Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 73(1): 261-264, Jan.-Feb. 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1153068

Resumo

O objetivo deste trabalho foi propor um modelo matemático para predição do peso corporal de cordeiros com base nas medidas biométricas. Foram utilizados dados de 51 cordeiros, com composição genética de pelo menos 50% da raça Santa Inês. O peso corporal (PC) dos animais foi acompanhado durante 91 dias por meio de pesagens semanais. Após as pesagens, foram tomadas as medidas: altura anterior (AA); altura posterior (AP); comprimento corporal (CC); largura de peito (LP); largura de garupa (LG); perímetro torácico (PT) e perímetro de barril (PB). Essas medidas foram utilizadas como variáveis de entrada do modelo. Foi observado correlações positivas e significativas (P<0,05) entre todas as variáveis biométricas com o PC. No entanto, o PC apresentou uma alta correlação com o PT (0,836), seguido do PB (0,818) e AP (0,740). Dessa forma, essas três medidas foram significativas para estimativa do PC. Portanto, o modelo para predizer o PC dos cordeiros foi: Peso (kg)=0,4455* PT - 0,5794 * PB + 0,0019 * AP2 + 0.0053* PB2. O perímetro torácico, perímetro de barril e altura de posterior podem ser utilizados como variáveis preditoras do peso corporal em ovinos mestiços, independente do sexo.(AU)


Assuntos
Animais , Pesos e Medidas Corporais/veterinária , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Biometria/métodos
2.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(5): 1901-1910, Sept.-Oct. 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1131569

Resumo

The objective of this study was to evaluate the effect of different protein sources on the performance of lamb ewes and their offspring supplemented in deferred pasture. The treatments were the different protein sources: soybean meal, cotton cake, babassu cake and coconut cake. The ewes were weighed and evaluated for their body condition score during the gestation, parturition and weaning phases. The lambs were weighed at birth and at weaning. The structural variables and chemical composition of the pasture were evaluated during the usage period. Grass height and forage mass were higher when the ewes were in the gestation and weaning stages. The leaf mass was not altered during the pasture usage with a mean value of 566.1kg ha-1 DM. The highest levels of crude protein in the leaf blade were observed during the parturition and weaning phases. The body weight of the ewes did not differ between the sources with averages 45.0, 39.9 and 36.6kg for the gestation, parturition and weaning phases, respectively. Weights at birth and at weaning had an effect from protein sources, with the highest values observed in the lambs of ewes who received soybean meal and babassu cake supplementation. The lambs of ewes supplemented with soybean had higher average daily gain and total gain. Babassu, coconut and cotton cakes can replace soybean meal in supplementation of ewes in deferred pasture.(AU)


O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes fontes de proteína no desempenho de ovelhas e suas crias suplementadas em pastagem diferida. Os tratamentos foram as diferentes fontes proteicas: farelo de soja, tortas de algodão, babaçu e coco. As ovelhas foram pesadas e avaliadas quanto ao escore de condição corporal durante as fases de gestação, parição e desmame. Os cordeiros foram pesados no nascimento e no desmame. As variáveis estruturais e a composição química do pasto foram avaliadas durante o período de uso. A altura do dossel e a massa de forragem foram maiores quando as ovelhas estavam nas fases de gestação e desmame. A massa foliar não foi alterada durante o uso do pasto, com um valor médio de 566,1kg ha-1 MS. Os maiores teores de proteína bruta na lâmina foliar foram observados durante as fases de parto e desmame. O peso corporal das ovelhas não diferiu entre as fontes proteicas, com médias de 45,0, 39,9 e 36,6kg para as fases de gestação, parto e desmame, respectivamente. Os pesos ao nascimento e ao desmame tiveram efeito das fontes proteicas, com os maiores valores observados nos cordeiros de ovelhas que receberam suplementação com farelo de soja e torta de babaçu. Os cordeiros suplementados com soja apresentaram maior ganho médio diário e ganho total. As tortas de babaçu, coco e algodão podem substituir o farelo de soja na suplementação de ovelhas em pastagem diferida.(AU)


Assuntos
Animais , Ovinos/metabolismo , Proteínas Alimentares/administração & dosagem , Proteínas Alimentares/análise , Cocos , Gossypium , Arecaceae , Brachiaria , Alimentos de Soja/análise
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA