Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-219651

Resumo

O nematoide Caenorhabditis elegans é um organismo modelo estabelecido que pode ser utilizado para evidenciar inúmeros processos biológicos. Pesquisas que utilizam leite de ruminantes como agentes antipatogênicos tem tido destaque nos últimos anos, em especial o leite caprino. Dentre essas atividades antipatogênicas, o potencial antihelmíntico do leite pode ser uma ferramenta utilizada para controle biológico de enteroparasitoses. Alguns trabalhos têm demonstrado que o leite de alguns ruminantes possui atividade anti-helmíntica capaz de gerar uma resposta considerável quando utilizado como um vermífugo natural. Dessa forma, o intuito desse trabalho foi avaliar a capacidade do leite de cabras causarem mortalidade em C. elegans. Esses animais foram agrupados de acordo com sua idade e raça. Também foram avaliados em correlação níveis de células somáticas e contagem bacteriana: indicadores normalmente utilizados como controle de qualidade do leite. Para isso, foram coletadas amostras de 110 cabras Saanen, Alpina e sem raça definida. O verme foi exposto por submersão ao leite cru, fresco e na concentração de 50% em solução tamponada para o nematoide. Houve grande variância na capacidade nematicida do leite desses animais, com mortalidade média de 74% em vermes expostos por 24 horas, 90% em 48 horas e chegando a 95% em 96 horas. Neste estudo, 3% das cabras não apresentaram leite com atividade nematicidade significativa, alcançando mortalidade similares com o controle negativo. O nematoide C. elegans se mostrou uma boa ferramenta para avaliação dessa nematicidade do leite caprino e a possibilidade de ser utilizado para avaliar o leite de outros ruminantes e outros compostos na pesquisa de anti-helmínticos. A mortalidade do verme desafiado ao leite não evidenciou correlações com idade, raça e com os marcadores testados, indicando que o potencial nematicida pode se conservar apesar de taxas altas nos níveis de células somáticas (SCC) e contagem bacteriana total (TBC).


The nematode Caenorhabditis elegans is an established model that can be used to highlight biological processes. Research using ruminant milk as antipathogenic agents has been highlighted in recent years, especially goat milk. Among these antipathogenic activities, the anthelmintic potential of milk can be a tool to use for biological control of enteroparasitoses. Some works have cured that the milk of some ruminants has anthelmintic activity capable of generating a response when used as a natural vermifuge. Thus, the aim of this work was to evaluate the ability of goat's milk to cause mortality in C. elegans. These animals were grouped according to their age and race. They were also evaluated for somatic cell correlation and bacterial count: indicators normally used as milk quality control. For this, 110 Saanen, Alpine and mixed breed goats were collected. The worm was exposed by submersion to raw, fresh milk and in a concentration of 50% in buffered solution for the nematode. There was great variance in the nematicidal capacity of animal milk, with an average mortality of 74% in worms exposed for 24 hours, 90% in 48 hours and reaching 95% in 96 hours. In this study, 3% of goats did not dissipate milk with nematicity activity, achieving similar mortality with the negative control. The nematode C. elegans proved to be a good tool for evaluating this nematicity of goat's milk and the possibility of being used to evaluate the milk of other ruminants and other compounds in the research of anthelmintics. The mortality of the worm challenged did not show correlations with age, race and with the tested milk markers, indicating that the nematicidal potential can be conserved despite high rates in somatic cell levels (SCC) and tottotal bacterial count (TBC).

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA