Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 20: e, 2019. ilus, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473682

Resumo

A fitoterapia vem sendo utilizada em criação de peixes a fim de promover estabilidade no ambiente de cultivo e na profilaxia de doenças, contribuindo para a melhoria do bem-estar animal. Dentre os fitoterápicos, Erythrina crista-galli tem efeito sedativo e atividade antioxidante e antimicrobiana, além de funcionar como calmante natural. Na ausência de formulações para uso em peixes cultivados, surgem protocolos terapêuticos repletos de incertezas quanto à sua eficácia, ao impacto ambiental e ao perfil hematológico dos peixes. No ensaio de tolerância aguda da Erythrina crista-galli, foram utilizados exemplares de Carassius auratus, expostos às concentrações de controle (zero), 50, 100 e 200 mgL-1, com três repetições, por 96 horas. Foi observada a sobrevivência de 100% em todos os tratamentos. Estes resultados revelam que o extrato de Erythrina crista-galli não apresenta toxicidade para peixes. O balanço eletrolítico plasmático não apresentou mudanças. A utilização de até 100 mgL-1 não promoveu mudanças na trocas gasosas. O pH e a concentração de bicarbonato e glicose foram crescentes até a concentração de 100 mgL-1. Conclui-se que a utilização de Erythrina crista-galli para exposição aguda de Carassius auratus não promove mortalidade, mas provoca alterações indesejáveis nos parâmetros fisiológicos sanguíneos quando utilizadas doses acima de 100 mgL-1.


Phytotherapy has been used in fish breeding to promote stability in the cultivation environment and in the proflatic management reflecting on animal heath. Erythrina crista-galli has a sedative effect and antioxidant and antimicrobial activity, besides functioning as a natural tranquilizer. In the absence of formulations for use in cultivated fish, therapeutic protocols emerge without studies that reveal their characteristics and actions in the animal organism. Therefore, this study evaluated the effects of acute exposure of Carassius auratus to Erythrina crista-galli extract evaluating the physiological blood parameters. In the acute tolerance assay of Erythrina crista-galli, specimens of Carassius auratus were used, exposed to control concentrations (zero), 50, 100 and 200 mg L-1, with three replications, for 96 hours. Survival of 100% was observed in all treatments. These results reveal that the extract of Erythrina crista-galli does not present toxicity to this species of fish. The plasmatic electrolytic balance showed no changes. The use of up to 100 mg L-1 did not promote changes in gaseous exchanges. The pH and the concentration of bicarbonate and glucose were increasing until the concentration of 100 mg L-1. It is concluded that the use of Erythrina crista-galli for acute exposure of Carassius auratus does not promote mortality, but causes undesirable alterations in blood physiological parameters when doses above 100 mg L-1 are used.


Assuntos
Animais , Ansiolíticos/análise , Carpa Dourada , Erythrina , Erythrina/toxicidade , Extratos Vegetais/uso terapêutico , Medicamento Fitoterápico
2.
Ci. Anim. bras. ; 20: e-50520, June 10, 2019. ilus, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-21242

Resumo

A fitoterapia vem sendo utilizada em criação de peixes a fim de promover estabilidade no ambiente de cultivo e na profilaxia de doenças, contribuindo para a melhoria do bem-estar animal. Dentre os fitoterápicos, Erythrina crista-galli tem efeito sedativo e atividade antioxidante e antimicrobiana, além de funcionar como calmante natural. Na ausência de formulações para uso em peixes cultivados, surgem protocolos terapêuticos repletos de incertezas quanto à sua eficácia, ao impacto ambiental e ao perfil hematológico dos peixes. No ensaio de tolerância aguda da Erythrina crista-galli, foram utilizados exemplares de Carassius auratus, expostos às concentrações de controle (zero), 50, 100 e 200 mgL-1, com três repetições, por 96 horas. Foi observada a sobrevivência de 100% em todos os tratamentos. Estes resultados revelam que o extrato de Erythrina crista-galli não apresenta toxicidade para peixes. O balanço eletrolítico plasmático não apresentou mudanças. A utilização de até 100 mgL-1 não promoveu mudanças na trocas gasosas. O pH e a concentração de bicarbonato e glicose foram crescentes até a concentração de 100 mgL-1. Conclui-se que a utilização de Erythrina crista-galli para exposição aguda de Carassius auratus não promove mortalidade, mas provoca alterações indesejáveis nos parâmetros fisiológicos sanguíneos quando utilizadas doses acima de 100 mgL-1.(AU)


Phytotherapy has been used in fish breeding to promote stability in the cultivation environment and in the proflatic management reflecting on animal heath. Erythrina crista-galli has a sedative effect and antioxidant and antimicrobial activity, besides functioning as a natural tranquilizer. In the absence of formulations for use in cultivated fish, therapeutic protocols emerge without studies that reveal their characteristics and actions in the animal organism. Therefore, this study evaluated the effects of acute exposure of Carassius auratus to Erythrina crista-galli extract evaluating the physiological blood parameters. In the acute tolerance assay of Erythrina crista-galli, specimens of Carassius auratus were used, exposed to control concentrations (zero), 50, 100 and 200 mg L-1, with three replications, for 96 hours. Survival of 100% was observed in all treatments. These results reveal that the extract of Erythrina crista-galli does not present toxicity to this species of fish. The plasmatic electrolytic balance showed no changes. The use of up to 100 mg L-1 did not promote changes in gaseous exchanges. The pH and the concentration of bicarbonate and glucose were increasing until the concentration of 100 mg L-1. It is concluded that the use of Erythrina crista-galli for acute exposure of Carassius auratus does not promote mortality, but causes undesirable alterations in blood physiological parameters when doses above 100 mg L-1 are used.(AU)


Assuntos
Animais , Erythrina , Extratos Vegetais/uso terapêutico , Ansiolíticos/análise , Carpa Dourada , Erythrina/toxicidade , Medicamento Fitoterápico
3.
R. bras. Ci. Vet. ; 23(1/2): 55-59, jan./jun. 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-15936

Resumo

This study aimed to evaluate the effect of diets plus pie of Jatropha (Jatropha curcas l.) in performance and metabolism of male Wistar rats. 24 rats were used, albino males (Rattus norvegicus) in growth phase and initial average weight 109.38 ± 6, 16 g. The animals were weighed and randomly divided into two groups with 12 animals, constituting the treatments: control standard diet and diets containing 4, 281TPM. Food consumption, body weight gain and feed conversion ratio of rats has been deprecated by the inclusion of Jatropha bran. The liver enzymes ALT and AST in rats fed diets increased Jatropha. The values of hemoglobin and hematocrit were within this range considered adequate for rodents. Not been reported differences in the electrolytic balance and respiratory metabolism. It is concluded that the inclusion of Jatropha pie in the feeding of rats depresses growth and development promotes hepatic deleterious changes.(AU)


Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito de dietas acrescidas de torta de pinhão-manso (Jatropha curcas L.) no desempenho e metabolismo de ratos Wistar machos. Foram utilizados 24 ratos, machos albinos (Rattus norvergicus), em fase de crescimento e com peso médio inicial 109,38±6,16g. Os animais foram pesados e distribuídos aleatoriamente em dois grupos com doze animais, constituindo os tratamentos: controle dieta padrão e dietas contendo 4,281%TPM. O consumo de alimento, ganho em peso e conversão alimentar dos ratos foi depreciado pela inclusão de farelo de pinhão-manso. Observa-se perda de massa do fígado, mas que não refletiu no índice hepatossomático, no tecido hepático diminuição da fração proteica concomitante com o aumento nos teores de aminoácidos livres e um discreto aumento na atividade das enzimas ALT e AST hepática nos ratos alimentados com dietas acrescidas de farelo de pinhão-manso. Os valores de hemoglobinas e hematócritos encontravam-se dentro deste intervalo considerados adequados para roedores. Não foram reportados diferenças no equilíbrio eletrolítico e no metabolismo respiratório. Conclui-se que a inclusão de torta de pinhão-manso na alimentação de ratos afeta negativamente o desenvolvimento do crescimento e promove alterações deletérias hepáticas.(AU)


Assuntos
Animais , Ratos , Jatropha/metabolismo , Jatropha/toxicidade , Dieta/efeitos adversos , Dieta/veterinária , Fígado/fisiopatologia , Ração Animal/análise
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA