Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 100
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-717284

Resumo

This experiment evaluated the effect of genetic group and slaughter weight on rib eye area, tissue and centesimal composition of the 12th rib. Were used lambs Santa Ines, ½ Ile de France x ½ Santa Ines and ½ Texel x ½ Santa Ines lambs, slaughtered at different weights (35 and 45kg). After cooling at 4°C for 24 h, the 12th rib was removed for tissue and centesimal. The experiment was in a 3 (genetic group) x 2 (sex) x 2 (slaughter weight) factorial design and analyzed using Correlation and Duncan 0.05 means test in SAS®. Texel x Santa Ines animals had the best potential for quality traits of the 12th rib, with earlier finishing for slaughter. The lambs slaughtered at 35kg had lowest fat and highest edible proportion, this being the recommended slaughter weight.


Objetivou-se com o presente experimento, avaliar o efeito do grupo genético e do peso de abate sobre a área de olho de lombo, composição tecidual e centesimal da 12ª costela. Utilizaram-se cordeiros Santa Inês, ½ Ile de France x ½ Santa Inês e ½ Texel x ½ Santa Inês, abatidos com diferentes pesos (35 e 45kg). Após o resfriamento da carcaça a 4°C durante 24 h, a 12ª costela foi removida para mensuração da composição tecidual e centesimal. O experimento foi conduzido em delineamento fatorial 3 (grupo genético) x 2 (sexo) x 2 (peso de abate) e analisado pelo softwareSAS®, utilizando-se o teste Duncan para comparação de médias e realizada correlação a 0,05 significância. Animais Texel x Santa Inês apresentam melhor potencial para característica de qualidade da 12ª costela, com acabamento mais precoce para o abate. Os cordeiros abatidos aos 35kg apresentam menor teor de gordura e maior proporção comestível, sendo este o peso recomendado ao abate.

2.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 16(2)abr.-jun. 2015.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1493451

Resumo

This experiment evaluated the effect of genetic group and slaughter weight on rib eye area, tissue and centesimal composition of the 12th rib. Were used lambs Santa Ines, ½ Ile de France x ½ Santa Ines and ½ Texel x ½ Santa Ines lambs, slaughtered at different weights (35 and 45kg). After cooling at 4°C for 24 h, the 12th rib was removed for tissue and centesimal. The experiment was in a 3 (genetic group) x 2 (sex) x 2 (slaughter weight) factorial design and analyzed using Correlation and Duncan 0.05 means test in SAS®. Texel x Santa Ines animals had the best potential for quality traits of the 12th rib, with earlier finishing for slaughter. The lambs slaughtered at 35kg had lowest fat and highest edible proportion, this being the recommended slaughter weight.


Objetivou-se com o presente experimento, avaliar o efeito do grupo genético e do peso de abate sobre a área de olho de lombo, composição tecidual e centesimal da 12ª costela. Utilizaram-se cordeiros Santa Inês, ½ Ile de France x ½ Santa Inês e ½ Texel x ½ Santa Inês, abatidos com diferentes pesos (35 e 45kg). Após o resfriamento da carcaça a 4°C durante 24 h, a 12ª costela foi removida para mensuração da composição tecidual e centesimal. O experimento foi conduzido em delineamento fatorial 3 (grupo genético) x 2 (sexo) x 2 (peso de abate) e analisado pelo softwareSAS®, utilizando-se o teste Duncan para comparação de médias e realizada correlação a 0,05 significância. Animais Texel x Santa Inês apresentam melhor potencial para característica de qualidade da 12ª costela, com acabamento mais precoce para o abate. Os cordeiros abatidos aos 35kg apresentam menor teor de gordura e maior proporção comestível, sendo este o peso recomendado ao abate.

3.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 10(1): 206-218, 2009.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1472749

Resumo

Numerous papers report hepatic alterations in ruminants fed with Brachiaria spp. The aim of this study was to verify whether the ingestion of Andropogon gayanus or Brachiaria (B. brizantha and B. decumbens) produces microscopic alterations in the liver of cattle. By histological examination was characterized the hepatic injury, and determined the amount and localization of foamy macrophages in the liver and mesenteric and scapular lymphonodes. Those changes were correlated with live weight gains of the animals. Forty bulls divided into two groups of twenty were grazing, from weaning to slaughter, in Brachiaria spp or A. gayanus pastures. In the slaughterhouse, fragments of liver and mesenteric and scapular lymphonodes were collected. Results showed, in both groups, macro and microvacuolar degeneration of hepatocytes, mainly in the periacinar region. The animals fed on Brachiaria spp pastures revealed larger quantity of foamy macrophages in the hepatic parenchyma and mesenteric lymphonodes. There was a negative correlation between the number of foamy macrophages in the liver and in mesenteric lymphonodes with the live weight gain, regardless of the type of ingested grass. In the lymph nodes, the highest macrophage concentrations were in the cortical zone, followed by the paracortical zone. The mesenteric lymphonodes showed a higher amount of foam cells than the liver. KEY WORDS:


Diversos trabalhos relatam a presença de alterações hepáticas em ruminantes alimentados com Brachiaria spp, em casos espontâneos e/ou induzidos de fotossensibilização hepatógena. O objetivo deste trabalho foi verificar se o tipo de capim ingerido provoca alteração microscópica no fígado de bovinos. Foi caracterizada a lesão hepática, quantificados e localizados os macrófagos espumosos no fígado e linfonodos e as alterações correlacionadas com o peso dos animais. Avaliaram-se quarenta bovinos, distribuídos em dois grupos de vinte animais, mantidos, respectivamente, em pastagens de Brachiaria (B. brizantha e B. decumbens) e Andropogon gayanus. No frígorifico, foram colhidos de cada animal fragmentos de fígado e de linfonodos mesentérico e pré-escapular. Os animais alimentados com Brachiaria spp apresentaram maior número de macrófagos espumosos no fígado e no linfonodo mesentérico. Notou-se correlação negativa entre o número de macrófagos espumosos e o peso dos animais, nos dois grupos. A quantidade de macrófagos espumosos foi maior na zona periacinar, seguida da zona mediozonal, do ácino hepático. Nos linfonodos mesentéricos os maiores valores foram verificados na zona cortical seguida da paracortical. Os linfonodos mesentéricos apresentaram maior número de células espumosas do que o fígado. PALAVRAS-CHAVES: Colângio-hepatite, esporidesmina, gramíneas tropicais, macrófagos espumo

4.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 10(1): 184-194, 2009.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1472731

Resumo

Great percentage of brazilian beef cattle is reared forage based diets, often using high density systems. This contributes for appearance of diseases, amongst such as hepatogenous photosensitivity, whose the ethiology has been under constant debate. This work aims to evaluate the amount of spores of Pithomyces chartarum fungus, the saponine amount in the grasses and the performance of cattle fed Brachiaria or Andropogon grass. 50 Nellore bulls were divided into two groups of 25 animals and each group fed one of the two types of grasses (Brachiaria or Andropogon). They were weighed from weaning to slaughter. The animals fed with Andropogon grass showed better performance especially during the dry season. The carcass dressing revealed a significant difference (p


A maior parte do rebanho bovino brasileiro de corte é criado em pastagens, muitas vezes em elevadas taxas de lotação.  Isso contribui para o surgimento de doenças como a fotossensibilização hepatógena, cuja etiologia tem sido amplamente discutida. Este trabalho teve como objetivos avaliar a quantidade de esporos do fungo Pithomyces chartarum, o teor de saponinas das gramíneas e o desempenho de bovinos alimentados com capim Brachiaria e Andropogon. Para tanto, cinquenta bovinos da raça Nelore, distribuídos em dois grupos de 25 animais, cada um alimentado com um tipo de capim, foram pesados do desmame ao abate. Os animais alimentados com Andropogon apresentaram melhor desempenho, principalmente no período seco. O rendimento de carcaça foi maior (p

5.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 10(1): 195-205, 2009.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1472740

Resumo

Outbreaks of hepatogenous photosensitivity in cattle in Brachiaria decumbens pastures has been associated with Pithomyces chartaraum spores or with lithogenic saponins in pastures. The objective of this work was to evaluate the laboratorial aspects of the hepatic alterations of cattle fed with Brachiaria brizantha and B. decumbens mix and Andropogon gayanus grass, as well as their correlation with the live weight gains. Fifty bulls were divided into two groups of 25 animals and fed, from weaning to slaughter, with one distinct type of grass. During 30 months and every 60 days blood samples were collected from all the animals, and they were weighed and clinically examined. Samples of the grasses were also collected in the same periods. The amount of P. chartarum spores and concentration of lithogenic saponins from the pastures were determined for a subsequent comparison with the clinical biochemistry results. Any animal showed clinic alterations, weight gains, however, were greater in the A. gayanus group. Hemoglobin concentration, hematocryte levels and erythrocytes number, total and indirect bilirubin were correlated with weight gains. Cattle fed with Brachiaria spp. e Andropogon gayanus showed similar hematological and hepatic function profiles. During the experimental period, independent of the grass type ingested, an increase of AST, GGT and bilirrubin was observed also wit


A fotossensibilização hepatógena em bovinos vem sendo associada a fatores como esporidesmina produzida pelo fungo Pithomyces chartarum e saponinas litogênicas das pastagens, e o consumo de capim Brachiaria tem sido responsabilizado pela ocorrência dessa enfermidade. Avaliaram-se os aspectos laboratoriais das alterações hepáticas de bovinos alimentados com capim Brachiaria brizantha e B. decumbens em uma mesma pastagem e Andropogon gayanus, correlacionando-as com o ganho em peso. Cinquenta bovinos foram divididos em dois grupos de 25 animais, alimentados com um dos dois gêneros de capim do desmame ao abate. Durante trinta meses foram realizadas colheitas das amostras de sangue, pesagem e exame clínico dos animais a cada sessenta dias aproximadamente. Do mesmo modo, colheram-se amostras das gramíneas nos mesmos períodos. A quantidade de esporos do fungo P. chartarum e a concentração de saponinas litogênicas das pastagens foram determinadas para comparação com a bioquímica clínica. Nenhum animal apresentou alterações clínicas, no entanto, o ganho de peso foi maior nos bovinos do grupo alimentado com A. gayanus. A concentração de hemoglobina, hematócrito, número de hemácias, bilirrubina total e indireta tiveram correlação com o ganho em peso dos animais. Os bovinos alimentados com Brachiaria spp. e A. gayanus apresentaram perfil hematológico e de função hepática semelhantes. Ao lon

6.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 10(4): 1294-1302, 2009.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1472877

Resumo

Studies concerning bovine digital dermatitis showed a moderate to severe presence of eosinophils at histopathologic exams, but the cause still a speculation. The aim of this study was observe and quantify the eosinophilia in digital lesions in different stages of the disease. Forty female bovine were allocated in four groups with ten animals each, whereas the GI were healthy animals; GII, animals in initial stage of the disease: GIII, animals with erosive lesions; and GIV, animals with papillomatous lesions. The histologic exam showed local and diffuse eosinophilic infiltrated in the lesions, mainly in papillary dermis and the infiltrated was proportional to the lesion degree of the animals. KEY WORDS: Cattle, digital disease, eosinophils, histopathology.


Estudos demonstram que as lesões causadas pela dermatite digital bovina apresentam expressiva quantidade de eosinófilos, mas seus aspectos ainda são motivos de especulação. O presente estudo teve como objetivo quantificar a eosinofilia tecidual presente em lesões de dermatite digital, nas diferentes fases da doença. Foram utilizadas quarenta fêmeas bovinas distribuídas em quatro grupos compostos de dez animais, sendo que o grupo GI constituiu-se de animais saudáveis, GII de animais na fase inicial da doença, GIII de bovinos com lesões erosivas e o grupo GIV formado por animais portadores de lesões na forma papilomatosa. O exame histopatológico revelou infiltrado inflamatório eosinofílico nas diferentes lesões digitais examinadas, principalmente na derme papilar, apresentando distribuição que variou de difusa a focal e/ou multifocal. O aumento na intensidade deste infiltrado foi proporcional ao grau da lesão.PALAVRAS-CHAVES: Bovino, enfermidade digital, eosinófilos, histopatologia.

7.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 9(4): 1062-1070, 2008.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1474242

Resumo

Adherens junctions proteins have also been envolved in pathological mechanism of chagasic myocardiopathy. Aimed to determine the nature of these alterations, ten Swiss Webster male mice, 25 days-old were infected with a Type III strain of Trypanosoma cruzi through intraperitoneal (IP) route with 1.0 x 104 trypomastigotes/mouse. Five infected mice were killed at 14th day (parasitemia peak) of infection (group A). Another five infected mice (group C), were killed three months after inoculation, representing the chronic phase of the infection. Ten mice were injected through IP route with sterile 0.9% sodium chloride solution and were maintained under the same general conditions of the other groups. Five mice were killed either on day 14 (group CA) and five were killed at the end of the third month (group CC), and served as uninfected controls. Adherens junctions were analyzed by total lysate of the hearts that were immunoblotted for pan-cadherin and -catenin. Western blot analysis revealed increases of cadherins in both acute (2.1-fold ± 0.89, p= 0.048) and chronic (2.1-fold ± 0.92, p= 0.05) phase versus its respective controls. In relation to -catenin the results showed the same pattern characterized by increases in its levels also in acute (6.8-fold ± 4.65, p= 0.047) and chronic (3.65-fold ± 1.93, p= 0.033) phase in relation to controls. Thus, these results point to the evolve


As proteínas das junções de aderência têm sido associadas ao mecanismo patológico da miocardiopatia chagásica. Objetivando determinar a natureza dessas alterações, infectaram-se dez camundongos machos Swiss Webster com 25 dias de idade por via intraperitoneal com uma cepa tipo III de Trypanosoma cruzi na dose de 1,0 x 104 tripomastigotas/camundongo. Cinco camundongos infectados foram sacrificados no 14 dia (pico de parasitemia) de infecção (grupo A) e outros cinco camundongos (grupo C) três meses após a inoculação, representando a fase crônica da infecção. Inocularam-se dez animais com solução estéril de cloreto de sódio 0,9%, sendo sacrificados no 14 dia (grupo CA) e cinco ao final do terceiro mês (grupo CC), para servirem como controles não-infectados. As junções de aderência foram analisadas a partir do lisado total dos corações submetido a western blotting para pan-caderina e -catenina. A análise do western blotting revelou aumento da expressão de pan-caderina na fase aguda (2,1x ± 0,89, p= 0,048) e crônica (2,1x ± 0,92, p= 0,05) quando comparadas com seus respectivos controles. Em relação à -catenin, os resultados mostraram o mesmo padrão caracterizado pelo aumento de seus níveis na fase aguda (6,8x ± 4,65, p= 0,047) e crônica (3,65x ± 1,93, p= 0,033) em comparação aos controles. Assim, estes resultados indicam a associação das proteínas de junção de aderência aos even

8.
Ci. Rural ; 38(8)2008.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-705614

Resumo

This research aimed to evaluate the changes in the white blood cell count and some serum proteins of confined cattle (CC) and grass cattle (GC). From the 120 blood samples collected, 60 were obtained from confined Nelore male bovines and 60 from animals with the same characteristics but managed extensively. Samples were obtained at the moment of slaughter. Parameters studied were the white blood cell count, serum albumin/globulin ratio and concentration of plasma fibrinogen. Descriptive statistics was used in the analysis of the data, and the averages, standard deviation and coefficient of variation calculated for all parameters evaluated. The comparisons between averages were made by non-parametric test. The grazing cattle showed higher levels of globulin and fibrinogen when compared to the confined ones (globulin: GC=3.29g dL-1±0.76; CC=2.99g dL-1±0.60 and Fibrinogen: GC=872mg dL-1±610; CC=633mg dL-1±319). The total number of white blood cells mL-1 was 7.64±2.15 in confined cattle and 7.72±1.84 in grazing cattle. There was no significant difference between this variable and differential white blood cell count as well as the total serum protein (g dL-1) from grazing cattle (6.10±0.53) and confined cattle (5.96±0.49). The level of albumin from confined cattle (3.01g dL-1± 0.43) and the A/G ratio (1.07±8.91) were greater when compared to the grazing bovines (2.82g dL-1±0.45) and (0.95±0.38) respectively. The higher serum levels of albumin found in confined herd suggest that they were subjected to a more adequate nutritional diet. The constant immunological challenge suffered by the GC could be responsible for the elevated serum levels of globulin and fibrinogen. These results showed that although feedlots present a stressful environment they did not show any blood alterations correlated to this fact.


Esse trabalho avaliou as mudanças na contagem de leucócitos e algumas proteínas séricas de bovinos confinados e terminados a pasto. De 120 amostras sangüíneas coletadas, 60 foram obtidas de bovinos Nelores machos confinados e 60 de animais com as mesmas características, porém manejados extensivamente. As amostras foram obtidas por ocasião do abate desses animais. Os parâmetros estudados foram contagem de leucócitos, razão albumina/globulina e concentração de fibrinogênio plasmático. Na análise dos dados empregou-se estatística descritiva, obtendo-se as médias, desvio padrão e coeficiente de variação para todos as variáveis avaliadas e posteriormente comparou-se as médias por meio de teste não-paramétrico. Os bovinos terminados a pasto apresentaram maior nível de globulina e fibrinogênio (P>0,05) quando comparados com os confinados (globulina: pastejo=3,29g dL-1 0,76; confinamento 2,99g dL-1±0,60 e Fibrinogênio: pastejo=872mg dL-1±610; confinamento=633mg dL-1±319). O número de leucócitos total foi de 7,64±2,15 em bovinos confinados e de 7,72±1,84 nos terminados a pasto. Não houve diferença (P>0,05) entre essa variável e a contagem diferencial de leucócitos bem como na proteína sérica total (g dL-1) dos bovinos terminados a pasto (6,10±0,53) e dos confinados (5,96±0,49). O nível de albumina dos bovinos confinados (3,01g dL-1±0,43) e a razão A/G (1,07±8,91) foram maiores quando comparados com os bovinos terminados a pasto (2,82g dL-1±0,45) e (0,95±0,38) respectivamente. O nível mais elevado de albumina nos bovinos confinados sugere que eles foram submetidos a uma dieta nutricional mais adequada. O constante desafio imunológico sofrido pelos animais terminados a pasto pode ter sido responsável pelo elevado nível de globulina e fibrinogênio. Esses resultados indicaram que, apesar das adversidades que os bovinos confinados são submetidos, eles não apresentaram alterações correlacionadas com esse fato.

9.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1477364

Resumo

This research aimed to evaluate the changes in the white blood cell count and some serum proteins of confined cattle (CC) and grass cattle (GC). From the 120 blood samples collected, 60 were obtained from confined Nelore male bovines and 60 from animals with the same characteristics but managed extensively. Samples were obtained at the moment of slaughter. Parameters studied were the white blood cell count, serum albumin/globulin ratio and concentration of plasma fibrinogen. Descriptive statistics was used in the analysis of the data, and the averages, standard deviation and coefficient of variation calculated for all parameters evaluated. The comparisons between averages were made by non-parametric test. The grazing cattle showed higher levels of globulin and fibrinogen when compared to the confined ones (globulin: GC=3.29g dL-1±0.76; CC=2.99g dL-1±0.60 and Fibrinogen: GC=872mg dL-1±610; CC=633mg dL-1±319). The total number of white blood cells mL-1 was 7.64±2.15 in confined cattle and 7.72±1.84 in grazing cattle. There was no significant difference between this variable and differential white blood cell count as well as the total serum protein (g dL-1) from grazing cattle (6.10±0.53) and confined cattle (5.96±0.49). The level of albumin from confined cattle (3.01g dL-1± 0.43) and the A/G ratio (1.07±8.91) were greater when compared to the grazing bovines (2.82g dL-1±0.45) and (0.95±0.38) respectively. The higher serum levels of albumin found in confined herd suggest that they were subjected to a more adequate nutritional diet. The constant immunological challenge suffered by the GC could be responsible for the elevated serum levels of globulin and fibrinogen. These results showed that although feedlots present a stressful environment they did not show any blood alterations correlated to this fact.


Esse trabalho avaliou as mudanças na contagem de leucócitos e algumas proteínas séricas de bovinos confinados e terminados a pasto. De 120 amostras sangüíneas coletadas, 60 foram obtidas de bovinos Nelores machos confinados e 60 de animais com as mesmas características, porém manejados extensivamente. As amostras foram obtidas por ocasião do abate desses animais. Os parâmetros estudados foram contagem de leucócitos, razão albumina/globulina e concentração de fibrinogênio plasmático. Na análise dos dados empregou-se estatística descritiva, obtendo-se as médias, desvio padrão e coeficiente de variação para todos as variáveis avaliadas e posteriormente comparou-se as médias por meio de teste não-paramétrico. Os bovinos terminados a pasto apresentaram maior nível de globulina e fibrinogênio (P>0,05) quando comparados com os confinados (globulina: pastejo=3,29g dL-1 0,76; confinamento 2,99g dL-1±0,60 e Fibrinogênio: pastejo=872mg dL-1±610; confinamento=633mg dL-1±319). O número de leucócitos total foi de 7,64±2,15 em bovinos confinados e de 7,72±1,84 nos terminados a pasto. Não houve diferença (P>0,05) entre essa variável e a contagem diferencial de leucócitos bem como na proteína sérica total (g dL-1) dos bovinos terminados a pasto (6,10±0,53) e dos confinados (5,96±0,49). O nível de albumina dos bovinos confinados (3,01g dL-1±0,43) e a razão A/G (1,07±8,91) foram maiores quando comparados com os bovinos terminados a pasto (2,82g dL-1±0,45) e (0,95±0,38) respectivamente. O nível mais elevado de albumina nos bovinos confinados sugere que eles foram submetidos a uma dieta nutricional mais adequada. O constante desafio imunológico sofrido pelos animais terminados a pasto pode ter sido responsável pelo elevado nível de globulina e fibrinogênio. Esses resultados indicaram que, apesar das adversidades que os bovinos confinados são submetidos, eles não apresentaram alterações correlacionadas com esse fato.

10.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 9(1): 226-237, 2008.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1474119

Resumo

The experiment aimed to evaluate the effects of diets without micro minerals and vitamins, reduced inorganic phosphorus levels and phytase addition in bone metabolism and renal and hepatic functions in finishing pigs. Forty eight 105-day old females were randomly allotted in six groups: standard diets (T1), composed of corn, soybean meal and wheat meal; standard ration without micro mineral and vitamin supplement (T2); T2 ration with phytase (T3) T2 ration reducing 1/3 of inorganic P with phytase (T4), T2 ration reduced 2/3 of inorganic P with phytase (T5) and T2 ration with complete reduction of inorganic P with phytase (T6). The experiment was carried out in two phases: phase 1: 24 animals slaughtered at 150 days of age (106.65 kg); and phase 2: 24 animals slaughtered at 175 days of age (123.87 kg). The serum parameters evaluated were: total and ionic calcium, phosphorus, calcium/phosphorus ratio, total protein, albumin, AST, GGT, alkaline phosphatase, urea and creatinine. All biochemical parameters were analyzed using commercial kits in an automatic analyzer. The levels obtained for all analyzed parameters ranged within normal established values for this species and age. Inorganic phosphorus decrease in phytase-added diets did not interfere in bone metabolism. Vitamin and mineral supplements withdrawal and progressive decrease of inorganic phosphorus and phytase addition in


Este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos da restrição micromineral-vitamínica com redução gradativa do fósforo inorgânico em rações contendo fitase sobre o metabolismo ósseo, função hepática e renal de suínos em terminação. Alojaram-se 48 fêmeas suínas com idade inicial de 105 dias (66,15 ± 0,14 kg), recebendo dietas experimentais à base de milho, farelo de soja e farelo de trigo. Os animais foram divididos aleatoriamente em seis tratamentos: dieta completa (T1), dieta sem suplemento micromineral-vitamínico (T2), dieta sem suplemento micromineral-vitamínico e com fitase (T3), dieta sem suplemento micromineral-vitamínico, sem 1/3 de fósforo inorgânico e com fitase (T4), dieta sem suplemento micromineral-vitamínico, sem 2/3 de fósforo inorgânico e com fitase (T5), dieta sem suplemento micromineral-vitamínico, sem fósforo inorgânico e com fitase (T6). Dividiu-se o experimento em duas etapas, sendo a primeira composta por 24 animais que foram abatidos aos 150 dias (106,65 kg) e a segunda composta por 24 animais que foram abatidos aos 175 dias (123,87 kg). Avaliaram-se os seguintes itens: cálcio total, cálcio iônico, fósforo, relação cálciofósforo, proteínas totais, albumina, AST, GGT, ALP, uréia e creatinina no soro. Para isso, fez-se uso de um analisador bioquímico automático e de reagentes comerciais. Os resultados obtidos das análises do cálcio total, cálcio iônico, fó

11.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 9(4): 1159-1166, 2008.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1474237

Resumo

This essay had the scope of characterizing anatomic-pathological aspects of digital dermatitis wounds in distinct development phases. The essay was carried out from August 2004 and November 2005, using 40 cows distributed in four groups of ten animals each. Group I (GI) consisted of clinically healthy animals, and groups II (GII), III (GIII) and IV (GIV), consisted of animals bearing wounds in initial, erosive and proliferative phases, respectively. In GII histological observations were corneal stratus thickening, necrosis, hiperplasia, acanthosis, espongiosis and hyperqueratosis. In GIII it was observed hyperemia, ulcers, granulation tissue, hemorrhage and, microscopically, corneal layer thickening, paraqueratosis and multifocal necrosis. In GIV lesions of verrucous aspect, presence of fur, papillary projections were observed macroscopically, and, at histological examination, destruction of corneal layer and epidermis along with necrosis in all samples from the group.  Concerning the microbiota, fungi were not observed in any group. As for bacteria, mixed flora was observed, especially spirochetes, in GII, GIII e GIV. Finally, it was concluded that histological alterations in distinct phases of digital dermatitis may commonly be present, differing in terms of severity. The presence of spiral microorganisms suggests their association with etiopathogenesis. KEY WORDS: Cattle, d


Este trabalho objetivou caracterizar os aspectos anatomopatológicos das lesões de dermatite digital em diferentes fases evolutivas. O estudo ocorreu entre agosto de 2004 e novembro de 2005, utilizando-se quarenta vacas alocadas em quatro grupos, contendo dez animais cada. O grupo I (GI) foi composto por animais clinicamente saudáveis e os grupos II (GII), III (GIII) e IV (GIV), com lesões na fase inicial, erosiva e proliferativa, respectivamente. No GII, à histologia observaram-se espessamento do estrato córneo, necrose tecidual, hiperplasia, acantose, espongiose e hiperqueratose. No GIII, observou-se a presença de hiperemia, úlcera, tecido de granulação, hemorragia e, microscopicamente espessamento, da camada córnea, paraqueratose e necrose multifocal. No GIV, lesões com aspecto verrucoso, presença de pêlos, projeções papilares foram observadas macroscopicamente e, ao exame histológico, destruição da camada córnea e da epiderme com necrose tecidual em todas as amostras do grupo. Em relação a microbiota, independente do grupo não se notou a presença de fungos. Quanto às bactérias, registrou-se presença de flora mista, especialmente de espiroquetas no GII, GIII e GIV. Ao final, concluiu-se que alterações histológicas nas diferentes fases da dermatite digital podem estar comumente presentes, diferindo quanto à gravidade. A presença de microorganismos espiralados sugere a associaç

12.
Ci. Rural ; 37(4)2007.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-705364

Resumo

This research was aimed at evaluating the effect of mineral-vitamin supplement withdrawal associated to reduction of inorganic phosphorus level and addition of phytase in feed on iron metabolism of finishing-phase pigs. Erythrocyte and reticulocyte count, serum iron, ferritin and transferrin quantification was performed. Forty eight hybrid swine females with initial average weight of 60kg were allotted to a completely randomized experimental design with six with four replications of two animals each. Blood was drawn from a group of twenty four 100kg animals and from a second group of twenty four 120kg animals. No differences (P>0.05) were observed in erythrocyte and reticulocyte count or serum iron and transferrin quantification. However, ferritin levels were increased in 100kg animals fed basal feed without mineral/vitamin supplement and inorganic phosphorus with phytase when compared to animals fed basal feed without mineral/vitamin supplement with inorganic phosphorus with phytase. The enzyme, even in the absence of supplementation, assured the maintenance of iron reserves in the body. Difference as mentioned above was not detected in 120kg animals. The results of this work suggest that withdrawal of vitamin and mineral supplement combined with reduction of inorganic phosphorus and addition of phytase do not lead to significant changes in iron metabolism.


O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o metabolismo do ferro por meio da determinação do eritrograma, contagem de reticulócitos, dosagem de ferro sérico, ferritina sérica e transferrina sérica de suínos em fase de terminação alimentados com dietas contendo fitase, sem suplemento micromineral/vitamínico e redução dos níveis de fósforo inorgânico (Pi). Foram utilizadas 48 fêmeas suínas de linhagem comercial, com peso inicial de 60kg, distribuídas em seis tratamentos com oito animais em cada grupo. A colheita de sangue foi feita em um grupo de 24 animais com 100kg e em outro grupo de 24 animais com 120kg. Não foram observadas diferenças (P>0,05) nos valores obtidos do eritrograma, da contagem de reticulócitos, de ferro sérico e de transferrina para os animais nos tratamentos testados. Com relação à ferritina, verificou-se que os animais até os 100kg de peso vivo que receberam ração sem suplemento micromineral/vitamínico, sem fósforo inorgânico e com fitase apresentaram valores superiores (P 0,05) quando comparados aos alimentados com ração sem suplemento micromineral/vitamínico, com fósforo inorgânico e contendo fitase. A enzima, mesmo na ausência de suplementação, garantiu a manutenção de estoques de ferro do organismo. Essa diferença não foi detectada para os animais que foram alimentados com as mesmas rações até os 120kg de peso vivo. Os resultados encontrados neste experimento mostram que a redução do fósforo inorgânico, a retirada do suplemento vitamínico e mineral, bem como a adição da fitase, em dietas para suínos em terminação, não desencadeiam alterações significativas no metabolismo do ferro.

13.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 8(4): 767-776, 2007.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1474094

Resumo

Endogenous enzymes such as phytase have been widely used in swine production to increase phosphorus, amino acid and energy availability from feeds. This study aimed to evaluate the immune system through quantification of blood components associated to iron metabolism and determine humoral immune response elements in pigs fed phytase-added diets without micro minerals and vitamins and partial or total deletion of inorganic phosphorus. Forty-eight crossbred females with initial weight of 60 kg were randomly sorted into six groups of eight animals each, as follows: G1 -standard (complete) ration (control group); G2 - standard ration except that micromineral and vitamin supplement was deleted; G3 - group 2 ration with phytase, G4 - group 2 ration less 1/3 of inorganic P with phytase, G5 -  group 2 ration less 2/3 of inorganic P with phytase and G6 - group 2 ration without inorganic P with phytase. Statistical difference (p>0,05) was not recorded neither in white cells and platelet counts nor hemoglobin, serum iron levels, considering all the animals in all treatments. Nevertheless, pigs up to 100 kg that consumed diet without micro minerals and vitamins, total deletion of inorganic P and phytase addition presented increased ferritin levels (p>0,05) when compared to animals fed similar diet with inorganic phosphorus and phytase. The enzyme guaranteed maintenance of iron stocks


A utilização de enzimas exógenas, como a fitase, permite um melhor aproveitamento de nutrientes, incrementando a utilização do fósforo, dos aminoácidos e da energia. O presente estudo foi desenvolvido com objetivo de: 1 - avaliar o sistema imune por meio da quantificação de componentes sangüíneos relacionados ao metabolismo do ferro e 2 - determinar elementos da resposta imunológica humoral, em suínos recebendo dietas contendo fitase, níveis reduzidos de fósforo inorgânico (Pi) e sem suplemento micromineral e vitamínico. Utilizaram-se 48 fêmeas suínas de linhagem comercial, com peso inicial de 60kg, distribuídas em seis tratamentos com oito animais em cada grupo. A colheita de sangue foi feita em um grupo de 24 animais com 100 kg e outro grupo de 24 animais com 120 kg. Tratamentos: 1. ração basal (grupo-controle); 2. ração 1, sem suplemento micromineral/vitamínico; 3. ração 2, com fitase; 4. ração 2, sem 1/3 de fósforo inorgânico (Pi) e com fitase; 5. ração 2, sem 2/3 de Pi e com fitase, 6. ração 2, sem Pi e com fitase. Não se observaram diferenças (p>0,05) nos valores obtidos do leucograma e contagem de plaquetas para os animais nos diferentes tratamentos testados. Em relação à hemoglobina e ferro sérico também não foram observadas diferenças (p>0,05) nos valores obtidos para os animais nos diferentes tratamentos testados. Com relação à ferritina, verificou-se que os ani

14.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1477156

Resumo

This research was aimed at evaluating the effect of mineral-vitamin supplement withdrawal associated to reduction of inorganic phosphorus level and addition of phytase in feed on iron metabolism of finishing-phase pigs. Erythrocyte and reticulocyte count, serum iron, ferritin and transferrin quantification was performed. Forty eight hybrid swine females with initial average weight of 60kg were allotted to a completely randomized experimental design with six with four replications of two animals each. Blood was drawn from a group of twenty four 100kg animals and from a second group of twenty four 120kg animals. No differences (P>0.05) were observed in erythrocyte and reticulocyte count or serum iron and transferrin quantification. However, ferritin levels were increased in 100kg animals fed basal feed without mineral/vitamin supplement and inorganic phosphorus with phytase when compared to animals fed basal feed without mineral/vitamin supplement with inorganic phosphorus with phytase. The enzyme, even in the absence of supplementation, assured the maintenance of iron reserves in the body. Difference as mentioned above was not detected in 120kg animals. The results of this work suggest that withdrawal of vitamin and mineral supplement combined with reduction of inorganic phosphorus and addition of phytase do not lead to significant changes in iron metabolism.


O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o metabolismo do ferro por meio da determinação do eritrograma, contagem de reticulócitos, dosagem de ferro sérico, ferritina sérica e transferrina sérica de suínos em fase de terminação alimentados com dietas contendo fitase, sem suplemento micromineral/vitamínico e redução dos níveis de fósforo inorgânico (Pi). Foram utilizadas 48 fêmeas suínas de linhagem comercial, com peso inicial de 60kg, distribuídas em seis tratamentos com oito animais em cada grupo. A colheita de sangue foi feita em um grupo de 24 animais com 100kg e em outro grupo de 24 animais com 120kg. Não foram observadas diferenças (P>0,05) nos valores obtidos do eritrograma, da contagem de reticulócitos, de ferro sérico e de transferrina para os animais nos tratamentos testados. Com relação à ferritina, verificou-se que os animais até os 100kg de peso vivo que receberam ração sem suplemento micromineral/vitamínico, sem fósforo inorgânico e com fitase apresentaram valores superiores (P 0,05) quando comparados aos alimentados com ração sem suplemento micromineral/vitamínico, com fósforo inorgânico e contendo fitase. A enzima, mesmo na ausência de suplementação, garantiu a manutenção de estoques de ferro do organismo. Essa diferença não foi detectada para os animais que foram alimentados com as mesmas rações até os 120kg de peso vivo. Os resultados encontrados neste experimento mostram que a redução do fósforo inorgânico, a retirada do suplemento vitamínico e mineral, bem como a adição da fitase, em dietas para suínos em terminação, não desencadeiam alterações significativas no metabolismo do ferro.

15.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 7(1): 97-102, 2006.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1473956

Resumo

Neste ensaio objetivou-se contribuir para a melhor compreensão dos fenômenos fisiopatológicos associados às lesões podais, por meio da determinação dos parâmetros leucocitários e dos níveis de fibrinogênio plasmático, de fêmeas bovinas com e sem pododermatite, criadas extensivamente em regiões do Estado de Goiás. Utilizaram-se 59 animais distribuídos no grupo I (controle sem pododermatite), grupo II (fase inicial de pododermatite sem lesão aparente), grupo III (pododermatite interdigital vegetativa) e grupo IV (pododermatite necrosante). Análise do leucograma dos bovinos do grupo II revelou elevação na contagem global número de leucócitos, neutrófilos bastonetes, neutrófilos segmentados e linfócitos, e redução no número de eosinófilos. PALAVRAS-CHAVES: Bovino, fibrinogênio, leucograma, pododermatite

16.
Acta sci., Anim. sci ; 28(1): 97-103, 2006.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1458976

Resumo

The effect of latex band at the ovarian pedicle on postoperative, carcass performance and quality was evaluated in 23 Nelore breed heifers, eight-month-old and 130 kg of average weight. They were allocated in two groups: Group I was constituted of 11 heifers with latex band, and Group II was constituted of 12 non-castrated heifers. The latex ring was applied at the ovarian pedicle via an incision in the flank. On postoperative, potential complications were evaluated, as well as average daily weight gain (ADWG), muscle conversion, body weight after fastening and body weight at the time of inspection. The surgical procedure was executed without complications, and proved to be effective for suppressing estrous. One of the animals (9%) presented partial dehiscence on the wound. The ADWG of GI was 0.308 Kg, and GII was 0.311 Kg, outlining that the animals from GI presented a numerically higher meat gain.


Foram avaliados os efeitos do anel de látex aplicado no pedículo ovariano de bezerras da raça Nelore, no pós-operatório, desempenho e características de carcaça, utilizando-se 23 animais, 8 meses de idade e peso médio de 130 kg, distribuídas em dois grupos. O grupo I foi constituído por 11 bezerras, nas quais se empregou o anel de látex, e o grupo II composto por 12 bezerras não-castradas. O anel de látex foi aplicado no pedículo ovariano, por meio de abordagem via flanco. No pós-operatório avaliaram-se possíveis complicações, ganho de peso médio diário (GPMD), rendimento de carcaça, peso vivo em jejum e peso da carcaça quente. O procedimento cirúrgico, de fácil execução, mostrou-se eficaz na supressão do estro. Um animal (9%) apresentou deiscência parcial de ferida. O GPMD do GI foi de 0,308 kg e do GII de 0,311 kg. Animais pertencentes ao GI apresentaram 53,61% e os do GII 52,82% de rendimento de carcaça.

17.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1502110

Resumo

Neste estudo avaliou-se o efeito da administração parenteral do cobre na prevenção de enfermidades digitais em bovinos confinados e seu reflexo nos parênquimas hepático e renal, utilizando-se 240 animais alocados em quatro grupos de 60 (GI, GII, GIII e GIV). Os GI e GII foram constituídos por bovinos com 24 meses e os GIII e GIV por animais de 12 meses, sendo que o GI recebeu 100 miligramas de cobre ativo e o GIII 75, ambos por via subcutânea ao início do estudo. Os demais grupos foram utilizados como controle. Foram realizados ainda, após o abate, as dosagens hepática e renais de cobre e o exame histopatológico dos rins e fígado dos bovinos GI e GII. Os GI, GII, GIII, e GIV tiveram respectivamente 8 (13,33%), 17 (28,33%), 2 (3,33%) e 6 (10%) casos de enfermidades digitais, totalizando 33 (13,75%) casos. A ocorrência de enfermidades digitais em bovinos submetidos à aplicação de cobre por via subcutânea mostrou-se reduzida quando comparada aos animais não tratados. Os animais na faixa etária de 24 meses que receberam aplicação de cobre apresentaram maior freqüência de lesões digitais do que aqueles com 12 meses, igualmente tratados. As concentrações hepáticas e renais de cobre indicaram níveis de depleção, sem apresentar, no entanto, sinais clínicos de carência.

18.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 6(1): 55-59, 2005.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1473913

Resumo

A paratuberculose é uma doença entérica crônica dos ruminantes que vem sendo estudada como enfermidade emergente no rebanho bovino brasileiro. O presente estudo tem o objetivo de detectar anticorpos anti-Mycobacyerium paratuberculosis em vacas em lactação, provenientes de dezessete propriedades rurais na bacia leiteira de Goiânia, mediante o uso do ELISA indireto. Para isso empregaram-se 166 amostras de soro sangüíneo retiradas aleatoriamente de um universo de 493 soros, cujos exames foram realizados no laboratório de diagnóstico da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Encontraram-se 22 (13,45%) animais soro-negativos, 44 (26,51%) suspeitos e 100 (60,24%) positivos. Todas as propriedades amostradas apresentaram animais soro-reagentes. PALAVRAS-CHAVE: Elisa indireto, paratuberculose.

19.
Ci. Rural ; 35(3)2005.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-704709

Resumo

The effects of surgical garment of surgeon and auxiliary and the use of antibiotic were evaluated for the occurrence of postoperative complications in 28 cows submitted to rumenotomy the cours were equally allotted to the following groups: Group I (GI) and II (GII), rumenotomy performed following standard surgery garment procedures for both surgeon and auxiliary; groups III (GIII) and IV (GIV) rumenotomy performed without garment. On the postoperative, parenteral antibiotic with oxytetracycline was used on groups I and III. The main complications observed were: edema, subcutaneous emphysema, wound dehiscence and peritonitis. Surgical garmenting contributed positively to reduce healing time. The antibiotic tused did not influence recovery time within groups without surgical garmenting of surgeon and auxiliary.


Utilizou-se a paramentação e a oxitetraciclina parenteral na profilaxia de complicações pós-operatórias em 28 bovinos fêmeas submetidos à rumenotomia, distribuídos em quatro grupos de sete animais. Nos bovinos dos grupos I (GI) e II (GII), as rumenotomias foram realizadas seguindo normas de paramentação do cirurgião e do auxiliar, enquanto que, nos animais dos grupos III (GIII) e IV (GIV) essa conduta não foi adotada. No pós-operatório, utilizou-se antibiotico parenteral à base de oxitetraciclina nos animais do GI e GIII. As principais complicações observadas no pós-operatório foram: edema, enfisema subcutâneo, deiscência de pontos da ferida de sutura e peritonite. Verificou-se que a paramentação contribuiu positivamente na redução do tempo de cicatrização. O uso parenteral de antibiótico não influenciou no tempo de recuperação dos animais, quando o cirurgião e o auxiliar não se paramentaram.

20.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 6(4): 267-277, 2005.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1473951

Resumo

A dermatite digital bovina é uma enfermidade de etiologia multifatorial e patogenia complexa que representa grande entrave produtivo e econômico à pecuária mundial.O objetivo deste estudo foi avaliar aspectos relacionados à evolução clínica da enfermidade após antibioticoterapia parenteral. Foram utilizadas 28 fêmeas bovinas, da raça Girolando, com idade entre quatro a dez anos, portadoras de lesões digitais clinicamente caracterizadas como dermatite digital. Os bovinos enfermos foram distribuídos em dois grupos (I e II) de quatorze animais. Aqueles pertencentes ao grupo I constituíram o grupo-controle, em que,portanto, não foi utilizada antibioticoterapia. Nas vacas que compuseram o grupo II, aplicaram-se, por via intramuscular,20 mg/kg de peso corporal de oxitetraciclina, em intervalos de 48 horas, até completar quatro aplicações. Ao final de um ano de observação, a maioria das lesões na pele do espaço interdigital entre os talões evoluiu para a forma clínica erosiva e aquelas localizadas nos pontos limítrofes entre apele e o cório coronário dos talões, na parede abaxial do estojo córneo ou no espaço interdigital dorsal, evoluíram para a forma proliferativa. Não houve cura de nenhum animal em ambos os grupos, porém a antibioticoterapia parenteral reduziu a gravidade das lesões. PALAVRAS-CHAVE: Antibioticoterapia, bovinos, dermatite digital, evolução clínica.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA