Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 9 de 9
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 20: e.51615, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1473718

Resumo

Porcine respiratory disease complex comprises the interaction of two or more infectious agents. The major bacterial agents involved were investigated in 115 finishing pigs at a farm in São Paulo State, Brazil: Actinobacillus pleuropneumoniae (serology, bacterial culture, and multiplex PCR), Mycoplasma hyopneumoniae (Mhyo) (nested PCR), Pasteurella multocida (multiplex PCR), Haemophilus parasuis (PCR multiplex), and Streptococcus sp. (bacterial culture). Macroscopic and microscopic lung lesions were evaluated, and zootechnical indices were recorded. Mhyo occurred in 113 animals (98.3%), seventeen of which were co-infected with Streptococcus sp. The finding of emphysematous lung was associated with significantly lower final and carcass weight at slaughter. Although vaccinated against Mhyo with an inactivated immunogen, almost 100% of the animals were infected. Mhyo infection with and without Streptococcus sp. co-infection was related to lung lesions of varying degrees and lower slaughter and carcass weight.


O Complexo de Doenças Respiratórias em suínos (CDRS) compreende a interação de dois ou mais agentes infecciosos, manejo e ambiente. Os principais agentes bacterianos causadores de CDRS foram investigados em 115 suínos em fase de terminação em uma granja no Estado de São Paulo, Brasil: Actinobacillus pleuropneumoniae (sorologia por ELISA, cultivo bacteriano e PCR multiplex), Mycoplasma hyopneumoniae (Mhyo) (nested PCR), Pasteurella multocida (PCR multiplex), Haemophilus parasuis (PCR multiplex), e Streptococcus sp (cultivo bacteriano). Foram avaliadas lesões pulmonares macroscópicas e microscópicas, e impacto nos índices zootécnicos e no aproveitamento de carcaça. Houve positividade ao Mhyo em 113 animais (98,26%), destes houve infecção associada ao Streptococcus sp ao Mhyo em 14,78% (17) animais. O pulmão enfisematoso diminuiu significativamente o peso no final da terminação e o peso da carcaça. Apesar de vacinados com imunógeno inativado contra Mhyo, quase 100% dos animais estavam infectados e as lesões mais observadas foram broncopneumonia purulenta e pleurite. A infecção de Mhyo associado ou não ao Streptococcus sp causou lesões pulmonares em diferentes graus, menor peso ao abate e da carcaça.


Assuntos
Animais , Doenças Respiratórias/complicações , Doenças Respiratórias/veterinária , Pleuropneumonia/veterinária , Suínos/microbiologia , Diagnóstico Diferencial , Mycoplasma hyopneumoniae , Streptococcus
2.
Ci. Anim. bras. ; 20: e.51615, dez. 13, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-24683

Resumo

Porcine respiratory disease complex comprises the interaction of two or more infectious agents. The major bacterial agents involved were investigated in 115 finishing pigs at a farm in São Paulo State, Brazil: Actinobacillus pleuropneumoniae (serology, bacterial culture, and multiplex PCR), Mycoplasma hyopneumoniae (Mhyo) (nested PCR), Pasteurella multocida (multiplex PCR), Haemophilus parasuis (PCR multiplex), and Streptococcus sp. (bacterial culture). Macroscopic and microscopic lung lesions were evaluated, and zootechnical indices were recorded. Mhyo occurred in 113 animals (98.3%), seventeen of which were co-infected with Streptococcus sp. The finding of emphysematous lung was associated with significantly lower final and carcass weight at slaughter. Although vaccinated against Mhyo with an inactivated immunogen, almost 100% of the animals were infected. Mhyo infection with and without Streptococcus sp. co-infection was related to lung lesions of varying degrees and lower slaughter and carcass weight.(AU)


O Complexo de Doenças Respiratórias em suínos (CDRS) compreende a interação de dois ou mais agentes infecciosos, manejo e ambiente. Os principais agentes bacterianos causadores de CDRS foram investigados em 115 suínos em fase de terminação em uma granja no Estado de São Paulo, Brasil: Actinobacillus pleuropneumoniae (sorologia por ELISA, cultivo bacteriano e PCR multiplex), Mycoplasma hyopneumoniae (Mhyo) (nested PCR), Pasteurella multocida (PCR multiplex), Haemophilus parasuis (PCR multiplex), e Streptococcus sp (cultivo bacteriano). Foram avaliadas lesões pulmonares macroscópicas e microscópicas, e impacto nos índices zootécnicos e no aproveitamento de carcaça. Houve positividade ao Mhyo em 113 animais (98,26%), destes houve infecção associada ao Streptococcus sp ao Mhyo em 14,78% (17) animais. O pulmão enfisematoso diminuiu significativamente o peso no final da terminação e o peso da carcaça. Apesar de vacinados com imunógeno inativado contra Mhyo, quase 100% dos animais estavam infectados e as lesões mais observadas foram broncopneumonia purulenta e pleurite. A infecção de Mhyo associado ou não ao Streptococcus sp causou lesões pulmonares em diferentes graus, menor peso ao abate e da carcaça.(AU)


Assuntos
Animais , Doenças Respiratórias/complicações , Doenças Respiratórias/veterinária , Suínos/microbiologia , Pleuropneumonia/veterinária , Streptococcus , Mycoplasma hyopneumoniae , Diagnóstico Diferencial
3.
Arq. Inst. Biol ; 82: 1-15, 2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1026036

Resumo

Os dados utilizados no trabalho foram levantados no período de 2009 a 2010, em propriedades com criações de caprinos e ovinos, no estado de São Paulo. Os dados foram obtidos através de questionário sobre manejo zootécnico e sanitário e para o estudo foi selecionada uma amostra de unidades de produção agropecuária e de animais, a fim de coletar amostras biológicas. Segundo os dados, a caprino e ovinocultura são atividades secundárias, de pequeno porte, geograficamente espalhadas. Os caprinos são criados para consumo próprio de carne e leite, enquanto que os ovinos são criados comercialmente para produção de carne. Todavia, pode-se considerar que, tanto a caprino quanto a ovinocultura do estado se apresentam com baixo uso de tecnologia, empregando técnicas simples de manejo, sem assistência zootécnica ou veterinária.(AU)


This profile of goat and sheep farms in the state of Sao Paulo, Brazil, is based on data collected between 2009 and 2010. Data were collected by questionnaire of livestock health management. We selected a sample of agricultural production units and animals, in order to collect biological samples. According to the data, the goat and sheep production are secondary activities, geographically scattered and with small production. The goats are raised for producers' own consumption of meat and milk, while sheep are raised commercially for meat production. However, it can be considered that both the goat and the sheep industry in the state present low use of technology, employing simple management techniques and with no veterinary or animal scientist assistance.(AU)


Assuntos
Animais , Vigilância Sanitária , Ruminantes , Ovinos , Criação de Animais Domésticos/métodos , Criação de Animais Domésticos/estatística & dados numéricos , Brasil , Coleta de Dados , Agroindústria
4.
Arq. Inst. Biol ; 82: 01-15, 2015. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1462297

Resumo

This profile of goat and sheep farms in the state of Sao Paulo, Brazil, is based on data collected between 2009 and 2010. Data were collected by questionnaire of livestock health management. We selected a sample of agricultural production units and animals, in order to collect biological samples. According to the data, the goat and sheep production are secondary activities, geographically scattered and with small production. The goats are raised for producers own consumption of meat and milk, while sheep are raised commercially for meat production. However, it can be considered that both the goat and the sheep industry in the state present low use of technology, employing simple management techniques and with no veterinary or animal scientist assistance.


Os dados utilizados no trabalho foram levantados no período de 2009 a 2010, em propriedades com criações de caprinos e ovinos, no estado de São Paulo. Os dados foram obtidos através de questionário sobre manejo zootécnico e sanitário e para o estudo foi selecionada uma amostra de unidades de produção agropecuária e de animais, a fim de coletar amostras biológicas. Segundo os dados, a caprino e ovinocultura são atividades secundárias, de pequeno porte, geograficamente espalhadas. Os caprinos são criados para consumo próprio de carne e leite, enquanto que os ovinos são criados comercialmente para produção de carne. Todavia, pode-se considerar que, tanto a caprino quanto a ovinocultura do estado se apresentam com baixo uso de tecnologia, empregando técnicas simples de manejo, sem assistência zootécnica ou veterinária.


Assuntos
Animais , Criação de Animais Domésticos/estatística & dados numéricos , Criação de Animais Domésticos/métodos , Ovinos , Ruminantes , Vigilância Sanitária , Agroindústria , Brasil , Coleta de Dados
5.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1462319

Resumo

ABSTRACT:This profile of goat and sheep farms in the state of Sao Paulo, Brazil, is based on data collected between 2009 and 2010. Data were collected by questionnaire of livestock health management. We selected a sample of agricultural production units and animals, in order to collect biological samples. According to the data, the goat and sheep production are secondary activities, geographically scattered and with small production. The goats are raised for producers' own consumption of meat and milk, while sheep are raised commercially for meat production. However, it can be considered that both the goat and the sheep industry in the state present low use of technology, employing simple management techniques and with no veterinary or animal scientist assistance.


RESUMO:Os dados utilizados no trabalho foram levantados no período de 2009 a 2010, em propriedades com criações de caprinos e ovinos, no estado de Sáo Paulo. Os dados foram obtidos através de questionário sobre manejo zootécnico e sanitário e para o estudo foi selecionada uma amostra de unidades de produção agropecu ária e de animais, a fim de coletar amostras biológicas. Segundo os dados, a caprino e ovinocultura sáo atividades secundárias, de pequeno porte, geograficamente espalhadas. Os caprinos sáo cria dos para consumo próprio de carne e leite, enquanto que os ovi nos sáo criados comercialmente para produção de carne. Todavia, pode-se considerar que, tanto a caprino quanto a ovinocultura do estado se apresentam com baixo uso de tecnologia, empregando téc nicas simples de manejo, sem assistência zootécnica ou veterinária.

6.
Arq. Inst. Biol. ; 82: 01-15, 2015. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-13302

Resumo

This profile of goat and sheep farms in the state of Sao Paulo, Brazil, is based on data collected between 2009 and 2010. Data were collected by questionnaire of livestock health management. We selected a sample of agricultural production units and animals, in order to collect biological samples. According to the data, the goat and sheep production are secondary activities, geographically scattered and with small production. The goats are raised for producers own consumption of meat and milk, while sheep are raised commercially for meat production. However, it can be considered that both the goat and the sheep industry in the state present low use of technology, employing simple management techniques and with no veterinary or animal scientist assistance.(AU)


Os dados utilizados no trabalho foram levantados no período de 2009 a 2010, em propriedades com criações de caprinos e ovinos, no estado de São Paulo. Os dados foram obtidos através de questionário sobre manejo zootécnico e sanitário e para o estudo foi selecionada uma amostra de unidades de produção agropecuária e de animais, a fim de coletar amostras biológicas. Segundo os dados, a caprino e ovinocultura são atividades secundárias, de pequeno porte, geograficamente espalhadas. Os caprinos são criados para consumo próprio de carne e leite, enquanto que os ovinos são criados comercialmente para produção de carne. Todavia, pode-se considerar que, tanto a caprino quanto a ovinocultura do estado se apresentam com baixo uso de tecnologia, empregando técnicas simples de manejo, sem assistência zootécnica ou veterinária.(AU)


Assuntos
Animais , Ruminantes , Ovinos , Vigilância Sanitária , Criação de Animais Domésticos/métodos , Criação de Animais Domésticos/estatística & dados numéricos , Agroindústria , Brasil , Coleta de Dados
7.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-742991

Resumo

ABSTRACT:This profile of goat and sheep farms in the state of Sao Paulo, Brazil, is based on data collected between 2009 and 2010. Data were collected by questionnaire of livestock health management. We selected a sample of agricultural production units and animals, in order to collect biological samples. According to the data, the goat and sheep production are secondary activities, geographically scattered and with small production. The goats are raised for producers' own consumption of meat and milk, while sheep are raised commercially for meat production. However, it can be considered that both the goat and the sheep industry in the state present low use of technology, employing simple management techniques and with no veterinary or animal scientist assistance.


RESUMO:Os dados utilizados no trabalho foram levantados no período de 2009 a 2010, em propriedades com criações de caprinos e ovinos, no estado de Sáo Paulo. Os dados foram obtidos através de questionário sobre manejo zootécnico e sanitário e para o estudo foi selecionada uma amostra de unidades de produção agropecu ária e de animais, a fim de coletar amostras biológicas. Segundo os dados, a caprino e ovinocultura sáo atividades secundárias, de pequeno porte, geograficamente espalhadas. Os caprinos sáo cria dos para consumo próprio de carne e leite, enquanto que os ovi nos sáo criados comercialmente para produção de carne. Todavia, pode-se considerar que, tanto a caprino quanto a ovinocultura do estado se apresentam com baixo uso de tecnologia, empregando téc nicas simples de manejo, sem assistência zootécnica ou veterinária.

8.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 50(1): 18-25, 2013.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-3778

Resumo

O objetivo deste estudo foi determinar a frequência de animais soropositivos ao vírus da Maedi-Visna (MVV) em ovinos e ao vírus da CAE (CAEV) em caprinos criados no estado de São Paulo. Na pesquisa dos anticorpos séricos anti- MVV e anti-CAEV foi utilizada a técnica de imunodifusão em gel de ágar (IDGA). Dentre os ovinos estudados, 0,3% (4/1235) eram sororreagentes ao MVV e 15,1% caprinos (30/199) ao CAEV. Foi realizada a análise de fatores de risco associados à condição de propriedade positiva para CAEV e Maedi-Visna. Foram selecionadas variáveis para as duas enfermidades, no entanto, quando essas variáveis foram usadas na regressão logística múltipla, não foram identificados fatores de risco para as infecções. A infecção pelo CAEV no estado de São Paulo tem uma ampla disseminação e com uma alta prevalência enquanto que o MVV apresenta baixa prevalência. Ressalta-se a importância de medidas de prevenção e controle para diminuir a ocorrência da CAE e evitar a disseminação da Maedi-Visna.(AU)


The aim of this study was to carry out the serological occurrence of Maedi-Visna virus (MVV) and CAE virus (CAEV) in ovines and caprines breeding in São Paulo state. The test to detect MVV and CAEV antibodies was agar gel immunodiffusion (AGID). The detection of antibodies against MVV was 0,3% (4/1235) and against CAEV was 15,1% (30/199). Was carried analysis of risk factors associated with the presence of positive property for CAEV and Maedi-Visna. Variables were selected for both diseases, however, when these variables were used in multivariate logistic regression model were not identified risk factors for the infections. The CAEV infection in the São Paulo state has a wide spread and a high prevalence while MVV has low prevalence. It emphasizes the importance of prevention and control measures to reduce CAEV occurrence and prevent the spread of Maedi-Visna.(AU)


Assuntos
Animais , Vírus Visna-Maedi/patogenicidade
9.
São Paulo; s.n; 22/08/2003.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-4956

Resumo

Foram analisadas, para fins de diagnóstico das micoplasmoses da reprodução, 105 amostras de muco prepucial e 80 amostras de sêmen in natura, provenientes de touros de quatro propriedades rurais e 70 amostras de muco prepucial e 63 amostras de sêmen in natura, provenientes de touros de uma central de inseminação artificial, localizadas no Estado de São Paulo. As amostras foram submetidas ao isolamento bacteriano e PCR, para demonstração de presença de Mycoplasma bovis, M. bovigenitalium e Ureaplasma diversum. Colheitas foram realizadas no período de 1999 à 2002, antes e após a implantação de dois métodos de antibioticoterapia, utilizando-se para tal, oxitetraciclina di-hidratada ou fumarato de hidrogênio de tiamulin. O Sistema MGSO/GPO-1 de detecção de Mycoplasmatales pela PCR foi testado frente ao isolamento bacteriano. A associação entre a idade e forma de manejo reprodutivo, além da qualidade seminal e a presença dos microrganismos foi analisada através da odds ratio. A eficiência dos métodos de tratamento sobre a qualidade seminal dos touros foi analisada estatisticamente pelos testes de Mann Whitney e Wilcoxon. As freqüências de detecção de Mycoplasma spp pelo isolamento e pela PCR nas amostras de muco prepucial, foram 45,1 e 63,7%, respectivamente. Nas amostras de sêmen, as freqüências foram 22,5% (isolamento) e 24,1 (PCR). O Sistema MGSO/GPO-1 mostrou-se pouco eficiente na detecção dos agentes. Análise estatística revelou que animais com menos de quatro anos têm de 1,39 (M. bovigenitalium) até 7,54 (U. diversum) vezes mais chance de serem portadores dos microrganismos. A odds ratio de 4,01 até 4,68 (muco prepucial) e de 1,71 até 18,29 (sêmen) mostrou a importância da higiene no manejo reprodutivo. Os animais da Central de Inseminação Artificial apresentaram resposta significativa sobre a motilidade espermática no tratamento com oxitetraciclina (p=0,033). As estimativas de risco, pós-tratamento, foram menores para os parâmetros motilidade e defeitos menores, associados à Mycoplasma spp e, motilidade e defeitos maiores, associados à U. diversum


Prepucial mucuses and fresh semen were collected from bulls under two kinds of reproductive management: a) natural breeding with cows in four farms, b) an Artificial Insemination Center. All of them located in São Paulo State, Brazil. The samples were collected from 1999 to 2002. In the farms it were collected 105 samples of prepucial mucuses and 80 samples of fresh semen and in the Artificial Insemination Center, 70 samples of prepucial mucuses and 63 of fresh semen. The laboratory tests applied for demonstration of Mycoplasma bovis, M. bovigenitalium and Ureaplasma diversum were classical cultivation and polymerase chain reaction (PCR). The therapeutic assay were performed with oxytetracicline, 20 mg./kg. of body weight, IM, or tiamulin hydrogen fumarate, 15 mg./kg. of body weight, IM. Mycoplasma spp was demonstrated in 45,1% and 63,7% of prepucial mucuses samples, respectively by cultivation and PCR and in 22,5% and 24,1% of fresh semen samples, respectively by cultivation and PCR. Ureaplasma diversum was demonstrated in 66,5% and 72,9% of prepucial mucuses samples, respectively by cultivation and PCR and in 51,7% and 56,6% of fresh semen samples, respectively by cultivation and PCR. The MGSO/GPO-1 PCR System, was able for demonstration of Mycoplasma spp DNA in bovine semen and U. diversum in prepucial mucuses, with results in agreement with cultivation. Animals younger than four years of age presented a higher infection rate than older: odds ratio 1.39 (M. bovigenitalium) and up to 7.54 (U. diversum). Odds ratio from 4.01 to 4.68 (prepucial mucuses) and from 1.71 to 18.29 (semen) showed the importance of the hygienic status of the reproduction management. The animals from Insemination Center, showed better motility after the treatment with oxytetracicline (p=0,033). After therapeutic assay, the odds ratio was small for the motility and morphologic aspects of the semen associated to Mycoplasma spp and U. diversum contamination

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA