Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Acta Vet. Brasilica ; 14(2): 45-48, jun. 2020. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1453217

Resumo

Canine distemper (CD) is a multisystemic and infectious disease caused by a Morbillivirus. The search for viral inclusions by mucosal cytology is a low cost and high practical alternative, which establishes the definitive diagnosis of CD, but is little reported in the literature. The objective was to encourage the use of mucosal cytopathology to identify Sinegaglia-Lentz corpuscles in the veterinary routine as an alternative or complementary to blood screening, providing a selection of photographs of the viral inclusions. Selected were 16 dogs with classic systemic or neurological disorders and positive for the chromatographic immunoassay for CD. Samples of the conjunctival, nasal and genital epithelium were collected with the aid of a sterile swab for making slides. Whole blood was also collected to make a blood smear. The slides were stained with a fast panoptic and observed by optical microscopy to directly search for eosinophilic viral inclusions, at 40 and 100x magnification. Sinegaglia-Lentz corpuscles were detected in nine of the 16 dogs (56.25%), five in conjunctival mucosa (41.65%), three in nasal mucosa (25%), one in genital mucosa (8.33%) and three in blood smear (25%). It is concluded that mucosa cytopathology, especially conjunctival, for Sinegaglia-Lentz research is an auxiliary tool for the early and definitive diagnosis of canine distemper. However, the absence


A cinomose canina (CC) é uma doença multissistêmica e infectocontagiosa causada por um Morbillivirus. A pesquisa de inclusões virais por citologia da mucosa é uma alternativa de baixo custo e alta praticidade, que estabelece o diagnóstico definitivo da CC, mas pouco relatada em literatura. Objetivou-se encorajar o uso da citopatologia da mucosa para identificar corpúsculos de Sinegaglia-Lentzna rotina veterinária como alternativa ou complementar à triagem no sangue, fornecendo uma seleção de fotografias das inclusões virais. Foram selecionados 16 cães com distúrbios sistêmicos ou neurológicos clássicos epositivos ao imunoensaio cromatográfico para CC. Amostras do epitélio conjuntival, nasal e genital foram coletadas com auxílio de swab estéril, para confecção de lâminas. O sangue total também foi colhido para confecção de esfregaço sanguíneo. As lâminas foram coradas com panóptico rápido e observadas por microscopia óptica para pesquisa direta de inclusões virais eosinofílicas, em ampliação de 40 e 100x. Os corpúsculos de Sinegaglia-Lentzforam detectados em nove dos 16 cães (56,25%), cinco em mucosa conjuntival (41,65%), três em mucosa nasal (25%), um em mucosa genital (8,33%) e três em esfregaço de sangue (25%). Conclui-se que a citopatologia de mucosa, sobretudo conjuntival, para pesquisa de Sinegaglia-Lentzé uma ferramenta auxiliar ao diagnóstico precoce e definitivo da cinomose canina. Contudo, a ausência de inclusões virais nestas amostras não descarta a possibilidade da doença.


Assuntos
Animais , Cães , Cinomose , Cães/anatomia & histologia , Morbillivirus , Patologia
2.
Acta Vet. bras. ; 14(2): 45-48, jun. 2020. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-27003

Resumo

Canine distemper (CD) is a multisystemic and infectious disease caused by a Morbillivirus. The search for viral inclusions by mucosal cytology is a low cost and high practical alternative, which establishes the definitive diagnosis of CD, but is little reported in the literature. The objective was to encourage the use of mucosal cytopathology to identify Sinegaglia-Lentz corpuscles in the veterinary routine as an alternative or complementary to blood screening, providing a selection of photographs of the viral inclusions. Selected were 16 dogs with classic systemic or neurological disorders and positive for the chromatographic immunoassay for CD. Samples of the conjunctival, nasal and genital epithelium were collected with the aid of a sterile swab for making slides. Whole blood was also collected to make a blood smear. The slides were stained with a fast panoptic and observed by optical microscopy to directly search for eosinophilic viral inclusions, at 40 and 100x magnification. Sinegaglia-Lentz corpuscles were detected in nine of the 16 dogs (56.25%), five in conjunctival mucosa (41.65%), three in nasal mucosa (25%), one in genital mucosa (8.33%) and three in blood smear (25%). It is concluded that mucosa cytopathology, especially conjunctival, for Sinegaglia-Lentz research is an auxiliary tool for the early and definitive diagnosis of canine distemper. However, the absence


A cinomose canina (CC) é uma doença multissistêmica e infectocontagiosa causada por um Morbillivirus. A pesquisa de inclusões virais por citologia da mucosa é uma alternativa de baixo custo e alta praticidade, que estabelece o diagnóstico definitivo da CC, mas pouco relatada em literatura. Objetivou-se encorajar o uso da citopatologia da mucosa para identificar corpúsculos de Sinegaglia-Lentzna rotina veterinária como alternativa ou complementar à triagem no sangue, fornecendo uma seleção de fotografias das inclusões virais. Foram selecionados 16 cães com distúrbios sistêmicos ou neurológicos clássicos epositivos ao imunoensaio cromatográfico para CC. Amostras do epitélio conjuntival, nasal e genital foram coletadas com auxílio de swab estéril, para confecção de lâminas. O sangue total também foi colhido para confecção de esfregaço sanguíneo. As lâminas foram coradas com panóptico rápido e observadas por microscopia óptica para pesquisa direta de inclusões virais eosinofílicas, em ampliação de 40 e 100x. Os corpúsculos de Sinegaglia-Lentzforam detectados em nove dos 16 cães (56,25%), cinco em mucosa conjuntival (41,65%), três em mucosa nasal (25%), um em mucosa genital (8,33%) e três em esfregaço de sangue (25%). Conclui-se que a citopatologia de mucosa, sobretudo conjuntival, para pesquisa de Sinegaglia-Lentzé uma ferramenta auxiliar ao diagnóstico precoce e definitivo da cinomose canina. Contudo, a ausência de inclusões virais nestas amostras não descarta a possibilidade da doença.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Cães/anatomia & histologia , Patologia , Morbillivirus , Cinomose
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA