Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 10 de 10
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Semina ciênc. agrar ; 43(1): 61-72, jan.-fev. 2022. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1368529

Resumo

Slaughter condemnations are important sources of information on cattle health and handling. The aim of this study was to evaluate the main causes of condemnation of cattle slaughter under the state sanitary inspection by the Diretoria de Inspeção de Produtos de Origem Agropecuária (DIPA) of Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), in Bahia, Brazil. A retrospective data of all cattle slaughtered from 2012 to 2019 was obtained from DIPA ­ ADAB. During this period, 4,635,615 cattle were slaughtered and 1,452,472 (31.33%) condemnations were registered to have occurred at varying levels in all regions of the state. The more condemned organs were kidneys and lungs; and the main causes of condemnation were nephritis (11.79%), congestion (11.20%), emphysema (10.72%), blood aspiration (8.36%), renal cysts (5.75%), and abscesses (5.71%). However, other condemnation causes such as cysticercosis, fasciolosis, and tuberculosis were observed at lower rates. Results showed that the main causes of condemnation of cattle slaughter were not related to zoonotic diseases instead were more involved in partial condemnation of organs.(AU)


As condenações no momento do abate dos animais são importantes fontes de informação sobre a saúde e o manejo do rebanho. Por isso, o objetivo deste estudo foi avaliar as principais causas de condenações em bovinos abatidos sob sistema de inspeção estadual da Diretoria de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPA) da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), no estado da Bahia, Brasil. O estudo retrospectivo obteve os dados da DIPA ­ ADAB e analisou os dados de animais abatidos entre 2012 e 2019. Nesse período, foram abatidos 4.635.615 bovinos e 1.452.472 (31,33%) de condenações foram observadas em todas as regiões variando em diferentes níveis. Os órgãos mais condenados foram rins e pulmões e as principais causas de condenação encontradas foram nefrite (11,79%), congestão (11,20%), enfisema (10,72%), aspiração de sangue (8,36%), cistos renais (5,75%) e abscessos (5,71%). No entanto, outras causas com taxas de condenação menores como cisticercose, fasciolose e tuberculose também foram observadas. Os resultados mostram que as principais causas de condenação não estão relacionadas com doenças com potencial zoonótico e levam a condenações parciais das vísceras acometidas.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Cistos , Abscesso , Enfisema , Inspeção Sanitária , Alimentos de Origem Animal , Abate de Animais , Nefrite , Rim , Pulmão
2.
Ciênc. rural (Online) ; 47(8): 1-7, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1480029

Resumo

ABSTRACT: Vegetable oils have been used to substitute pork backfat to improve the fatty acid profile of fermented sausages. The aim of this study was to assess the chemical composition, microbiological properties, and fatty acid profile of Italian-type salami with pork backfat substituted (15% and 30%) by emulsified canola oil. Fat contents decreased while moisture contents increased in Italian-type salami with emulsified canola oil. The growth of lactic acid bacteria in salami was not affected by canola oil and absence of fecal coliforms, coagulase-positive staphylococci, and Salmonella were reported during processing of fermented sausages. Lower levels of saturated fatty acids (SAFAs), higher levels of monounsaturated fatty acids (MUFAs) and polyunsaturated fatty acids (PUFAs) were observed in salami with emulsified canola oil. Together, our results indicated that substituting pork backfat with emulsified canola oil improved the nutritional values of Italian-type salami.


RESUMO: O uso de óleos vegetais como substitutos da gordura animal em embutidos fermentados tem surgido como uma alternativa de produzir produtos cárneos com um melhor perfil lipídico. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a composição química, propriedades microbiológicas e o perfil de ácidos graxos de salame tipo Italiano elaborado com a substituição parcial da gordura suína (15 e 30%) por emulsão com óleo de canola. A incorporação do óleo de canola reduziu o teor de gordura e aumentou o teor de umidade dos embutidos fermentados. Em relação às características microbiológicas, a adição de óleo de canola emulsionado não alterou o crescimento das bactérias láticas durante o processamento. Ainda, não foram detectadas contagens de coliformes fecais, staphylococci coagulase positiva e Salmonella. Em relação ao perfil de ácidos graxos, foi possível observar a redução nos teores totais de ácidos graxos saturados (SAFAs) e uma elevação nos valores de ácidos graxos monoinsaturados (MUFAs) e poliinsaturados (PUFAs) nos tratamentos adicionados de óleo de canola. Dessa forma, a substituição da gordura suína por óleo de canola emulsionado em salame tipo Italiano torna-se uma alternativa interessante na produção de produtos cárneos com melhores características nutricionais.


Assuntos
Produtos da Carne/análise , Produtos da Carne/microbiologia , Substitutos da Gordura , Ácidos Graxos , Óleos de Plantas , Indústria Alimentícia
3.
Ci. Rural ; 47(8): 1-7, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-735375

Resumo

ABSTRACT: Vegetable oils have been used to substitute pork backfat to improve the fatty acid profile of fermented sausages. The aim of this study was to assess the chemical composition, microbiological properties, and fatty acid profile of Italian-type salami with pork backfat substituted (15% and 30%) by emulsified canola oil. Fat contents decreased while moisture contents increased in Italian-type salami with emulsified canola oil. The growth of lactic acid bacteria in salami was not affected by canola oil and absence of fecal coliforms, coagulase-positive staphylococci, and Salmonella were reported during processing of fermented sausages. Lower levels of saturated fatty acids (SAFAs), higher levels of monounsaturated fatty acids (MUFAs) and polyunsaturated fatty acids (PUFAs) were observed in salami with emulsified canola oil. Together, our results indicated that substituting pork backfat with emulsified canola oil improved the nutritional values of Italian-type salami.(AU)


RESUMO: O uso de óleos vegetais como substitutos da gordura animal em embutidos fermentados tem surgido como uma alternativa de produzir produtos cárneos com um melhor perfil lipídico. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a composição química, propriedades microbiológicas e o perfil de ácidos graxos de salame tipo Italiano elaborado com a substituição parcial da gordura suína (15 e 30%) por emulsão com óleo de canola. A incorporação do óleo de canola reduziu o teor de gordura e aumentou o teor de umidade dos embutidos fermentados. Em relação às características microbiológicas, a adição de óleo de canola emulsionado não alterou o crescimento das bactérias láticas durante o processamento. Ainda, não foram detectadas contagens de coliformes fecais, staphylococci coagulase positiva e Salmonella. Em relação ao perfil de ácidos graxos, foi possível observar a redução nos teores totais de ácidos graxos saturados (SAFAs) e uma elevação nos valores de ácidos graxos monoinsaturados (MUFAs) e poliinsaturados (PUFAs) nos tratamentos adicionados de óleo de canola. Dessa forma, a substituição da gordura suína por óleo de canola emulsionado em salame tipo Italiano torna-se uma alternativa interessante na produção de produtos cárneos com melhores características nutricionais.(AU)


Assuntos
Produtos da Carne/análise , Produtos da Carne/microbiologia , Ácidos Graxos , Substitutos da Gordura , Óleos de Plantas , Indústria Alimentícia
4.
Arq. Inst. Biol ; 83: 01-07, 2016. tab, graf, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1462379

Resumo

The sun mushroom (Agaricus blazei Murril) is widely consumed due its medicinal properties. This study aimed to determine in vitro antibacterial and antioxidant activities  of sun mushroom, through different times and temperatures of  extraction. The samples were analyzed for proximate composition, determination of total phenolic content and in vitro antibacterial and antioxidant activities. The results show that this kind of mushroom appears as a potential antioxidant agent, obtaining best results in the temperature of 70ºC for 60 minutes in hydroethanol extraction. This extract shows no antibacterial activity for microorganisms under test.


O cogumelo-do-sol (Agaricus blazei Murril) é amplamente consumido, por conta de suas propriedades medicinais. Este estudo teve como objetivo determinar a atividade antioxidante e antibacteriana in vitro dos extratos de cogumelo do sol, mediante diferentes tempos e temperaturas de extração. As amostras foram analisadas quanto à composição centesimal, determinação do teor de fenólicos totais e atividade antioxidante e antibacteriana in vitro. Os resultados demonstram que esse tipo de cogumelo aparece como um agente antioxidante potencial, obtendo-se melhores resultados na temperatura de 70ºC durante 60 minutos de extração hidroetanólica. Esse extrato não aponta atividade antibacteriana para os micro-organismos em teste.


Assuntos
Agaricales , Antioxidantes , Compostos Fenólicos/análise , Extratos Vegetais , Temperatura , Anti-Infecciosos , Fatores de Tempo
5.
Arq. Inst. Biol ; 83: e0522014, 2016. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1006464

Resumo

O cogumelo-do-sol (Agaricus blazei Murril) é amplamente consumido, por conta de suas propriedades medicinais. Este estudo teve como objetivo determinar a atividade antioxidante e antibacteriana in vitro dos extratos de cogumelo do sol, mediante diferentes tempos e temperaturas de extração. As amostras foram analisadas quanto à composição centesimal, determinação do teor de fenólicos totais e atividade antioxidante e antibacteriana in vitro. Os resultados demonstram que esse tipo de cogumelo aparece como um agente antioxidante potencial, obtendo-se melhores resultados na temperatura de 70ºC durante 60 minutos de extração hidroetanólica. Esse extrato não aponta atividade antibacteriana para os micro-organismos em teste.(AU)


The sun mushroom (Agaricus blazei Murril) is widely consumed due its medicinal properties. This study aimed to determine in vitro antibacterial and antioxidant activities of sun mushroom, through different times and temperatures of extraction. The samples were analyzed for proximate composition, determination of total phenolic content and in vitro antibacterial and antioxidant activities. The results show that this kind of mushroom appears as a potential antioxidant agent, obtaining best results in the temperature of 70ºC for 60 minutes in hydroethanol extraction. This extract shows no antibacterial activity for microorganisms under test.(AU)


Assuntos
Temperatura , Extratos Vegetais , Agaricales , Compostos Fenólicos/análise , Antioxidantes , Fatores de Tempo , Anti-Infecciosos
6.
Arq. Inst. Biol. ; 83: 01-07, 2016. tab, graf, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-18073

Resumo

The sun mushroom (Agaricus blazei Murril) is widely consumed due its medicinal properties. This study aimed to determine in vitro antibacterial and antioxidant activities  of sun mushroom, through different times and temperatures of  extraction. The samples were analyzed for proximate composition, determination of total phenolic content and in vitro antibacterial and antioxidant activities. The results show that this kind of mushroom appears as a potential antioxidant agent, obtaining best results in the temperature of 70ºC for 60 minutes in hydroethanol extraction. This extract shows no antibacterial activity for microorganisms under test.(AU)


O cogumelo-do-sol (Agaricus blazei Murril) é amplamente consumido, por conta de suas propriedades medicinais. Este estudo teve como objetivo determinar a atividade antioxidante e antibacteriana in vitro dos extratos de cogumelo do sol, mediante diferentes tempos e temperaturas de extração. As amostras foram analisadas quanto à composição centesimal, determinação do teor de fenólicos totais e atividade antioxidante e antibacteriana in vitro. Os resultados demonstram que esse tipo de cogumelo aparece como um agente antioxidante potencial, obtendo-se melhores resultados na temperatura de 70ºC durante 60 minutos de extração hidroetanólica. Esse extrato não aponta atividade antibacteriana para os micro-organismos em teste.(AU)


Assuntos
Agaricales , Extratos Vegetais , Antioxidantes , Temperatura , Compostos Fenólicos/análise , Anti-Infecciosos , Fatores de Tempo
7.
Semina Ci. agr. ; 36(1): 171-186, Jan.-Fev. 2015. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-27410

Resumo

The prevention of lipid oxidation is one of the meat industrys target and, consequently, the search for natural antioxidants has been increased in last years. Thus, the aim of this study was to determine the effect of hydroethanolic extract from sun mushroom (Agaricus blazei Murrill) on the oxidative and microbiological stability of pork meat sausage during storage at 4ºC. The extract was added to sausages in 0 %, 0.5 %, 1.0 % and 2.0 % (v/w) concentrations. There was done the proximate composition, pH, instrumental color (L*, a*, b*, C* e h*), TBARS (Thiobarbituric Acid Reactive Substances) and microbiological analyzes. Data were subjected to analysis of variance, in randomized completely design. The results from proximate composition and microbiological analyzes at day 0 were according to the Brazilian legislation. At 1st day of storage, control treatment showed higher (p<0,05) a* value (red) than the other treatments, while b* value (yellow) has increased (p<0,05) during the storage period in all treatments. At 21st day of storage, TBARS values of sausages with 2.0 % extract addition was lower (0,705±0,01 mg MDA/kg sample) (p<0,05) than the control (1,097±0,11mg MDA/kg sample). The extract has not shown effect on the microbiological stability of the sausages. Nevertheless, the hydroethanolic extract from sun mushroom was effective on the oxidative stability of pork meat sausage when added in a 2.0 % concentration, improving its shelf-life up to 21 days of storage at 4 °C, and it is possible the use as a natural antioxidant source.


A prevenção da oxidação lipídica é uma das buscas da indústria cárnea, consequentemente, a pesquisa de antioxidantes naturais foi notavelmente aumentada nos últimos anos. Desta forma, o objetivo deste estudo foi determinar o efeito do extrato hidroetanólico de cogumelo do sol (Agaricus blazei Murril) sobre a estabilidade oxidativa e microbiológica de linguiça de carne suína durante o armazenamento a 4ºC. O extrato foi utilizado nas concentrações de 0 %, 0,5 %, 1,0 % e 2,0 % (v/p) nas linguiças. Foram realizadas as análises de composição centesimal, pH, cor instrumental (L*, a*, b*, C* e h*), TBARS (Substâncias Reativas ao Ácido Tiobarbitúrico) e análises microbiológicas. Os dados obtidos foram submetidos à análise de ariância, em delineamento inteiramente casualizado. Os resultados obtidos na composição centesimal e análises microbiológicas realizadas no dia 0 estão de acordo com o exigido pela legislação brasileira. No 1º dia de armazenamento, o tratamento controle apresentou valor de a* (cor vermelha) maior (p<0,05) do que os demais tratamentos, enquanto que o valor de b* (cor amarela) apresentou aumento (p<0,05) ao longo do período de armazenamento em todos os tratamentos. Ao 21º dia de armazenamento, o valor de TBARS para as linguiças com 2,0 % de extrato foi inferior (0,705±0,01 mg MDA (malonaldeído)/kg de amostra) (p<0,05) ao do controle (1,097±0,11mg MDA/kg de amostra). O extrato não possuiu efeito sobre a estabilidade microbiológica dos produtos. No entanto, o extrato hidroetanólico de cogumelo do sol foi efetivo sobre a estabilidade oxidativa de linguiça de carne suína quando adicionado na concentração de 2,0 %, estendendo a vida útil até 21 dias de armazenamento a 4°C, sendo viável sua aplicação como uma fonte antioxidante natural.(AU)


Assuntos
Alimentos Industrializados , Antioxidantes , Agaricus/química , Microbiologia de Alimentos , Armazenamento de Alimentos
8.
R. bras. Ci. Vet. ; 22(1): 43-47, 2015. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-324272

Resumo

The objective of the present research were evaluate the sanitary conditions through initial bacteriological contamination level and every two consecutive hours of the deboning room equipments during workday to ensure the effectiveness of dry cleaning application as standardized procedure of operational hygiene. The samples were collected in triplicate for bacteriological analysis was proceded at baseline and every two consecutive hours of deboning daily routine in four different equipments that comes into direct contact with the end product. These samples were taken for five consecutive productive days totaling five repetitions. The collections were made using the technique of swab test and rapid method of analysis. The aerobic mesophilic counts not exceeded the acceptable limit of 1.0 log UFC.cm-2 for one hours and up to 5.0 log UFC.cm-2 for other times. All enterobacteria counts not exceeded the acceptable limit of up to 3.0 log UFC.cm-2. There were no differences among values observed from the different equipment analyzed. In addition, the application of dry cleaning throughout the workday in the deboning room was an effective control of mesophilic aerobic bacteria and enterobacteria, thus ensuring the production of safe food the consumer(AU)


O objetivo da presente pesquisa foi avaliar as condições higiênico-sanitárias através do nível de contaminação bacteriológica inicial e a cada duas horas consecutivas de equipamentos da sala de desossa durante a jornada de trabalho, a fim de certificar a eficácia da aplicação de limpeza a seco como procedimento padronizado de higienização operacional. Neste sentido foram coletadas amostras em triplicata para análise bacteriológica no início e a cada duas horas consecutivas da rotina diária de desossa em quatro equipamentos distintos que entram em contato direto com o produto final. Estas coletas foram realizadas durante cinco dias produtivos consecutivos totalizando, cinco repetições. As coletas foram realizadas através da técnica do swab test e método rápido de análise. As contagens de bactérias aeróbias mesófilas se mantiveram dentro do limite aceitável estabelecido de até 1,0 log UFC.cm-2 para o horário 1 e de até 5,0 log UFC.cm-2 para os demais horários. Todas as contagens de enterobactérias se mantiveram dentro do limite aceitável estabelecido de até 3 log UFC.cm-2, notando-se que não houveram diferenças (p>0,05) entre os valores encontrados nos quatro equipamentos nos diferentes horários amostrados. Sendo assim, a aplicação da limpeza a seco durante toda a jornada de trabalho na sala de desossa é eficaz para o controle da contagem de bactérias aeróbias mesófilas ede enterobactérias, portanto contribui para a produção de alimento seguro ao consumidor(AU)


Assuntos
Carne Vermelha/microbiologia , Higiene dos Alimentos , Técnicas Bacteriológicas
9.
Hig. aliment ; 25(194/195): 109-113, mar.-abr. 2011. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-14343

Resumo

Com a finalidade de analisar o conhecimento do consumidor frente à segurança e qualidade dos alimentos foram realizadas entrevistas em um local central de grande fluxo de pessoas na cidade de Santa Maria, RS. Os consumidores foram entrevistados utilizando-se um questionário com questões fechadas e os resultados avaliados através de estatística descritiva. Foi observada uma preocupação em relação à higiene, fiscalização e riscos à saúde, ou seja, assuntos relacionados à segurança dos alimentos.(AU)


With the purpose to analyze the consumer knowledge about the security and quality of food it wasmade a survey in the city centre of Santa Maria city, in Rio Grande do Sul state, Brazil. The consumer was submitted a questionnaire with closed questions and the responses were analyzed using descriptive statistics. It was observed a concern in relation to hygiene, fiscalization and health 's risks, or either, subjects the security of foods. (AU)


Assuntos
Qualidade dos Alimentos , Ingestão de Alimentos , Educação Alimentar e Nutricional , Carne/microbiologia , Qualidade de Produtos para o Consumidor/normas , Brasil
10.
Semina ciênc. agrar ; 36(1): 171-186, 2015. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1499863

Resumo

The prevention of lipid oxidation is one of the meat industrys target and, consequently, the search for natural antioxidants has been increased in last years. Thus, the aim of this study was to determine the effect of hydroethanolic extract from sun mushroom (Agaricus blazei Murrill) on the oxidative and microbiological stability of pork meat sausage during storage at 4ºC. The extract was added to sausages in 0 %, 0.5 %, 1.0 % and 2.0 % (v/w) concentrations. There was done the proximate composition, pH, instrumental color (L*, a*, b*, C* e h*), TBARS (Thiobarbituric Acid Reactive Substances) and microbiological analyzes. Data were subjected to analysis of variance, in randomized completely design. The results from proximate composition and microbiological analyzes at day 0 were according to the Brazilian legislation. At 1st day of storage, control treatment showed higher (p<0,05) a* value (red) than the other treatments, while b* value (yellow) has increased (p<0,05) during the storage period in all treatments. At 21st day of storage, TBARS values of sausages with 2.0 % extract addition was lower (0,705±0,01 mg MDA/kg sample) (p<0,05) than the control (1,097±0,11mg MDA/kg sample). The extract has not shown effect on the microbiological stability of the sausages. Nevertheless, the hydroethanolic extract from sun mushroom was effective on the oxidative stability of pork meat sausage when added in a 2.0 % concentration, improving its shelf-life up to 21 days of storage at 4 °C, and it is possible the use as a natural antioxidant source.


A prevenção da oxidação lipídica é uma das buscas da indústria cárnea, consequentemente, a pesquisa de antioxidantes naturais foi notavelmente aumentada nos últimos anos. Desta forma, o objetivo deste estudo foi determinar o efeito do extrato hidroetanólico de cogumelo do sol (Agaricus blazei Murril) sobre a estabilidade oxidativa e microbiológica de linguiça de carne suína durante o armazenamento a 4ºC. O extrato foi utilizado nas concentrações de 0 %, 0,5 %, 1,0 % e 2,0 % (v/p) nas linguiças. Foram realizadas as análises de composição centesimal, pH, cor instrumental (L*, a*, b*, C* e h*), TBARS (Substâncias Reativas ao Ácido Tiobarbitúrico) e análises microbiológicas. Os dados obtidos foram submetidos à análise de ariância, em delineamento inteiramente casualizado. Os resultados obtidos na composição centesimal e análises microbiológicas realizadas no dia 0 estão de acordo com o exigido pela legislação brasileira. No 1º dia de armazenamento, o tratamento controle apresentou valor de a* (cor vermelha) maior (p<0,05) do que os demais tratamentos, enquanto que o valor de b* (cor amarela) apresentou aumento (p<0,05) ao longo do período de armazenamento em todos os tratamentos. Ao 21º dia de armazenamento, o valor de TBARS para as linguiças com 2,0 % de extrato foi inferior (0,705±0,01 mg MDA (malonaldeído)/kg de amostra) (p<0,05) ao do controle (1,097±0,11mg MDA/kg de amostra). O extrato não possuiu efeito sobre a estabilidade microbiológica dos produtos. No entanto, o extrato hidroetanólico de cogumelo do sol foi efetivo sobre a estabilidade oxidativa de linguiça de carne suína quando adicionado na concentração de 2,0 %, estendendo a vida útil até 21 dias de armazenamento a 4°C, sendo viável sua aplicação como uma fonte antioxidante natural.


Assuntos
Agaricus/química , Alimentos Industrializados , Antioxidantes , Armazenamento de Alimentos , Microbiologia de Alimentos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA