Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. J. Biol. ; 81(1): 189-194, Jan.-Feb. 2021. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-30128

Resumo

Many Solidarity Economic Venture (SEV) are family farmers who seek to add value to production through artisanal processing, which can lead to food contamination. Thus, this study aimed to genotypically characterize thermotolerant coliforms (TtC) strains from food produced by local agribusinesses of SEV during January to April 2019. Samples from thirteen production units (PU) from the SEV were submitted to a microbiological analysis of thermotolerant coliforms (AFNOR 3M1/2 09/89), using a fast count method in Petrifilm dishes. The Polymerase Chain Reaction (PCR) technique was used to verify the following virulence genes (VGs) associated with Escherichia coli: stx, typical from enterohemorrhagic E. coli (EHEC); bfpA typical from entheropathogenic E. coli (EPEC) and elt and slt, typical from entherotoxigenic E. coli (ETEC). The results showed that two samples of queijadinha (typical Brazilian candy made with eggs and coconut) and one sample of cassava cake presented characteristic colonies TtC. This way, three strains were isolated in order to perform the PCR technique. However, the genes used in the reaction were not detected in the isolated strains. Therefore, it is suggested that the isolated strains are from E. coli pathotypes with different virulence genes than the ones analyzed belong other types of TtC, such as Enterobacter and Klebsiella. Although the virulence of genes has not been confirmed, the presence of TtC on food indicates hygiene flaws during production and, therefore, measurements to control and prevent contamination should be taken.(AU)


Muitos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) são formados por agricultores familiares que buscam agregar valor à produção por meio do beneficiamento artesanal, que pode ocasionar a contaminação dos alimentos. Desta forma, este estudo objetivou caracterizar genotipicamente coliformes termotolerantes (CT) isolados em alimentos produzidos por agroindústrias de um EES no período de janeiro a abril de 2019. Então, foi realizada análise microbiológica de coliformes termotolerantes (AFNOR 3M1/2 09/89), utilizando um método contagem de contagem rápida em placas Petrifilm, em amostras de alimentos de treze Unidades de Produção (UP) do EES. Foram coletadas assepticamente cinco amostras de cada UP, totalizando 65 amostras. Utilizou-se a técnica de Reação em Cadeia de Polimerase (PCR) para verificação dos seguintes genes de virulência de Escherichia coli: stx, característico de E. coli enterohemorrágica (EHEC), bfpA, característico de E. coli enteropatogênica (EPEC) e elt e stI, característicos de E. coli enterotoxigênica (ETEC). Os resultados demonstraram que duas amostras de queijadinha e uma amostra do bolo de aipim apresentaram colônias características de coliformes termotolerantes. Desta forma, foram isoladas três cepas para a realização da PCR, no entanto os genes utilizados nas reações não foram identificados nas cepas isoladas. Portanto, sugere-se que as cepas isoladas sejam de patótipos de E. coli com genes de virulência diferentes dos analisados ou de outro membro dos CT, como Enterobacter e Klebsiella. Apesar de não serem confirmados os genes de virulência analisados, a detecção dos CT nos alimentos indica falhas na higiene durante a produção, portanto medidas para controlar e prevenir a contaminação dos produtos devem ser tomadas.(AU)


Assuntos
Coliformes , Doenças Transmitidas por Alimentos , Abastecimento de Alimentos , Contaminação de Alimentos
2.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-744870

Resumo

Abstract Many Solidarity Economic Venture (SEV) are family farmers who seek to add value to production through artisanal processing, which can lead to food contamination. Thus, this study aimed to genotypically characterize thermotolerant coliforms (TtC) strains from food produced by local agribusinesses of SEV during January to April 2019. Samples from thirteen production units (PU) from the SEV were submitted to a microbiological analysis of thermotolerant coliforms (AFNOR 3M1/2 09/89), using a fast count method in Petrifilm dishes. The Polymerase Chain Reaction (PCR) technique was used to verify the following virulence genes (VGs) associated with Escherichia coli: stx, typical from enterohemorrhagic E. coli (EHEC); bfpA typical from entheropathogenic E. coli (EPEC) and elt and slt, typical from entherotoxigenic E. coli (ETEC). The results showed that two samples of queijadinha (typical Brazilian candy made with eggs and coconut) and one sample of cassava cake presented characteristic colonies TtC. This way, three strains were isolated in order to perform the PCR technique. However, the genes used in the reaction were not detected in the isolated strains. Therefore, it is suggested that the isolated strains are from E. coli pathotypes with different virulence genes than the ones analyzed belong other types of TtC, such as Enterobacter and Klebsiella. Although the virulence of genes has not been confirmed, the presence of TtC on food indicates hygiene flaws during production and, therefore, measurements to control and prevent contamination should be taken.


Resumo Muitos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) são formados por agricultores familiares que buscam agregar valor à produção por meio do beneficiamento artesanal, que pode ocasionar a contaminação dos alimentos. Desta forma, este estudo objetivou caracterizar genotipicamente coliformes termotolerantes (CT) isolados em alimentos produzidos por agroindústrias de um EES no período de janeiro a abril de 2019. Então, foi realizada análise microbiológica de coliformes termotolerantes (AFNOR 3M1/2 09/89), utilizando um método contagem de contagem rápida em placas Petrifilm, em amostras de alimentos de treze Unidades de Produção (UP) do EES. Foram coletadas assepticamente cinco amostras de cada UP, totalizando 65 amostras. Utilizou-se a técnica de Reação em Cadeia de Polimerase (PCR) para verificação dos seguintes genes de virulência de Escherichia coli: stx, característico de E. coli enterohemorrágica (EHEC), bfpA, característico de E. coli enteropatogênica (EPEC) e elt e stI, característicos de E. coli enterotoxigênica (ETEC). Os resultados demonstraram que duas amostras de queijadinha e uma amostra do bolo de aipim apresentaram colônias características de coliformes termotolerantes. Desta forma, foram isoladas três cepas para a realização da PCR, no entanto os genes utilizados nas reações não foram identificados nas cepas isoladas. Portanto, sugere-se que as cepas isoladas sejam de patótipos de E. coli com genes de virulência diferentes dos analisados ou de outro membro dos CT, como Enterobacter e Klebsiella. Apesar de não serem confirmados os genes de virulência analisados, a detecção dos CT nos alimentos indica falhas na higiene durante a produção, portanto medidas para controlar e prevenir a contaminação dos produtos devem ser tomadas.

3.
Braz. J. Biol. ; 79(4): 625-628, nov. 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-16142

Resumo

The isolation of Escherichia coli from food is a major concern. Pathogenic strains of these bacteria cause diseases which range from diarrhea to hemolytic-uremic syndrome. Therefore the virulence genes in E. coli isolates from the mussel ( Mytella guyanensis) commercialized in Cachoeira, Bahia, Brazil were investigated. Samples were purchased from four vendors: two from supermarkets and two from fair outlets. They were conditioned into isothermal boxes with reusable ice and transported to the laboratory for analysis. E. coli strains were isolated in eosin methylene blue agar, preserved in brain-heart infusion medium with 15% glycerol and stored at -20 °C, after microbiological analysis. Virulence genes in the isolated strains were identified by specific primers, with Polymerase Chain Reaction. Twenty-four isolates were obtained, with a prevalence of elt gene, typical from enterotoxigenic infection, in 75% of the isolates. The stx and bfpA genes, prevalent in enterohemorragic and enteropathogenic E. coli, respectively, were not detected. The occurrence of elt virulence-related gene in the E. coli isolates of Mytella guyanensis reveals urgent improvement in food processing, including good handling practices, adequate storage and cooking before consumption, to ensure consumers health.(AU)


O isolamento de Escherichia coli a partir de alimentos é uma grande preocupação, pois cepas patogênicas desta bactéria podem causar desde diarreia até síndrome hemolítico-urêmica. Diante do exposto, o objetivo do trabalho foi pesquisar genes de virulência em isolados de Escherichia coli provenientes do sururu Mytella guyanensis comercializado na cidade de Cachoeira, Bahia, Brasil. As amostras foram adquiridas de quatro comerciantes, sendo duas de mercados e duas em pontos de venda na feira livre da cidade de Cachoeira, acondicionadas em caixas isotérmicas com gelo reutilizável e transportadas até o laboratório para a análise. Após a análise microbiológica, as cepas de Escherichia coli foram isoladas em ágar Eosina Azul de Metileno e preservadas em caldo Brian Heart Infusion e glicerol a 15% e mantidas a - 20° C. A identificação dos genes de virulência nas cepas isoladas foi realizada utilizando primers específicos, por meio da Reação em Cadeia da Polimerase. Foram obtidos 24 isolados de Escherichia coli, destes a prevalência do gene elt , característico de Escherichia coli enterotoxigênica, foi de 75% dos isolados. Não houve a detecção dos genes stx e bfpA nos isolados, os quais são prevalentes nas cepas de Escherichia coli enterohemorrágica e Escherichia coli enteropatogênica, respectivamente. A presença do gene elt relacionado à virulência de Escherichia coli nos isolados de Mytella guyanensis revela a necessidade da melhoria no processamento, incluindo boas práticas de manipulação, armazenamento adequado e cocção previa ao consumo, visando a garantia da saúde do consumidor.(AU)


Assuntos
Animais , Moluscos/genética , Moluscos/microbiologia , Reação em Cadeia da Polimerase
4.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-20117

Resumo

Abstract The isolation of Escherichia coli from food is a major concern. Pathogenic strains of these bacteria cause diseases which range from diarrhea to hemolytic-uremic syndrome. Therefore the virulence genes in E. coli isolates from the mussel ( Mytella guyanensis) commercialized in Cachoeira, Bahia, Brazil were investigated. Samples were purchased from four vendors: two from supermarkets and two from fair outlets. They were conditioned into isothermal boxes with reusable ice and transported to the laboratory for analysis. E. coli strains were isolated in eosin methylene blue agar, preserved in brain-heart infusion medium with 15% glycerol and stored at -20 °C, after microbiological analysis. Virulence genes in the isolated strains were identified by specific primers, with Polymerase Chain Reaction. Twenty-four isolates were obtained, with a prevalence of elt gene, typical from enterotoxigenic infection, in 75% of the isolates. The stx and bfpA genes, prevalent in enterohemorragic and enteropathogenic E. coli, respectively, were not detected. The occurrence of elt virulence-related gene in the E. coli isolates of Mytella guyanensis reveals urgent improvement in food processing, including good handling practices, adequate storage and cooking before consumption, to ensure consumers health.


Resumo O isolamento de Escherichia coli a partir de alimentos é uma grande preocupação, pois cepas patogênicas desta bactéria podem causar desde diarreia até síndrome hemolítico-urêmica. Diante do exposto, o objetivo do trabalho foi pesquisar genes de virulência em isolados de Escherichia coli provenientes do sururu Mytella guyanensis comercializado na cidade de Cachoeira, Bahia, Brasil. As amostras foram adquiridas de quatro comerciantes, sendo duas de mercados e duas em pontos de venda na feira livre da cidade de Cachoeira, acondicionadas em caixas isotérmicas com gelo reutilizável e transportadas até o laboratório para a análise. Após a análise microbiológica, as cepas de Escherichia coli foram isoladas em ágar Eosina Azul de Metileno e preservadas em caldo Brian Heart Infusion e glicerol a 15% e mantidas a - 20° C. A identificação dos genes de virulência nas cepas isoladas foi realizada utilizando primers específicos, por meio da Reação em Cadeia da Polimerase. Foram obtidos 24 isolados de Escherichia coli, destes a prevalência do gene elt , característico de Escherichia coli enterotoxigênica, foi de 75% dos isolados. Não houve a detecção dos genes stx e bfpA nos isolados, os quais são prevalentes nas cepas de Escherichia coli enterohemorrágica e Escherichia coli enteropatogênica, respectivamente. A presença do gene elt relacionado à virulência de Escherichia coli nos isolados de Mytella guyanensis revela a necessidade da melhoria no processamento, incluindo boas práticas de manipulação, armazenamento adequado e cocção previa ao consumo, visando a garantia da saúde do consumidor.

5.
Braz. J. Biol. ; 78(2): 255-264, maio-ago. 2018. graf, tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-735335

Resumo

Mytella guyanensis, consumed and commercialized in coastal regions of Brazil, is one of several bivalve species of socioeconomic interest for coastal communities. Besides serving as a source of income and subsistence for these communities, it also contributes to their food security as it is a source of proteins and micronutrients. Thus, the reproductive cycle of this species was studied aiming to contribute to food security and its preservation. Samples were collected monthly, between March 2014 and March 2015, in a natural stock (12°38'50"S; 38°51'43"W) in a Marine Reserve (RESEX Bay of Iguape) (community Engenho da Ponte), Bahia, Brazil. Mytella guyanensis is collected by women on site, where the artisanal fishing of this resource is performed without following any specific handling procedure. Also, empirical evidence indicates overexploitation. The specimens collected were measured along the anterior-posterior axis (length), and after macroscopic analysis they were fixed in Davidson solution, processed by routine histology techniques and stained with Harris haematoxylin and eosin (H&E). The macroscopic analysis showed sexual dimorphism, with the male and female gonads presenting a milky-white and orange colour, respectively. A 1:1 sex ratio (M: F) was observed and reproduction of the species was continuous all year round. March, April, July and August were the months with highest values of gamete elimination. We suggest that a M. guyanensis management plan should restrict capture during these months, in order to sustainably regulate exploitation of this food resource in this reserve.(AU)


Mytella guyanensis, consumida e comercializada em regiões litorâneas do Brasil, é uma das diversas espécies de bivalves de interesse socioeconômico para comunidades litorâneas. Além de servir como fonte de renda e subsistência para essas comunidades, esta contribui para a sua segurança alimentar, por ser fonte de proteínas e micronutrientes. Assim, o ciclo reprodutivo desta espécie foi estudado visando contribuir com a segurança alimentar e a preservação da mesma. As amostragens foram realizadas mensalmente, entre março de 2014 e março de 2015 em um estoque natural (12°38'50"S e 38°51'43"W) na Reserva Extrativista Marinha Baía do Iguape (comunidade Engenho da Ponte), Bahia. Mytella guyanensis é coletada no local por mulheres, onde a pesca artesanal desse recurso é realizada sem seguir nenhum procedimento específico de manejo e evidência empírica indica sobrexplotação. Os espécimes coletados foram medidos ao longo do eixo ântero-posterior (comprimento) e após a análise macroscópica, foram fixados em solução de Davidson, processados por técnicas rotineiras de histologia e coradas em hematoxilina de Harris e eosina (HE). A análise macroscópica evidenciou dimorfismo sexual, com as gônadas de machos e fêmeas apresentando coloração branco leitosa e alaranjada, respectivamente. Uma proporção sexual (M: F) de 1:1 foi observada e a reprodução foi contínua ao longo do ano. Março, abril, julho e agosto apresentaram os maiores valores de eliminação de gametas. Sugerimos que um plano de manejo de M. guyanensis restrinja a captura deste durante esses meses, a fim de regular de forma sustentável a exploração desse recurso nesta reserva.(AU)


Assuntos
Animais , Mytilidae/crescimento & desenvolvimento , Fenômenos Reprodutivos Fisiológicos , Estágios do Ciclo de Vida , Segurança Alimentar , Conservação dos Recursos Naturais , Brasil
6.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1467224

Resumo

Abstract The isolation of Escherichia coli from food is a major concern. Pathogenic strains of these bacteria cause diseases which range from diarrhea to hemolytic-uremic syndrome. Therefore the virulence genes in E. coli isolates from the mussel ( Mytella guyanensis) commercialized in Cachoeira, Bahia, Brazil were investigated. Samples were purchased from four vendors: two from supermarkets and two from fair outlets. They were conditioned into isothermal boxes with reusable ice and transported to the laboratory for analysis. E. coli strains were isolated in eosin methylene blue agar, preserved in brain-heart infusion medium with 15% glycerol and stored at -20 °C, after microbiological analysis. Virulence genes in the isolated strains were identified by specific primers, with Polymerase Chain Reaction. Twenty-four isolates were obtained, with a prevalence of elt gene, typical from enterotoxigenic infection, in 75% of the isolates. The stx and bfpA genes, prevalent in enterohemorragic and enteropathogenic E. coli, respectively, were not detected. The occurrence of elt virulence-related gene in the E. coli isolates of Mytella guyanensis reveals urgent improvement in food processing, including good handling practices, adequate storage and cooking before consumption, to ensure consumers health.


Resumo O isolamento de Escherichia coli a partir de alimentos é uma grande preocupação, pois cepas patogênicas desta bactéria podem causar desde diarreia até síndrome hemolítico-urêmica. Diante do exposto, o objetivo do trabalho foi pesquisar genes de virulência em isolados de Escherichia coli provenientes do sururu Mytella guyanensis comercializado na cidade de Cachoeira, Bahia, Brasil. As amostras foram adquiridas de quatro comerciantes, sendo duas de mercados e duas em pontos de venda na feira livre da cidade de Cachoeira, acondicionadas em caixas isotérmicas com gelo reutilizável e transportadas até o laboratório para a análise. Após a análise microbiológica, as cepas de Escherichia coli foram isoladas em ágar Eosina Azul de Metileno e preservadas em caldo Brian Heart Infusion e glicerol a 15% e mantidas a - 20° C. A identificação dos genes de virulência nas cepas isoladas foi realizada utilizando primers específicos, por meio da Reação em Cadeia da Polimerase. Foram obtidos 24 isolados de Escherichia coli, destes a prevalência do gene elt , característico de Escherichia coli enterotoxigênica, foi de 75% dos isolados. Não houve a detecção dos genes stx e bfpA nos isolados, os quais são prevalentes nas cepas de Escherichia coli enterohemorrágica e Escherichia coli enteropatogênica, respectivamente. A presença do gene elt relacionado à virulência de Escherichia coli nos isolados de Mytella guyanensis revela a necessidade da melhoria no processamento, incluindo boas práticas de manipulação, armazenamento adequado e cocção previa ao consumo, visando a garantia da saúde do consumidor.

7.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1467406

Resumo

Abstract Many Solidarity Economic Venture (SEV) are family farmers who seek to add value to production through artisanal processing, which can lead to food contamination. Thus, this study aimed to genotypically characterize thermotolerant coliforms (TtC) strains from food produced by local agribusinesses of SEV during January to April 2019. Samples from thirteen production units (PU) from the SEV were submitted to a microbiological analysis of thermotolerant coliforms (AFNOR 3M1/2 09/89), using a fast count method in Petrifilm dishes. The Polymerase Chain Reaction (PCR) technique was used to verify the following virulence genes (VGs) associated with Escherichia coli: stx, typical from enterohemorrhagic E. coli (EHEC); bfpA typical from entheropathogenic E. coli (EPEC) and elt and slt, typical from entherotoxigenic E. coli (ETEC). The results showed that two samples of queijadinha (typical Brazilian candy made with eggs and coconut) and one sample of cassava cake presented characteristic colonies TtC. This way, three strains were isolated in order to perform the PCR technique. However, the genes used in the reaction were not detected in the isolated strains. Therefore, it is suggested that the isolated strains are from E. coli pathotypes with different virulence genes than the ones analyzed belong other types of TtC, such as Enterobacter and Klebsiella. Although the virulence of genes has not been confirmed, the presence of TtC on food indicates hygiene flaws during production and, therefore, measurements to control and prevent contamination should be taken.


Resumo Muitos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) são formados por agricultores familiares que buscam agregar valor à produção por meio do beneficiamento artesanal, que pode ocasionar a contaminação dos alimentos. Desta forma, este estudo objetivou caracterizar genotipicamente coliformes termotolerantes (CT) isolados em alimentos produzidos por agroindústrias de um EES no período de janeiro a abril de 2019. Então, foi realizada análise microbiológica de coliformes termotolerantes (AFNOR 3M1/2 09/89), utilizando um método contagem de contagem rápida em placas Petrifilm, em amostras de alimentos de treze Unidades de Produção (UP) do EES. Foram coletadas assepticamente cinco amostras de cada UP, totalizando 65 amostras. Utilizou-se a técnica de Reação em Cadeia de Polimerase (PCR) para verificação dos seguintes genes de virulência de Escherichia coli: stx, característico de E. coli enterohemorrágica (EHEC), bfpA, característico de E. coli enteropatogênica (EPEC) e elt e stI, característicos de E. coli enterotoxigênica (ETEC). Os resultados demonstraram que duas amostras de queijadinha e uma amostra do bolo de aipim apresentaram colônias características de coliformes termotolerantes. Desta forma, foram isoladas três cepas para a realização da PCR, no entanto os genes utilizados nas reações não foram identificados nas cepas isoladas. Portanto, sugere-se que as cepas isoladas sejam de patótipos de E. coli com genes de virulência diferentes dos analisados ou de outro membro dos CT, como Enterobacter e Klebsiella. Apesar de não serem confirmados os genes de virulência analisados, a detecção dos CT nos alimentos indica falhas na higiene durante a produção, portanto medidas para controlar e prevenir a contaminação dos produtos devem ser tomadas.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA