serpentes cativas.


Assuntos
Animais , Fezes/parasitologia , Testes Imunológicos , Doenças Parasitárias em Animais/diagnóstico , Serpentes/parasitologia , Brasil , Doenças Parasitárias em Animais/parasitologia
12.
R. Inst. Adolfo Lutz ; 72(1): 72-80, 2013. mapas, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-12255

Resumo

As aldeias Guarani de Angra dos Reis e Paraty possuem abastecimento de água constituído por captação das nascentes, tratamento da água com cloro e/ou filtros e reservatórios de armazenamento. O sistema de saneamento é estruturado por módulos sanitários fornecidos pela Funasa. Para investigar a contaminação ambiental por protozoários e helmintos, as amostras de água e de solo das aldeias foram avaliadas por meio de análises parasitológicas. De quatro aldeias, foram coletadas 24 amostras de água nas captações com cartuchos filtrantes, 24 dos reservatórios de água clorada por sifonação e 64 amostras de solo por raspagem superficial no peridomicílio. Todas as amostras foram analisadas pelas técnicas de centrífugo sedimentação, centrífugo-flutuação e ensaio imunoenzimático para Cryptosporidium spp., Giardia lambliae Entamoeba histolytica, associando-se à pesquisa de larvas de nematódeos no solo. As aldeias de Paraty Mirim e Rio Pequeno apresentaram maior positividade para parasitas nas amostras de água, detectando-se cistos de amebídeos e Giardia sp., antígenos de G. lamblia, E. histolytica e Cryptosporidium spp. Foramdetectados ovos de Ascaris sp., Trichuris sp., antígenos de Cryptosporidium spp. e E. histolytica nas amostras de solo da aldeia Sapukai. Esses resultados indicam elevada contaminação ambiental e deficiência no tratamento da água que abastece as aldeias Guarani.(AU)


In Guarani villages of Angra dos Reis and Paraty the water is supplied by springs capture, water treatmentwith chlorine and/or filters and storage reservoirs. The sanitation system is structured by sanitary modulesprovided by Funasa. In order to evaluate the environmental contamination by protozoa and helminths, the soil and water samples collected from the villages were assessed by means of parasitological analyses. From four villages, twenty-four water samples were collected from the intake points using filter cartridges, 24 samples from chlorinated water reservoirs by siphoning and 64 soil samples by scraping the soil surface of domiciliary surrounding areas. All samples were analyzed by means of centrifugal sedimentation, flotation techniques, and enzyme immunoassay for Cryptosporidium spp., Giardia lamblia and Entamoeba histolytica, and associated detection of soil nematode larvae. The Paraty Mirim and Rio Pequeno villages showed the highest number of positive water samples for parasites amoebids and Giardia sp. cysts, G. lamblia, E. histolytica and Cryptosporidium spp. antigens. Eggs of Ascaris sp. and Trichuris sp.; antigens of Cryptosporidium spp. and E. histolytica were detected in the village Sapukai soil. These results indicate a high environmental contamination and a deficiency in the treatment of water that supplies the Guarani villages.(AU)


Assuntos
Parasitologia , Água Potável , Poluição Ambiental , Povos Indígenas , Helmintos , Abastecimento de Água
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA